29
11/2009

Comentários
2

  Compartilhar no LinkedIn

O Debate por um Plano Nacional de Banda Larga

Eduardo Tude

Vai tomando corpo o debate para acelerar o crescimento da Banda larga no país.

Enquanto o Governo prepara o Plano Nacional de Banda Larga, o Minicom lançou um documento “O Brasil em alta velocidade”.

O Brasil está atrasado no desenvolvimento de sua infra estrutura de banda larga, mas parece estar acordando para esta realidade. A implantação de redes de fibra ótica necessárias para fazer face ao crescente aumento de uso e velocidade de dados está se acelerando no país.

 

 

22
11/2009

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Teleco realiza esta semana suas Workshop de Celular e de Banda Larga, Fixa e TVA

Eduardo Tude

O Teleco realiza esta semana suas workshops trimestrais que fazem um balanço do mercado de telecom até o 3T09.

Na Workshop de celular estarão sendo debatidas a estratégia das operadoras neste final de ano com a Vivo liderando o crescimento e Tim e Oi com um ritmo mais reduzido.

Será apresentado também um update tecnológico com as perspectivas da chegada do LTE no Brasil e suas implicações nas redes fixas e móveis.

Na wprkshop Banda Larga, Fixa e TV por Assinatura estará em debate o crescimento da banda larga e o efeito da entra da Vivendi neste mercado com a aquisição da GVT.

 

 

20
11/2009

Comentários
7

  Compartilhar no LinkedIn

Vivo lidera novamente o crescimento do celular

Eduardo Tude

A Vivo voltou a liderar o crescimento do celular em Out/09 com adições líquidas de 734 mil celulares, seguida da Claro (484 mil), Oi (424 mil) e Tim (269 mil).

O churn mais baixo que as demais, apresentado pela Vivo tem sido decisivo neste resultado.

 

 

18
11/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Adições líquidas de 1,9 milhões de celulares em outubro

Eduardo Tude

Dados preliminares da Anatel indicam que o Brasil terminou outubro com 168 milhões de celulares e uma densidade de 87,6 cel/100 hab. A participação do prépago continua crescendo e atingiu 82,27% da base de celulares do Brasil.

As adições líquidas de 1,9 milhões de celulares foram as mesmas de Out/07. O crescimento de Out/08 com adições líquidas de 4 milhões de celulares foi atípico, pois foi maior que o de Dez/08.

As adições líquidas no acumulado do ano são de 17,4 milhões de celulares e 23,2 milhões nos últimos 12 meses.

 

 

15
11/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

A Anatel deve divulgar esta semana o crescimento do celular em outubro

Eduardo Tude

A Anatel deve divulgar esta semana o crescimento do celular em outubro. Dificilmente se repetirão os 4 milhões de adições líquidas de Out/08. As principais tendências a serem observadas são:

A Oi vai continuar crescendo menos que as demais operadoras? Liderando em São Paulo, mas com baixo desempenho no resto do país?

Quem irá liderar em adições líquidas?

A participação do prépago vai continuar crescendo?

 

 

14
11/2009

Comentários
5

  Compartilhar no LinkedIn

Vivendi leva a GVT

Eduardo Tude

A Vivendi anunciou ontem ter adquirido as ações dos controladores da GVT por R$ 56,00 por ação, o que representa 37,9% do total e possuir ainda opções de compra incondicionais para uma parcela adicional de 19,6% das ações o que lhe daria um total de 57,5% das ações. Ela irá lançar uma oferta pública para adquirir os 42,5% restantes ficando com 100% do capital.

Trata-se de um sério revés para a Telefônica que havia oferecido R$ 50,50 por ação. Ela perde uma base para atuação fora do estado de São Paulo e o mercado brasileiro passa a ter na Vivendi um novo competidor de porte.

Como será que a Telefonica irá reagir?

 

 

13
11/2009

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

As condições da Anatel para aprovar a compra da GVT pela Telefônica

Eduardo Tude

A Anatel concedeu ontem anuência prévia para que a Telefonica ou a Vivendi comprem a GVT.

No caso da Telefonica estabeleceu, no entanto condições para “propiciar competição efetiva e impedir a concentração econômica no mercado”, sendo as principais:

1) Telefonica e GVT deverão se manter como empresas autônomas por um prazo de 5 anos. Esta condição pode ser revista após 2 anos.
2) Telefonica deverá realizar nos próximos 10 anos, investimentos em P&D em valores anuais correspondentes a até 100% do FUNTTEL.

