29
10/2011

Comentários
2

VUM, Qualidade e resultados da Oi, América Móvil, Nextel e Smartphones

Eduardo Tude

Em uma semana cheia de novidades, a Oi e a América Móvil (Claro, Embratel e Net) apresentaram os seus resultados para o 3º trimestre de 2011 (3T11).

 


A Oi continua com a receita em queda (-1,9% no trimestre e - 5,5% no ano), decorrente da perda de clientes na telefonia fixa ( -322 mil no trimestre).

 


Já a receita líquida da América Móvil no Brasil (Claro e Embratel) cresceu 1,2% no trimestre e 7,3% no ano. A receita líquida da Net cresceu 5,3% no trimestre e 24,2% no ano.

 


A Nextel Brasil continua crescendo, adições líquidas de 210 mil acessos no trimestre, e se consolidando como a principal operação da Nextel Latin America com 3,9 milhões de acessos.

 


A TIM irá divulgar seus resultados neste segunda, mas teremos de esperar até o dia 10 de novembro para termos um quadro completo com a divulgação dos resultados da Telefonica/Vivo.

 


A Vivo lançou a sua oferta de telefonia fixa e internet para o Rio de Janeiro e uma promoção especial para o Nordeste, o Vivo Sempre Ilimitado, que permite ao cliente ligações e mensagens ilimitadas a qualquer celular da operadora no País por R$ 7,50 ao mês. A Vivo passou a operar no Nordeste com as frequências de 1.800 Mhz adquiridas no último leilão da Anatel.

 


Anatel: VUM e Qualidade

 

 
A Anatel aprovou novos critérios para a redução das chamadas fixo-móvel (VC) e da tarifa de interconexão paga para as operadoras móveis (VUM).

 


O VC1 atual, que tem um valor líquido de impostos de R$ 0,54, irá cair para R$ 0,484 em 2012, R$ 0,449 em 2013 e 0,425 em 2013.
As reduções no valor do VC deverão ser abatidas do valor atual da VU-M até o limite de 70% na relação VU-M/VC.

 


A VU-M atual de R$ 0,427, deve cair para R$ 0,369 em 2012, R$ 0,334 em 2013 e R$ 0,312 em 2014.

 


A redução nos valores de VUM é positiva e acompanha a tendência internacional de redução gradual para diminuir os impactos na receita das operadoras. Apesar da queda nos valores das chamadas fixo-móvel elas continuarão, no entanto, com um valor bem superior que o praticado pelas operadoras de celular para chamadas móvel-móvel “on net”.

 


A Anatel aprovou também o regulamento de qualidade para as operadoras de SCM e uma revisão do regulamento de qualidade para as operadoras de celular. A principal novidade é o estabelecimento de metas de qualidade para a banda larga fixa e móvel.

 


Vendas mundiais de telefones celulares e Smartphones

 

Os principais fornecedores de telefones celulares do mundo já divulgaram os seus resultados para o 3T11.

 


A Nokia continua na liderança com 27,1% das vendas mundiais, seguida pela Samsung (22,3%), LG (5,4%), ZTE (4,9%) e Apple (4,3%).

 


A Samsung assumiu a liderança em vendas de smartphones no 3T11 ( 19,7 milhões), seguida pela Apple (17,1 milhões) e pela Nokia (16,8 milhões). A Apple deve voltar à liderança no próximo trimestre graças ao sucesso nas vendas o iPhone 4S.

 


A Nokia apresentou os seus novos Smartphones baseados no sistema operacional da Microsoft (Web Phone) e que devem ser lançados ainda este ano e a Sony adquiriu a participação da Ericsson na Sony-Ericsson.

 


A RIM promoveu em São Paulo o Blackberry fórum onde apresentou seus últimos lançamentos. O Playbook, tablet da RIM, passou a ser comercializado no Brasil.

 

 

28
10/2011

Comentários
2

Oi e Claro divulgam seus resultados do 3T11

Eduardo Tude

A alta taxa de desligamentos (Churn) reportados por Claro e Oi são sinais que as duas operadoras devem apresentar um crescimento mais forte no 4T11.

 


O Churn mensal da Claro subiu para 4% no trimestre, indicando que a operadora, após perder a 2ª colocação em market share para a TIM, resolveu promover uma limpeza em sua base. Os reflexos já se fizeram sentir no MOU (109 minutos), mas ainda não no ARPU (R$ 17,0).

 


O churn mensal de 4.1% apresentado pela Oi no 3T11 é um sinal de que a operadora não retardou desligamentos para apresentar um crescimento maior no trimestre, como havia ocorrido no 1T11. Em setembro a Oi voltou a apresentar adições líquidas próximas das demais operadoras e este crescimento deve se repetir no último trimestre do ano.

