Seção: 4G

22/02/2013

4G: Frequências e licitações

 

Frequências 4G no Brasil Licitação de 4G Frequências 4G no Mundo  

Nesta página: Freqüências, operadoras, processos de licitação na Anatel e de implantação de redes pelas Operadoras.

 


 

O padrão LTE é o padrão de 4G predominante no Brasil sendo adotado por todas as operadoras.

 

A Anatel realizou em 2012 uma licitação de frequências em 2500 MHz para a implantação de redes 4G. As empresas que adquiriram estas frequências foram: Vivo, Tim, Claro, Oi, Sky e Sunrise (mais detalhes).

PUBLICIDADE

 

 

Frequências de 700 MHz no Brasil

 

A melhor faixa de frequência para a implantação de 4G é a de 700 MHz, liberada com o fim da transição da TV Aberta analógica para a TV aberta digital. No Brasil isto deve ocorrer em 2016.


O Minicom publicou a portaria 14 de 6/02/2013 que estabelece diretrizes para a aceleração do processo de transição da TV Aberta analógica para a TV aberta digital no Brasil e determina que a Anatel inicie os estudos para disponibilizar a faixa de 698 MHz a 806 MHz para 4G. (mais detalhes)

 

A Anatel divulgou no dia 21/02/2013 um regulamento sobre nova destinação da faixa de 700 MHz, onde ela recomenda a adoção do plano de banda da APT que permite uso de 90 MHz (45 + 45 MHz) de espectro.(mais detalhes)


O próximo passo da Anatel será a elaboração do edital de licitação que deverá passar por consulta pública após o publicação no D.O.U.

 

 

Frequências de 2,5 GHz no Brasil

 

Enquanto se espera pela liberação da faixa de 700 MHz, no Brasil, a Anatel destinou para o 4G

(Res. 544 de 11/08/2010) a faixa de frequências de 2.500 MHz a 2.690 MHz anteriormente destinada ao MMDS.

 

 

 

 

As faixas de frequências entre 2.500-2.570 MHz e 2.620-2.690 MHz (P, W, V e X) forami destinadas para operação FDD (canais separados para transmissão e recepção que está entre 2.570 e 2.620 MHz. Já as subfaixas T e U para operação TDD (transmissão e recepção no mesmo canal).

 

Subfaixa (MHz) Largura de Banda (MHz) Transmissão da Operadora
Estação Móvel ERB
P 10+10 2.500-2.510 2.620-2.630 Claro (11 lotes); TIM (6 lotes); Oi (11 lotes)
W 20+20 2.510-2.530 2.630-2.650 Claro
V1 10+10 2.530-2.540 2.650-2.660 TIM
V2 10+10 2.540-2.550 2.660-2.670 Oi
X 20+20 2.550-2.570 2.670-2.690 Vivo
T 15 2.570-2.585* -
U 35 2.585-2.620* Sky e Sunrise (12 lotes cada)

* Sistemas TDD (Time Division Duplex) que utilizam a mesma subfaixa de frequências para transmissão nas duas direções.

 

O regulamento do edital de licitação destas faixas estabeleceu um valor máximo de espectro que uma operadora poderia possuir em uma região geográfica (Cap): 60 MHz (2.500-2.570 MHz e 2.620-2.690 MHz) ou 50 Mhz (2.570 e 2.620 MHz).

 

As operadoras de MMDS possuem parte deste espectro. Entre elas está a Telefônica, que adquiriu as operações da Abril e a Sky que em 2011 passou a oferecer LTE (TDD) em Brasília.

 

 

CONSULTORIA TELECO

Relatórios

Imagem cortesia FreeDigitalPhotos.net

Telecom, Celular e Capex

Workshops

Market Update

America Latina

Regulamentação de Telecom

Consultoria

Estudos e Base de Dados

Mais Produtos

EVENTOS

Mais Eventos




 

 


Siga o Teleco

 

...

4G

 

 

Imprima esta página

Envie esta página

Adicione aos Favoritos Comunique erros