29
6/2008

Comentários
2

Adeus ao celular analógico (AMPS)

Eduardo Tude

A partir de terça-feira (01/07/2008) não será mais admitido a utilização de serviços analógicos para a prestação do serviço celular no país. Ele deve continuar sendo utilizado ainda por mais 12 meses em sistemas para o suporte a telefonia fixa em áreas remotas e de baixa densidade populacional, em modalidades conhecidas como Ruralcel e Ruralvan, conforme proposto na consulta pública 24 que a Anatel lançou em 20/06.

O AMPS começou a ser utilizado no Brasil no início da década de 90 e foi a principal tecnologia até 1998, terminado o ano com 5,7 milhões de celulares. Em 1999 foi superado pelo TDMA e viu sua base diminuir lentamente até atingir 11,8 mil celulares em maio de 2008.

As principais desvantagens do AMPS eram:

- Pouca capacidade. As novas tecnologias digitais conseguem fazer um uso muito mais eficiente do espectro permitindo que mais usuários utilizem o sistema.

- Consumo de bateria. Os sistemas digitais permitem uma economia maior da bateria, permitindo um maior tempo de utilização sem recarga.

- Clonagem. O AMPS é um sistema sem criptografia e muito fácil de ser clonado.

- Pouco suporte para a comunicação de dados.

Além dos atuais usuários do AMPS, que terão de migrar para outra tecnologia, serão afetados os usuários do CDMA, que perderão o roaming em Minas e no Nordeste, e em menor escala os usuários do TDMA.

 

 

29
6/2008

Comentários
0

O que aconteceu na semana de 23 a 27/06

Eduardo Tude

A audiência pública do PGO e do PGR realizada na sexta em Brasília e a divulgação pelo IBGE da produção de telefones celulares no Brasil em 2006, foram os destaques da semana aqui no Brasil.

A votação do PL29 foi mais uma vez adiada na câmara e a Justiça restabeleceu, através de liminar, a cobrança do ponto-extra da TV por assinatura.

O STJ, pos fim à polêmica sobre a cobrança de assinatura na telefonia fixa, através da sumula 356 decidindo que: “É legítima a cobrança de tarifa básica pelo uso dos serviços de telefonia fixa.”.

Vale a pena mencionar ainda a realização do Wimax Brasil e do Mobile Broadband & Internet Latin America.

Esta semana, estive fazendo em Londres para uma apresentação no seminário Opex & Capex e aproveitei para conhecer melhor o mercado de telecom no Reino Unido e o modelo de separação funcional da BT.

A Sony-Ericsson anunciou que espera ter uma queda nas suas margens no 2T08 e vendas de 24 milhões de telefones de celulares, próximas às do 1T08.

A Nokia comprou a participação da Ericsson no Symbian e pretende adquirir a participação dos demais acionistas, de modo a tornar o Symbian um sistema operacional aberto nas mãos de uma fundação.

Finalmente, a Comissão Européia iniciou um processo para reduzir as tarifas de interconexão no fixo e celular, tema que um dia terá de ser enfrentado no Brasil.

 

 

27
6/2008

Comentários
0

PGO e PL 29

Eduardo Tude

Enquanto a discussão do PGO avança e a Anatel promove hoje em Brasília a primeira audiência pública sobre o plano, o PL 29, que trata da regulamentação da TV por assinatura e conteúdo, continua patinando na câmara.

A votação na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara foi mais uma vez adiada esta semana.

 

 

26
6/2008

Comentários
1

O modelo de separação funcional da BT na Inglaterra

Eduardo Tude


Como estou em Londres para o seminário Capex&Opex aproveitei a oportunidade para fazer uma visita à Britsh Telecom (BT) e entender melhor o modelo de separação funcional implantado na BT para atender os requisitos da órgão regulatório de lá, a Ofcom.

A BT está hoje dividida em 4 unidades:

1) Openreach: responsável pela infra-estrutura. Aluga, dutos, pares metálicos, espaço nas centrais, e etc. 

2) BT Wholesale (atacado): vende no atacado minutos, bit stream e faz outsourcing de serviços para outras operadoras.