 


A receita líquida da Claro cresceu 7% na comparação com o 3T10 e a de telefonia móvel da Oi 5,3%. A receita líquida do Grupo Oi apresentou crescimento negativo no período (-5,5%) de vido a fixa (-9,4%).

 

 

26
10/2011

Comentários
5

Vivo, Oi, Net e Nokia são as marcas Top

Eduardo Tude

A pesquisa TOP of Mind da Folha apontou a Vivo como a operadora mais lembrada (29%) seguida pela TIM (24%), Claro (19%) e Oi (19%).

 


Estes índices estão próximos ao market share de cada operadoras exceto no caso da Claro (25% de market share), o que confirma a percepção de que ela precisa fortalecer a sua marca .

 


Em Banda Larga a Oi ficoum em 1º lugar com 9%, seguida pela NET (6%) e pela Vivo (5%). Os baixos percentuais alcançados mostra que ainda não existem marcas nacionais fortes para operadoras de banda larga.

 


O mesmo não acontece com os telefones celulares. A Nokia confirmou sua liderança com 44%, seguida pela Samsung (15%) e LG (12%).

 

A pesquisa foi realizada em 162 municípios brasileiros distribuídos nas várias regiões do país.

 


 

 

25
10/2011

Comentários
5

Onde a Oi cresceu em setembro?

Eduardo Tude

A Oi voltou a apresentar adições líquidas próximas das demais operadoras em setembro, o que não acontecia desde março.

 


Apresentou adições líquidas de 760 mil celulares, sendo 732 mil na Região I, obtidas principalmente:


- 325 mil no Nordeste (sem BA/SE)
- 118 mil em minas Gerais
- 98 mil na Bahia e Sergipe
- 75 mil na área local 21 (Rio de Janeiro)
- 60 mil no Maranhão


 

 

22
10/2011

Comentários
6

Resultados 3T11: Celular, TV por Assinatura, Apple, Nokia,..

Eduardo Tude

Os resultados do celular no Brasil em setembro foram o principal destaque da semana. O crescimento continua recorde projetando adições líquidas superiores a 35 milhões de celulares em 2011.

 


A TIM liderou o crescimento, mas a principal novidade foi o desempenho da Oi que superou a Claro e ficou em 3º lugar em adições líquidas.

 

Segundo dados divulgados pela Telesíntese, os acessos de TV por assinatura superam a marca dos 12 milhões, sendo 6,3 milhões (DTH), 5,3 milhões cabo e 250 mil MMDS.

 


A Embratel solicitou formalmente à Anatel a anuência prévia para assumir o controle da Net.

 


A Claro baixou para R$ 0,21 o preço por chamada “on-net” local e de longa distância. A despeito destas quedas de preços, um novo relatório divulgado pela Untacd foi utilizado novamente para se afirmar que o preço dos serviços de Telecom no Brasil são os mais altos do mundo.

 

A exemplo do que fizeram Claro, Embratel e Net, a Vivo e aTelefônica lançaram uma oferta combinada de internet fixa e móvel no estado de São Paulo.

 


O seminário Telcomp discutiu o papel importante que às operadoras competitivas e como elas podem ajudar o Brasil a realizar os pesados investimentos necessários para implantar uma infraestrutura de internet moderna no país. O MEF realizou também o seu evento em São Paulo.

 


Apple, Nokia, Ericsson e outros resultados do 3T11

 


Esta semana tivemos também a divulgação dos resultados do 3T11 da Apple e da Nokia.

 


O atraso no lançamento do iPhone 4S fez com que a Apple não atingisse as suas previsões pela primeira vez nos últimos 6 anos. As vendas de iPhones (17,1 milhões), foram superiores que as de smartphones da a Nokia (16,8 milhões), mas devem ser menores que as de smartphones da Samsung (estimadas em 20 milhões).

 

 
A Nokia, que vive um momento de transição com a adoção do Windows como sistema operacional de seus smartphones, apresentou resultados melhores. A venda de telefones celulares cresceram 20,5% na comparação com o 2T11 e a de smartphones 0,6%. No acumulado dos primeiros 9 meses do ano as vendas de telefones celulares caíram 3,8%, mas cresceram 20,4% na América Latina.

 


No segmento de infraestrutura, Ericsson e Nokia Siemens apresentaram no 3T11 crescimento de suas receitas na comparação com o 3T10 (24,8% e 16,0% respectivamente).
AT%T e Verizon divulgaram os seus resultados para o 3T11 nos Estado Unidos e Millicom para a América Latina.

