27
2/2011

Comentários
13

  Compartilhar no LinkedIn

A TIM Brasil foi a responsável pelo crescimento da receita da Telecom Italia em 2010

Eduardo Tude

O plano deu certo. A aposta da Telecom Italia na TIM Brasil como alternativa para o crescimento de sua receita realmente aconteceu em 2010.


A receita da Telecom Italia cresceu 2,5% em 2010. Sendo que a receita da TIM Brasil cresceu 23,4% e a da Telecom Italia na Italia se reduziu ( – 7,4%).


A TIM Brasil já responde por 22,5% da receita da Telecom Italia.
Qual o futuro da Telecom Italia se abrir mão da TIM Brasil?

 

 

25
2/2011

Comentários
9

  Compartilhar no LinkedIn

Diferença entre TIM e Claro cai para 427 mil celulares

Eduardo Tude

A TIM liderou o crescimento do celular em Jan/11 com adições líquidas de 786 mil celulares. A Claro veio em segundo com 603 mil, seguida pela Vivo (530 mil) e a Oi (280 mil).


Os dados preliminares divulgados pela Anatel foram revisados para baixo e as adições líquidas de Jan/11 passaram a ser de 2,2 milhões de celulares e não 2,7 milhões de celulares como havíamos divulgado.

 

 

24
2/2011

Comentários
4

  Compartilhar no LinkedIn

A receita da Vivo foi a que mais cresceu em 2010

Eduardo Tude

A receita líquida da Vivo cresceu 8,8% em 2010, mais que a da TIM ( 6,1%) e que a da Claro (2,2%).


A aposta da Vivo em 3G e dados é a responsável por este resultado.


A receita de dados da Vivo cresceu 48% em 2010, muito mais que a da TIM (18,2%) e a da Claro (21,7%).


A receita de dados da Vivo representou 20,7% da receita líquida de serviços em 2010.


Desta forma a Vivo vem obtendo um ARPU maior que as demais. No 4T10, o ARPU da Vivo ( R$ 25,9) continuou maior que o da TIM (R$ 23,3) e o da Claro (R$ 18,0).


Os bons resultados da Vivo no 4T10 foram complementados por uma margem EBITDA de 34,5% e um lucro de R$ 864 milhões.

 

 

22
2/2011

Comentários
5

  Compartilhar no LinkedIn

TIM divulga resultados de 2010

Eduardo Tude

A TIM conseguiu em 2010 consolidar uma nova trajetória no mercado brasileiro com o plano INFINITY.


Os bons resultados da TIM se traduziram na liderança do crescimento do celular em adições líquidas.


A operadora ganhou market share e diminuiu a diferença que a separa da Claro para 610 mil celulares, se colocando em condições de reassumir o 2º posto em market share em 2011.


Sua receita líquida de serviços cresceu 6,1% no ano e a margem EBITDA foi de 30,6% no 4T10.


No 4T10, o seu MOU continuou crescendo, atingindo 129 minutos (123 minutos no 3T10) e o ARPU se manteve estável em R$ 23,3.


O item a ser melhorado pela TIM é sua receita de dados (VAS) que cresceu 18,2% em 2010. Ela ainda representa 13,6% de sua receita bruta de serviços.


A TIM merece parabéns por seu desempenho em 2010.

 

 

19
2/2011

Comentários
8

  Compartilhar no LinkedIn

Celular bate novo recorde de adições líquidas em janeiro

Eduardo Tude

Dados preliminares da Anatel indicam que, a exemplo do que já havia acontecido em Dez/10, o celular no Brasil apresentou um novo recorde de adições líquidas para um mês de janeiro.


As adições líquidas de 2,7 milhões de celulares de Jan/11 foram 67% maiores que as de Jan/10 (1,6 milhões).


Segundo os dados preliminares da Anatel o Brasil terminou Jan/11 com 205,7 milhões de celulares. No Brasil, o pré-pago cresceu 1,4% e o pós 1,2%. Já em São Paulo, o pós-pago cresceu 1,5% e o pré-pago 0,9%.


Este crescimento confirma que a competição entre as operadoras continua acirrada e que a Oi voltou a disputar mais fortemente este mercado.


A expectativa é em saber para  quanto foi a diferença entre Claro e TIM, que em Dez/10 era de 610 mil celulares.

 

 

12
2/2011

Comentários
5

  Compartilhar no LinkedIn

Por que a Nokia adotou o Windows Phone 7?

Eduardo Tude

A Nokia anunciou esta semana a adoção do Windows Phone 7 como principal sistema operacional para o seu Smartphones.


O anúncio não foi uma surpresa e da à Microsoft a chance de voltar a disputar uma posição entre os sistemas operacionais móveis.


O market share no 4T10 era

- Android: 32,9%
- Symbian: 30,6%
- iPhone: 16,0%
- RIM: 13,7%
- Windows: 3,1%


A Nokia, que é a líder em market share de vendas de Smartphones viu o seu sistema operacional (Symbian) que no 1T10 possuía 44,4% de market share, ser ultrapassado pelo Android no 4T10.


A própria Nokia já havia reconhecido que o Symbian é um sistema operacional limitado e decidido utilizado apenas nos smartphones de menor capacidade computacional. A estratégia da Nokia, anunciada a 1 ano atrás em Barcelona, era utilizar o Meego para os Smartphones de maior porte. O Meego é baseado no Linux e está sendo desenvolvido em parceria com a Intel.


A estratégia da Nokia era boa, mas o tempo passou, os smartphones com o Meego não chegaram, e a Nokia nomeou um novo presidente que decidiu agir.



Restou a Nokia duas opções:
- Adotar o Android reforçando a posição do Google, o que não agrada as operadoras.
- Se associar à Microsoft.

A opção está feita e o leque de sistemas operacionais vai se afunilando entre Android, iPhone, Rim e Microsoft. Vamos acompanhar os próximos passos deste jogo.

 

 

9
2/2011

Comentários
23

  Compartilhar no LinkedIn

ARPU da Claro continuou em queda no 4T10

Eduardo Tude

Apesar de ser a operadora que mais cresceu no pós-pago no 4T10 o ARPU da Claro caiu para R$ 18,00, o menor entre as operadoras.


A receita da Claro apresentou queda de 2,2% quando comparada ao 4T09. No ano, a receita da Claro cresceu 2,2%.


Já a Embratel, apresentou crescimento de 6,5% da receita no trimestre e 5,6% no ano.

 

 

6
2/2011

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Teleco fará acompanhamento online do MWC em Barcelona

Eduardo Tude

O Teleco estará presente mais uma vez no Mobile World Congress em Barcelona. Estaremos colocando no ar uma seção especial para acompanhamento online das minhas impressões do evento.

Aguardem

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Telecom no Brasil 2017

 

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Regulamentação
05/Dezembro

Market Update

Internet das Coisas

Mais Produtos