30
6/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Balanço do 1º semestre de 2009

Eduardo Tude

Hoje termina o 1 º semestre de 2009. Ainda teremos de esperar cerca de 1 mês para termos os números do 2º trimestre (2T09), mas já é possível dizer que os efeitos da crise sobre o setor de telecom no Brasil não forma tão severos como se temia no início do ano.

O celular continuou crescendo, embora em um ritmo menor. Maio de 2009 foi o único mês até agora a apresentar adições líquidas superiores ao mesmo mês de 2008. A limpeza de base de cerca de 1 milhão de celulares promovida pela Tim afetou este crescimento. A Oi liderou o crescimento do celular no 1º semestre do ano.

Os fabricantes de celulares tem sido os mais afetados com a queda das vendas mundiais de aparelhos. A venda de smartphones continua, no entanto, a crescer.

Telefonia fixa, banda larga e TV por Assinatura mantiveram as tendências de crescimento observadas e 2008. A pane do Speedy da Telefônica mostrou a importância de acelerar os investimentos em banda larga no Brasil.

No campo das consolidações a Oi incorporou a BrT e a Tim comprou a Intelig. A portabilidade passou a estar disponível em todo o Brasil a partir de março, embora com impacto reduzido no churn das operadoras.

A TV Digital continua se expandindo lentamente e a licitação de freqüências para WiMAX ainda não aconteceram neste semestre.

 

 

28
6/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Teleco lança novo menu lateral

Eduardo Tude

O Teleco revisou o seu menu lateral de modo a oferecer um acesso mais fácil às informações do portal.

Agora ele está dividido em Móvel, Fixo, Geral, América Latina e Teleco World.

Em móvel estão agrupadas as informações de telefonia celular e dos aparelhos (Telefones celulares). Em Fixo temos telefonia fixa, banda larga e TV por Assinatura.

 

 

27
6/2009

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Telefonica vai aumentar capacidade e segurança do Speedy

Eduardo Tude

A Telefonica apresentou na última sexta o seu plano de melhoria de da rede banda larga para a Anatel com o objetivo do plano é aumentar a capacidade e a segurança do Speedy.

As principais medidas a serem adotada e implantadas em 3 etapas são:

1) Readequação da capacidade de DNS. A Telefônica não está conseguindo processar as requisições em sua rede. A demanda atual seria de 120 mil requisições por segundo e a capacidade atual de 80 mil. A Telefônica ira readequar esta capacidade na etapa I e quadruplicar esta capacidade na etapa III.

2) Aumento da capacidade dos equipamentos IP e de acesso à redes internacionais.

3) Revisão de todas as metodologias e procedimentos de intervenção na rede, evitando a abertura de janelas que introduzem falhas de segurança para a entrada de Hackers.

4) segmentação da rede física, rede para facilitar a identificação de falhas, e 100% de contingenciamento em todos os anéis da empresa em São Paulo.

Estas medidas atacam os problemas principais da rede do Speedy e deverão melhorar a qualidade do serviço prestado e tornar a rede mais robusta a falhas, evitando panes gerais como as que aconteceram recentemente.

 

 

25
6/2009

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Telefônica deve entregar plano para o Speedy esta semana

Eduardo Tude

A Telefônica deve entregar ainda esta semana o plano estratégico de melhoria de qualidade da sua rede exigido pela Anatel.

Este é o caminho para identificar os problemas e evitar que novas panes ocorram no futuro.

O Brasil precisa avançar a sua oferta de banda larga com maior número de acessos, maior cobertura geográfica, mais velocidade em suas redes e mais qualidade.

 

 

20
6/2009

Comentários
16

  Compartilhar no LinkedIn

Anatel suspende comercialização do Speedy

Eduardo Tude

A Anatel decidiu agir em relação às panes do Speedy em 2008 e 2009. Suspendeu a comercialização do serviço por tempo indeterminado e determinou que a Telefinica apresente em 30 dias um plano que garanta a “fruição e a disponibilidade do Serviço de Comunicação Multimídia comercializado como ‘serviço Speedy’".

A atitude da Anatel coloca mais pressão na Telefonica que precisará realizar uma revisão geral da arquitetura de sua rede e seus processos operacionais de modo a estabelecer um plano que evite panes como as que têm sido observados.

 

 

17
6/2009

Comentários
7

  Compartilhar no LinkedIn

O crescimento do pré pago em maio

Eduardo Tude

A participação dos celulares pré pagos no total de celulares do Brasil vem se mantendo estável há muitos anos entre 80% e 81%.

Este quadro começou a mudar no 2º semestre de 2008. Com a entrada em operação da Oi em São Paulo a participação do pré pago subiu de 81,09% em Set/08 para 81,24% em Out/08.

Esta participação continuou se acelerando nos meses seguintes e atingiu 81,75% em Mai/09 quando a Oi lançou sua marca com uma promoção para pré pago na região II (BrT). A participação do pré pago nesta região subiu de 80,5% em Abr/09 para 80,8% em Mai/08.

A participação do pré pago deve continuar subindo lentamente nos próximos meses devido ao aumento da quantidade de pessoas com mais de uma linha de celular, aumento da densidade de celulares (>80 cel/100 hab.). Contribui também para esta tendência a crise que leva ao maior controle de gastos pelos usuários.

Apesar da participação do pré pago no Brasil estar crescendo ela é ainda mais baixa que em muitos países. No México, por exemplo, ele é de mais de 91%.

