30
12/2007

Comentários
2

  Compartilhar no LinkedIn

Banda Larga Móvel deve ser o serviço com maior crescimento em 2008

Eduardo Tude

Pelo menos esta é a opinião dos usuários do Teleco. 49% apontaram a Banda Larga Móvel como o serviço que irá apresentar o maior crescimento em 2008 em enquete realizada na última semana de 2007. O celular veio em segundo lugar com 20%.

 

 

29
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

O ano de 2007 foi bom para o setor. Como será 2008?

Eduardo Tude

69% consideraram o ano de 2007 ótimo/bom para o setor de telecomunicações em enquete realizada pelo Teleco. Em 2006 este percentual foi de 43%.

E 2008? Como será?

 

 

27
12/2007

Comentários
8

  Compartilhar no LinkedIn

Oi vence disputa com Unicel na retomada da licitação de sobras do SMP

Eduardo Tude

A Anatel retomou hoje a realização da licitação de sobras de frequências de SMP licitando 2 lotes no interior de São Paulo que haviam sido ganhos pela Oi. A Anatel acatou recurso da Unicel que havia sido desclassificada por ter apresentado garantias com erro (destinadas à Aneel).

Na disputa pelo primeiro lote (interior de SP)  a Oi pagou R$ 110,25 milhões pela licença, o que representa um ágio de 162,64% sobre o preço mínimo, que era de R$ 41,997 milhões.

-

O outro lote em disputa referia-se aos municípios do setor 33 (região de Franca). A Oi pagou por este lote R$ 1,559 milhão, o que representa um ágio de 1,02%.

-

Com esta derrota fica cada vez mais difícil viabilizar a Unicel.

 

 

 

 

26
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

2008 será o ano da banda larga no Brasil?

Eduardo Tude

Estamos terminando o ano com boas notícias em relação ao crescimento da banda larga no Brasil. As concessionárias trocaram a implantação de Postos de Serviço (PSTs) em áreas urbanas pela implantação de conexões de banda larga para todos os municípios brasileiros (backhaul).

Este backhaul pode incrementar a atuação dos pequenos provedores de Internet que estão presentes em mais de 74% dos municípios brasileiros, inclusive aqueles em que não são atendidos hoje pelo backhaul das concessionárias.

A 3G deve incrementar também a banda larga móvel, que pode se tornar o sonho de consumo de muitos brasileiros. Para completar este quadro só falta a Anatel realizar a licitação de freqüências para o Wimax.

 

 

23
12/2007

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Teleco Deseja Boas Festas a Todos

Eduardo Tude

Desejamos a todos quem ajudado o Teleco nestes cinco  anos de existência boas festas e um bom 2008. Esperamos continuar contanto com a colaboração de todos em 2008.

 

 

21
12/2007

Comentários
7

  Compartilhar no LinkedIn

A Oi fica com a Amazônia Celular e a Net com BIGTV

Eduardo Tude

A semana termina com duas aquisições importantes

-

A Vivo acabou cedendo a Amazônia Celular para a Oi por R$ 120 milhões. A Amazônia acrescentava pouco à Vivo em termos de rede na região Norte mas lhe garantiria a liderança em market share na região. Com esta aquisição a Oi passa a ser a líder na região norte com 37,5% de market share, seguida da Tim (33,1%) e da Vivo (29,4%). A Claro deve começar a operar na região Norte em 2008.

Em termos nacionais a Vivo (com Telemig) fica com um market share de 30,8%, seguida pela Tim (25,9%), Claro (25,0%) e Oi (com Amazônia) com 14,3 %. (Dados de Nov/07)

-

A Net anunciou hoje a aquisição da BIGTV, operadora de TV por Assinatura que atua em 12 cidades, nos Estados de São Paulo (Guarulhos, Valinhos, Botucatu, Jaú, Sertãozinho e Marília), Paraná (Ponta Grossa, Cascavel, Cianorte e Guarapuava), Alagoas (Maceió) e Paraíba (João Pessoa).

 

 

21
12/2007

Comentários
8

  Compartilhar no LinkedIn

Claro lidera o crescimento do celular em Nov/07

Eduardo Tude

A Claro liderou o crescimento do celular em Nov/07 com adições líquidas de 501 mil celulares, seguida pela Vivo (442 mil) e pela Tim (417 mil). O crescimento da Oi (61 mil) foi inferior ao da brasil telecom (100 mil).

