29
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Assembléias da Telemig e Amazônia Celular

Eduardo Tude

Ontem foram realizadas as assembléias para eleição dos novos membros dos conselhos de administração da Telemig e Amazônia Celular.

 

Segundo o Telecom Online os resultados da assembléia da Telmig Celular estão suspensos por liminar concedida a um acionista minoritário.

 

Os novos conselhos precisam fazer uma reunião para indicar os novos adiminstradores.

 

O processo continua em andamento com os sobressaltos de sempre.

 

 

 

 

28
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

ESPN desiste de ser MVNO

Eduardo Tude

A ESPN, que havia lançado o seu MVNO (Mobile ESPN) a 8 meses atrás, com investimentos estimados em U$ 200 milhões, anunciou hoje que está abandonando o serviço.

 

O aplicativo produzido pela ESPN é excelente e deve ser diponibilizado para outros operadores como um serviço de dados. Dificuldades com preço de handsets e distribuição foram apontados como as principais causas do fracasso. Este é um exemplo dos riscos envolvidos no negócio. Mesmo grandes players como a ESPN podem tropeçar se não focarem um nicho de mercado adequado com uma boa estratégia de distribuição.

 

 

28
9/2006

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Troca de comando na Telemig e na Amazônia Celular

Eduardo Tude

Estão marcadas para hoje as assembléias para substituição do gestores da Amazônia e Telemig Celular.

 

Com a saída do Opportunity da gestão da operadora estará aberta a temporada de venda das duas operadoras.

 

 

27
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Tim casa

Eduardo Tude

Para os que pediram mais detalhes sobre o Tim casa eles podem ser encontrados no ucel

 

Tim Casa

 

 

27
9/2006

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

10 afirmações não verdadeiras sobre MVNOs

Eduardo Tude

Estou participando da conferência sobre MVNO em Nova York, promovida pela Informa Telecom, onde estou tendo a oportunidade de ver como anda a implantação de MVNOs nos Estados Unidos.

Mobile Virtual Network Operators (MVNOs) são operadores que utilizam a rede de outras operadoras para prover seus serviços.

Seguem algumas considerações de Dave Johnson VP da Sprint. A Sprint é a operadora de celular nos Estados Unidos com maior número de MVNOs.


10 afirmações sobr MVNOs que não são verdadeiras:

1. As operadoras estão saindo do negócio de MVNOs
2. O tempo dirá se os MVNOs são um sucesso
3. MVNOs agora e no futuro terão sucesso focando em clientes de voz
4. O melhor o MVNO é aquele que se parece com a operadora que lhe dá suporte.
5. Nick and Jéssica estão voltando a ficar juntos
6. As operadoras dão suporte aos MVNOs em todos os aspectos da parceria.
7. A maioria dos MVNOs falham
8. MVNOs são parcerias de rsico para as operadoras
9. As operadoras assinam contratos com a maior parte dos MVNOs que as procuram.
10. MVNO sempre canibaliza a base de clientes da operadora

 

 

24
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Falta uma semana para a Futurecom 2006

Eduardo Tude

A Futurecom 2006 está chegando com grandes atrações.

O Teleco estará comemorando o seu 4º aniversário em seu tradicional stand e stará lançando o CD de Tutoriais ano IV. Venha nos visitar e retirar o seu.

Na Quarta-feira, 4 de outubro às 14:40, acontece o Painel: “IMS: Convergindo Redes, Tecnologias e Multi-serviços” coordenado por José Luis De Souza (diretor do Teleco).

Acompanhe a Futurecom no Blog do Teleco.

 

 

24
9/2006

Comentários
10

  Compartilhar no LinkedIn

Tim Casa susbtitui Telefone fixo residencial

Eduardo Tude

A Tim lançou um novo plano de serviço, o Tim Casa, que oferece chamadas para telefones fixos com tarifa zero quando você está em casa. Para celulares pré-pagos você paga R$ 19,90 por uma franquia de 100 minutos por mês e no pós pago você paga R$ 29,90 por uma franquia de 200 minutos por mês.


