29
6/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

A decisão da Anatel sobre a compra da TVA pela Telefônica ficou para a semana que vem

Eduardo Tude

Ficou adiada para a próxima semana a decisão do Conselho Diretor da Anatel sobre a compra da TVA pela Telefônica. Com o adiamento a decisão será tomada com a participação de Sardenberg, novo presidente da Anatel.


A tendência é de que ela seja aprovada.

 

 

28
6/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Hughes faz 40 anos no Brasil

Eduardo Tude

A Hugues comemorou ontem em um jantar oferecido para executivos do setor os 40 anos da empresa no Brasil.

 

Parabéns a Hugues pelo trabalho realizado.

 

 

27
6/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Sardenberg será o novo Presidente da Anatel

Eduardo Tude

Ronaldo Sardenberg foi nomeado conselheiro da Anatel e passa a responder pela Presidência a partir de 1º de julho.

 

A expectativa é que com o time completo a  Anatel passe a ter mais agilidade em questões importantes que estão na pauta da Agência para este ano, como as licitações de 3G e Wimax. A Anatel passou 1 ano e meio com menos de 5 conselheiros.

 

 

 

27
6/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

O iPhone vai ser um sucesso?

Eduardo Tude

Sexta- feira é o grande dia. A partir desta data (29/06), nos Estados Unidos, estará disponível nas lojas da Apple e da AT&T, o iPhone.


O iPhone é o lançamento do ano na área de smartphones e é grande a expectativa pelo seu lançamento.

Ancorado na marca da Apple e no sucesso do IPOD o iPhone deve provocar uma corrida às lojas da Apple e da AT&T, única operadora a comercializar inicialmente o produto.

O iPhone é um celular tipo canivete suíço, que procura oferecer todas as funções encontradas em smartphones mais sofisticados. Seu principal diferencial encontra-se na interface de navegação inteiramente baseada no toque do dedo (Touch screen), que substitui o bastão utilizado por outros fornecedores.

O iPhone privilegia também a navegação direta na Internet normal (não wap), tirando proveito de sua tela de cerca de 9 cm de altura.

O preço inicial do iPhone será de cerca de US$ 500.

A AT&T, juntamente com a Apple, anunciou hoje (26/6) três planos de serviço para o iPhone. Começando por 59,99 dólares, para 450 minutos, 79,99 dólares, para 900 minutos e 99,99 dólares para 1.350 minutos e 36 dólares o valor da ativação. Todos os planos com tráfego ilimitados de dados (Internet e Email), 200 mensagens SMS, ligações ilimitadas entre celulares.

O iPhone é uma grande cartada da Apple. Se for realmente um sucesso pode colocar a empresa dentro de um mercado promissor como o de smartphones. Um insucesso pode, no entanto promover sérios danos a sua imagem.

Os principais riscos, que podem levar à insatisfação dos usuários, são o tempo de bateria, a robustez do sistema touch screen (alma do dispositivo) e o fato dele não ser 3G (velocidade de dados mais baixa).

Vamos acompanhar.


 

 

26
6/2007

Comentários
3

  Compartilhar no LinkedIn

A Gol vai entrar na Unicel?

Eduardo Tude

A família Constantino, controladora da Gol, está negociando a sua entrada na Unicel, empresa que será a 4ª operadora de celular da região metropolitana de São Paulo.

 

A Unicel está buscando investidores para implantar a sua rede e esta é sem dúvida uma boa opção. A Unicel pretende implantar um modelo de baixos custos e tem a Gol como modelo.

 

 

 

 

24
6/2007

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

97% dos leitores do Teleco possuem celular.

Eduardo Tude

Este foio resultado da enquete realizada esta semana e que contou com 775 participantes. Destes 49% possuem celular pós-pago, 38% pré-pago e 10% ambos.

 

Na enquete da outra semana passada, que contou com 750 participantes, 85 % declararam possuir telefone fixo em casa.

A penetração do celular vai superando cada vez mais o do fixo.

 

 

22
6/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Reajuste da tarifa fixo-fixo será inferior a 2,91%

Eduardo Tude

O Indice de Serviços de Telecomunicações (IST), utilizado para o reajuste das tarifas fixo-fixo, foi de 2,91% no acumulado de junho a maio de 2007.

 

O reajuste das tarifa fixo-fixo, a ser publicado pela Anatel em Junho, será portanto inferior a estes 2,91%. Sobre este percentual aplica-se o fator de produtividade. Análise publicada pelo tele.sintese indica que este valor deve ficar entre 1,8% e 2,1%.

