31
5/2015

Comentários
0

Telefônica e GVT, Banda Larga Fixa e 4G em abril, PIB e outros destaques

Eduardo Tude

Telefônica conclui a compra da GVT


A Telefônica Brasil concluiu a compra da GVT efetuando o pagamento a Vivendi de 4,663 bilhões de euros e ações equivalentes a 12% do capital social da nova companhia, que incorporou a GVT. O valor total da aquisição é de 7,5 bilhões de euros.


A GVT passou a ser a uma subsidiária integral da Telefônica Brasil com 65,6% do capital controlado pela Telefônica, 12% pela Vivendi e 22,4% pelos demais acionistas.


A Vivendi irá trocar 4,5% destes 12% por uma participação de 8,3% no capital da Telecom Itália com direito a voto (equivalente a 5,7% de seu capital social).


Amos Genish assumiu o cargos de Diretor Presidente e membro do Conselho de Administração da Companhia.


Banda Larga Fixa em abril


A Embratel/Net liderou o crescimento da banda larga fixa em abril com adições líquidas de 54 mil acessos, seguida pela Vivo/GVT (47 mil) e SKY (17 mil). A Oi apresentou adições líquidas negativas (-29 mil).


A Embratel/Net é a líder com 7,8 milhões de acessos, seguida pela Vivo/GVT (7,2 milhões) e pela Oi (6,5 milhões).


A SKY passou a oferecer banda larga fixa 4G em mais um município. A SKY (170 mil) já é a sexta colocada em market share de banda larga fixa, atrás da TIM (170 mil) e Algar (428 mil).


As adições líquidas de banda larga fixa acumuladas nos quatro primeiros meses do ano (641 mil) permanecem inferiores às de igual período de 2014 (777 mil).


O Brasil terminou abr/15 com 24,6 milhões de acessos banda larga fixa, sendo 53,9% de tecnologia DSL, 31,8% cabo, 6,0% de rádios spread spectrum, 4,3% fibra e 4% de outras tecnologias.


4G em abril


O Brasil terminou abril com 10,4 milhões de celulares 4G, segundo a Telebrasil que divulgou também o total de 4G em mar/15 (9,3 milhões) e fev/15 (8,4 milhões).


A Anatel não divulga este indicador desde jan15.


Com este resultado, o Brasil acumulou adições líquidas de 3,6 milhões de celulares 4G nos primeiros quatro meses de 2015.

 
PIB de Serviços de Informação cresce mais que PIB Brasil


Apesar de apresentar queda na sua taxa de crescimento, o PIB de Serviços de Informação (na maior parte Telecom), cresceu mais que o PIB Brasil no 1T15.


O PIB de Serviços de Informação cresceu 2,9% na comparação com o 1T14, 1,1% na comparação com o 4T14(com ajustes sazonais) e 3,6% na comparação dos últimos quatro trimestres com os quatro trimestres anteriores.


Já o PIB Brasil cresceu respectivamente -0,2%, -1,6% e -0,9% nestes períodos.


Fim da TV analógica


Antonio Carlos Martelleto, diretor executivo da Embratel, será o presidente da EAD, A Entidade Administradora da Digitalização da TV aberta no Brasil.


A pesquisa que vai medir se 93% dos domicílios de cada município estão aptos a receber a TV Digital deve começar pelo menos 60 dias antes do prazo previsto para o desligamento e deverá ter margem erro de 3%.


Serão distribuídas antenas externas com capacidade de recepção VHF e UHF nas cidades com desligamento previsto para 2016.

Multas da Anatel


A Anatel negocia Termo de Ajustamento de Conduta (TACs) para 54,5% do valor das multas aplicadas de 2011 a 2013. Segundo o TCU, a Anatel arrecadou 1,72% do valor das multas aplicadas neste período e 3,58% foram canceladas.


A Oi teria proposto a Anatel firmar o TAC comprometendo-se com uma queda na assinatura básica do plano básico da concessionária. (Tele.síntese).


Resultado da Licitação de Satélites Brasileiros


A Anatel arrecadou R$ 183,7 milhões na licitação de quatro posições orbitais para satélites geoestacionários.


A Telesat ficou com duas posições orbitais (R$ 84 milhões), e a Star (R$ 44,1 milhões) e Hispamar (R$ 50,3 milhões) com uma cada.


Nono dígito no Nordeste


Passou a ser acrescentado o dígito 9 aos números dos celulares dos DDDs 81 e 87 (Pernambuco), 82 (Alagoas), 83 (Paraíba), 84 (Rio Grande do Norte), 85 e 88 (Ceará), e 86 e 89 (Piauí).


