28
1/2018

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

BLFixa em 2017, Oi, TAC e outros destaques

Eduardo Tude

 

BL Fixa em 2017

 

  • A BL fixa apresentou adições líquidas de 1,9 milhões de acessos, mais que os 1,3 milhões de 2016.
  • A participação dos acessos com velocidades maior que 12 Mbps cresceu de 35% em 2016 para 42% em 2017.
  • A participação dos acessos em fibra cresceu de 6,5% em 2106 para 10,6% em 2017.
  • As operadoras competitivas foram responsáveis por 80% das adições líquidas no ano.

 

Recuperação Judicial da Oi

 

  • A Oi informa por meio de fato relevante que recebeu comunicação da Société Mondiale, controlada pelo grupo de Nelson Tanure, registrando a diminuição da sua participação acionária na operadora, de 5,28% do capital total para 3,67%.
  • O caixa da Oi encolheu 6,1% em novembro.
  • As ações ON da Oi apresentaram valorização de 3,6% na semana e as PN de 5,7%.

 

TAC

 

  • A Anatel promoveu uma reunião com as principais operadoras de telecomunicações que acabou tendo como tema principal o TAC.
  • A Proteste entrou com representação no Ministério Público de São Paulo contra o TAC da Telefônica.

 

Resultados 2017

 

O crescimento da receita líquida em 2017 foi de:

  • + 32,4% na Netflix
  • +5,1% na Comcast
  • 0% na Verizon

 

Outros destaques

 

  • A Globosat pretende lançar em 2018 um novo aplicativo reunindo conteúdo audiovisual exclusivo, além de programas da Globo e de canais Globosat. Será possível usar o serviço pagando mensalidade, sem necessidade de contrato com operadora de TV paga. A quantidade de usuários do Globosat Play, acessado atualmente exclusivamente por assinantes de TV paga, cresceu 36% em 2017.
  • Os satélites Al Yah 3, da Yahsat, e o SES-14 foram lançados com sucesso pela Ariane Space, apesar de uma falha na telemetria após a ignição do último estágio que fez com que o procedimento de separação fosse feito às cegas. O SES-14, entretanto, deve atingir a sua órbita geoestacionária quatro semanas depois do planejado originalmente.
  • O Brasil terminou 2017 com 9,3 milhões de celulares bloqueados por roubo, furto e extravio no Cadastro de Estações Móveis Impedidas (CEMI), sendo que 2,6 milhões foram incluídos em 2017.
  • O volume de reclamações na Anatel em 2017 foi 12,9% menor que em 2016.
  • Foi publicado o decreto 9.270, que concede mais 180 dias para que rádios AM solicitem a migração para frequências FM.
  • A Telecom Itália negou rumores de que o atual CEO da companhia, Amos Genish, deixaria a empresa.

 

Divulgação de resultados 2017 na próxima semana

 

  • SKY, AT&T, Vodafone, BT, NTT DoComo
  • Ericsson, Samsung, Apple e Sony
  • Google, Microsoft, Facebook e Amazon

 

 

 

21
1/2018

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

4G, Celular, Oi, Bens reversíveis e outros destaques

Eduardo Tude

 

4G

 

  • A vantagem da 4G em relação a 3G cresceu para 10,8 milhões em novembro.
  • A Claro lidera em velocidade média de 4G segundo a Open Signal com 28,6 Mbps, seguida por Vivo (22,7 Mbps), Oi (14,4 Mbps) e TIM (14,1 Mbps). A TIM lidera em disponibilidade da rede 4G (71,9%), seguida pela Vivo (61,8%), Claro (58,3%) e Oi (53,9%).
  • A Claro redes com tecnologia 4,5G (LTE-Advanced Pro) em mais de 140 cidades. A tecnologia já estava em uso em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro.