 

Este reajuste será insuficiente para compensar a tendência de queda nas receitas de telefonia fixa (serviço local) das concessionárias. 

 

 

19
6/2007

Comentários
8

  Compartilhar no LinkedIn

Vivo lidera o crescimento em maio

Eduardo Tude

A Vivo liderou o crescimento em maio com adições líquidas de 684 mil celulares, seguido de perto pela Claro com 632 mil e pela Tim com 575 mil. Estas 3 operadoras e a BrT ganharam market share em maio.

 

A Oi apresentou adições líquidas de 122 mil celulares, inferiores as da Brt (148 mil).

 

 

 

 

19
6/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Teleco promove debate sobre política industrial

Eduardo Tude

O Teleco inicia no próximo fim de semana um novo ciclo de debates para discutir a política industrial para o setor de telecomunicações no Brasil na sua seção “Em Debate”. Já confirmaram a sua participação Paulo Castelo Branco (Nec), Raul Del Fiol (Trópico) e Luis Antonio de Oliveira (RFS).

 

Tendo como exemplo o último ciclo de debates sobre 3G, a proposta é discutir a política industrial para o setor de telecomunicações no Brasil.

 

 

 

17
6/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Enquete Teleco: 15% não tem linha telefônica na residência

Eduardo Tude

Enquete realizada pelo Teleco sobre quantas linhas de telefone fixo existem em sua casa, apresentou os seguintes resultados:


69% uma linha
14% duas linhas
2% mais de 2 linhas
15% nenhuma

Levando em consideração o perfil dos usuários do Teleco pode-se considerar alto o percentual de 15% dos que não tem linha telefônica.

Por outro lado, o fato de 16% possuírem em casa duas o mais linhas é um indicador de que a quantidade de acessos fixos pode cair ainda mais devido ao crescimento da banda larga e do celular.

 

 

16
6/2007

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Celular acelera crescimento com 2,2 milhões de adições líquidas em maio

Eduardo Tude

Dados preliminares divulgados pela Anatel indicam que o Brasil terminou o mês de maio com 105 milhões de celulares e uma densidade de 55,68 cel/100 hab.


As adições líquidas de maio foram de 2,2 milhões de celulares, maiores que as de maio de 2006 (1,8 milhões).

Este resultado é um indicador de que o crescimento do celular voltou a se acelerar no Brasil. Desde março de 2006 que as adições líquidas do mês eram menores que as do mesmo mês do ano anterior.

O aumento da competição com a entrada em operação da rede GSM da Vivo com força total certamente estimulou este crescimento. As adições líquidas de 827 mil celulares da Banda A são um indicador de que a Vivo teve um bom crescimento em maio.

Vamos aguardar a divulgação dos dados detalhados pela Anatel na semana que vem.

 

 

15
6/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Consulta pública para licitação de 3G será no segundo semestre

Eduardo Tude

O conselho da Anatel definiu ontem que a consulta pública e a licitação de 3G são prioridades da Anatel e deverão ser realizadas no segundo semestre deste ano.


A expectativa é que com a nomeação de Ronaldo Sardenberg como conselheiro da Anatel os processos para as licitações de 3G e Wimax voltem a andar. Ele foi absolvido no processo que corria no STF ele deve ser agora nomeado conselheiro nos próximos dias. Como o mandato de Plínio como presidente da Anatel acaba nos próximos dias, é grande a chance de Sardenberg ser o próximo presidente da Anatel.

 

 

13
6/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Portabilidade numérica avança

Eduardo Tude

O seminário sobre portabilidade numérica, realizado pela Network Eventos, ontem no Rio de Janeiro apresentou os avanços da implantação da portabilidade numérica no Brasil.


O Grupo de Implantação da Portabilidade (GIP), coordenado por Luiz Antonio Vale Moura já definiu os próximos passos.
O piloto será iniciado em 24/05/08 nas áreas de numeração que tem como cidade principal os seguintes municípios: Bauru e São José do Rio Preto, ambas em São Paulo, Vitória (ES), Divinópolis (MG), Londrina (PR), Goiânia (GO), Teresina (PI) e todo o estado do Mato Grosso do Sul.
A entidade administradora da portabilidade será contratada pelas prestadoras através de uma associação. A ABR é a favorita.
A portabilidade deve estar disponível em todo o Brasil em 2009.

