26
10/2014

Comentários
1

América Móvil 3T14, 3G/4G em Agosto, Banda Larga Móvel, Balança Comercial e outros destaques

Eduardo Tude

Resultados América Móvil 3T14 (Claro/Embratel/Net)


Na comparação de 3T14 com 3T13:

  • A receita líquida total cresceu 6,5%.
  • A receita da Embratel/Net cresceu 11,1%.
  • A receita total da Claro cresceu 1,7%.
  • A receita de serviços da Claro cresceu 3,4 % e a quantidade de celulares 3,3%. O ARPU continua em R$ 15.
  • A receita de aparelhos apresentou queda de 13,2%.

 

O Brasil é o único país em que a receita fixa do Grupo supera a da móvel.


A receita global da América Móvil cresceu 4,0% na comparação do 3T14 com 3T13.


A América Móvil anunciou esta semana que aumentou para 60% sua participação na Telekom Austria.



2G, 3G, 4G e M2M em Agosto


O Brasil terminou agosto com 131,1 milhões de celulares 3G e 4,2 milhões de 4G.


Os celulares 2G (GSM) somam 135,4milhões e cresceram 1,0% em agosto, graças a reclassificação de terminais M2M que a Anatel está realizando.


Os 9,2 milhões de terminais M2M existentes em julho devem ser reduzidos a cerca de 10% desta quantidade. O Governo aprovou uma redução do pagamento de Fistel para M2M e depois mudou a definição de M2M para que este benefício seja aplicado a uma base menor de terminais.


Fim da velocidade reduzida na banda larga móvel


As operadoras de celular estão analisando o fim da velocidade reduzida em seus planos de dados de banda larga móvel. Hoje o usuário continua utilizando dados do celular, embora com velocidade menor que 250 kbps, quando acaba sua cota de dados.


Além de ser responsável por uma percepção negativa da qualidade da rede, esta opção de velocidade reduzida baseia-se na utilização da rede 2G que deve ser aos poucos desativada por fazer um uso ineficiente do espectro.


Balança comercial (Abinee)


As exportações de produtos elétricos e eletrônicos no acumulado dos primeiros nove meses de 2014 foram 6,1% menores que as de igual período de 2013.


Contribuiu para este resultado a queda de 42,6% nas exportações de bens de Telecomunicações, que sofreram influência da forte queda de 75% nas exportações de telefones celulares.


Outros destaques


Continuam as especulações na imprensa europeia em relação a venda da Portugal Telecom pela Oi. Dois fundos de private equity (Bain Capital e Apax Partners) estariam entre os interessados.


A Anatel renovou as frequências de trunking da Nextel até o ano de 2025.


A Anatel adiou para 30 de outubro a decisão sobre a cassação da faixa de 1,8 GHz da Oi.


A TIM passou a oferecer planos com cota de dados compartilhada para até quatro aparelhos. Estes planos são um sucesso nos Estados Unidos e já foram lançados por outras operadoras no Brasil.

 
A Sky passou a oferecer seu serviço de banda larga fixa 4G em Sorocaba e Bauru.

Banda larga popular da Oi chegou a mais 28 cidades.


O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro considerou ilegal a cobrança pela prefeitura de uma taxa de instalação de antenas em Arraial do Cabo.


A Microsoft deixará de utilizar a marca Nokia em seus smartphones, passando a utilizar a marca “Microsoft Lumia".


Verizon, AT&T, Netflix, Amazon, Ericsson, Nokia, Apple e Microsoft divulgaram seus resultados para o 3T14.

 

 

 

19
10/2014

Comentários
0

Celular Setembro/Agosto, Futurecom, Oi, Redes e mais destaques

Eduardo Tude

Celular em setembro e agosto


As adições líquidas de 661 mil celulares em setembro reforçaram a tendência de recuperação do pré-pago em 2014, que voltou a apresentar adições líquidas positivas (+160 mil), apesar de menores que as do pós-pago (501 mil). (Dados preliminares da Anatel)


A Anatel divulgou, ainda que parcialmente, os números do celular em agosto. A Agência está tendo dificuldades com a contabilização de acessos M2M, que estão sendo reclassificados de acordo com a nova definição adotada para arrecadação de Fistel.


No total, a Claro liderou em adições líquidas em agosto (372 mil), graças as adições líquidas positivas no pré-pago (252 mil). Individualmente, a Vivo liderou no pós-pago (325 mil) e a TIM no pré-pago (313 mil).