3) BT retail (Varejo): vende para o usuário final.

4) BT Global services: atuação internacional.

O princípio básico é que Openreach e BT Wholesale atendem as solicitações de outras operadoras da mesma forma que atendem as solicitações internas da BT.

Desta forma, o controle de preços da Ofcom pode sair do varejo (tarifas pagas pelo usuário final) e ficar localizado nos serviços de infra e atacado.

A BT retail pode vender qualquer serviço pois atua em um ambiente competitivo em que, na maior parte dos casos, os seus concorrentes vendem serviços de telefonia que são adquiridos no atacado da BT Wholesale ou utilizam a infra-estrutura da BT (Openreach).

Mais detalhes

 

 

25
6/2008

Comentários
0

IBGE divulga produção de telefones celulares no Brasil

Eduardo Tude

O IBGE divulgou hoje a produção e a venda de telefones celulares no Brasil em 2006, baseada nas informações prestadas por 9 fabricantes para a Pesquisa Industrial - produto - 2006.

A produção vendida de 58,6 milhões de telefones celulares é inferior à estimada anteriormente pelo Teleco (66 milhões).

Baseado nestas informações, o Teleco reviu a sua estimativa da produção de telefones celulares vendida no Brasil em 2007 de 67 milhões para 63 milhões.

Mais detalhes

 

 

24
6/2008

Comentários
1

Banda Larga 3G pré-paga na Inglaterra

Eduardo Tude

Para aqueles que costumam viajar para o Reino Unido (UK) já existe uma solução de banda larga pré-paga que pode diminuir as suas despesas com banda larga.

A T-Mobile está oferecendo uma banda larga pelo custo de 4 libras ( R$ 13) por dia. Para utilizar esta opção é preciso tem um modem USB. Ele pode ser adquirido da T-Mobile por 199 libras (R$ 631).

Outra opção é comprar um plano válido por 1 mês da Vodafone. Neste caso o modem sai por 49 libras (R$ 155) e 1 mês de serviço (3GB) por 20 libras (R$ 63). Despesa total de 69 libras (R$ 219).

Estes valores podem ser mais econômicos para viajantes internacionais, mas ainda são muito salgados para o público pré-pago brasileiro. Acredito, no entanto, que até o final do ano estaremos vendo no Brasil ofertas de banda larga 3G no pré-pago, adequadas ao bolso do consumidor brasileiro.

 

 

22
6/2008

Comentários
0

Eventos da semana : Wimax, Mobile Broadband, CAPEX&OPEX e PGO

Eduardo Tude

Esta semana está repleta de eventos importantes.

Estarei participando do seminário Capex&Opex em Londres, onde apresentarei um overview do mercado brasileiro e o que as nossa operadoras estão fazendo para reduzir Capex e Opex. Aguardem detalhes neste blog.

Em São Paulo, teremos o Wimax Brasil e o Mobile Broadband & Internet Latin America.

Finalmente na sexta (27/06) acontece em Brasília a primeira audiência pública sobre o PGO e o PGR, promovida pela Anatel.

 

 

21
6/2008

Comentários
0

Vivo e PGO foram os destaques da semana

Eduardo Tude

Semana 16 a 20/06

A Vivo foi o destaque da semana liderando o crescimento do celular em maio e recuperando a liderança em Minas Gerais, que a Telemig havia perdido em Set/07.

Esta semana teve início a consulta pública do PGO e do Plano Geral de Atualização da Regulamentação (PGR). A polêmica deve ser grande e estão marcadas 3 audiências públicas no período de duração da consulta pública (30 dias).

Já na TV por Assinatura, a votação do PL 29 foi novamente adiada.

No cenário internacional o destaque fica para o Wimax Fórum que anunciou que já estão certificou 10 equipamentos de Wimax móvel em 2,5GHz. Até o final do ano deverão ser certificados equipamentos em 3,5 GHz.

 

 

20
6/2008

Comentários
0

Teremos AMPS por mais 12 meses?