 

Celular em novembro

 

  • A Vivo liderou o crescimento do celular em novembro com adições líquidas de 89 mil celulares, seguida pela Claro (36 mil). TIM (-465 mil) e Oi (-1.469 mil) apresentaram adições líquidas negativas.
  • A Oi iniciou o ajuste de sua base com o desligamento de 1,5 milhões de pré-pagos no mês. TIM (-871 mil), Claro (-391 mil) e Vivo (-210 mil) também apresentaram perdas neste segmento. Estas perdas devem aumentar em dezembro, mês de referência para o pagamento da taxa anula do FISTEL.
  • A TIM liderou em adições líquidas de pós-pago sem M2M (408 mil), seguida pela Claro (352 mil) e Vivo (141 mil).
  • A Vivo continuou liderando crescimento de M2M no Brasil (156 mil), seguida pela Claro (76 mil) e Oi (22 mil). A TIM apresentou perdas no mês (-3 mil).

 

Recuperação Judicial da Oi

 

  • O presidente da Anatel declarou que caberá à AGU recorrer da homologação do acordo de credores aprovado pela Assembleia Geral da Oi e que decidiu adiar o pagamento das multas aplicadas pela Anatel – no valor de R$ 11 bilhões, conforme listado na Recuperação Judicial – para depois de 20 anos.
  • O conselho da Anatel negou recurso apresentado pelo fundo Societé Mondiale, contra a indicação dos três novos integrantes no Conselho de Administração da Oi, que representam os novos acionistas.
  • As ações ON da Oi apresentaram valorização de 8,1% na semana e as PN de 5,7%.

 

Bens reversíveis

 

  • A Anatel decidiu determinar que a consulta pública do processo de Reavaliação da regulamentação sobre controle de bens reversíveis da telefonia fixa ocorra ainda no primeiro semestre deste ano e que a nova regulamentação seja aprovada até o final de 2018.
  • A Anatel decidiu também deixar de reconhecer a reversibilidade de bens imóveis administrativos e as diretrizes estabelecidas pelo órgão no ano de 2012. Continua, no entanto, a necessidade de solicitação de anuência prévia para a retirada de qualquer imóvel que esteja presente na relação de bens reversíveis das concessionárias.
  • Passo importante dado pela Anatel para desatar o nó das concessões de telefonia fixa.

 

Outros destaques

 

  • A T-Systems, empresa do pelo Grupo Deutsche Telekom irá atuar como MVNO no Brasil, com foco em IoT. Atuando em parceria com a Embratel, a T-System irá disponibilizar no Brasil o IoT Service Portal, já disponibilizado pelo Grupo em diversos mercados globais.
  • A Vivo lançou sua rede de fibra em São Carlos atendendo a 77 mil domicílios e 10 mil empresas.
  • O sinal de TV analógica foi desligado em 103 cidades do interior paulista localizadas nas regiões de Campinas e do Vale do Paraíba.
  • O WhatsApp lançou o WhatsApp para empresas que permitirá identificar o usuário no App como uma empresa e não como pessoa física.
  • A Verizon poderia gastar até US $ 35 bilhões em Capex para levar 5G fixo para 32 milhões de casas nos EUA, mas este investimento poderia dar a operadora uma "vantagem significativa" em relação a outras operadoras que implantam o 5G móvel devido a densificação de sua rede para 5G, o que evitaria também a aquisição de novas frequências. (New Street Research)
  • A Apple pretende repatriar para os Estado Unidos US$ 250 bilhões que possui no exterior pagando para isto US$ 38 bilhões em taxas.  Ela pretende tirar proveito das mudanças ocorridas recentemente nos Estados Unidos, que reduziram as taxas pagas com a repatriação de 35% para 15,5%.

 

 

 

 

14
1/2018

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Telefonia Fixa, Oi e outros destaques

Eduardo Tude

 

Telefonia fixa em novembro

 

  • Com adições líquidas de -136 mil telefones fixos em novembro, a telefonia fixa continua encolhendo em 2017. As perdas totalizam 1,1 milhões de telefones fixos no acumulado do ano.
  • A Claro liderou o crescimento em novembro com adições líquidas de +19 mil telefones fixos, seguida pela Vivo (+16 mil). A Oi (-131 mil) apresentou adições líquidas negativas.