Futurecom 2014


A Futurecom, realizada este ano em São Paulo, foi considerada um sucesso pela maior parte dos presentes. Seguem alguns destaques:

  • O Talk show conduzido pela jornalista Heloisa Magalhães com o ministro Paulo Bernado e o o presidente da Anatel João Rezende. Papo aberto com perguntas e respostas claras.
  • As apresentações dos CEOs das principais operadoras: Valente (Vivo), Rodrigo Abreu (TIM), Gontijo (Oi) e Amos (GVT).
  • A presença dos CEOs da Telecom Itália (Marco Patuano) e da Ericsson (Hans Vestberg) que fizeram excelentes apresentações em português.
  • Internet das Coisas e Fusões e a Aquisições estiveram entres os temas mais discutidos.



Fusões e Aquisições: Oi


A Oi reafirmou em comunicado ao mercado sua disposição de promover a listagem de suas ações no novo mercado no primeiro trimestre de 2015. Este seria o passo final do processo de fusão com a Portugal Telecom e que levaria a pulverização do controle da empresa.


Enquanto isto, segundo declarações, a Oi deve promover a venda de alguns ativos da Portugal Telecom e continuar perseguindo ser um “protagonista na consolidação do setor”, mesmo sem deixar claro o que isto significa.


Redes Móveis


Matéria publicada pela Folha de São Paulo informa que, segundo a Anatel, TIM e Oi teriam entregado os pedidos de renovação de suas frequências de 1,9 MHz com atraso de uma semana. A Anatel estaria cogitando a realização de um chamamento público para a outorga destas frequências.


TIM fechou acordo para instalar “small cells” nos postos Ipiranga.
A Anatel disponibilizou um aplicativo, que mostra a qualidade da rede das operadoras de telefonia móvel em cada município. A conferir.


Redes Banda Larga


Google, Algar, Antel (Uruguai) e Angola Cables anunciaram a construção de um cabo submarino entre os Estado Unidos (Boca Raton) e o Brasil (Santos). O cabo com seis pares de fibra terá uma capacidade de 64 terabits/s.


A Oi contratou a Alcatel-Lucent para construir uma rede de transporte ótico (OTN) com capacidade inicial de 2,2 Tbps entre São Paulo e Fortaleza.


A Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória 651/14, que, entre outras coisas, reabre o prazo para submissão de projetos de redes ao Regime Especial de Tributação do Programa Nacional de Banda Larga (REPNBL) até junho de 2015.


Outros destaques


Decreto do Governo de São Paulo ampliou para 2 Mbps a velocidade dos pacotes de banda larga com desoneração de ICMS no estado.


A fusão das operações da América Móvil no Brasil está se tornando realidade. A Embratel já está atendendo os clientes corporativos em telefonia celular da Claro.


Existem atualmente 89 milhões de usuários do Facebook no Brasil. Segundo o PNAD, o Brasil possuía 86 milhões de usuários de Intenet com mais de 10 anos de idade em 2013.


Nos meses de julho e agosto foram vendidos no Brasil 12 milhões de telefones celulares, sendo 9,1 milhões smartphones (IDC).


Levantamento realizado pela Abinee aponta que 38% das empresas do segmento de bens de consumo eletroeletrônicos esperam queda nas vendas de Natal comparadas com igual período do ano passado. Para 35%, a perspectiva é de estabilidade, enquanto 27% indicam crescimento.

 

 

13
10/2014

Comentários
0

Claro lidera o crescimento do celular em agosto

Eduardo Tude

A Claro liderou o crescimento do celular em agosto com adições líquidas de 372 mil, seguida pela TIM (333 mil), Vivo (260 mil), Oi (172 mil) e Nextel (104 mil).

 

 

12
10/2014

Comentários
0

Futurecom, Oi, Banda Larga, Preço do Celular, 4T14 e outros destaques

Eduardo Tude

Futurecom 2014


Começa na segunda a principal Feira e Congresso de Telecomunicações do Brasil.


A Teleco estará presente com o seu tradicional stand. Venha nos visitar.



