30
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Esta é a semana do CTIA

Eduardo Tude

Começa na terça (1/04) em Las Vegas o CTIA, principal feira e congresso de celular dos Estados Unidos.

As principais expectativas do evento se voltam para a Motorola, que anunciou uma cisão em duas empresas, separando a área de telefones celulares das demais, e para a Sprint, que enfrenta problemas e deve passar por uma reestruturação.

Wimax também deve ser um dos temas quentes do CTIA.

As sessões de Key Note Speaker são o ponto alto do Congresso.

No dia 1/04 teremos os Presidentes e CEO da

- Sprint Nextel Corporation, Dan Hesse
- Verizon Wireless, Lowell McAdam
- Virgin Group & Virgin Mobile USA, Sir Richard Branson


No dia 2/04 será a vez dos Presidentes e CEO da:

- Yahoo! Mobile, Marco Boerries
- Vodafone, Arun Sarin

Acontecerá também um painel de Infraestrutura com:

- Patricia Russo, Alcatel Lucent
- Carl-Henric Svanberg, Ericsson
- Mike Zafirovski, Nortel

O Teleco, como media partner do evento, estará fazendo uma cobertura especial do CTIA neste Blog.

 

 

30
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Wimax nos Estados Unidos

Eduardo Tude

O rumor mais recente é que as operadoras de cabo Comcast e Time Warner estariam estudando a formação de uma joint venture para adquirir a operação de Wimax da Sprint e a Clearwire, garantindo desta forma um caminho para o wimax nos Estado Unidos.

Esta seria uma opção para competir com a Verizon e a AT&T já definiram o LTE como sua próxima tecnologia.

 

 

30
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Cuba libera o uso de celulares por cubanos

Eduardo Tude

Até agora, somente estrangeiros (turismo) e pessoas do Governo podiam possuir telefones celulares em Cuba. Esta restrição gerou um mercado paralelo onde muitos cubanos com condições de adquirir um telefone celular faziam contratos utilizando nomes de outras pessoas.

Em mar/08 o novo presidente de Cuba Raul Castro autorizou oficialmente a posse de telefones celulares por parte de cubanos.

Cuba, Costa Rica e Belize estão entre os poucos países da América Latina onde apenas empresas do governo são operadoras de telefonia celular.

 

 

29
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Confira o que aconteceu na semana

Eduardo Tude

Semana 24/03 a 28/03

O noticiário sobre a compra da Brasil Telecom pela Oi (Telemar)voltou a esquentar esta semana. As informações são de que o Citigroup e Opportunity teriam chegado a um acordo para resolver suas pendências na quinta à noite. A Telemar divulgou comunicado ao mercado afirmando que as negociações continuam, sem, no entanto, terem sido concluídas.

A expectativa é de que um acordo seja assinado na próxima semana.

O Itel subiu 5,4% na semana mais que o Ibovespa (2,5%) puxado pelas ações da Telemar e BrT que subiram de 5 a 6,4% na sexta.

Já a Anatel, informou que precisará de mais tempo para preparar a consulta pública sobre o PGO.

Merecem destaque ainda a divulgação de resultados da Globo, da Autotrac e a decisão da Anatel de homologar os resultados da licitação de 3G.

O Rio de Janeiro foi palco de uma disputa acirrada entre a Oi e a Embratel/Claro para ser o fornecedor de serviços fixo-móvel para o governo do estado. A Oi venceu a disputa com um lance de R$ 9 milhões por seviços que custaram R$ 73 milhões em 2007.

A Telefônica fechou contratos de outsourcing com a Ericsson (instalação e manutenção da rede de fibra óptica) e Nortel e NEC para manutenção da planta interna de telefonia.


No campo internacional, a Motorola anunciou que irá se dividir em duas empresas, sendo uma delas a sua divisão de telefones celulares.

Com a queda no valor das ações da Telecom Itália, observada após a divulgação de seus resultados de 2007, intensificaram-se os rumores de uma possível aquisição de 100% do controle por parte da Telefônica.

 

 

28
3/2008

Comentários
2

  Compartilhar no LinkedIn

A compra da BrT pela Oi. Negócio fechado?