Outras


Segundo o Visual Networking Index (VNI) da Cisco, o tráfego de Internet no Brasil cresceu 13% em 2014, sendo que o crescimento do tráfego móvel foi de 82%. Os vídeos online representaram 63% de todo o tráfego de Internet no país.


68,4 milhões de pessoas acessaram a internet pelo smartphone no Brasil no 1T15 segundo a pesquisa Mobile Report, da Nielsen Ibope
Helio Graciosa, presidente do CPqD, teria entregue o cargo ao conselho da fundação.


As tentativas de fusão na TV a cabo dos Estados Unidos continuam. Após o fracasso da fusão Comcast/Time Warner Cable devido a problemas regulatórios, a Charter Communications anunciou um acordo para adquirir Time Warner Cable por US$55 bilhões.
95% da população mundial será atendida por uma rede celular 2G em 2015, segundo a UIT. Eram 58% em 2001.

 

 

24
5/2015

Comentários
0

Celular abr/15, Fistel, Anatel, resultados 1T15 e outros destaques

Eduardo Tude

Celular em abril de 2015: Vivo lidera em adições líquidas


A Vivo liderou o crescimento do celular em abril com adições líquidas de 908 mil celulares, seguida pela Nextel (87 mil). TIM (-268 mil), Claro (-356 mil) e Oi (-272 mil) apresentaram adições líquidas negativas.


TIM, Claro e Oi realizaram ajustes em sua base de pré-pago no mês apresentando adições líquidas negativas de -476 mil, -410 mil -276 mil pré-pagos respectivamente.


No pós-pago a liderança em adições líquidas também ficou com a Vivo (218 mil), seguida pela TIM (207 mil), Nextel (87 mil), Claro (54 mil) e Oi (4 mil)


O pré-pago está crescendo mais em 2015 do que em 2014. Adições líquidas nos primeiros quatro meses de 2015 (527 mil) foram maiores que as de igual período de 2014 (47 mil).


Já no pós-pago, as adições líquidas de 2,3 milhões de Jan-Abr/15 são 7,9% menores que as de igual período de 2014.



Ajuste Fiscal – Governo estuda reajuste de 238% no Fistel


O Governo estaria analisando um reajuste de 238% nas taxas de Fiscalização (FISTEL) sob o argumento que estes valores não são reajustados desde 1998.


Com este reajuste o a valor pago anualmente por cada celular ativo (TFF) subiria dos atuais R$ 13,42 para R$ 51,38.


Ora este valor que representava 17,4% da receita líquida mensal por usuário de celular (ARPU) em 1998 representa hoje 71,4% do ARPU.


Ou seja, ela devia ser reduzida R$ 3,26 em 2014 para se manter a mesma proporção em relação ao ARPU de 1998.


Com o aumento de 283% proposto, a TFF passará a representar 2,7 vezes o valor do ARPU. Ou seja, serão dedicados por ano cerca de 3 meses do valor líquido pago pelo o usuário para pagamento de TFF.


Isto sem considerar que em 2014 foram arrecadados R$ 2,8 bilhões com taxas de fiscalização (FISTEL), cinco vezes mais que o arrecadado no ano 2000.


Ajuste Fiscal – Cortes no Orçamento do MiniCom


No pacote de ajuste fiscal anunciado pelo Governo foram cortados R$ 317 milhões do orçamento de R$ 1.371 milhões do Ministério das Comunicações. Restam portanto R$ 1.050 milhões, dos quais R$ 396 milhões serão destinados ao satélite geoestacionário.


Mesmo com os cortes o orçamento ainda é maior do que o gasto pelo ministério em 2014 (R$ 823 milhões).


Anatel


Moradores da cidade de São Paulo e de mais 27 municípios começarão a ver em sua TV analógica um alerta sobre o futuro desligamento desse tipo de transmissão no dia 15 de maio de 2016.

 
Quatro empresas apresentaram propostas para a licitação de posições orbitais de satélite promovida pela Anatel: Eutelsat, Hispamar, Star Satellite e Telesat. O leilão ocorre dia 26.


A consulta pública da Anatel sobre neutralidade da rede recebeu 147 contribuições.


A Anatel estaria planejando licitar ainda este ano as sobras de frequências de 2,5 GHz (TDD), que tem sido utilizadas para a oferta de banda larga fixa, e a faixa de 1,8 GHz em São Paulo que era da Unicel.