O Tim Casa além de ser uma resposta ao Único da BrT GSM deve ampliar a substituição do telefone fixo pelo celular.

 

 

23
9/2006

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Novo produto permite o repasse de créditos entre celulares pré-pagos

Eduardo Tude

Está sendo lançado um novo produto que permitirá que um usuário de celular possa revender ou repassar créditos de minutos de seu celular para outro celular pré-pago.

 

Será possível inclusive estimular o comércio de revenda de créditos em pequenas quantidade.

 

Este modelo já é empregado com sucesso emalguns países da Europa.

 

Para mais detalhes consulte Samba38

 

 

22
9/2006

Comentários
4

  Compartilhar no LinkedIn

60% dos celulares do Brasil já são GSM

Eduardo Tude

O GSM continua avançando no mercado brasileiro, representando 60,4% do total de celulares no Brasil em agosto. 

O CDMA permanece com 26,4% e o TDMA com 13,1%. Existem ainda em operação 90 mil celulares AMPS.

A tendência continua de crescimento com a migração de celulares TDMA para o GSM e com a implantação de uma rede GSM pela Vivo.

São de tecnologia GSM cerca de 80% dos celulares do mundo.

 

 

21
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Percentual de Pré-pago volta a crescer

Eduardo Tude

Depois de passar um ano em queda, o percentual de celulares pré-pago voltou a crescerem agosto atingindo 80,7% dos celulares do Brasil.

O percentual máximo foi já atingido foi de 81,2% em Ago/05. A partir desta data o percentual de pré-pago começou a cair até atingir 80,5% em março de 2006 tendo permanecido neste patamar até julho.

As mudanças de regras da VUM, com a volta do full billing, que tornam os pré-pagos mais rentáveis para as operadoras já começa a produzir efeitos no crescimento do pré-pago no Brasil.


 

 

19
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Termina o leilão de 3G nos Estados Unidos

Eduardo Tude

Terminou ontem o leilão de freqüências de 3G nos Estados Unidos com uma arrecadação de US$ 13,7 Bilhões.

O leilão teve 161 rodadas e durou 28 dias.

Contou com 168 participantes, sendo que 104 ficaram com 1.087 licenças (35 ficaram com o FCC).

Os maiores lances foram da T-Mobile (Deutsche Telecom) com US$ 4,2 Bi e Verizon Wireless com 2,8 Bi.


O consórcio da Sprint com as operadoras de TV a cabo vem em terceiro lugar com US$ 2,4 Bi. MetroPCS e Cingular aparecem em 4º e 5º lugar com US$ 1,4 Bi e US$ 1,3 Bi respectivamente.

 

 

19
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Wimax na espera

Eduardo Tude

Ontem (18/09) era o dia previsto para abertura das propostas que 100 empresas apresentaram para a licitação de frequências de 3,5GHz e 10,5 GHz que podem ser utilizadas para Wimax.

 

A licitação coninua suspensa pelo TCU e a Anatel não pretende abrir as propostas enquanto não forem julgados os recursos como o da Abrafix.

 

O prazo de 15 dias dado pelo TCU para a Anatel se pronunciar vencia amanhã mas foi adiado por 1 semana.

 

Consulte: Wimax 

 

 

19
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Tim lidera crescimento do Celular em Agosto

Eduardo Tude

A Tim liderou o crescimento do celular em agosto com adições líquidas de 741 mil celulares, seguida da Claro com 586 mil. A Vivo apresentou adições líquidas de 135 mil celulares.

A diferença entre Vivo e Tim caiu de 10,8 milhões de celulares em Ago/05 para 5,2 milhões em Ago/06.

As projeções do Teleco indicam que mantidas as atuais condições a Tim deve alcançar a Vivo em 2007.