Eduardo Tude

Segundo informações veiculadas pela imprensa teria sido fechado ontem a noite o acordo para a compra da BrT pela Oi. O último obstáculo teria sido removido com im acordo entre Citigroup e Opportunity em relação às suas disputas na justiça. O negócio deve ser formalizado nos próximos dias.

Confirmadas estas informações terá sido dada a largada ao processo de aquisição que para se efetivar precisa ainda passar pela mudança do Plano Geral de Outorgas (PGO), aprovação da Anatel e CADE.

 

 

27
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

A Autotrac faturou R$ 308,4 milhões em 2007

Eduardo Tude

A Autrotac, empresa que oferece serviços de monitoramento e rastreamento de veículos apresentou uma receita bruta de R$ 308,4 milhões em 2007. A margem ebitda foi de 22,5% e o lucro líquido de R$ 34,6 milhões.

O monitoramento é feito por sistemas via satélite e celular. Em dezembro de 2007 a possuía 67.247 mil equipamentos monitorados via satélite ativos e 4.486 monitorados via celular ativos.

A empresa tem como principais acionistas Nelson Piquet (75,8%) e a Qualcomm (13,4%).

 

 

27
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

A Brasil Telecom na Ponta do Lápis

Eduardo Tude

Foi lançado ontem em São Paulo o livro “A Brasil Telecom na Ponta do Lápis” escrito pela Brasil Telecom e pela Price Waterhouse e que apresenta a experiência da preparação da empresa para atender as exigências do “Regulamento de Separação e Alocação de Custos” (Resolução 396).

Pela regulamentação, as tarifas de interconexão serão determinadas pelos custos do serviço (cost-based) e a Resolução 396 estabeleceu o modelo para determinar estes custos.

O primeiro Documento de Separação e Alocação de Contas (DSAC) preparado pelas operadoras será entregue em abril deste ano.

 

 

26
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Motorola vai se dividir em duas empresas

Eduardo Tude

Motorola acaba de anunciar que vai se dividir em duas empresas:

-Mobile Devices (Telefones Celulares)

-Broadband & Mobility


A separação é consequência da crise por que passa a área de telefones celulares da Motorola que apresentou pesadas perdas em 2007.


A separação deve ser consumada em 2009.


 

 

26
3/2008

Comentários
2

  Compartilhar no LinkedIn

Quantos usuários possuía o “Tim Casa Flex” em 2007?

Eduardo Tude

A Tim lançou em outubro de 2007 o “TIM Casa Flex”. Com este serviço o usuário pode ter dois números (fixo e móvel) no seu celular. O serviço fixo custa R$ 9,90/mês para 50 minutos de chamadas locais de fixo para fixo.

Em 2006 a Tim havia lançado o “Tim Casa”, que oferecia preços mais baratos para chamadas para telefones fixos feitas quando o usuário estava na sua casa.  Em maio de 2007 a Tim obteve uma autorização para prestar telefonia fixa em todo o Brasil.

A Tim não divulga quantos usuários aderiram ao Tim Casa Flex.

Ela informou, no entanto, que a sua receita com serviços de telecomunicações – fixa foi de R$ 41 mil em 2007. Se dividirmos este valor por R$ 9,90 chegaremos a conclusão que a Tim recebeu 4.747 mensalidades em 2007, ou seja, o Tim Casa Flex possuía menos de 5 mil usuários em 2007.


 

 

25
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

A receita bruta da Globo em 2007 foi de R$ 7,3 bilhões

Eduardo Tude

A Globo Comunicação e Participações, grupo de emissoras de TV aberta e de negócios de Internet que atua também, através de suas subsidiárias e controladas em TV por assinatura, programação e impressão, apresentou um receita bruta consolidada de R$ 7,3 bilhões em 2007 (+7,5% em relação à 2006).

A Net Serviços de Comunicação foi consolidada proporcionalmente com base no percentual de participação da Globo, que era de 7,2% em Dez/06 e de 6,35% em Dez/07.

A receita bruta da Globo é cerca de 50% menor que a da Brasil Telecom ou da Claro.

