30
7/2011

Comentários
1

Resultados da Vivo/Telefonica, Nextel, TV Assinatura, Tel. celulares e Smartphones

Eduardo Tude

A divulgação dos resultados do 2T11 da Telefonica, consolidando a Vivo com a sua operação fixa (Telesp) foram o destaque da semana. Os resultados estão em linha com os trimestres anteriores.

 


A Nextel também divulgou seus resultados com crescimento de 5,8% de sua base no trimestre. Na próxima semana será a vez da TIM.

 


A Anatel divulgou os resultados do celular e da TV por assinatura em Junho. Confirmou os dados preliminares do celular com aeiou permanecendo sem clientes.

 


Na TV por Assinatura, o DTH vai abrindo distância em relação à TV a cabo, terminando o trimestre com 5,6 milhões de acessos contra 5,2 milhões da TV a cabo. Esta semana teremos o fim do recesso no Congresso e o PLC 116 que altera a lei da TV a Cabo pode entrar em pauta para votação.

 


A Anatel colocou o Plano Geral de Metas de Competição em consulta pública e encerrou consulta pública do edital de 3,5 GHz.

 

 
Valim, o novo presidente da Oi deve assumir o comando da Operadora na próxima terça e os acionistas da Portugal Telecom aprovaram fim de "golden share" do governo português na empresa.

 


A Nokia se manteve na liderança mundial na venda de telefones celulares no 2T11 com 88,5 milhões de aparelhos, mas com queda de 20,3% em relação ao 2T10. A 2ª colocada Samsung vendeu 77 milhões aparelhos, com crescimento de 20,7% em relação ao 2T10.

 


Já entre os Smartphones a liderança das vendas no 2T11 ficou coma Apple (20,3 milhões).

 

 

27
7/2011

Comentários
12

Em junho, TIM liderou no pré e Vivo no pós-pago

Eduardo Tude

Em junho se repetiram as tendências dos meses anteriores.


A TIM liderou o crescimento do celular no pré-pago com adições líquidas de 870 mil celulares, seguida pela Claro (602 mil) e pela Vivo (366 mil).


A Vivo liderou no pós-pago com adições líquidas de 302 mil celulares, seguida pela Claro (188 mil) e pela TIM (166 mil).

 

 A Claro, que vinha crescendo no pós-pago com adições líquidas próximas da Vivo, cresceu menos neste segmento em junho, mas melhorou o seu desempenho no pré-pago. Já para a TIM, este foi o mês de maior crescimento no pós-pago.

 

 A Oi continua arrumando a casa, com adições líquidas negativas no pré-pago (-169 mil) e de 4 mil celulares no pós-pago.

 

 

22
7/2011

Comentários
2

Metas de Competição e Resultados 2T11 da Claro, Embratel , Net, Nokia e Apple

Eduardo Tude

A semana foi cheia de novidades.

 


Começou com a divulgação dos dados preliminares da Anatel em relação ao crescimento do celular em junho que mostrou um crescimento recorde no 1º semestre e a TIM alcançando a Claro em market Share (25,55%). A diferença entre as 2 operadoras caiu para 9,5 mil celulares.

 


A Anatel ainda não divulgou os dados definitivos. A aeiou pode ser uma das causa do atraso. A quantidade de celulares desta operadora (14,5 mil) está zerada nos dados preliminares da Anatel.

 


A competição entre as operadoras continua acirrada. Por ação da TIM, a justiça proibiu a Nextel de vender seus serviços a pessoas físicas que não estejam vinculadas a um grupo.

 


Resultados 2T11

 


A América Móvil divulgou seus resultados no mundo com um crescimento de 2,2% em sua base de celulares 1,5% na receita de celular no 2T11 em relação ao 1T11.

 


A Claro no Brasil apresentou crescimento no trimestre de 3,9% na base de celulares e de 3,4% na receita. Seu ARPU, no entanto, caiu para R$ 17 e o MOU para 84 minutos.

 


A receita líquida da Embratel cresceu 2,5% no trimestre e a da Net 4,2%

 


Tivemos ainda a divulgação dos resultados da Apple e da Nokia com um crescimento na receita de 15,8% e -10,8% respectivamente no trimestre. A NSN apresentou um bom resultado com crescimento de 14,9% da receita no trimestre superior ao da Ericsson (3,4%).

 


A Ericsson foi escolhida pela Telefonica para prover serviços de manutenção de sua rede externa (Managed Services) na cidade de São Paulo nos bairros de : Campo Limpo, Campo Belo, Jabaquara, Consolação e Ipiranga.

 


Nos Estados Unidos, Verizon e AT&T divulgaram seus resultados.

 


Anatel

 


PGMC

 


A Anatel colocou em consulta pública o Plano Geral de metas de competição (PGMC) que define os mercados com operadores com Poder de Mercado Significativo (PMS) e as medidas para estimular a competição nestes mercados.

 


O plano reconhece o mercado de voz móvel como competitivo (não foi identificado nenhuma operadora com PMS) ao contrário dos mercados de telefonia fixa , banda larga fixa e TV por Assinatura. O Plano vem sendo elaborado há vários anos e deve gerar polêmica.

 



MMDS

 


A Anatel definiu os preços para a renovação (2009 a 2024)do direito de uso das frequências utilizadas pelas operadoras de MMDS (Total R$ 109,3 milhões):

 


Telefonica: R$ 94 milhões
TV Filme: R$ 5,9 milhões
Net: R$ 4,4 milhões
Horizonte: R$ 3 milhões
TV Show; R$ 2 milhões

 


Licitação satélites

 


A Anatel iniciou o processo de licitação para 4 nova posições orbitais para satélites brasileiros. A entrega de propostas ocorre em 23/08.