 

Consulte: A Tim vai ultrapassar a Vivo?

 

 

17
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Nokia volta a liderar mercado brasileiro de telefones celulares

Eduardo Tude

No sobe e desce entre a Motorola e a Nokia pela liderança do mercado brasileiro de telefones celulares no Brasil, a Nokia voltou a cupar a 1ª posilção em Jul/06.

 

Seu market share de receita foi de 28% de volume  23%. A Motorola ficou na 2ª posição com 23% em receita e volume.

 

Os dados foram apurados pela AC Nielsen e divulgados pela Nokia.

 

 

 

 

16
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Densidade de Celulares no Brasil supera os 50 Cel/100 hab em agosto

Eduardo Tude

Segundo dados preliminares divulgados pela Anatel o Brasil terminou agosto com 94,9 milhões de celulares e uma densidade de 50,8 cel/100 hab.

O mês de agosto apresentou adições líquidas de 1.858 mil celulares.

O Brasil deve terminar 2006 com mais de 100 milhões de celulares

 

 

15
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

PNAD 2005: Número de domicílios com Celular supera os com Telefone Fixo

Eduardo Tude

 O IBGE divulgou hoje os resultados Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios (PNAD) de 2005. Esta pesquisa incluiu um módulo suplementar sobre Internet e Celular.

Os principais resultados do PNAD 2005 são apresentados a seguir.

Em 2005, os domicílios com telefone celular tornaram-se mais numerosos que os com fixo. O percentual de moradias com celular subiu de 47,8%, em 2004, para 59,3% em 2005, e o dos domicílios com linha fixa foi de 48,9% para 48,1%.


Em 2005, a posse de telefone móvel celular para uso pessoal estava mais difundida na população do que a utilização da Internet. No total de pessoas de 10 anos ou mais de idade, 36,7% tinham telefone móvel celular para uso pessoal. Esse indicador situou-se em 38,2% no contingente masculino e 35,4% no feminino.


Em 2005, havia televisão em 91,4% dos domicílios, rádio em 88,0%, e microcomputador em 18,6% das residências. Em 13,7% dos domicílios havia microcomputador com acesso à Internet.


Em 2005, 21% da população de 10 anos ou mais de idade acessaram à Internet, pelo menos uma vez, por meio de computador, em algum local (domicílio, local de trabalho, escola, centro de acesso gratuito ou pago, domicílio de outras pessoas ou qualquer outro local) nos 90 dias que antecederam à entrevista.

 

O comentário do Teleco a ser publicado no domingo a noite analisará em detalhes os resultados desta pesquisa.

 

Consulte: PNAD


 

 

14
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

A troca de comando na Telemig e Amazônia Celular

Eduardo Tude

Após decisão do STJ, contrária ao recurso do Opportunity, foram marcadas para o dia 28/09 as Assembléias para substituição dos gestores de Amazônia e Telemig Celular.

Com o Citi e Fundos assumindo o controle destas empresas estará livre o caminho para que elas sejam vendidas.

A Claro é a principal candidata para adquirir a Amazônia Celular, uma vez que é a região que lhe falta para atingir cobertura nacional. Tim, Vivo e Oi já tem operações na Região Norte.

A Vivo é a principal candidata a adquirir a Telemig Celular, apesar de Claro, Oi e CTBC também estarem na disputa.

Outra possibilidade seria a própria Brasil Telecom resolver adquirir estas empresas.

Deve influir no negócio o desfecho do conflito societário na Brasil Telecom. O prazo para resolver a superposição de licenças com a Telecom Itália acaba no final de outubro. A disposição da Telecom Itália em vender suas operações no Brasil pode provocar uma reviraolta no cenário atual.

 

 

13
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Como fica a participação da Telecom Italia na BrT?