Fusões e aquisições: Oi


A Oi enfrentou mais uma semana de turbulências:

  • Zeinal Bava deixou a presidência da Oi na esteira da crise gerada com as perdas de EUR 897 milhões da Portugal Telecom com aplicações no valor no Grupo Espírito Santo. Bayard Gontijo assume o cargo temporariamente.
  • Informações da imprensa internacional de que a Altice estaria interessada em comprar a Portugal Telecom levaram a que a Vodafone, Telefônica e outras empresas manifestassem também interesse nesta aquisição. A Oi declarou que não recebeu nenhuma proposta.
  • A expectativa é saber se estes acontecimentos irão atrasar o processo irão atrasar o processo de reorganização societária da Oi com a passagem para o “novo mercado” da Bovespa e pulverização das ações.


Banda Larga fixa em Agosto


Manteve-se em agosto a tendência de que no crescimento da banda larga fixa no Brasil.


As adições líquidas de 47,6 mil acessos banda larga fixa (SCM) no mês agosto foram as menores do ano.


As adições líquidas acumuladas nos primeiros oito meses do ano (1,3 milhões) são 30% menores que as de igual período de 2013 (1,8 milhões).ções líquidas em agosto (88 mil), seguida pela GVT (39 mil). A Oi apresentou adições líquida de 3 mil acessos, a Vivo (-36 mil) e as demais operadoras -31 mil.


Falar e acessar a internet pelo celular no Brasil é barato.


Ao contrário dos estudos realizados anualmente pela UIT, o preço de utilização do celular no Brasil é um dos mais baratos do mundo, quando se considera os preços efetivamente praticados e não os preços de tabela (máximo homologado pela Anatel) utilizados pela UIT.


Estudo realizado pela Teleco para o SindiTelebrasil mostrou que entre 18 países analisados, o Brasil é 4º mais barato no celular, 2º mais barato em banda larga pré-paga e o 3º mais barato em banda larga fixa.


Intenção de compra no 4º trimestre


A intenção de compra de produtos de telefonia e celulares no último trimestre do ano (4T14) é a mesma do último trimestre de 2013 (4T13), segundo pesquisa realizada pelo PROVAR (Programa de Administração de Varejo ) da FIA na cidade de São Paulo.


A intenção de compra no 4T14 (6,2%) é, no entanto, mas menor que o do 3T13 (7,8%).


A situação do varejo como um todo é pior.


O índice de consumidores que pretendem efetuar a compra de bens duráveis no último trimestre de 2014 é de 40,4%, menor valor da série desde o 4T06. O valor médio de expectativa de gasto no 4T14 é 23,7% menor que o obtido pela pesquisa para o 3T14.


Telefonia e celulares com 28% são os produtos com maior intenção de compra na internet no 4T14. No 4T13 este índice era de 32%. (Font: ebit)


Vendas de Telefones Celulares, PCs, Notebooks e Tablets


Segundo o IDC, nos acumulado dos oito primeiros meses do ano:

  • A venda de telefones celulares apresentou um crescimento de 6%
  • A venda de smartphones cresceu 58% e dos telefones celulares tradicionais apresentou queda de 43%.
  • Eram smartphones 71,9% dos telefones celulares vendidos no período.
  • A venda de Tablets cresceu 17%, enquanto a venda de PCs apresentou queda de 32% e a de notebooks de 25%.
  • Eram tablets, 44,9% do total de PCs, notebooks e tablets vendidos.


Marcas mundiais


A Interbrand divugou o ranking das marcas mais valiosas em 2014. Entre as cinco primeiras, quatro são de TIC:

  1. Apple (US$ 118.9 bilhões)
  2. Google (US$ 107.4 bilhões)
  3. Coca-Cola (US$ 81.6bilhões)
  4. IBM (US$ 72.2 bilhões)
  5. Microsoft (US$ 61.2 bilhões.


Outros destaques


A Anatel adjudicou o resultado do leilão de 700 MHz.


A Telefônica apresentou à Anatel pedido de anuência prévia para comprar a GVT.


A portabilidade completou seis anos no último dia 30 de setembro. Neste período foram portados 25,7 milhões de números telefônicos.


Anatel já licenciou 40 mil terminais M2M com imposto reduzido.


O MiniCom criou a Câmara de Gestão e Acompanhamento do Desenvolvimento de Sistemas de Comunicação M2M.

 
A HP anunciou que vai se dividir em duas empresas em 2015: Hewlett-Packard Enterprise e : HP inc (PCs e impressoras).