Globo exibe no ano mais de 5.000 horas de programação própria (75% do total).

A margem Ebitda foi de 19,9% e o lucro líquido de R$ 575 milhões.

 

 

23
3/2008

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Banda Larga Móvel supera o Cable Modem nos Estados Unidos

Eduardo Tude

Enquanto a Banda larga móvel engatinha no Brasil, nos Estados Unidos ela já é a principal forma de acesso banda larga.

Segunod o FCC, em Jun/07 os Estados Unidos possuíam 101 milhões de acessos banda larga, sendo 35,3 wireless móvel. Existiam ainda 34,9 milhões de acessos cable modem e 27,5 milhões ADSL. Acessos de fibra ópitca eram apenas 1,4 milhões.

O FCC define como acessos banda larga aqueles que possuem uma velocidade de pelo menos 200 kbit/s em uma das direções.

Quando se considera apenas os acessos residenciais (65,9 milhões) o domínio ainda é do cable modem (33,3 milhões) mas o acessos wireless móveis já somavam 5,5 milhões.

 

Não é a toa que a licitação de frequências de 700 MHz arrecadou US$ 19,6 bilhões. 

Os telefones fixos em serviço continuam também em queda nos Estados Unidos. Eles caíram de 192,4 milhões em 2000 para 164,2 milhões em Jun/07.

 

Mais detalhes

 

 

21
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

A Oi foi o destaque da semana santa

Eduardo Tude

Além do crescimento recorde para um mês de fevereiro, merece destaque nesta semana o desempenho da Oi. Apesar de atuar apenas na Região I ela apresentou adições líquidas (439 mil celulares) muito superiores que as demais.

A Tim apresentou também um bom desempenho, mas não repetiu o desempenho de janeiro. O ano de 2008 começou aquecido e deve se acelerar ainda mais com a entrada em operação da Oi em São Paulo no meio do ano.

A Embratel anunciou que irá lançar este mês a sua rede em Wimax e a Abinee divulgou o fechamento da balança comercial de equipamentos de telecom em 2007. O saldo foi positivo (472 milhões), embora inferior ao de 2006.

Foi anunciada também a venda da Promon Tecnologia para o grupo inglês Logicalis.

O Itel apresentou queda de 3,3% na semana, menor que a apresentada pelo Ibovespa (-5,3%).

No cenário internacional a licitação de freqüências de 700 MHz nos Estados Unidos chegou ao fim após 261 rodadas com uma arrecadação de US$ 19,59 bilhões. Foram vendidas 1090 das 1091 licenças em disputa. Restou a licença do bloco D onde os lances não atingiram o valor mínimo. O bloco D era uma licença a ser compartilhada com o setor público com serviços de segurança. Verizon Wireless e AT&T Mobility foram os principais vencedores.

 

 

19
3/2008

Comentários
4

  Compartilhar no LinkedIn

Oi lidera o crescimento do celular em Fev/08

Eduardo Tude

A Oi, com adições líquidas de 441 mil celulares, liderou o crescimento do celular em Fev/08.


A Tim veio em segundo lugar com 279 mil celulares, seguida da Claro com 265 mil e da Vivo com 199 mil celulares.


Apesar de ter ficado com a 2ª colocação, a Tim não repetiu o desempenho de janeiro e acabou perdendo market share (de 26,10% para 26,06%).

A Oi e a BrT foram as únicas operadoras a aumentar o seu market share.

 

 

19
3/2008

Comentários
2

  Compartilhar no LinkedIn

Oi e Brt: Ou vai ou racha

Eduardo Tude

Depois de muita negociação parece que está todo ficando cansado do tema.

Notícias veiculadas na imprensa indicam que os envolvidos estão fazem um esforço final para fechar as negociações até 31 de março. Se não conseguirem resolver as pendências até esta data, principalmente com o Opportunity, o negócio pode tomar outros rumos.

Do lado da Anatel, o Sardenberg declarou que as mudanças no PGO vão a consulta pública ainda este mês.

 

 

16
3/2008

Comentários
6

  Compartilhar no LinkedIn

A Tim vai repetir em fevereiro o crescimento de janeiro?