Resultados 1T15


Na comparação do 1T15 como o 1T14, o crescimento da receita líquida (em R$) foi de:

  • + 13,1% Deutsche Telekom (DT), sendo 1,9% na Alemanha.
  • + 10,1% Vodafone (-0,8% orgânico).
  • -0,5% Vonage
  • -1,3% SKT (Coreia)
  • - 8,1% Atento, sendo -8,6% no Brasil.
  • -8,7% Softbank


Outros destaques


12,5 milhões de pessoas estudam pelo celular no Brasil, segundo levantamento feito pela MOBILE TIME.


A TIM fechou acordo com a Copel para instalação de small cells nos postes da empresa


A Huawei implementou 70 mil sites para operadoras de Telecom no Brasil, em seus 15 anos de atuação no país.


O MiniCom aprovou no REPNBL mais um projeto da Oi no valor de R$ 3,93 milhões.


A América Móvil está reduzindo a sua participação na operadora holandesa KPN com a colocação no mercado de bonds no valor de 3 bilhões de euros, correspondentes a 14.3% das ações da KPN. A participação acionária da América Móvil na KPN era de 21,1%.


 

 

17
5/2015

Comentários
0

Resultados 2015: Vivo, GVT, Algar, Banda Larga, 4G e outros destaques

Eduardo Tude

Resultados 2015: Vivo, GVT, Telefônica, Algar, Positivo, Contax e Cico


Na comparação do 1T15 como o 1T14, o crescimento da receita líquida (em R$) foi de:

  • +4,3% na Vivo, sendo 8,4% no móvel e 3,9% no fixo.
  • +10,1% na GVT
  • +12,6% Grupo Telefônica Global
  • +10% na Algar
  • -3,4% na Contax
  • -24,6% na Positivo
  • + 4,9% Cisco

4G no Brasil 1T15


O Brasil terminou o 1T15 com 9,3 milhões de celulares 4G (Fonte: Telebrasil).


Banda larga no 1T15


A Embratel/Net liderou o crescimento da banda larga fixa no 1T15 com adições líquidas de 208 mil acessos, seguida pela GVT (103 mil). Vivo (-14 mil) e Oi (-65 mil) apresentaram adições líquidas negativas.


As adições líquidas totais no 1T15 (462 mil) foram inferiores às do 1T14 (610 mil).


Telefonia Fixa no 1T15


O Brasil apresentou uma queda de 40 mil telefones fixos no 1T15.


As autorizadas TIM (+153 mil), GVT (+109 mil) e Embratel/Net (+99 mil) apresentaram crescimento e as concessionárias apresentaram queda: Oi( -316 mil) e Telefônica (-99 mil).


Grupo Telefônica e Vivendi


Dia 28 de maio será o “dia D” para a aquisição da GVT pela Telefônica/Vivo. Assembleia geral de acionistas da Telefônica Brasil deverá aprovar a operação e eleger Amos Genish para o cargo de diretor presidente.


A Telefônica fará também neste dia o pagamento à Vivendi pela GVT.


Oi


A Oi, que possui 25% da operadora angolana Unitel, pode desistir de vender suas ações nesta operadora caso consiga chegar a um acordo com Isabel dos Santos, filha do presidente de Angola e principal acionista.


A Oi contratou o Credit Suisse para vender seus ativos em call centers.


Anatel


A Anatel irá realizar licitação de posições orbitais para “Satélites Brasileiros”. O cadastramento vai até 19 de maio.


As operadoras de longa distância que ainda não tem um código de seleção de prestadora tem até o dia 28 para se candidatar a um.


Minicom


O Ministério das Comunicações aprovou 12 novos projetos no REPNBL. Seis da Alagar e seis da Oi no total de R$40 milhões.


O ex-deputado Jorge Bittar tomou posse como novo presidente da Telebras.


Outras

  • O Gired decidiu que o conversor a ser distribuído aos beneficiários do Bolsa Família terá o Ginga, mas não incluirá o modem 3G para o canal de retorno via celular.
  • O Procon-SP obteve liminar que obriga as operadoras de celular no estado a manter a opção de velocidade reduzida após o consumo do pacote de dados contratado pelo usuário.
  • PCs - Foram comercializados 20% a menos no 1T15 que no 1T14 (IDC).
  • Foi realizada esta semana no Rio o Mobile 360 Latin América promovido pela GSMA. Entre sos destaques o estudo da GSMA que mostra que já existem 15 milhões de contas bancárias móveis na América Latina e Caribe.
  • A operadora americana Verizon está adquirindo a AOL por US$ 4,4 bilhões.
  • O Brasil caiu da 69ª colocação em 2013 para a 84ª em 2014 no Networked Readiness Index (NRI) do Fórum Econômico Mundial.
  • 4 dos 48 carros autônomos (sem motorista) em teste na Califórnia se envolveram em pequenos acidentes. Em dois deles o motorista estava no comando.
  • A AT&T que adquiriu a operadora mexicana Iusacell, promoveu uma limpeza na base de celulares da operadora que reduziu o total de celulares de 9,2 milhões para 6,0 milhões.