Eduardo Tude

A Anatel lançou hoje consulta pública propondo adiamento de 12 meses no prazo para desligamento do AMPS utilizado em sistemas para o suporte a telefonia fixa em áreas remotas e de baixa densidade populacional, em modalidades conhecidas como Ruralcel e Ruralvan.

 

 

 

20
6/2008

Comentários
3

Faltam 10 dias para o AMPS ser desligado

Eduardo Tude

A partir de 1º de julho as redes analógicas (AMPS) devem ser desligados em todo o Brasil. Até maio ainda estavam em operação 11.837 celulares de tecnologia exclusivamente AMPS.

Serão afetados também os celulares de tecnologia CDMA e TDMA, pois eles são duais. Também operam em AMPS.

Não podendo mais operar em AMPS estes celulares poderão ter a sua cobertura afetada em algumas regiões. Os celulares CDMA, por exemplo, deixarão de operar no Nordeste, exceto Bahia e Sergipe.

 

 

19
6/2008

Comentários
6

Vivo (Telemig) volta à liderança em Minas Gerais

Eduardo Tude

A Vivo (Telemig) recuperou em maio a liderança do mercado de Minas Gerais que havia perdido para a Tim em Set/07.

A Vivo terminou maio com 4.158 mil celulares (28,80%), seguida pela Oi com 4.112 mil celulares (28,48%).

A Tim caiu para a 3º posição com 4.040 mil celulares (27,98%).

Minas será palco de uma disputa acirrada em 2008, uma vez que as 3 operadoras estão praticamente empatadas.

 

 

18
6/2008

Comentários
3

Vivo Lidera o crescimento do celular em maio

Eduardo Tude

A Vivo liderou o crescimento do celular em maio com adições líquidas de 976 mil celulares, seguida pela Claro (703 mil), Oi (508 mil), Tim (397 mil) e BrT (232 mil).

As duas operadoras com uma estratégia de aquisição de clientes focada em venda de aparelhos (Vivo e Claro) levaram a melhor no dia das mães.

 

 

18
6/2008

Comentários
1

Alcatel-Lucent inaugura Executive Briefing Center no Brasil

Eduardo Tude

A Alcatel-Lucent inaugurou ontem o seu primeiro Executive Briefing Center (EBC) da América Latina em São Paulo (Anchieta) onde está localizada a sede da Alcatel-Lucent.

Não será mais necessário viajar para o exterior para ter a oportunidade de ver em operação novas tecnologias e serviços.

No EBC é possível testar a operação de várias plataformas, como as de IPTV, WiMAX, NGN classe 5 e Femtocell.

Parabéns à Alcatel-Lucent pela iniciativa.

 

 

18
6/2008

Comentários
1

PGO estabelece empresa exclusivamente de STFC para todas concessionárias

Eduardo Tude

A Anatel publicou ontem o texto da consulta pública do PGO (Plano Geral de Outorgas) e do Plano Geral para Atualização da Regulamentação das Telecomunicações no Brasil (PGR).


Na proposta apresentada para o PGO é mantida a atual divisão do país em regiões e setores mas estabelecidas algumas condições para garantir a competição entre grupos distintos. Estas condições seriam estabelecidas no Plano Geral de Metas de Competição.

O ponto mais polêmico está contido no art. 9º que dispõe que a empresa concessionária deverá explorar exclusivamente o STFC:

*******************
Art. 9º. A empresa titular de concessão do serviço a que se refere o artigo 1º deverá explorar exclusivamente as diversas modalidades desse serviço.

§ 1º. A Agência Nacional de Telecomunicações deverá, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias a contar da publicação deste Plano Geral de Outorgas, editar regulamentação específica para a implementação do disposto no caput deste artigo.

§ 2º. A regulamentação específica mencionada neste artigo será fundamentada em estudo realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações acerca dos impactos regulatório, econômico-concorrencial, social e tecnológico.
************************

 

De acordo com este artigo, todas as concessionárias de STFC (Oi, BrT, Telefônica, Embratel, CTBC e Sercomtel) terão que ter um empresa para prestação do STFC diferente das que prestem outros serviços como banda larga (SCM), celular (SMP), TV por Assinatura, .....