Eduardo Tude

Os dados preliminares divulgados pela Anatel apresentam as seguintes adições líquidas por Banda.

Banda A: 194 mil
Banda B: 268 mil
Banda D: 636 mil
Banda E: 168 mil
Total: 1.266 mil celulares

A Banda D possuía 29 milhões de celulares em Jan/08, sendo 16,4 milhões da Oi, 10,7 milhões da Tim e 1,9 milhões da Claro.

Quem liderou o crescimento do celular em fev/08?

 

 

15
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

O que aconteceu na Semana de 10 a 14/03

Eduardo Tude

A divulgação do crescimento do PIB em 2007 pode ser apontado como o principal acontecimento da semana. O subsetor de Serviços de Informação, que inclui serviços de comunicações, cresceu 8% em 2007, mais que o PIB que cresceu 5,4% .

Os dados preliminares divulgados pela Anatel para o crescimento do celular em fevereiro mostram que o crescimento continua aquecido em 2008.

A venda da BrT para a Oi parece estar empacada na negociação com o Opportunity. Já o conselho consultivo da Anatel, que deve ser ouvido em relação às mudanças no PGO, teve as vagas restantes preenchidas e deve realizar uma reunião nesta terça.

Começa a causar preocupação a demora da Anatel em homologar os resultados da licitação de 3G pois pode atrasar a entrada em operação deste serviço por parte de algumas operadoras.

O Procon da cidade de São Paulo divulgou seu balanço das reclamações em 2007 e o NIC.br divulgou a pesquisa TIC Domicílios 2007.

No campo internacional colocarei em destaque as dificuldades por que passa a Sprint Nextel nos Estados Unidos. A dificuldade em integrar tecnologias incompatíveis tem levado à perda de clientes, prejuízo, troca de comando e queda nas ações. Já se fala em venda da empresa no seu todo, ou em partes.

Apesar dos problemas no mercado americano o Itel e o Ibovespa apresentaram variações de -0,6% e +0,2% na semana.

Nesta semana santa as expectativas estarão voltadas para a divulgação do crescimento do celular em fevereiro pela Anatel. Tim e Oi irão liderar novamente este crescimento?

O Teleco discutirá este cenário na terça em seu workshop de celular market update.

 

 

15
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Crescimento do celular em fevereiro é recorde novamente

Eduardo Tude

Dados preliminares divulgados pela Anatel indicam que o crescimento do celular continuou acelerado em fevereiro, estabelecendo novamente um recorde para o mês com adições líquidas de 1.265 mil celulares.

As adições líquidas de Jan/08 foram menores que as de fev/08 (1.877 mil) mas são quase 3 vezes maior que os 469 mil de Fev/07. Aliás, as adições líquidas de fev/08 estão muito próximas do acumulado em Jan-fev/07 que foram de 1.268 mil celulares.

Com este crescimento o Brasil atinge 124,1 milhões de celulares e uma densidade de 65,09 cel/100 hab.

As adições líquidas nos últimos 12 meses foram de 22,9 milhões de celulares.

Como 50% das adições líquidas (636 mil celulares) estiveram concentradas na Banda D, o mais provável é que Tim e Oi voltem a liderar o crescimento, a exemplo do que ocorreu em Jan/08.

 

 

14
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

O 3G está chegando à América Latina

Eduardo Tude

Já existem redes 3G (WCDMA/HSDPA) em operação comercial em 11 países da América Latina/Caribe.

Em Fev/08 existiam 19 redes, sendo 10 da América Móvil e 4 da Telefônica/Movistar.

No Brasil a demora da Anatel em assinar os contratos das freqüências (1,9/2,1 GHz) adquiridas pelas operadoras no leilão realizado em Dez/07 começa a preocupar as operadoras. A Tim, por exemplo, havia declarado que pretendia colocar o seu serviço no ar neste mês de março.

Mais detalhes


 

 

12
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Serviços de Informação cresceu mais que o PIB em 2007

Eduardo Tude

O subsetor de Serviços de Informação cresceu 8% em 2007, mais que o PIB brasileiro que cresceu 5,4% e menos que o aumento nos impostos sobre produtos (9,1%).