 

 

10
5/2015

Comentários
0

Resultados 1T15: Celular, TV por Assinatura, TIM, Oi, SKY, Nextel e outros destaques

Eduardo Tude

Os resultados do 1º trimestre de 2015 (1T15) de algumas operadoras divulgados esta semana apresentam os seguintes destaques:

  • Crescimento negativo da receita das operadoras móveis.
  • TIM e Claro superando a Vivo em adições líquidas de pós-pago em mar/15.
  • DTH crescendo menos que a TV a cabo


Resultados 1T15: TIM, Oi, SKY, Nextel


Na comparação do 1T15 como o 1T14, o crescimento da receita líquida (em R$) foi de:

  • -0,5% na Oi
  • -3,3% na TIM
  • -4,5% na Nextel Brasil
  • +20,3% na SKY


Celular em março: TIM lidera no pós-pago e a Vivo no pré-pago


O mês de Mar/15 apresentou adições líquidas de 842 mil celulares, sendo 124 mil no pré-pago e 718 mil no pós-pago.


A Vivo, que liderou em adições líquidas de pós-pago por 31 meses consecutivos, foi superada pela TIM em mar/15. A TIM liderou com adições líquidas de 270 mil pós-pagos, seguida pela Claro (157 mil), Vivo (149 mil) e Nextel (121 mil).


A Vivo manteve a liderança em adições líquidas de pós-pago no 1T15, mas deve encontrar mais competição neste segmento daqui para frente.


Já TIM, que liderou em adições líquidas de pré-pago em 2014, foi superada pela Vivo em mar/15 e no 1T15. A Vivo apresentou adições líquidas de 1.390 pré-pagos no 1T15, seguida pela Claro (595 mil). TIM (-478 mil) e Oi (-565 mil) apresentaram adições líquidas negativas no trimestre.


Com estes resultados, a Vivo liderou em adições líquidas de celulares no 1T15 (1.942 mil), seguida pela Claro (835 mil) e Nextel (308 mil).


TV por Assinatura no 1T15: DTH cresce menos que a TV a cabo


Os acessos de TV por assinatura via satélite (DTH) apresentaram adições líquidas de apenas 2 mil acessos em mar/15. Com este resultado totalizaram adições líquidas de 67 mil acessos no 1T15, menos que a TV a cabo (105 mil).


A Embratel/Net liderou em adições líquidas no 1T15 (95 mil), seguida pela GVT (58 mil), Sky (41 mil) e Vivo (20 mil). A Oi apresentou adições líquidas negativas (-71 mi).


Portabilidade no 1T15


No 1T15 foram portados 985 mil números telefônicos no Brasil, sendo 595 mil celulares e 389 mil telefones fixos.


A quantidade de números portados foi praticamente o mesmo do 1T14 (+0,2%). Foram portados +8,9% de números de celulares e -10,7% de telefones fixos.


Resultados 1T15 no mundo


Na comparação do 1T15 com o 1T14, o crescimento da receita líquida foi de:

  • +3,7% na DirecTV
  • +2,6% na Comcast
  • +2,2% na Entel
  • -2,0% na BT
  • - 3,1% na Telecom Italia
  • -7,0% na Sprint
  • -21,1% na NII
  • +7% na Alcatel-Lucent

 

Outros Destaques


16,5% dos brasileiros que possuem um smartphone assinam algum serviço de entretenimento pago, sendo os principais Netflix (63,2%) e o Spotify (6,2%) (pesquisa Mobile Time/Opinion Box)


Chuck Robbins assumirá o cargo de CEO da Cisco substituindo John Chambers que ocupa esta posição há mais de 20 anos.


Eventos


Acontece esta semana no Rio Mobile 360 series promovido pelo GSMA.


O Replay do Webinar sobre Small Cells está disponível para aqueles não puderam ainda assistir.

 

 

3
5/2015

Comentários
0

4G em fev/15, TV Digital, Apps, Operadoras e Resultados 1T15

Eduardo Tude

8,4 milhões de celulares 4G em fev/15


O Brasil tinha 8,4 milhões de celulares 4G em Fev/15, segundo informações divulgadas pela Telebrasil. Com este resultado o Brasil acumula adições líquidas de 1,6 milhões de celulares 4G nos dois primeiros meses nos anos .


A Anatel ainda não divulgou a quantidade de celulares por tecnologia neste mês.