Com estes resultados a diferença entre Tim e Claro caiu para 1.004 mil celulares.

 

 

20
12/2007

Comentários
7

  Compartilhar no LinkedIn

Termina o leilão de 3G com arrecadação de R$ 5,34 bilhões

Eduardo Tude

O leilão de freqüências de 3G arrecadou R$ 5,34 bilhões com ágio médio de 86,67%.

Vivo (e Telemig), Claro, Tim, Oi, Brasil Telecom e CTBC adquiriram os 36 lotes em disputa. A Nextel, que agitou o leilão no primeiro dia, acabou ficando sem nenhum lote. Ela deverá aguardar a licitação de outra faixa de frequências de 3G (banda H) a ser licitada pela Anatel em 2008.

Apresenta-se a seguir quanto cada uma gastou e o ágio.

1) Claro: R$ 1.426 milhões (103,63%)
2) Tim: R$ 1.325 milhões (94,73%)
3) Vivo (inclui Telemig): R$ 1.201 milhões (89,01%)
4) Oi : R$ 867 milhões (79,67%)
5) Brt: R$ 488 milhões (41,29%)
6) CTBC: R$ 31 milhões (101,03%)

Vivo e Claro compram freqüências em todo o Brasil. A Claro foi que gastou mais e que pagou o maior ágio. A Vivo adquiriu a banda J, próxima às freqüências de banda l que adquiriu no outro leilão, em todas as áreas.

A Claro arrematou o lote mais caro. A área I (RJ, ES, Ba e SE) que custou R$ 612 milhões.

O lote com maior ágio foi adquirido pela Tim (370%) na área 8 (região da CTBC em São Paulo na região de Franca).

A CTBC adquiriu lotes em toda a sua área de atuação deixando a Tim de fora do triângulo mineiro (área VII) , a Brt de municípios de Goiás e Mato Grosso do Sul (área IX) e a Oi de municípios próximos a Franca em São Paulo (Área VIII). A Tim pode atender o triângulo mineiro com 3G em 850 MHz. O mesmo não vale para Oi e BrT.

O resultado do leilão retrata o vigor do mercado de celular no Brasil e o interesse dos investidores.

Consulte os resultados detalhados

 

 

19
12/2007

Comentários
7

  Compartilhar no LinkedIn

Ágios caem no 2º dia do leilão, Nextel ainda não levou nenhum lote

Eduardo Tude

Os ágios caíram nos 3 outros lotes da área II (Centro-Oeste e Sudeste) no 2º dia do leilão.

O primeiro dia terminou com a Vivo arrematando o lote correspondente à faixa de freqüências F por R$ 528 milhões com ágio de 132%.

No segundo dia 0s vencedores dos outros lotes da área II foram:

- Brasil Telecom por R$ 483 milhões, ágio de 41,56%
- Claro por R$ 369,5 milhões, ágio de 62,44%
- Tim por R$ 382 milhões, ágio de 68,06%


A Nextel diminui a sua agressividade, o que fez com que os ágios caíssem.

O próximo lote se refere à região metropolitana de São Paulo e região Norte. Os resultados foram:

- Vivo ( faixa F) por R$ 168,7 milhões, ágio de 50,85%.

- Tim por R$ 225 milhões, ágio de 34,13%

- Claro por R$ 178,1 milhões, ágio de 59,25%

- OI  por R$ 187,5 milhões, ágio de 67,66%

 

Nos lotes referentes ao interior de SP/Nordeste os resultados foram semelhantes com as Vitórias de Vivo, Claro, Tim e Oi. Os ágios ficaram entre 35% a 68%.

 

Na área da CTBC em Minas os vencedores foram Telemig, Claro,    CTBC e Oi. A Tim ficou de fora mas pode implantar o 3G em 850 MHz na região.

-

Consulte os resultados

-

Com os lotes leiloados já está garantido o atendimento de 100% dos município não atendidos pelo celular no país.

 

 

 

18
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Balanço do 1º dia do leilão de 3G

Eduardo Tude

A disputa do 1º dia do leilão de 3G foi acirrada, graças à atuação agressiva da Nextel.