Na comparação do 4T07 com o 4T06 o subsetor de Serviços de Informação cresceu 8,9%, contra 6,2% do PIB. Segundo o IBGE, a telefonia móvel foi o destaque no crescimento de Serviços de Informação no trimestre.

O faturamento do setor manteve-se no mesmo patamar em relaçao ao PIB que em 2006 (6,2%)

 

 

 

12
3/2008

Comentários
2

  Compartilhar no LinkedIn

E como ficou a venda da BrT para a Oi?

Eduardo Tude

Esfriou o noticiário sobre a venda da BrT para a Oi. Segundo informações divulgadas na Folha de São Paulo o Opportunity teria feito exigências adicionais que estariam atrapalhando o negócio.


No lado do Governo foram nomeados ontem os três nomes que faltavam para compor o conselho consultivo da Anatel (José Zunga, Ricardo Lopes Sanches e Israel Fernando Carvalho Bayma). O Conselho consultivo irá opinar na proposta de mudança do PGO.

 

Pelo jeito, esta novela ainda vai ter muitos capítulos.

 

 

9
3/2008

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

2008 será um ano decisivo para o futuro da Telecom Italia

Eduardo Tude

A Telecom Itália apresentou nesta sexta feira, com muita pompa, os seus resultados de 2007 e sua visão estratégia para a empresa nos próximos anos: Da defesa para a transformação e o crescimento.

A Telecom Itália pretender manter a sua posição na Itália e retomar o crescimento intencional. O mercado doméstico representa 75% da receita da operadora.

Não está claro, no entanto, se o plano terá sucesso. A receita da Telecom Itália apresentou forte queda em 2007 e o crescimento só não foi negativo graças ao crescimento da receita da Tim no Brasil e da Banda Larga na Europa.

A Divida Líquida da Telecom Italia continua alta (EUR 35,7 bilhões) e a venda de ativos na área de mídia não geraria os recursos suficientes para financiar o crescimento.

Não está claro também como evoluirá a influência da Telefonica na Telecom Itália. Nas apresentações ela aparece apenas em um slide sob o título de explorar sinergias.

Sob nova direção, o ano 2008 será decisivo para a operadora. Nele ela terá a oportunidade de dar a volta por cima e se manter como uma operadora independente. Caso não tenha sucesso, devem continuar as especulações sobre uma possível investida da Telefonica para incorporar a operadora.

Resultados da Telecom Italia

 

 

 

8
3/2008

Comentários
2

  Compartilhar no LinkedIn

Resultados da Tim foram o destaque da semana (3 a 7/03)

Eduardo Tude

A divulgação dos resultados da Tim em 2007 foi o principal acontecimento da semana. A operadora apresentou uma melhora nos seus principais indicadores com destaque para a receita líquida que apresentou crescimento de 22,7% e para o lucro líquido de R$ 76 milhões. A Tim superou a Vivo em receita líquida no 4T07 e a Brasil Telecom em 2007.

Se a Tim apresentou bons resultados, o mesmo não se pode dizer da Telecom Itália. A receita na Itália apresentou queda de 6,1%. A receita da Telecom Italia não apresentou crescimento negativo em 2007 graças ao desempenho da Tim no Brasil.

Para garantir este desempenho a Tim segurou um pouco o crescimento no Natal , mas tirou a diferença em janeiro.

Aliás, o ano de 2008 continua prometendo um crescimento expressivo do celular. Segundo o IBGE, a produção de telefones celulares cresceu 25,2% em Jan/08 quando comparada a Jan/07.

A Anatel aprovou esta semana a aquisição da Amazônia Celular pela Oi. Este era o último obstáculo para a Vivo incorporar a Telemig Celular.

A situação continua instável na Bolsa com o Itel apresentando queda de 4% na semana.

A boa notícia para a TV Digital foi o lançamento pela Samsung de um telefone celular com acesso a TV digital fabricado em Campinas.

Na Câmara, o deputado Walter Pinheiro (PT-BA) será o novo presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT).