Eduardo Tude

No final de outubro vence o prazo de 18 meses dados pela Anatel para que Telecom Itália e Brasil Telecom resolvam a duplicidade de licenças na longa distância e entre Tim e BrT GSM.

Com a decisão do Board da Telecom Itália esta semana ficou claro que a Telecom Itália realmente não pretende adquirir a Brasil Telecom e sim vender a sua participação na operadora.

A pressão pela solução do conflito na BrT deve aumentar em outubro mas é possível que ele não se resolva neste mês.

Neste caso qual seria a atitude da Anatel?

Uma possibilidade é que a Telecom Itália seja afastada do board da BrtT. Por determinação da Anatel ela já não participa das decisões relacionadas à BrT GSM.

 

 

11
9/2006

Comentários
7

  Compartilhar no LinkedIn

A Telecom Italia vai vender a Tim no Brasil e sua participação na BrT?

Eduardo Tude

A Telecom Itália realizou hoje reunião de seu Board na Itália para aprovar os resultados do 1º semestre e discutir o seu futuro. O Board aprovou o seguinte:

  1. O Grupo irá focar em serviços de Banda Larga e Mídia na Itália e na Europa.
  2. A criação de duas companhias separas (spin-off) da Telecom Itália. Uma para o negócio de celular (Itália e Brasil) e a outra para acesso fixo local.

Estas novas empresas poderiam ter suas ações negociadas em bolsa e ganhar novos sócios, o que ajudaria a Telecom Itália a reduzir a sua dívida líquida de 41,3 Bilhões de Euros.

Diante deste quadro surgiram especulações de que a operação de celular da Tim no Brasil poderia ser vendida. A Telefonica seria um possível interessado.

Neste cenário a Telecom Itália poderia vender também a sua participação na Brasil Telecom caso apareça algum interessado.

Caso estas operações se concretizem podem provocar grandes modificações no cenário competitivo brasileiro resultando em maior concentração ou no aparecimento de um novo player no mercado.


 

 

10
9/2006

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

A Licitação de frequências de Wimax deveria ser como o Leilão de 3G nos Estados Unidos?

Eduardo Tude

Após 103 rodadas o leilão de frequências de 3 G nos Estados Unidos ainda continua apesar do ritmo de lances ter diminuído muito. Existe disputa ainda em Louisiana, Iowa and Hawaii mas o total dos lances (US$ 13,68Bi) avançou pouco.

Diante dos questionamentos do TCU em relação ao preço mínimo das freqüências do Wimax surgiu neste Blog a proposta de utilizar também múltiplos lances na licitação de freqüências de Wimax no Brasil.

É sem dúvida uma boa sugestão.

 

 

8
9/2006

Comentários
1

  Compartilhar no LinkedIn

Acionistas aprovam fusão de Alcatel e Lucent

Eduardo Tude

Os acionistas da Alcatel e Lucent aprovaram dia 7 de setembro as resoluções propostas para consumar a fusão com a Lucent. A nova empresa faturou em 2005 18,6 Bilhões de Euros (ano terminando em abr/06).

A Alcatel, que foi formada pela aquisição de várias empresas e já foi o vendor de maior receita do mundo, mostra que tem fôlego para continuar a crescer e se manter entre os maiores do mercado. A Alcatel acaba também de adquirir a área de UMTS da Nortel.

O mercado de grandes fornecedores de redes de telecomunicações está passando por uma série de fusões e aquisições. Além de Alcatel e Lucent, assistimos recentemente a fusão da Siemens e a Nokia Networks. Com os pesados custos de P&D, necessários para acompanhar o dinamismo tecnológico do setor e a concorrência das empresas chinesas como Huawei e ZTE só parece haver lugar para grandes players neste mercado.

 

 

5
9/2006

Comentários
3

  Compartilhar no LinkedIn

Quem perde com a suspensão do leilão de Wimax

Eduardo Tude

  • A população de um modo geral que terá de esperar mais tempo pela ampliação do acesso Banda Larga no país.
  • As empresas e profissionais que dedicaram tempo e dinheiro para participar do leilão.
  • O Brasil que perde investimentos e credibilidade junto aos investidores.