Esta exigência obrigaria a Oi, por exemplo, a separar a sua telefonica fixa em uma empresa diferente da que presta o serviço Velox e celular.

O impacto destas mudanças no modelo de negócios das concessionárias é muito grande, embora a extensão das condições desta separação só fiquem mais claras 180 dias após a aprovação do novo PGO.

Não foi a toa que a Anatel demorou a decidir. Este ponto deve gerar muita polêmica durante a consulta pública. Por trás deste debate está a adoção do modelo adotado no Reino Unido pela Ofcom e que impôs esta separação a BT.

 

 

15
6/2008

Comentários
3

A Vivo liderou o crescimento do celular em maio?

Eduardo Tude

Os resultados preliminares divulgados pela Anatel para Mai/08 apontam para uma distribuição de celulares nas várias bandas próxima à apresentada em Dez/07.

Em Dez/07 a Banda A liderou o crescimento com 33,6% das adições líquidas. Em Mai/08 a história se repetiu com a Banda a ficando 32,6% das adições líquidas.

Este é um indicador de que a Vivo, que liderou o crescimento do celular em Dez/07, venha também a ser o líder em Mai/08. Afinal, cerca de 63% dos celulares da Banda A são da Vivo.

Uma explicação para esta coincidência pode ser o fato da Vivo dar um maior peso em suas promoções na oferta de aparelhos subsidiados do que Oi e Tim, que estão mais focadas em oferecer minutos promocionais. A estratégia da Vivo pode estar tendo um maior apelo em datas em que o celular vira um presente, como Natal e Dia das Mães.

Se isto está acontecendo, a segunda questão a ser respondida será em relação ao desempenho da Claro, que também tem foco em promoções com aparelhos subsidiados.

 

 

14
6/2008

Comentários
0

Semana 9 a 13/06: Celular, PGO e IPhone 3G

Eduardo Tude

Na semana em que ficamos sabendo que o Brasil ultrapassou em maio a marca de 130 milhões de celulares foi agitada pelo PGO e o IPhone 3G.

A Anatel aprovou finalmente a proposta de consulta pública do PGO. O texto será conhecido na próxima terça e talvez esclareça um pouco melhor a extensão da separação proposta entre as operações de STFC e de SCM que as concessionárias que se fundirem terão que realizar.

A Anatel anunciou também esta semana o valor do IST acumulado de Jun/07 a Maio/08 que servirá de teto para o reajuste das tarifas de telefonia fixa em julho. O IST neste período foi de 4,46%, inferior ao IPCA (5,58%) e ao IGP-DI ( 12,14%).

A votação do PL 29 foi adiada ( próxima semana), assim como a aplicação dos artigos do Regulamento de TV por Assinatura referentes á cobrança do ponto extra (60 dias).


No cenário internacional o anúncio do IPhone 3G foi o tema da semana. A exemplo da América Móvil, a Telefônica também fechou um acordo com a Apple e a Vivo também deve distribuir o IPhone no Brasil.

 

 

14
6/2008

Comentários
0

Brasil já tem mais de 130 milhões de celulares

Eduardo Tude

Dados preliminares divulgados pela Anatel, indicam que o Brasil terminou o mês de maio com 130,5 milhões de celulares e uma densidade de 68,2 cel/100 hab.

 

As adições líquidas de 2,8 milhões de celulares em maio de 2008 foram superiores às de Mai/07 (2,2 milhões). No acumulado de 2008 as adições líquidas já somam 9,6 milhões de celulares.

A novidade do mês foi o fato da Banda A ter liderado o crescimento com adições líquidas de 918 mil celulares. As adições líquidas das Bandas B e D foram de 738 mil e 745 mil celulares respectivamente.

Este é um indicador de que a Vivo, dona da maior parte das operações em Banda A, apresentou um bom crescimento.

O mês do dia das mães parece estar apresentando resultados semelhantes ao Natal, quando a Banda A e a Vivo lideraram o crescimento em adições líquidas.