As principais operadoras do Brasil e do mundo já divulgaram os seus resultados de 2007. Os dados estão apresentados no Teleco que está consolidando os números para o setor no Brasil. Estes resultados serão discutidos no Workshop que o Teleco promoverá em 18 de março.

Esta semana o IBGE divulga o crescimento do PIB brasileiro em 2007.

 

 

7
3/2008

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

A Tim ultrapassou a BrT em receita em 2007

Eduardo Tude

A Tim ultrapassou a Brasil Telecom (BrT) em receita em 2007. A receita bruta da Tim foi de R$ 17,2 bilhões contra 16 bilhões da BrT.

Este é mais um exemplo da tendência da receita das operadoras celulares ultrapassarem a das fixas. Algo inimaginável há 10 anos atrás quando, na privatização, a Telecom Itália participou do grupo que adquiriu o controle da BrT e adquiriu suas primeiras operações de celular no Brasil.

Hoje o valor de mercado da Tim Participações é de R$ 18 bilhões, contra R$ 12 bilhões da BrT Participações.

O cenário competitivo brasileiro seria outro se não tivesse ocorrido o conflito societário na BrT que culminou com a saída da Telecom itália.

 

 

6
3/2008

Comentários
5

  Compartilhar no LinkedIn

Quando a Vivo vai assumir a Telemig?

Eduardo Tude

Coma a aprovação da Anatel da compra da Amazônia Celular pela Oi foi removido o último obstáculo para a incorporação da Telemig pela Vivo. A expectativa é que ela ocorra neste mês de março, ou no mais tardar em abril.

Com a incorporação da Telemig a Vivo passa a ter 37,6 milhões de celulares, sendo 55,4% deles CDMA (Jan/08). O GSM deve se tornar em 2008 a tecnologia com mais celulares na Vivo.

 

 

5
3/2008

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Tim supera Vivo em receita líquida no 4T07

Eduardo Tude

A Tim divulgou hoje seus resultados de 2007/4T07.

A Tim apresentou uma melhora nos seus principais indicadores com destaque para a receita líquida que apresentou crescimento de 22,7% e para o MOU que atingiu 106 minutos no 4T07. Ela apresentou lucro líquido de R$ 76 milhões.

A receita líquida da Tim no 4T07 foi de R$ 3.375 milhões, um pouco superior que a receita líquida da Vivo (R$ 3.372 milhões). A diferença é maior quando se considera apenas a receita líquida de serviços onde a Tim ficou com R$ 3.100 milhões e a Vivo com R$ 2.986 milhões (4T07).

No acumulado de 2007 a Vivo (R$ 12.493 milhões) superou a Tim ( R$ 12.441 milhões) em receita líquida, mas a Tim manteve a liderança em receita líquida de serviços (R$ 11.420 milhões x R$ 11.089 milhões).

A Vivo superou a Tim em receita bruta no 4T07 e em2007.


 

 

5
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Produção de celulares cresce 25,2% em Janeiro

Eduardo Tude

A produção de telefones celulares em Jan/08 foi 25,2% maior que a de Jan/07 segundo o IBGE.

 

Este resultado é um indicador de que a demanda continua aquecida no Brasil, uma vez que a quantidade de celulares exportada em Jan/08 foi 12% menor que a exportada em Jan/07.

 

 

 

4
3/2008

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

A quantidade de telefones fixos voltou a crescer em 2007

Eduardo Tude

A quantidade de acessos fixos em serviço caiu em 2006 de 39,8 milhões para 38,8 milhões.

Segundo as estimativas do Teleco, baseada em dados preliminares divulgados pela Anatel, a quantidade de telefones fixos em serviço voltou a crescer em 2007 atingindo 39,3 milhões.

Este crescimento ocorreu apesar das concessionárias terem apresentadas uma redução de 700 mil em seus acessos fixos em serviços.

A Embratel foi a grande responsável por este crescimento. Sua quantidade de acessos fixos em serviço (Livre, corporativos, Net Fone) cresceu de 2,1 milhões em 2006 para 3,2 milhões em 2007.

A entrada das operadoras de celular na telefonia fixa, como a Tim, pode também ajudar neste crescimento.