Para a área I (RJ, ES, BA e SE) existiam 4 lotes de freqüências e cinco candidatos: Vivo, Oi, Tim, Claro e Nextel. No final deu a lógica com a vitória dos 4 primeiros. Eles tiveram, no entanto, de pagar um ágio muito maior que o esperado.

Vivo e Oi pagaram ágios de 90%. Já o ágio pago pela Tim foi de 223% e da Claro 274%. A Claro desistiu da disputa pelo 3º lote quando a Tim ofereceu R$ 528 milhões, esperando pagar um preço menor pelo 4º lote. Pressionada pela Nextel acabou arrematando o 4º lote por R$ 612 milhões.

No final do 1º dia ocorreu ainda o leilão do 1º lote da área II vencido pelo Vivo com um ágio de 132%.

A disputa deve continuar acirrada no 2º dia do leilão (Quarta), quando devem ser leiloados os lotes restantes da área II e os lotes que envolvem o estado de São Paulo.

Consulte os resultados da licitação.

 

 

18
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

A estratégia da Nextel.

Eduardo Tude

 

A estratégia da Nextel neste leilão ainda não está totalmente clara. Apesar dos lances  agressivos ela pode terminar o leilão sem arrematar nenhuma área, servindo apenas de instrumento para aumentar o ágio pago pelas outras operadoras. Neste caso, ela seria séria concorrente para a outra faixa de freqüência de 3G em todo o Brasil a ser licitada pela Anatel em 2008.

 

A Nextel do Brasil tem 1,2 milhões de clientes e faz parte da Nextel Internacional (NII) empresa que se separou da nextel dos Estados Unidos quando ela foi adquirida pela Sprint.

 

A NII atua no México, Brasil, Argentina e Peru e possui 4,4 milhões de clientes.

 

A tecnologia da Nextel (IDEN) está sendo descontinuada e o caminho da operadora é adotar tecnologias de celular de 3ª Geração. Faz sentido, portanto a participação na Nextel do leilão de 3G no Brasil. A implantação de uma rede 3G no Brasil exigirá, no entanto, pesados investimentos e ainda não está claro aonde a Nextel irá buscar estes recursos.

 

 

18
12/2007

Comentários
2

  Compartilhar no LinkedIn

A Nextel agita o leilão de freqüências de 3G, mas não leva nenhum lote na área 1

Eduardo Tude

A Nextel parece ter vindo com tudo para o leilão de 3G.

Na disputa pela Área 1 (Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia e Sergipe) disputou com a Vivo o 1º lote (próximo à banda L). A Vivo acabou levando a melhor mas pagou um ágio de 90%.

A disputa pelo lote 2, área 1 Banda F que apresenta maior banda (15 MHz) que as demais, seguiu em disputa com lances alternados de Oi, Claro, Tim e Nextel. A vencedora foi a Oi com R$ 468 milhões e ágio de 91%.

 

O lote 3 da área 1 ficou com a Tim por R$ 528 milhões com ágio de 223%.

 

 A disputa pelo último lote foi vencida pela Claro, que derrotou a Nextel e pagou R$ 612 mihões (ágio de 274%)

 

Vivo e Oi se deram bem no leilão e pagaram o menor ágio. A Oi levou a faixa F de 15 MHz pagando menos que Tim e Claro pagaram por faixas de 10 MHz. 

 

Acompanhe os resultados neste blog.


 

 

17
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

O que pode agitar o leilão de 3G desta terça?

Eduardo Tude

Ocorre nesta terça (18/12) o leilão de freqüências de 3G promovido pela Anatel.

Em uma primeira análise, a existência de 4 lotes em cada região parece ser o suficiente para atender o apetite de todos os candidatos, como analisamos neste Blog em 14/12.

Onde pode ocorrer disputa?

- Na região da CTBC onde esta disputaria os 4 lotes com Vivo, Tim, Claro e Oi.
- Nos lotes que a Nextel resolver disputar
- Nos lotes da sub-faixa F que tem uma largura de banda maior (15MHz)

A sub-faixa F será a segunda a ser licitada em cada região. A primeira será a sub-faixa J que tem a faixa de subida próxima ao enlace de descida da Banda L (1.975-1980 MHz). A Banda L foi na sua maior parte adquirida pela Vivo na licitação de sobras do SMP.