 

 

18
10/2011

Comentários
19

TIM lidera o crescimento do celular em setembro

Eduardo Tude

A TIM voltou a liderar o crescimento do celular em setembro com adições liquidas de 995 mil celulares, seguida pela Vivo (861 mil), Oi (760 mil) e Claro (710 mil).

 

A vantagem da Vivo em relação à TIM no pré-pago caiu 1,4 milhões de celulares em agosto para 1,1 milhões em setembro.

 


O mês apresentou mais um recorde em adições líquidas (3,3 milhões) contra 2 milhões em Set/10.

 


O Brasil terminou setembro com 227,4 milhões de celulares e uma densidade de 116,5 cel/100 hab. Com adições líquidas acumuladas no ano de 24,4 milhões de celulares, as adições líquidas nos últimos 12 meses somam 35,9 milhões de celulares.

 


O pós-pago voltou a crescer mais que o pré-pago. A participação do pré-pago caiu para 81,64%.

 

 

16
10/2011

Comentários
0

Leilão de 1800 MHz, novos conselheiros da Anatel, TV aberta e resultados 3T11

Eduardo Tude

A Anatel lançou o edital do leilão de sobras de frequências em 1800 MHz a ser realizado dia 1º de dezembro deste ano. Se todas as frequências forem vendidas pelo preço mínimo a Anatel poderá arrecadar R$ 592 milhões com o leilão.

 


Ronaldo Sardenberg, Presidente da Anatel, não deve ser reconduzido para o cargo. Marcelo Bechara e Rodrigo Zerbone foram indicados para o Conselho Diretor da Anatel.

 


Pesquisa realizada pelo Ibope mostra que 63% dos assinantes de TVs por assinatura passam a maior parte do tempo assistindo programas das TVs abertas (37% na Globo) .

 

A temporada de divulgação de resultados do 3T11 foi aberta pela Sony-Ericsson e deve continuar na próxima semana com a Nokia. A RIM enfrentou na semana uma falha no Blackberry que provocou atraso no recebimento de e-mails por parte dos seus usuários.

 


Nesta semana a Anatel deve divulgar os resultados do crescimento do celular em setembro que fecha o 3T11.

 


A expectativa é de que as adições líquidas do celular em Set/11 sejam maiores que as de Set/10 (2,0 milhões). A TIM deve continuar liderando o crescimento, seguida pela Vivo, Oi e Claro.

 

 

8
10/2011

Comentários
0

Steve Jobs, Combos, Telefones Celulares e TV por Assinatura foram os destaques.

Eduardo Tude

A morte de Steve Jobs, ocorrida dias após o lançamento do iPhone 4S foi o grande destaque da semana no Brasil e no mundo. A equipe da Apple tem agora o desafio de continuar a sua trajetória inovadora sem sua principal liderança.

 


Muito se falou sobre Steve Jobs nesta semana, entre os vários artigos publicados destaco o de CAROLINE GABRIEL

 


http://www.rethink-wireless.com/2011/10/06/an-industry-mourns-steve-jobs-dies-page1

 


Esta também foi a semana dos Combos.

 

 
Embratel, Claro e Net lançaram um Combo que inclui TV por assinatura, banda larga fixa, wi-fi, telefone fixo e Celular (vide post neste blog).

 


A Anatel divulgou o market share das operadoras de TV por Assinatura no 2T11. A Net lidera com 39,9%, mas perdeu market share, ao contrário das demais que operam via satélite (DTH).

 


Já a Vivo lançou no Rio Grande do Sul o Vivo Fixo e o Vivo Box, com os serviços sendo fornecidos via rede celular.

 


O Vivo Fixo é um telefone fixo com planos a partir de R$ 9,90 por mês. O Vivo Box inclui telefonia fixa, internet e Wi-Fi com preços a partir de R$ 44,80 por mês.

 


A marca Vivo passa a ser adotada pelo Grupo na prestação de serviços Fixos e Móveis fora do Estado de São Paulo. Assembleia Geral da Telesp aprovou a incorporação Vivo Participações S.A., com a consequente extinção desta, e a alteração de sua denominação social da Companhia para Telefônica Brasil S.A..

 

A TIM captou R$ 1,72 bilhão em sua oferta primária de ações a R$ 8,60 por ação ordinária. O conselho da holding, controladora das operadoras móvel TIM Brasil e fixa Intelig, também aprovou o aumento do capital da companhia para R$ 9,8 bilhões.

 



O Brasil atingiu em setembro a marca de 12 milhões de números telefônicos portados desde que a portabilidade foi introduzida nem 2008. Foram portados 8 milhões de números de telefones celulares e 4 milhões de telefones fixos.(9,4% da base).