 

 

5
10/2014

Comentários
0

Licitação 700 MHz, TV por Assinatura, portabilidade e outros destaques

Eduardo Tude

Futurecom 2014


Falta uma semana para a principal Feira e Congresso de Telecomunicações do Brasil.


A Teleco estará presente com o seu tradicional stand. Venha nos visitar.

 


Resultado da licitação 700 MHz


A licitação de 700 MHz ocorreu sem surpresas:

  • Claro, TIM e Vivo adquiriram os três lotes nacionais (10+ 10 MHz).
  • A Algar adquiriu o lote correspondente a sua área de atuação (triangulo mineiro) e sobraram os lotes (10+10 MHz) correspondentes ao restante do país.
  • Nenhuma operadora apresentou proposta na segunda rodada da licitação, que pretendia leiloar os lotes que sobraram.
  • O ágio pago pelas quatro vencedoras em relação ao preço mínimo foi de apenas 0,7%.

 
O Governo arrecadará R$ 5.852 milhões com a venda dos quatro lotes, mas terá que destinar parte destes recursos para cobrir as despesas de limpeza de faixa correspondentes aos lotes que sobraram (R$ 890 milhões).


O processo de confirmação dos resultados da licitação e assinatura dos termos de autorização de uso das frequências deve levar cerca de 2 meses.


As vencedoras terão então de pagar à vista ou parcelado (10% e o restante em até seis parcelas) o valor da autorização. O mais provável é o pagamento a vista, devido às condições de reajuste (IGP-DI + 1% a.m.).

 


Licitação de 700 MHz: Opção de utilizar outras frequências nos compromissos de 2,5 GHz


Antes da assinatura dos termos de autorização Vivo, Claro e TIM deverão decidir se irão fazer a opção, prevista no edital, de utilizar outras frequências para atender aos compromissos de cobertura 4G da licitação de 2,5 GHz (faixas W, X, V1 e P).


Trata-se principalmente do compromisso de atender 1/3 (Vivo e Claro) ou 1/6 (TIM) dos municípios com população entre 30 e 100 mil habitantes até 2017.


Exercendo esta opção as operadoras poderiam utilizar outras frequências (1,9/2,1 GHz ou 800 MHz) para cumprir estes compromissos. A faixa de 700 MHz dificilmente poderá ser utilizada, pois só estará liberada após esta data.


Para exercer esta opção elas terão de pagar entre R$ 134 e R$ 155 milhões e assumir os seguintes compromissos:

  • Atender com o celular (2G/3G) as localidades com mais de mil habitantes contidas em um raio na área de 30 km a partir da sede dos municípios das áreas de prestação de serviço em 450 MHz sob sua responsabilidade (licitadas juntamente com as frequências de 2,5 GHz).
  • Conectar com pelo menos 1Gbps todas as ERBs utilizadas para cumprimento dos compromissos de cobertura 4G da faixa de 2,5 GHz.


A decisão não é simples. As operadoras estão fazendo as contas.
Esta opção não se aplica à Algar, pois a operadora não adquiriu frequências em 2,5 GHz.

 


TV por Assinatura: Crescimento continua com crescimento menor em Agosto


A TV por Assinatura apresentou adições líquidas de 161 mil acessos em Ago/14, mais que no mês anterior (120 mil), mas menos que em Ago/13 (198 mil).

 

A taxa de crescimento anual caiu de 15,8% em Ago/13 para 10% em Ago/14.


A Embratel/Net liderou em adições líquidas no mês (82 mil), seguida pela Oi (46 mil), GVT (18 mil), Vivo (14 mil) e Sky (8 mil).

 


Portabilidade cresce em Setembro


Foram portados mais números telefônicos (fixos e celulares) em set/14 do que em set/13:

  • Crescimento no mês de + 2,7% no celular e de +9,8% no fixo.
  • No acumulado do ano os fixos cresceram 1,7% e os celulares -7,8%.

 


Outros destaques


A compra do Grupo Sky pela AT&T recebeu anuência prévia da Anatel. O CADE já havia autorizado à operação em julho.


O Google encerrou a operação do Orkut.


O STF determinou a suspensão de processos sobre terceirização para uniformizar jurisprudência.


A Anatel aprovou a destinação das faixas de 71 a 76 GHz e de 81 a 86 GHz para enlaces ópticos de alta capacidade utilizados em backhaul sem fio e conexões M2M.


 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update

28 de Março

Regulamentação de Telecom

Mais Produtos