 

 

16
12/2007

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Veja quais foram os temas escolhidos pelo Teleco para 2008.

Eduardo Tude

A enquete realizada pelo Teleco para escolher o tema que, juntamente com TV Digital e 3G, serão os temas do Teleco em 2008 teve um resultado bastante apertado: Portabilidade Numérica (27%) e Wimax (25%) foram os temas mais votados.

Diante do resultado, decidimos selecionar os dois.

Os temas do Teleco para 2008 serão: TV Digital, 3G, Portabilidade Numérica e Wimax.

Os demais temas que tiveram uma boa votação Convergência Fixo-Móvel (17%), IPTV (12%) e Carga Tributária (10%) serão também abordados pelo Teleco durante o ano de 2008, embora com um destaque menor que os demais.

 

 

15
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Brasil atinge 116 milhões de celulares em novembro

Eduardo Tude

Dados preliminares divulgados pela Anatel indicam que o Brasil terminou Nov/07 com 116,3 milhões de celulares e uma densidade de 61,2 cel/100 hab.

As adições líquidas de novembro foram de 1,6 milhões de celulares com crescimento de 135% em relação à novembro de 2006.

Foram adicionadas à base 16,4 milhões de celulares em 2007 e 19 milhões nos últimos 12 meses.

Estes resultados confirmam as projeções de que o Brasil deve terminar 2007 com 120 milhões de celulares.

A Banda B apresentou o maior crescimento com adições líquidas de 544 mil celulares, indicador de que a Claro deve ter liderado o crescimento também em novembro.

 

 

14
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Quem serão os vencedores do leilão de 3G?

Eduardo Tude

Vivo, Tim, Claro, Oi e Brt são os principais candidatos a adquirir os 4 lotes de freqüências nas 9 áreas em disputa no leilão de freqüências de 3G a ser realizado na próxima terça (18/12). As 3 primeiras operadoras em todo o Brasil a BrT na sua região e a Oi na sua região e em São Paulo.

A disputa principal deve ocorrer na região da CTBC onde existem 4 lotes para 5 concorrentes: CTBC, Vivo, Tim, Claro e Oi.

A Nextel pode esquentar a disputa em alguma área. Não está claro qual seria a estratégia da operadora e se ela estaria disposta a entrar da briga pelos principais lotes com as grandes operadoras.

Não se pode descartar também a possibilidade da Claro não apresentar proposta para algumas áreas, como a que envolve o interior de São Paulo e o Nordeste. A Claro já dispõe freqüências de 850 MHz nestas áreas e evitaria, desta forma, assumir compromissos de cobertura de cidades não atendidas. O mesmo pode vir a ocorrer com a Vivo, apesar de seu presidente Roberto Lima ter declarado que ela irá apresentar proposta para todas as áreas.

 

 

12
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Telefonia Móvel puxa crescimento do PIB de Serviços de Informação

Eduardo Tude

O PIB do Brasil cresceu 5,2% na comparação dos últimos 4 trimestres com os 4 trimestres anteriores.

Na comparação do 3T07 com o 3T06 o crescimento foi de 5,7%. Segundo O IBGE o subsetor de Serviços de informação apresentou o segundo melhor desempenho (8,6%), com destaque para a elevação da Telefonia Móvel seguida pelo desempenho positivo dos serviços de informática e conexas.

Estes resultados refletem a aceleração do crescimento do celular no Brasil no 2º semestre de 2007.

 

 

12
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

A Nextel vai comprar uma licença de 3G?

Eduardo Tude

A Nextel foi a surpresa entre as operadoras que apresentaram proposta para a licitação de 3G.

A separação entre empresas de celular e de Truncking, SME no Brasil, desapareceu há muito tempo. Nos Estados Unidos, a Nextel foi incorporada por uma operadora de celular, a Sprint.

Restou a NII Holdings, companhia aberta que possui operações na Argentina, Brazil, Mexico e Peru. Ela possui 4,4 milhões de acessos sendo 1,2 milhões no Brasil.

Qual será a estratégia da Nextel para este leilão?