 

 

13
6/2008

Comentários
1

Anatel aprova consulta pública do PGO

Eduardo Tude

O Conselho Diretor da Anatel aprovou ontem o texto a ser submetido para consulta pública sobre o PGO e o Plano Geral de Atualização da Regulamentação das Telecomunicações (PGR).

O texto libera a compra da BrT pela Oi, mas estabelece condições para que uma concessionária adquira outra. Entre estas condições, a mais polêmica é a que exige que os serviços de comunicação de dados (SCM) sejam prestados por uma empresa separada da concessionária de telefonia fixa.

 

Este seria um passo em direção à separação estrutural da rede das concessionárias, possibilitando o uso desta rede por outras prestadoras, tal como ocorre na BT no Reino Unido.

As regras para a separção das empresas seriam publicadas pela Anatel 180 dias após a publicação do decreto como as modificações no PGO.

Esta medida complica a situação da Oi, pois, dependendo das condições estabelecidas, ela pode estar pagando um preço alto demais pela BrT.

 

 

11
6/2008

Comentários
9

A Vivo também vai ter o IPhone 3G no Brasil

Eduardo Tude

A Telefonica fechou um acordo para ter o IPhone em 12 países da América Latina: Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, El Salvador, Guatemala, Nicarágua, Panamá, Peru, Uruguai e Venezuela.
A Apple conseguiu fechar acordo com a América Móvil (Claro) e Telefonica, que juntas respondem por quase 70% dos celulares da América Latina.

Este acordo está em linha com a nova política comercial da Apple que abriu mão da participação na receita do operador para buscar uma venda massiva de IPhones subsidiados.

Faz todo sentido Claro e Vivo vendam o IPhone no Brasil. Afinal estas são as duas operadoras que priorizam a venda de telefones celulares subsidiados em suas estratégias de aquisição de clientes.

Ter o IPhone representará uma vantagem para estas operadoras?

 

 

11
6/2008

Comentários
0

Consulta pública do PGO será aprovada esta semana?

Eduardo Tude

O conselho Diretor da Anatel volta a se reunir amanhã (12/06) e pode aprovar a consulta pública do PGO.

Segundo notícias veiculadas pela imprensa o Governo já cogita a possibilidade de nomear um conselheiro substituto (temporário) para quebrar o impasse, caso os conselheiros não cheguem a um acordo quanto ao texto a ser submetido a consulta pública.

Enquanto isto o processo de compra da BrT pela Oi continua em banho maria.

A questão que divide os conselheiros é a inclusão, na mudança do PGO, da exigência das concessionárias separem as suas operações de telefonia fixa e SCM (Banda Larga).

Falco, presidente da Oi, declarou que esta exigência afetaria o preço que está sendo pago pela BrT e poderia inviabilizar o negócio. Já a Telefônica não concorda que uma mudança para viabilizar a compra da BrT pela Oi implique em exigências para ela.

Argumenta-se também que o PGO não seria o lugar para se impor esta exigência e sim fazer parte da discussão do plano geral de regulamentação

Como se vê o assunto é altamente polêmico e não é a toa que a votação tem sido adiada.

Vamos ver se o processo anda amanhã.

 

 

10
6/2008

Comentários
0

Serviços de informação crescem mais que o PIB Brasil no 1T08

Eduardo Tude

O PIB de serviços de informação que inclui atividades de Telecomunicações, Informática, Audiovisual, Agência de notícias e serviços de jornalismo apresentou um crescimento de 8,5% nos últimos 4 trimestres em relação ao mesmo período do ano interior, crescimento maior que o do PIB que foi 5,8%.

O crescimento do PIB de serviços de informação no 1T08 foi de 9,5% em relação ao 1T07.

Este é mais um indicador de que o ano está sendo promissor para o setor.

 

 

9
6/2008

Comentários
4

Apple apresenta o IPhone 3G

Eduardo Tude

A Apple divulgou hoje o seu IPhone 3G que deve tornar ainda melhor a experiência do usuário ao utilizar estes smartphone.

A Apple parece ter decidido abrir mão da participação nas receitas das operadoras, de modo a que o IPhone possa ser vendido a preços mais baixos (maior subsídio).