 

 

12
6/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Telecom vive bom momento na Bovespa

Eduardo Tude

Após passar um bom tempo com uma performance abaixo do IBOVESPA, o ITEL, índice que mede a performance de uma carteira de ações de empresas de telecom, passou a acompanhar o IBOVESPSA, que por sinal vive um bom momento.


No fechamento de maio, a valorização do ITEL nos últimos 12 meses havia sido de 48% e do IBOVESPA 43%.

O destaque do último mês foram as empresas de telefonia fixa, com crescimento de 3,6% no valor de mercado. Com exceção da Embratel que está fechando seu capital, as demais sofreram valorização, inclusive a novata GVT.

Confira

Operadoras de telecomunicações na Bovespa
Variação diária do ITEL

 

 

10
6/2007

Comentários
7

  Compartilhar no LinkedIn

Claro baixa o preço do SMS

Eduardo Tude

A Claro baixou de R$ 0,36 para R$ 0,30 o preço do SMS (torpedo).


Preços mais baixos devem ajudar a aumentar o uso de SMS no Brasil que é cerca de 6 SMS por celular mês. Em países como Portugal, Estados Unidos e Venezuela este número é de cerca de 100 SMS por celular mês.

Estudo realizado pela UIT mostrou que o custo do SMS no Brasil é um dos mais altos do mundo.

A Claro lançou também uma promoção de 30 torpedos por R$ 5,00, o que implica em R$ 0,17 por torpedo. A venda de pacotes de torpedo é uma das estratégias utilizadas por operadoras no exterior para incentivar o uso.

Como reagirão as demais operadoras?

Confira o comentário do Teleco

As operadoras de celular deveriam baixar o preço do SMS no Brasil?

 

 

8
6/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Backbone estatal e Eletronet em discussão

Eduardo Tude

Um dos temas de discussão no 51º Painel Telebrail em Sauípe foi a possibilidade do Governo construir um backbone próprio iniciado pela transformação da Eletronet em uma estatal.


Esta proposta foi criticada pela maioria dos presentes, inclusive pelos Dep. Federais Jorge Bittar e Walter Pinheiro, que entendem que o governo deveria contratar estes serviços das prestadoras e não construir uma rede própria.

Já o Cel. Oliva, do núcleo de assuntos estratégicos do Gov. Federal, defendeu que o backbone nacional deveria ser explorada por uma empresa através de parceria público privada (PPP) cabendo às demais operadoras prover o acesso local.

Na Venezuela e na Bolívia o Governo está estatizando operadoras de telecomunicações (Cantv e Entel). Será que teremos o mesmo no Brasil?

 

 

6
6/2007

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Avaya vendida por US$ 8,2 bilhões

Eduardo Tude

Continua movimentado o mercado de aquisições nos Estados Unidos.


Avaya, um spín-off da Lucent, que atua no segmento de PABX e soluções de comunicação para o mercado corporativo foi adquirida pela TPG Capital and Silver Lake Partners por US$ 8,2 bilhões. O pagamento será feito em dinheiro e levará ao fechamento do capital da Avaya. A TPG foi também um dos dois compradores da Alltel, operadora de celular do US, por U$ 27.5 bilhões no mês passado.


A estratégia destes investidores é adquirir empresas com um forte fluxo de caixa e baixo nível de endividamento e apostar na sua valorização para obter lucros vendendo no futuro.

 

 

1
6/2007

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Quando serão licitadas as freqüências de 3G?

Eduardo Tude

O conselheiro José Leite da Anatel declarou no 51º Painel Telebrasil que defende a colocação em consulta pública do edital de licitação de freqüências de 3G até o final de junho e a realização da licitação em agosto ou setembro.


A tendência é que sejam colocadas inicialmente em licitação 4 bandas em onze áreas que poderiam ser compradas pelas atuais operadoras. As operadoras pagariam 5% do valor da licença em dinheiro e o restante em compromissos de cobertura. A proposta é exigir que todos os municípios com menos de 30 mil habitantes sejam atendidas por pelo menos uma operadora. O atendimento nos 2 primeiros anos poderia ser feito com sistemas 2G mas depois teriam de ser instalados sistemas 3G.

Após esta licitação seria realizada uma outra oferecendo uma licença nacional de 3G para uma 5ª operadora.

Já o conselheiro Ziller não está tão otimista e declarou que o leilão deve ficar para o ano que vem.

Vamos torcer para que o Conselheiro Leite esteja certo.

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Telecom no Brasil 2017

 

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Regulamentação
05/Dezembro

Market Update

Internet das Coisas

Mais Produtos