 

 

17
7/2011

Comentários
28

Diferença entre TIM e Claro cai para 9,5 mil celulares

Eduardo Tude

Dados preliminares da Anatel indicam que o Brasil terminou o mês de junho com 217,3 milhões de celulares.

 


As adições líquidas do mês (2,3 milhões) voltaram a superar as do mesmo mês de 2010 (1,4 milhões), sendo que o pós-pago cresceu 1,7%, mais que o pré-pago (0,9%).

 

A TIM liderou o crescimento no mês com adições líquidas de 1.036 mil celulares, seguida pela Claro (790 mil) e pela Vivo (668 mil). A Oi voltou a apresentar baixo desempenho (-165 mil).

 


Com este resultado a vantagem da Claro em relação à TIM caiu para 9,5 mil celulares.

 


A disputa continua acirrada, mas esta cada vez mais difícil para a Claro evitar que a TIM conquiste a 2ª colocação em market share.

 

 

16
7/2011

Comentários
0

Destaques da semana: Concessionárias perdem telefones fixos , TIM e Anatel

Eduardo Tude

A base de telefones fixos em serviço das s concessionárias continua diminuindo, com redução de 659 mil acessos no 2T11. A Oi perdeu 610 mil acessos e a Telefonica 47 mil.

 


Em uma semana de poucas novidades, a TIM assinou uma parceria com a Telebrás para fornecer Internet sob a bandeira do PNBL.

 


A Anatel anunciou que vai licitar quatro novas posições de satélites geoestacionários e promover uma consulta pública sobre o Fator X utilizado nos reajustes tarifários. Prorrogou também o prazo para comentários da consulta pública do regulamento de TV a Cabo .

 


A próxima semana deve ser mais rica em novidades. A Anatel vai divulgar o crescimento do celular em junho e o Grupo América Móvil (Claro, Embratel e Net) deve divulgar seus resultados do 2T11.

 


A Sony Ericsson divulgou os resultados do 2T11 impactados pelo terremoto do Japão e a Mokia deve divulgar seus resultados na próxima semana.

 

 

9
7/2011

Comentários
9

TIM compra AES, Anatel divulga metas da Qualidade e PLC 116 fica para agosto

Eduardo Tude

A TIM anunciou a aquisição da AES Atimus, antiga -Eletropaulo Telecom, por R$ 1,6 bilhões.

 

A rede da AES atende a 12 cidades na Grande São Paulo e nove na Grande Rio com 5.500 quilômetros de fibra. A TIM espera ter com esta aquisição o mesmo sucesso que teve com a Intelig economizando no aluguel de circuitos para a sua rede e se preparando para oferecer serviços de dados. A AES faturou R$ 221 milhões no 1T11.

 

Anatel divulgou os indicadores de qualidade de maio. A TIM atendeu 100% das metas de qualidade, mas continua com a mairo taxa de reclamações e o pior desempenho no atendimento. Na telefonia fixa a Telefonica apresentou o pior desempenho.

 


O PLC 116 que modifica a lei da TV a cabo teve o regime de urgência aprovado no Senado, mas a sua votação deve ficar mesmo para Agosto.

 


Após colocar em operação o seu primeiro cliente, a Telebrás anunciou esta semana a venda de link para 12 provedores de internet que atuam em cidades do Distrito Federal.

 


Na próxima semana a Anatel pode divulgar os resultados do crescimento em Junho. Os dados do SME forma publicados na sexta.

 

 

2
7/2011

Comentários
4

A Semana: TV por Assinatura, TIC Domicílios, MVNO e produção de celulares no Brasil

Eduardo Tude

A TV por Assinatura voltou a apresentar um crescimento expressivo em maio com adições líquidas de 216 mil acessos, sendo 175 mi via satélite (DTH) e 46 mil da T V a Cabo. O DTH já representa 49,8% dos acessos de TV por Assinatura superando a TV a Cabo (47,6%).

 


O crescimento da TV a Cabo continua sendo limitado pela regulamentação atual. A Anatel colocou em consulta pública as mudanças no regulamento que promove a liberalização do processos de outorgas de TV a cabo, mas a aprovação do PLC 116 no Senado continua amarrando o processo.

 


Esta semana o Governo fechou um acordo com as operadoras para a oferta de banda larga popular e assinou a renovação dos contratos de concessão, o que pode acelerar o processo. O Senado aprovou o regime de urgência para a tramitação do PLC 116 que acaba com as restrições ao capital estrangeiro na prestação de serviço de TV a Cabo.

 


O Comitê Gestor da Internet (CGI) anunciou os resultados da pesquisa TIC Domicílios 2010 que mostra que 35% dos domicílios brasileiros tinham computador em 2010, sendo que 27% com acesso à Internet.

 


A Porto Seguro anunciou que pretende colocar em operação a sua MVNO até dezembro de 2011.

 



E o IBGE anunciou a produção de celulares vendida do Brasil em 2009 ( 60,9 milhões) e o crescimento de 44,7%da produção em Mai/11 em relação à Mai/10.

 


Foi sancionada esta semana a lei 12.431 que isenta os modens de PIS/Cofins (9,25%) e os inclui na lei de informática isentando em 100% o IPI até 2014.

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Telecom no Brasil 2017

 

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Regulamentação
05/Dezembro

Market Update

Internet das Coisas

Mais Produtos