O novo IPhone 3G será vendido nos Estados Unidos por US$ 200 (8GB).

O plano de acesso ilimitado da AT&T custará US$ 30.

 

 

8
6/2008

Comentários
0

Seminário de Internet Móvel faz balanço do 3G no Brasil

Eduardo Tude

Será realizado no dia 16 de junho em São Paulo o seminário “Internet Móvel” promovido revista Info e que conta com o apoio do Teleco.

O seminário é uma boa oportunidade para fazer um balanço do que está acontecendo com a entrada da 3G no Brasil.

Ele será aberto por uma palestra de João Cox (Presidente da Claro) sobre 3G no Brasil e discutirá temas como as oportunidades de negócio com o 3G, novas gerações de celulares, bancos no celular, M- Commerce, publicidade, Android, Iphone e aplicartivos no celular.

Estarei participando de um painel sobre Wimax e 3G.

 

 

6
6/2008

Comentários
0

O que aconteceu e não aconteceu na semana

Eduardo Tude

Semana 2 a 6 de junho

O 52º Painel Telebrasil, que reuniu os principais dirigentes do setor, foi o grande evento da semana. Conteúdo Digital e sua relação com telecomunicações estiveram no centro do debate.

O que foi adiado na semana

- A decisão do Conselho Diretor da Anatel em relação à consulta pública do PGO e da revisão do marco regulatório.
- A votação do PL 29.
- A decisão da anatel em relação ao novo regulamento de TV por assinatura. A Anatel suspendeu, por 60 dias, a eficácia dos artigos 30, 31 e 32 do Regulamento.

A proposta de obrigar as concessionárias a promover a separação em duas empresas de seus serviços de telefonia fixa e de SCM (banda larga), é o que está atrasando a decisão da Anatel. Falco declarou que esta exigência pode inviabilizar a compra da BrT pela Oi.


O que aconteceu na semana

- A Licitação de 3,5 GHz (Wimax) de 2006 foi finalmente revogada
- O Cadê aprovou compra da Way Tv pela Oi
- Foi realizada em Brasília Audiência pública sobre o Fator X utilizado no reajuste das tarifas do STFC.
- Antonio Carlos Valente foi eleito novo Presidente da Telebrasil

A Abinee divulgou que o crescimento do faturamento da indústria de equipamentos de telecom no Brasil no 1T08 foi de 38%.

No mercado do celular as promoções de dia dos namorados continuam a agitar o mercado. As operadoras estão incluído torpedos (SMS) a preços reduzidos em suas promoções.

Nos Estados Unidos tivemos mais um movimento de consolidação das operadoras de celular.


A Verizon Wireless comprou a Alltel por US$ 22,2 bilhões mais a dívida (US$ 28,1 bilhões no total).

Com esta aquisição a Verizon Wireless, joint venture da Verizon e da Vodafone, passa a ser a maior operadora de celular do Estados Unidos com 80 milhões de celulares , superando a AT&T Wireless ( 71 milhões).

Nos últimos meses,várias operadoras menores dos Estados Unidos foram adquiridas pelas 4 grandes do mercado americano (Verizon, AT&T, Sprint e T-Mobil0 aumentando a concentração do mercado.

 

 

6
6/2008

Comentários
0

Serviços de TV serão o maior negócio das empresas de Telecom

Eduardo Tude

Esta é a visão do Prof. Eli Noam do Columbia Intitute for Tele-Information que abriu os debates no 52º Painel Telebrasil nesta sexta (6/06). O Prof. Eli acredita que as pessoas consumirão cada vez mais bits e os serviços de TV representarão a maior parte deste tráfego. Ele divide a regulamenta cão destes serviços em duas camadas, conteúdo e infra-estrutura, sendo que esta última deve ser cada vez mais regulamentada.