 

Recuperação Judicial da Oi

 

  • O plano de recuperação judicial da Oi, aprovado na assembleia de credores, foi homologado pelo juiz da 7ª Vara Empresarial do Rio, mas os atuais acionistas da Oi continuam reagindo ao plano.
  • A Pharol que detém 22,24% das ações da Oi e deve ter sua participação diluída com o plano de recuperação judicial, decidiu convocar para 7 de fevereiro uma assembleia geral extraordinária de acionistas da Oi. O juiz que conduz a recuperação judicial da Oi declarou que não há porque os acionistas realizarem uma assembleia geral extraordinária para debater o plano de recuperação.
  • A Pharol solicitou a Anatel uma decisão cautelar que impeça a posse do conselho de administração transitório, em substituição ao atual colegiado da operadora, como previsto no plano de recuperação judicial. A Anatel, no entanto, aprovou os nomes dos integrantes do Conselho de administração transitório da Oi.
  • As ações ON da Oi apresentaram perdas de 4,9% na semana e as PN de 3,5%.

 

Outros destaques

 

  • A NII, controladora da Nextel, anunciou ter conseguido a aprovação final da China Export and Credit Insurance para a reestruturação de sua dívida com o China Development Bank (CDB). Esta era uma condição necessária para a conclusão da aquisição da Nextel Brasil pela AINMT.
  • A Anatel lançou o chamamento público para a ocupação da posição orbital brasileira 45º Oeste. O preço inicial é de R$ 3,8milhões e, caso haja mais de um interessado, será realizado um leilão.
  • A solução de atendimento via chat do Banco do Brasil baseada em inteligência cognitiva (chatbot) inicia o ano de 2018 atendendo a 70% dos assuntos tratados no canal.
  • A operadora americana T-Mobile está oferecendo um plano para conexões M2M em sua rede NB-IoT por US$ 6 por ano.
  • A Enacom, agencia regulatória de Telecom da Argentina, aprovou nova regulamentação que permite a oferta de serviços convergentes (móvel, telefonia fixa, BL fixa e TV por assinatura) pelos prestadores de serviço. Consequentemente, aprovou a outorga de autorizações de TV por assinatura para Claro e Telefônica. Na semana passada a Enacom já havia aprovado a aquisição da Telecom Argentina pela Cablevision.
  • A incorporação de inteligência artificial aos mais variados dispositivos foi o ponto alto do SES 2018 realizado em Las Vegas.
  • Dados preliminares indicam que a receita da LG cresceu 10,9% em 2017, atingindo US$ 57,4 bilhões, e a da Samsung 24% no trimestre, alcançando US$ 61,8 bilhões.
  • A Huawei continua enfrentando barreiras para entrar no mercado dos Estados Unidos. Pressões do Governo, que alega razões de segurança, impediram um acordo com a AT&T que pretendia incluir smartphones da Huawei em seu portfólio.

 

 

 

7
1/2018

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

BL Fixa, Oi, Algar e outros destaques

Eduardo Tude

 

BL fixa em novembro

 

  • Com adições líquidas de 113 mil acessos em novembro, a BL fixa confirma a tendência de um crescimento maior em 2017 que em 2016. Foram 1,8 milhões de adições líquidas no acumulado do ano, sendo 1,1 milhão com acessos em fibra.
  • A Claro liderou o crescimento em novembro com adições líquidas de 50 mil acessos e Vivo (-2 mil) e Oi (-19 mil) apresentaram adições líquidas negativas. O conjunto das demais operadoras apresentou adições líquidas de 85 mil acessos.