PNAD: Penetração da TV digital


A pesquisa suplementar do PNAD, divulgada pelo IBGE, aponta que em 2013:

  • 97,2% dos domicílios brasileiros tinham TV, sendo que 54,5% destes domicílios ainda tinham TV de tubo.
  • 38,4% dos domicílios recebiam TV por antena parabólica (78,3% na área rural), 31,2% TV digital e 29,5% TV por assinatura.
  • 75,2% da população tinha telefone celular, enquanto que apenas 49,4% das pessoas eram usuários de Internet.



Aplicativos Gratuitos: Zero rating e Apps suportados por propaganda

 
Os acordos de 'zero rating' entre operadoras móveis e redes sociais em que o consumo de dados no acesso a determinado aplicativo não é cobrado pela operadora está gerando polêmica. O Ministério da Justiça, por exemplo, solicitou à TIM informações sobre sua oferta do WhatsApp.


Na minha visão esta oferta não fere a neutralidade de rede definida pela regulamentação brasileira, uma vez que não existe priorização de tráfego de dados neste tipo de oferta.


O 'zero rating' é uma estratégia de marketing das operadoras para estimular o uso de serviços de dados pelos usuários. Segundo a Claro, que oferece planos com acesso gratuito ao Facebook e Twitter, menos de 1% dos seus clientes utilizam apenas estes aplicativos.


Por outro lado, não se deve esquecer que ao utilizar aplicativos gratuitos suportados por propaganda, o usuário paga pelo consumo destes dados.


Estudo realizado por universidades dos Estados Unidos e do Canada mostra que os aplicativos gratuitos, suportados por propaganda, consomem 79% mais dados que os outros tipos de aplicativo.


Atendimento de indicadores de qualidade de voz e dados móveis nos municípios brasileiros


A Anatel estabeleceu prazos, que variam de 6 a 15 meses, para que em todos os municípios brasileiros as operadoras de celular atendam os seguintes indicadores:

  • Acessos às Redes de Voz e de Dados sejam superiores a 85%
  • Quedas de Voz e de Dados sejam inferiores a 5%.



As operadoras deverão informar por SMS o ranking de qualidade de rede no município disponibilizado pela Anatel no aplicativo “Anatel Serviço Móvel”. 

Operadoras: Nextel, TIM, Vivo e Sky


A NII, controladora da Nextel Brasil, finalizou a venda da Nextel México para a AT&T. A NII recebeu US$ 1.448 milhões pela venda e parte deste dinheiro será utilizado para suportar a operação no Brasil.


A TIM concluiu a venda para a American Tower de 4.176 torres de celular por R$ 1,9 bilhão. Este é o primeiro lote de um total de até 6.481 torres.


A oferta de ações da Telefônica/Vivo, para a compra da GVT, alcançou o valor de R$ 16,107 bilhões, segundo a CVM.


A Sky passa a oferecer banda larga fixa wireless em Santa Rita e mais cinco municípios da Paraíba (Bayeux, Cabedelo, João Pessoa e Campina Grande).


Resultados 1T15 no mundo


Na comparação do 1T15 com o 1T14, o crescimento da receita líquida foi de:

  • +27,1% Apple (+54,6% iPhone e serviços).
  • +15,2% Amazon
  • +11,0% Sony
  • +74% Twitter
  • +3,9% China mobile
  • -15,6% Samsung (- 23,3% Telecom)

 

Outros


O Gired – Grupo de implantação da TV digital – adiou para 15 de maio a decisão sobre a especificação do conversor da TV digital que será distribuído para os cadastrados no Bolsa Família. Em debate a inclusão de interatividade com o Ginga e seu impacto no custo dos conversores.


O MiniCom aprovou novos projetos de incentivos fiscais do REPNBL: Nextel (R$ 66,2 milhões), Oi (R$ 27 milhões e Algar (R$ 5,6 milhões).


O governo de SP é contra o aumento da alíquota do ICMS para a TV por assinatura. Ela é hoje de 10%, mas alguns estados querem aumentar para a mesma alíquota dos demais serviços de telecomunicações (25% a 30%).


O Tribunal de Justiça de São Paulo suspendeu a operação do aplicativo Uber no país.


A Samsung liderou em vendas mundiais de smartphones no 1T15 (24,5%), seguida pela Apple (18,2%).


Próxima semana

  • 15º Rio wireless ( 6 e 7 de maio) que terá como tema principal a Internet das Coisas (IoT). Serei o mediador de um painel com as operadoras de celular.
  • Estarei apresentado o Webinar sobre Small Cell em parceria com a Telesemana.
  • Divulgação dos resultados 1T15 da TIM e da Oi.

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update

04 de Abril

Regulamentação de Telecom

Mais Produtos