 


O crescimento recorde do celular em 2011 está levando a um aumento das importações de telefones celulares e da sua produção no Brasil.

 


Na comparação com igual período de 2010, as importações cresceram 182% no acumulado até setembro e a produção e cresceu 26% no 1º semestre e 1,2% em Jul-Ago/11. O crescimento da produção está sendo absorvido pelo mercado interno, pois as exportações foram 49% menores no acumulado até setembro.


 

 

6
10/2011

Comentários
3

A morte de Steve Jobs

Eduardo Tude

Steve Jobs, com seu talento para trazer ao mercado produtos inovadores, acelerou a adoção de dispositivos móveis no mundo.

 


O desafio da Apple com a sua morte é continuar na trajetória de inovação que ele projetou.

 

 

5
10/2011

Comentários
21

Embratel, Net e Claro lançam pacote 5-play

Eduardo Tude

As operadoras do Grupo América Móvil (Embratel, Net e Claro) anunciaram hoje o lançamento de um pacote 5-play (Combo Multi) por R$ 399,90 por mês e que inclui:

 


1 - TV por assinatura em alta definição e vídeos sob demanda.
2 - Banda larga fixa, wi-fi residencial e em locais públicos.
3 - Internet 3G (com modem e por smartphone),
4 - Telefone fixo Embratel com chamadas ilimitadas para outros fixos de qualquer operadora.
5 - Telefone móvel Claro.

 


Esta é uma amostra das ofertas integradas que devem aparecer daqui pra frente.

 

 

1
10/2011

Comentários
0

Banda Larga Popular, Frequências, TI, TV por Assinatura e Telefônica são os destaques

Eduardo Tude

Banda Larga Popular - PNBL

 


As concessionárias de Telefonia Local (Oi, Telefonica, CTBC e Sercomtel) iniciaram a oferta de banda larga popular segundo compromisso firmado com o Ministério das Comunicações dentro do PNBL.

 

A Telefonica está oferecendo o plano para o consumidor final em 229 municípios e a Oi em 100. A Telefonica incluiu no pacote os principais municípios de São Paulo, enquanto a Oi iniciou sua oferta com municípios de menor IDH. A oferta deve estar disponível a 15% da base de assinantes de telefonia fixa da localidade onde o serviço está sendo ofertado..

 


O PNBL prevê a oferta de Internet de 1 Mbps por R$ 35 ou R$ 29 (onde existe isenção de impostos) com uma franquia de dados de 300 MB (Telefônica) ou 500 MB (Oi). Caso o limite seja ultrapassado a operadora poderá reduzir a velocidade da conexão. O cliente não é obrigado a contratar o telefone fixo.

 


Na prática, as operadoras tentarão vender um pacote maior ao consumidor sem estas restrições. A Telefônica está oferecendo um pacote promocional com telefone fixo e banda larga de 1 Mbps ilimitada por R$ 57,30.

 


As concessionárias passaram também a oferecer links no atacado para pequenos provedores com preços reduzidos (R$ 1.100 a R$ 1.200) em 350 municípios (Telefonica) e 544 (Oi).

 


Frequências

 


A licitação da faixa de 2,5 GHz no 1º semestre de 2012 continua gerando polemica. Depois da TIM se manifestar contrariamente durante a Futurecom esta semana foi a vez da Telefonica. Diante dos investimentos necessários para expansão da banda larga no Brasil, os operadores querem retardar os gastos com compras de novas frequências.

 


Enquanto isto, a Anatel aprovou a abertura de licitação para venda de sobras de frequências na faixa de 1.800 MHz.

 


TV por Assinatura e Telefônica

 



O DTH continua liderando o crescimento da TV por Assinatura no Brasil com adições líquidas de 286 mil acessos em agosto, contra 54 mil da TV a cabo.

 



Como não existem mais as restrições ao capital estrangeiro da lei do cabo, a Telefônica elevou sua participação na holding controladora da TVA em São Paulo, de 19,9% para 49%. Ela aguarda a aprovação da Anatel para assumir o controle da operadora.

 


A ¬Fitch Ratings rebaixou a classificação de crédito da Telefonica de “A-“ para “BBB+” em virtude da crise espanhola e o aumento do endividamento com a aquisição da Vivo. A dívida do Grupo era de 56,4 bilhões de euros no 2T11.

 


TI

 


A Associação Brasileira de empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) lançou a segunda edição do Brasil TI-BPO Book com a estimativa de que a Indústria de TIC faturou US$ 165,7 bilhões em 2010 no Brasil.

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Telecom no Brasil 2017

 

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Regulamentação
05/Dezembro

Market Update

Internet das Coisas

Mais Produtos