 

Recuperação Judicial da Oi

 

  • A Pharol, empresa portuguesa que é a maior acionista individual da Oi, requereu ao conselho de administração da Oi que seja realizada uma assembleia geral extraordinária para deliberar sobre “matérias que impactam o plano de recuperação judicial”.
  • A Oi enviou o pedido para aprovação do Tribunal de Justiça o Rio de Janeiro, onde corre o processo. Atualmente em recesso, o TJ-RJ volta aos trabalhos em 20 de janeiro.
  • As ações ON da Oi apresentaram perdas de 4,4% na semana e as PN de 2,0%.

 

Algar Telecom

 

  • A Algar Telecom vendeu 25% de suas ações ordinárias e preferenciais para o fundo de investimento Archy, afiliado do fundo de Cingapura GIC Special Investments.
  • O fundo Archy de Cingapura irá investir R$ 1 bilhão na Algar Telecom, em duas operações distintas: aumento de capital, quando vai injetar pelo menos R$ 352 milhões, e aquisição de ações ordinárias, onde vai investir mais R$ 648 milhões.
  • A oferta pública de ações da Algar Telecom foi cancelada.

 

 

Radiodifusão

 

  • Vanda Bonna Nogueira, secretária de Radiodifusão do MCTIC, pediu demissão do cargo.
  • Segundo o colunista do UOL Ricardo Feltrim, o Grupo Globo deve fechar o ano com um lucro líquido de cerca de R$ 1,7 bilhões e as demais emissoras de TV com pouco lucro, nenhum ou então no vermelho.

 

Outros destaques

 

  • Foram portados 5,8 milhões de números telefônicos no Brasil em 2017, com crescimento de 25,4% em relação a 2016. Foram 4,4 milhões de celulares (+31,1%) e 1,4 milhões de telefones fixos (+10,5%).
  • As concessionárias de telefonia fixa perderam 74 mil telefones fixos em novembro. No acumulado do ano elas perderam 996 mil telefones fixos, sendo 762 mil da Oi e 253 mil da Vivo.
  • A Telefônica Brasil terminou 2017 com R$ 78 bilhões de valor de mercado (+11,2%), a TIM Participações com R$ 32 bilhões (+67,3%) e a Oi com R$ 3 bilhões (+40,7%).
  • A Vivo ativou serviços de IPTV neste mês em 20 novas cidades: Niterói, Rio de Janeiro, Suzano, Taubaté, Mogi das Cruzes, Barra Mansa, Pouso Alegre, Volta Redonda, Itabuna, Garanhuns, Botucatu, Avaré, Lençóis Paulista, Brasília, Petrolina, Teresina, Vitória da Conquista, São José do Rio Preto, Porto Alegre, Florianópolis e Guarapari.
  • O Governo reduziu para R$ 162,2 milhões (-34%) o orçamento da Telebras em 2018. Deste total R$ 150 milhões serão repassados pelo Governo. O projeto do cabo submarino entre Brasil à Europa contará com apenas R$ 1 milhão.
  • A Anatel concedeu anuência prévia para a TIM promover a consolidação TIM Celular com a TIM S.A em uma única.
  • Segunda a imprensa, a empresa chinesa Didi Chuxing, que já era acionista da 99, empresa de aplicativo de transportes, comprou seu controle por R$ 960 milhões . Nesta operação, a 99 teria sido avaliada em US$ 1 bilhão.
  • O WhatsApp registrou um volume de 10 bilhões de mensagens trocadas entre seus usuários  brasileiros Entre 9h da manhã do dia 31 de dezembro e 9h da manhã de 1º de janeiro.
  • A Huawei espera fechar 2017 com uma receita líquida de US$ 91,2 bilhões, 15% maior que a do ano anterior.
  • Foi efetivada a fusão da Telecom Argentina com a Cablevisión.

 

Próxima semana

 

  • SES 2018 em Las Vegas

 

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Telecom no Brasil 2017

 

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update
27/Março

Regulamentação

Internet das Coisas

Mais Produtos