Tendo em vista o perfil de clientes da Nextel (mercado corporativo) o mais provável seria que ela disputasse os lotes referentes ao estado de São Paulo. Neste caso, no entanto, teria de atender também os estados do Norte e Nordeste. Ou seja, estaríamos falando de uma empresa com um foco de negócios mais amplo.

Se a intenção da Nextel fosse manter uma atuação focada para o mercado corporativo seria melhor que ela esperasse uma próxima licitação de 3G da Anatel para comprar uma licença nacional sem compromissos tão rigorosos de cobertura.

 

 

11
12/2007

Comentários
4

  Compartilhar no LinkedIn

8 operadoras, inclusive nextel, participam da licitação de 3G

Eduardo Tude

Oito operadoras: Vivo, Telemig, Claro, TIM, Oi, Brasil Telecom, CTBC e Nextel apresentaram hoje pela manhã propostas para a licitação de 3G.

Só na próxima terça (18/12) é que saberemos para quais lotes foram apresentadas propostas. A surpresa ficou por conta da Nextel. A Sercomtel foi a única entre as atuais operadoras a não apresentar proposta.

 

 

11
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Operadoras de celular da Índia vão compartilhar sites

Eduardo Tude

Vodafone Essar, Bharti e Idea, 3 das 5 maiores operadoras de celular da Índia, decidiram criar uma empresa para compartilhar a infra-estrutura passiva de sites. Esta nova empresa (Indus Towers) terá de início mais de 70 mil sites, o dobro do total de sites existentes no Brasil.

Esta tese vem sendo defendida no Brasil pelo Presidente da Vivo Roberto Lima.

 

 

10
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Terça é dia de entrega de propostas para a licitação de 3G

Eduardo Tude

Ocorre nesta terça, às 10 horas, a entrega das propostas para a licitação de frequências de 3G.

Foram 17 os adquirentes do edital. Vivo, Tim, Claro, Oi, BrT e CTBC devem apresentar propostas.

A probabilidade dos demais adquirentes do edital, como Sercomtel, Nextel e VIPVOIP, apresentarem propostas é menor. A Sercomtel, por exemplo, possui freqüência disponível em 850 MHz e tem dificuldades de investimentos. A câmara municipal discute uma possível venda da operadora.

O leilão ocorrerá na outra terça (18/12)

 

 

9
12/2007

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Os Temas de 2008 do Teleco

Eduardo Tude

Tendo em vista as colaborações recebidas através deste Blog e o resultado da enquete que apontou TV Digital e 3G como os temas mais quentes de 2007 decidimos que estes dois temas serão mantidos como Temas do Teleco em 2008.

A enquete desta semana escolhe mais um tema para o Teleco em 2008 entre: Carga Tributária, Convergência Fixo-Móvel, Inclusão digital, IPTV, Marco regulatório, Portabilidade Numérica e WiMAX.

VOIP não foi incluído na lista pois o Teleco já possui uma seção permanente de Banda larga e VOIP



 

 

9
12/2007

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Colômbia baixa valor da interconexão para celulares

Eduardo Tude

A Colômbia baixou a semana passada o valor da interconexão para celulares (VU-M no Brasil).

O valor do equivalente a nossa “VU-M” na Colômbia baixou de R$ 0,19 por minuto para R$ 0,09 por minuto. No Brasil a VU-M está na casa dos R$ 0,40 e é um dos fatores que levam a um baixo uso do celular no país. Os minutos de uso mensais por usuário (MOU) na Colômbia é de cerca de 120 minutos e no Brasil de 83 minutos

 

 

9
12/2007

Comentários
2

  Compartilhar no LinkedIn

O fim do orelhão

Eduardo Tude

A AT&T (Estados Unidos) anunciou que planeja sair do negócio de telefones públicos (orelhões) até o final de 2008. Com o avanço do celular o número de telefones públicos nos Estados Unidos caiu de 2,6 milhões em 1998 para 1 milhão em 2007.

No Brasil existem 1,1 milhões de TUPs (orelhões) mas os compromissos de universalização obrigam as operadoras a manter os orelhões.