Os debates, que tem Conteúdo Multimídia como tema principal, contaram ainda com varias apresentações: Jarbas Valente (Anatel), Carlos Eduardo Bielschowsky (Ministério da Educação), Falco (Oi), Roberto Lima (Vivo), Valmir Fernandes (Cinemark), Perrone (BrT), Fábil Costa (Oracle) , Aluízio Byrro (Nokia Siemens), Tereza Cruvinel (EBC) e Alvaro Paes (Viacom).

As apresentações, todas de alto nível, mostram que está acontecendo no Brasil o que já ocorre no exterior. Uma aproximação entre produtores de conteúdo e telecom.

 

 

5
6/2008

Comentários
0

Conteúdo é o tema chave do Painel Telebrasil

Eduardo Tude

Prosseguiu hoje (5/06) o 52º Painel Telebrasil que tem como tema principal “Conteúdo Multimídia e Serviços Digitais para o Brasil Digital.

O dia foi aberto por uma palestra de Cesar Rômulo Silveira Neto, Superintendente Executivo da Telebrasil, que apresentou o quadro de referência conceitual para os debates, com destaque para a demonstração de valor adicionado pelas operadoras no período 2002 a 2007 (consta do desempenho do setor preparado pela Teleco para a Telebrasil) que mostra que 62% do valor adicionado produzido pelas operadoras (líquido) é destinado a impostos, taxas e contribuições.


As palestras da manhã trataram das indústrias de conteúdos na América Latina (Dra. Cosette Castro) e do cinema em particular.

O Presidente da Ancine Manoel Rangel apresentou um panorama da produção audiovisual no Brasil e enfatizou a necessidade de expandir o mercado de TV por Assinatura, considerado sub-aproveitado. Este mercado precisa crescer para estimular a produção e circulação de conteúdos nacionais.

O Secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura Silvio Da-Rin acredita que a aprovação do PL 29 será um passo importante neste processo.

Após as palestra estes temas foram debatidos por José Formoso (Embratel), Walter Ceneviva (TV Bandeirantes), Patrícia Ito (Fox Film), João Cox (Claro), Leila Lori (TVA), Luis Sanches (BT), Pedro Ripper (Cisco), Margaret Johnson (qualcomm) e André Mantovani (Canais Abril), em um rico painel.

O painel Telebrasil está demonstrando um amadurecimento do debate entre os vários players e que a convergência dos vários atores na cadeia de valor acaba beneficiando a todos.

 

 

5
6/2008

Comentários
0

Verizon Wireless compra a Alltel e passa a ser a maior operadora de celular do US

Eduardo Tude

As consolidações parecem não ter fim no mercado de telecomunicações.

Agora foi a vez da Verizon Wireless comprar nos Estados Unidos a Alltel por US$ 22,2 bilhões mas a dívida (US$ 28,1 bilhões no total.

Com esta aquisição a Verizon Wireless, joint venture da Verizon e da Vodafone, passa a ser a maior operadora de celular do Estados Unidos com 80 milhões de celulares , superando a AT&T Wireless ( 71 milhões).

Nos últimos meses,várias operadoras menores dos Estados Unidos foram adquiridas pelas 4 grandes do mercado americano (Verizon, AT&T, Sprint e T-Mobil0 aumentando a concentração do mercado.

 

 

5
6/2008

Comentários
0

Abertura do Painel Telebrasil, Valente será o novo Presidente

Eduardo Tude

O 52º Painel Telebrasil, que está sendo realizado na Costa do Sauípe foi aberto ontem a noite (4/06) com um um jantar que contou com a presença do Ministro da Comunicações Hélio Costa e o Presidente da Anatel Ronaldo Sadenberg.

Ambos ressaltaram a importância do programa de banda larga que será implementado a partir da troca das operibações de universalização (PSTs) pelo backhal para completar a cobertura a todos os municípios brasileiros.

Reafirmaram também a importância das consultas públicas sobre o PGO e a revisão do marco regulatório. O conselho da Anatel adiou hoje, mais uma vês, a decisão sobre o texto da consulta pública.

O Presidente da Telebrasil José Fernandes PauletTi comunicou aos presentes a eleição da nova diretoria da Telebrasil, eleita hoje, e que tomará posse no próximo sábado.