    Esperamos que Anatel e TCU encontrem uma saída para o ocorrido. O TCU tem todo o direito de apontar, ainda que tardiamente, que os preços mínimos deveriam ser corrigidos com a desvalorização do real. O prejuízo à nação será no entanto maior se não for encontrada uma solução que viabilize a implantação do Wimax no Brasil

 

 

4
9/2006

Comentários
2

  Compartilhar no LinkedIn

Wimax: Empresas entregam propostas e TCU suspende licitação

Eduardo Tude

A Anatel hoje pela manhã 100 propostas para a licitação de frequências de Wimax.

As propostas de preço deveriam ser abertas no dia 18/09, mas segundo informação da folha online o TCU suspendeu a licitação A devido a inconsistências no estudo de viabilidade econômica e desatualização no câmbio utilizado. (??????)

Não sabemos o que realmente motivou esta suspensão mas a torcida é para que ela se resolva até o dia 18 e processo possa avançar.

O pior que pode acontecer é um adiamento do leilão o que atrasaria a expansão da Banda Larga no Brasil

 

 

3
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

A entrega das propostas para s licitação de Wimax é segunda

Eduardo Tude

A entrega das propostas para a licitação de frequências de 3,5 GHz e 10,5 GHZ é na segunda, dia 04 de setembro de 2006, às 09:00 horas (nove horas) no Auditório do Espaço Cultural Anatel.

Nesta data a comissão de licitação receberá as propostas e conferirá os documentos de identificação. A abertura das propostas financeiras ocorrerá apenas no dia 18 de setembro. Até lá muitas águas ainda vão rolar.

A Abrafix conseguiu uma liminar que permite que as concessionárias de telefonia fixa local apresentem propostas para as suas áreas de concessão.

 

 

3
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Leilão de 3G no US arrecada US$ 13,7 Bi

Eduardo Tude

Após 73 rodadas o leilão de freqüências de 3G nos Estados Unidos superou os US$ 13,7 Bilhões e ainda mostra alguma atividade de empresas como a Nextwave e Dobson.


Os maiores lances foram oferecidos confinuam sendo da T-Mobile (Deutsche Telecom) com US$ 4,2 Bi e Verizon Wireless com 2,8 Bi.

O consórcio da Sprint com as operadoras de TV a cabo vem em terceiro lugar com US$ 2,3 Bi. MetroPCS e Cingular aparecem em 4º e 5º lugar com US$ 1,4 Bi e US$ 1,3 Bi respectivamente.

 

 

2
9/2006

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

As concessionárias vão participar do leilão de frequências de Wimax?

Eduardo Tude

A Associação Brasileira de Concessionárias do Serviço Telefônico Fixo Comutado (Abrafix) conseguiu liminar suspendendo o item do edital que proibia a participação das concessionárias de telefonia local em suas áreas de concessão.


O leilão acontece segunda feira, mas muita coisa ainda pode acontecer. A Anatel promete recorrer da decisão e as concessionárias entraram individualmente com pedidos de liminar.

leia o em debate sobre a licitação de Wimax


 

 

1
9/2006

Comentários
2

  Compartilhar no LinkedIn

A portabilidade numérica vem aí

Eduardo Tude

A Anatel coloca em consulta pública na semana que vem (5/09) o regulamento que estabelecerá as regras da portabilidade. A previsão é que ela esteja disponível para o usuário em 2008.


Ganha com a medida o usuário que poderá mudar de operadora mantendo o seu número telefônico.

A experiência internacional tem demonstrado que a introdução da portabilidade numérica não provocou um aumento do churn das operadoras.

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Telecom no Brasil 2017

 

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update
27/Março

Regulamentação

Internet das Coisas

Mais Produtos