 

 

2
3/2008

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

TV Digital completa 3 meses de operação em São Paulo

Eduardo Tude

A TV Digital completa hoje 3 meses de operação em São Paulo.

Não há muito a comemorar. Passado o entusiasmo inicial com o seu lançamento é preciso superar as barreiras que impedem uma maior difusão do serviço.

Estima-se que foram vendidos 50 mil conversores em São Paulo. A baixa adesão pode ser explicada pelo custo do conversor, pelo limitado conjunto de programas oferecido em alta definição (HD) e pela falta da interatividade. O software que possibilitará a interatividade (Ginga) ainda está em desenvolvimento e enfrenta problemas de pagamentos de royalties com o aplicativo Java.

Vivemos a fase do dilema do ovo e da galinha. Os conversores custam caro e existem poucos programas em HD por que o público é pequeno e o público não cresce por que existem poucos programas em HD e o conversor é caro. É preciso quebrar este circulo vicioso e oferecer mais vantagens para o usuário. A entrada em operação da TV Digital em Belo Horizonte neste semestre pode ajudar também neste processo.

No Japão em 3 anos já existiam 17,3 milhões de dispositivos para TV Digital terrestre.

 

 

1
3/2008

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Principais operadoras já divulgaram os resultados de 2007

Eduardo Tude

Oi, Telemig, Amazônia, CTBC e Nextel divulgaram seus resultados de 2007 esta semana (25 a 29/02).

As principais operadoras de telefonia fixa já divulgaram seus resultados no Brasil e apresentaram desempenho semelhante. Baixo crescimento da receita, quando comparada com as celulares, com a queda na receita de telefonia fixa local sendo compensada pelo crescimento da receita de banda larga (comunicação de dados) e das chamadas fixo-móvel.

A Tim irá divulgar seus resultados na próxima semana completando o quadro das operadoras de celular no Brasil. Será possível então fazer um balanço do desempenho destas operadoras em 2007. Estes resultados serão discutidos no Workshop que o Teleco promoverá em 18 de março.

A Net lançou um produto que combina telefone, internet rápida com velocidade de navegação de 100 Kbps e canais abertos de TV por R$ 39,90. Ou seja, sem TV por Assinatura.

Com o envio pelo Governo da proposta de reforma tributária para o Congresso entrou em pauta a discussão sobre a pesada carga tributária sobre o setor de telecom. Um primeiro passo seria a redução do Fistel pago por telefone celular. Esta medida poderia facilitar o acesso a este serviço pelas camadas de menor renda.

Na TV Digital foi hora de se fazer um balanço dos primeiros 3 meses de operação em São Paulo. Estima-se que foram vendidos 50 mil conversores até o momento. O Ginga, software que irá implementar a interatividade, ainda não está disponível para os conversores e enfrenta problemas com o pagamento de royalties pelo uso do Java.

Telecoworld

O destaque internacional ficou por conta da divulgação dos resultados do Grupo Telefonica, da Portugal Telecom e da Sprint.

A Telefonica apresentou em 2007 uma receita líquida de 56,4 bilhões de euros, sendo 36% de suas operações na América Latina. A Vivo representou 40% das receitas da PT em 2007. A Sprint, ao contrário do que aconteceu com as outra operadoras de celular nos Estados Unidos, apresentou adições líquidas negativas (-917 mil) em 2007. Ela vem enfrentando dificuldades na integração dos clientes da Nextel à sua rede.

Entre os fornecedores a Nortel divulgou seus resultados de 2007 tendo apresentado perdas e queda em sua receita que foi de US$ 11,4 bilhões em 2006 para US$ 10,9 bilhões em 2007.

A licitação de frequências em 3,5 GHZ para Wimax na Itália foi concluída esta semana com uma arrecadação de EUR 136 milhões. Nos Estados Unidos a licitação de frequências de 700 MHz está praticamente concluída com arrecadação de nos Estados Unidos com arrecadação de US$ 19,55 bilhões (round 137).


 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Telecom no Brasil 2017

 

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Regulamentação
05/Dezembro

Market Update

Internet das Coisas

Mais Produtos