Antonio Carlos Valente (Telefônica) será o novo Presidente e Mario Cesar de Araújo (Tim) o Vice. A diretoria contará ainda com Luiz Eduardo Falco (Oi), João Cox (Claro), Amos Genish (GVT), Ricardo K (BrT), José Formoso (Embratel) e Carlos Duprat (Ericsson).

O jantar, que teve o patrocínio da Embratel e da Claro, foi aberto por um video em que o hino nacional era cantado ao som do berimbau.

Viva a Bahia!

 

 

4
6/2008

Comentários
3

Telecom Itália não pretende realizar novas aquisições em mercado emergentes

Eduardo Tude

Matéria publicada no jornal o valor de hoje sobre a Telecom Itália traz a seguinte declaração de Franco Bernabé (CEO da empresa) sobre a possibilidade de tentar realizar novas aquisições em mercados emergentes:

“ Esse era nosso modelo dez anos atrás. Tínhamos um grande acervo de companhias internacionais, mas agora penso que incorreríamos em erro crasso se viéssemos a reassumir a mesma postura, porque os (ativos em) mercados emergentes estão incrivelmente caros”.

Na realidade, mesmo há dez anos atrás, a Telecom Itália já havia chegado com um certo atraso na América do Sul, onde boa parte dos melhores ativos já haviam sido adquiridos pela Telefonica. Acabou pagando caro por um ativo que “micou” na Bolívia.

A Oi parece não concordar com Bernabé e planeja uma expansão internacional por meio de aquisições após a incorporação da BrT.

Quem está com a razão?

 

 

3
6/2008

Comentários
0

O desempenho do Setor de Telecom no 1T08

Eduardo Tude

Já se encontra disponível para download no site da Telebrasil o relatório “O Desempenho do Setor de Telecomunicações no Brasil – Séries Temporais ” , atualizado com os dados do 1T08

O relatório, preparado pela Teleco para a Telebrasil, é publicado trimestralmente e apresenta a evolução anual de mais de 150 indicadores do setor de telecomunicações no Brasil.

Faça o download no site da Telebrasil.

 

 

3
6/2008

Comentários
0

8,7% dos celulares do mundo já são 3G

Eduardo Tude

No 1T08, 8,7% dos 3,5 bilhões de celulares existentes no mundo eram 3G.

Segundo dados divulgados pelo GSA e pelo CDG no 1T08 existiam 304 milhões de celulares 3G, sendo 207 milhões WCDMA e 97 milhões EVDO.

No Brasil este número ainda é muito pequeno, mas deve começar a crescer este ano. A Oi foi a última das grandes as operadoras a iniciar a sua operação na semana passada. A Vivo oferece o EDVO e o WCDMA da Telemig.

A Sercomtel abriu licitação para comprar a sua rede 3G que deve entrar em operação em novembro deste ano, utilizando sua frequências de 850 MHz.

 

 

1
6/2008

Comentários
2

Painel Telebrasil e promoções do Dia dos namorados devem movimentar a semana

Eduardo Tude

Nesta semana a TV Digital no Brasil completa 6 meses de operação e entra em vigor o Regulamento de Direitos de Assinantes de TV por Assinatura. A Anatel deve esclarecer na segunda a questão da cobrança do ponto extra.

Aguarda-se também a aprovação da consulta pública do PGO na reunião do Conselho Diretor da Anatel.

Na quarta (4/06) terá início na Costa do Sauípe o Painel Telebrasil que terá conteúdo multímída e serviços digitais como tema principal. O Teleco estará presente no painel Telebrasil que deve contar com palestras dos principais dirigentes das Telecomunicações do Brasil, além de convidados do exterior.

A aproximação do dia dos namorados (12/06) deve também movimentar o mercado de celular, as promoções já estão na praça.

As promoções de Natal com minutos mais baratos tem sido apontadas como uma das razões para a queda do ARPU no 1T08 e para a queda da rentabilidade da Tim. Estas promoções estão se repetindo no Dia dos Namorados?

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Telecom no Brasil 2017

 

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update

Regulamentação

Internet das Coisas

Mais Produtos