A primeira condição é condizente como o objetivo de fortalecer a competição e estimular um crescimento fora da Telefônica fora da sua região.

Já a segunda, apesar do nobre propósito de estimular P&D no país, não parece ser pertinente ao processo em análise. Qual o limite para as exigências da Anatel ao analisar uma operação como esta?

 

 

11
11/2009

Comentários
4

  Compartilhar no LinkedIn

Net ultrapassa Telefonica em acessos banda larga

Eduardo Tude

A Telefonica pagou um alto preço com a crise do Speedy que levou à aparalização das vendas do serviço durante o 3T09. Ela apresentou uma redução de 149 mil acessos em sua base de banda larga, terminando o trimestre com 2.578 mil acessos.

A Net assumiu a 2ª colocação com 2.790 mil acessos banda larga, atrás da Oi (4.142 mil acessos).

A Telefonica deve, no entanto recuperar a 2ª colocação com a compra da GVT que possui 604mil acessos banda larga.

 

 

8
11/2009

Comentários
4

  Compartilhar no LinkedIn

Oi completa 1 ano em São Paulo com crescimento recorde

Eduardo Tude

A Oi completou no 3T09 um ano de operação no estado de São Paulo com um crescimento recorde conquistando 10,5% de market share.

A Tim, no seu primeiro ano de operação no estado de São Paulo, conquistou 7,2% de market share e a própria Oi chegou a 8,7% de market share no primeiro ano de operação na sua região de origem (região I).

Vivo, Claro e Tim perderam market share neste período de 1 ano. A Vivo 4,2 pontos percentuais, a Claro 2,8 pontos percentuais e a Tim 3,6 pontos percentuais.

A Oi liderou o crescimento em adições líquidas no estado em todos os trimestres, desde que entrou em operação.

Até quando ela vai manter este ritmo de crescimento?

 

 

5
11/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Vivo apresenta bons resultados no 3T09

Eduardo Tude

A Vivo apresentou uma melhora em seus principais indicadores no 3T09.

Além de ter liderado o crescimento no trimestre, ela apresentou uma queda no churn mensal para 2,5% e um crescimento no ARPU (R$ 26,4) e no MOU (89 minutos).

A receita da operadora cresceu 3,5% no trimestre, a margem EBITDA subiu para 34,4% e o lucro líquido foi de R$ 340 milhões.

A Vivo parece ter encontrado o caminho para crescer (baixo churn) com rentabilidade.

 

 

4
11/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Telefonica aumenta para R$ 50,50 por ação sua proposta pela GVT

Eduardo Tude

A Telefonica aumentou de R$ 48 por ação da GVT para R$ 50,50.

Parece que ela não está disposta a dar margem para uma contraproposta da Vivendi e deseja comprar 100% das ações da GVT.

O leilão da Telefonica para comprar as ações da GVT está marcado para 19 de novembro. Qual será a reação da Vivendi?

 

 

4
11/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

GVT retira pílula de veneno e está pronta para ser vendida

Eduardo Tude

Os acionistas da GVT aprovaram ontem (3/11) a retirada do seu contrato social da pílula de veneno que dificultava a venda da empresa. Quem comprasse mais de 15% das ações da empresa teria de pagar um premio de 25% sobre o valor mais alto nas últimas semanas.

Esta era uma das condições da Vivendi e da Telefonica para adquirir a GVT. A oferta pública da Telefônica para compra das ações da GVT está marcada para 19/11.

 

 

3
11/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Produção de telefones celulares no Brasil volta a cair em Set/09

Eduardo Tude

A produção de telefones celulares no Brasil voltou a apresentar queda (-8,5%) no mês de Set/09 quando comparado à Set/08. O mês de agosto havia apresentado crescimento de 0,8%.

O trimestre mostra, no entanto sinais de recuperação. A produção de telefones celulares no Brasil no 1º semestre de 2009 foi 41,2% menor que em igual período de 2008. No 3T09 este percentual foi de -8,6%.

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Telecom no Brasil 2017

 

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Regulamentação
05/Dezembro

Market Update

Internet das Coisas

Mais Produtos