 

 

14
6/2009

Comentários
7

  Compartilhar no LinkedIn

Crescimento do Celular em maio supera 2008

Eduardo Tude

Dados preliminares divulgados pela Anatel indicam que o Brasil fechou o mês de maio de 2009 com 157,5 milhões de celulares e uma densidade de 82,44 cel/100 hab.

As adições líquidas de 2.905 mil celulares em Mai/09 superaram as de Mai/08 (2.816 mil celulares).

O que se pode concluir deste quadro? O celular vai continuar crescendo independente da crise?

Oi/BrT e Tim apresentaram adições líquidas maiores que as de maio de 2008. Já Vivo e Claro pioraram o desempenho.

Vivo e Claro vão acelerar nos próximos meses?

 

 

9
6/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Rede de sinalização causa pane nos telefones fixos em São Paulo

Eduardo Tude

Telefones fixos nas regiões central, sul e oeste da cidade de São Paulo e de algumas cidades do interior ficaram mudos hoje de manhã por cerca de 1 a 6 horas.

Problemas nos pontos de sinalização parecem ter sido a causa da pane. A rede de sinalização é a encarregada da comunicação para estabelecimento das chamadas.

O que terá ocorrido? É mais difícil justificar uma pane deste tipo em uma rede de tecnologia madura como a de sinalização do que na rede banda larga (Speedy).

Fica mais uma vez clara necessidade da Telefonica promover uma revisão profunda da sua rede e identificar as causas das falhas.

 

 

9
6/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

PIB de Telecom tem desempenho melhor que PIB Brasil no 1T09

Eduardo Tude

O PIB de Serviços de Informação, do qual serviços de telecomunicações representa cerca de 60%, apresentou redução na sua taxa de crescimento no 1T09, mas continua crescendo mais que o PIB do Brasil.

O PIB de Serviços de Informação cresceu 5,4% em relação ao 1T08, enquanto o PIB Brasil apresentou redução de 1,8%. O crescimento no 4T08 havia sido de 8,9% e 1,3% respectivamente. O impacto da crise está sendo menor neste setor do que na indústria que apresentou crescimento de -9,3% e do que no comércio (-6,0%)

Nos últimos 4 trimestres, Serviços de Informação apresentou crescimento de 8,2% em relação aos 4 trimestres anteriores, enquanto o PIB apresentou crescimento de 3,1%.

 

 

9
6/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

O Congresso Mundial do WiMAX Fórum em Amsterdam

Eduardo Tude

Aconteceu a semana passada em Amsterdam o Congresso Mundial do WiMAX Fórum.

Na opinião dos analistas que estiveram presentes, o evento teve menos participantes que no ano passaso (como esperado devido à crise), mas foi um público mais seleto e com um forte interesse no WiMAX.

O evento deixou de ser dominado pelos vendors e disputas tecnológicas com a 3G ou LTE e a discussão concentrou-se na experiência e necessidades das operadoras que estão utilizando WiMAX no mundo (472 operações comerciais em 139 países segundo o WiMAX Fórum).


A discussão de temas como a core network, roaming, terminais e aplicações mostram que a maturidade do WiMAX que está se tornando uma opção para vários operadores.

 

 

7
6/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Teleco lança seus relatórios anuais de celular e Fixa, Banda Larga e TV por Assinatura

Eduardo Tude

A Teleco conclui a elaboração de seus relatórios anuais sobre o mercado de Celular e Telefonia Fixa. Estes relatórios apresentam dados operacionais e econômicos financeiros para o setor e para as operadoras no período de 2000 a 2008.

Este ano os relatório incluem comentários especiais e projeções para crescimento do mercado até 2013.

O relatório de Telefonia Fixa foi ampliado para incluir também banda larga e TV por Assinatura dentro de uma visão de convergência destes três serviços.

Os relatórios estão disponíveis para compra no portal Teleco.

 

 

6
6/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Cai a quantidade de assinantes de TV por Assinatura em abril.

Eduardo Tude

Segundo dados divulgados pela Anatel a quantidade de assinantes de TV a cabo caiu de 4.024 mil em Mar/09 para 3.962 mil em Abr/09.

Será que alguma operadora ainda fazendo limpeza de base?

A crise não parece ser a causa, pois os assinantes de DTH cresceram de 2.174 (Mar/09) mil para 2.212 mil (Abr/09).

 

 

4
6/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Hackers e problemas de software e configuração causaram a pane do speedy em abril

Eduardo Tude

Um ataque de hackers ao DNS do Speedy agravado por problemas de software e configuração de sistemas foram os responsáveis pela instabilidade apresentada em abril. Esta foi a conclusão do laudo do CPqD entregue pela Telefônica para a Anatel.

Assim como o caso da queda do Airbus da AirFrance, uma pane grave em sistemas complexos nunca tem uma só causa.

O laudo reforça a necessidade de uma revisão mais completa da arquitetura e procedimentos relacionados ao Speedy. O laudo do CPqD sugere um conjunto de medidas para minimizar a probabilidade de que problemas dessa natureza voltem a ocorrer

 

 

1
6/2009

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Produção de telefones celulares no Brasil continua em queda

Eduardo Tude

A produção de telefones celulares no Brasil em Abr/09 foi 44,9% menor que a de Abr/08. A queda no acumulado do ano é de mais de 40% e ainda não há sinais de recuperação.

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Telecom no Brasil 2017

 

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Regulamentação
05/Dezembro

Market Update

Internet das Coisas

Mais Produtos