 

 

7
12/2007

Comentários
2

  Compartilhar no LinkedIn

Claro amplia a cobertura 3G para 33 milhões de pessoas

Eduardo Tude

Segundo informações de Marco Quatorze da Claro no GSM Américas a Claro estará em operação até o final do ano em 37 cidades. São um total de 1.200 sites sendo 800 na Grande São Paulo.

A Claro estará atendendo uma região com 33 milhões de pessoas nas seguintes regiões metropolitanas: 15 milhões na grande São Paulo, 3,3 milhões Porto Alegre, 2,2 milhões Brasília, 2,7 milhões Recife e 2,9 milhões Fortaleza.

E também na regiçao metropolitana do  Rio e Macaé (6,7 milhões).

 

 

 

5
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

GSM Americas: Disponibilidade de handsets é o caminho crítico

Eduardo Tude

Foi aberto hoje no Rio de Janeiro o GSM Américas, feira e congresso promovido pela GSM Association e GSM Latin América.

O crescimento do 3G e aplicações de banda larga móvel foram alguns dos temas em debate.

Um ponto, no entanto, chamou a atenção. A disponibilidade de handsets continua sendo o caminho crítico na implantação de qualquer solução.

A Vivo passou por esta experiência e acabou implantando uma rede GSM para ter handsets a preços mais baixos. Na implantação da TV digital no Brasil estamos enfrentando problemas semelhantes com o preço dos conversores.

Hernan Mario CEO da Entel (Chile) declarou que apesar de ter iniciado a operação de sua rede HSDPA em Dez/06, só obteve handsets em novembro de 2007. As dificuldades ocorreram por operar nas frequ~encias de 850/1900 MHz (padrão dos estados Unidos).

A Brasil Telecom apresentou a evolução do seu projeto de convergência fixo móvel e chegou à conclusão semelhante. Precisa ter handsets a preços acessíveis e compatíveis com a solução de IMS que pretende implementar.

 

 

4
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

GSM Americas e Broadband World Fórum agitam a semana

Eduardo Tude

Dois eventos estão agitando a semana. O GSM Américas promovido pela GSM Association no Rio de Janeiro e o Broadband World Fórum promovido pelo IEC em São Paulo.

Vale a pena conferir. O Teleco está apoiando os 2 eventos.

 

 

2
12/2007

Comentários
19

  Compartilhar no LinkedIn

Sugira os Temas do Teleco para 2008

Eduardo Tude

O Teleco está iniciando a seleção dos Temas que terão uma seção especial no Teleco em 2008. Em 2007 foram escolhidos 3 temas: 3G, TV Digital e Wimax.

Em 2008 iremos selecionar temas ligados à tecnologia (como os de 2007) e também temas ligados ao mercado/regulamentação como Carga Tributária ou Serviços para a base de pirâmide.

Envie a sua sugestão como comentário deste blog para que ele seja incluído no processo de seleção via enquetes do Teleco.

 

 

2
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Brasil vai terminar 2007 com 120 milhões de celulares

Eduardo Tude

O Teleco reviu cerca de 2 meses atrás a sua projeção de crescimento do celular em 2007 para 20 milhões de celulares de adições líquidas com o Brasil terminando 2007 em 120 milhões de celulares.

Parece que estar havendo uma convergência em torno deste número. O presidente da Anatel Ronaldo Sardenberg declarou também que acredita que o Brasil vai terminar 2007 com 120 milhões de celulares.

 

 

2
12/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Verizon irá adotar a tecnologia das operadoras GSM após a 3G

Eduardo Tude

A Verizon 2ª maior operadora de celular dos Estados Unidos e que a utiliza a tecnologia CDMA e EVDO anunciou que adotará a Long Term Evolution (LTE), tecnologia adotada pelas operadoras GSM como continuidade do WCDMA/HSPA.

Este anúncio representa o primeiro grande movimento das operadoras que adotam o GSM e o CDMA em torno da adoção de uma única tecnologia (LTE) que sucederia os sistemas atuais de 3G. O WiMAX móvel é o grande concorrente da LTE.

Adoção do LTE pela Verizon possibilitará que ela e a Vodafone, que possui 50% da Verizon Wireless tenham pela primeira vez a mesma tecnologia.

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Telecom no Brasil 2017

 

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Regulamentação
05/Dezembro

Market Update

Internet das Coisas

Mais Produtos