25
8/2012

Comentários
0

Sky, TIM e orelhões foram os destaques da semana

Eduardo Tude

Sky lidera crescimento da TV por Assinatura em Julho

 

A TV por Assinatura apresentou adições líquidas de 267 mil acessos no 2T12, sendo 223 via satélite.

 

A Sky liderou o crescimento com adições líquidas de 109 mil acessos, seguida pela Embratel/Net. GVT e Oi apresentaram adições líquidas de 36 mil acessos.

 

TIM

 

A TIM continua vivendo o seu “inferno astral”. A perda de uma ação na Justiça referentes a processos tributários no valor de R$ 1,3 bilhões levou a queda das ações na bolsa. A operadora deve recorrer.

 

Por outro lado a operadora anunciou que 3 mil clientes adquiriram o seu serviço de banda larga fixa em São Paulo batizado de LiveTIM,

 

Orelhões

 

A Anatel apresentou o balanço do Plano de revitalização dos orelhões.

 

A percentagem de orelhões ativos aumentou de Set/11 para Jun/12.


- Telefônica: de 70% (set/11) para 91% (Jun/12)
- Oi: de 79% (set/11) para 86% (Jun/12)
- Embratel: de 50% (set/11) para 69% (Jun/12)

 

A Anatel já havia determinado em 20/04/12 que as chamadas de longa distância nacional feitas de orelhões da Embratel fossem gratuitas até o fina de 2012, como forma de punição da operadora.

 

Agora estabeleceu medida semelhante para a Oi em nove estados desempenho (Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Paraná e Sergipe). A punição será suspensa após 30/10/2012 desde que 90% dos orelhões em cada estado estejam ativos.

 

O problema dos orelhões é a queda do uso com o crescimento do uso do celular. A receita líquida média por TUP da Oi caiu para R$ 8,5 no 2T12.

 

 

18
8/2012

Comentários
1

Celular Jul/12, Vivo líder no Pré, Porto Seguro, queda de chamadas, GVT a venda

Eduardo Tude

O destaque da semana foi a divulgação pela Anatel do crescimento do celular em julho.

 

As adições líquidas de apenas 280 mil celulares tiveram como causa a suspensão das vendas promovida pela Anatel uma limpeza de base realizada pela Oi em sua base de celulares no estado de São Paulo. A queda nas adições líquidas ocorreu no segmento pré-pago,que apresentou adições líquidas de negativas (-266 mil).

 

Vivo recupera liderança no Pré-pago

 

 

A Vivo liderou em adições líquidas totais e de pré-pago e a Oi no pós-pago, segmento que apresentou em julho adições líquidas maiores que no mês anteriores. 

 

Com este resultado a Vivo recuperou a liderança em market share de pré-pago superando a TIM.

 

Uma analise mais detalhada será apresentada no comentário do Teleco desta semana. 
 

MVNO: Porto Seguro entra em operação

 

A Porto Seguro iniciou sua operação como MVNO com 2 mil celulares pós-pagos na região metropolitana de São Paulo (DDD 11). Todos são terminais de dados M2M.

 

Chamadas sucessivas serão tratadas como uma

 

A Anatel colocou em consulta pública a proposta de que chamadas sucessivas, com mesmo destino e origem em um intervalo de até 120 segundos entre o fim de uma chamada e o início da outra, devem ser consideradas como uma única chamada.

 

Já havíamos sugerido neste blog esta medida para os planos em que o pagamento é feito por chamada como no Infinity da TIM. O usuário não deve ser penalizado em caso de queda de chamada.

 

No caso de planos minutos o ganho do usuário é equivalente a 42 segundos de chamada segundo a Anatel. Este valor é muito baixo na maioria das chamadas.

 

Vivendi quer vender a GVT

 

A Vivendi contratou o Rothschild e Deutsche Bank para analisar opções relativas a GVT, que envolvem a sua venda. Não parece ser um bom momento para esta venda.

 

Entre as operadoras brasileiras a Telefônica vive um momento de contenção de despesas e redução de dívida. A América Móvil é quem teria folego para esta aquisição, embora possa encontrar restrições por parte do CADE e da Anatel. O ideal para o mercado brasileiro seria que um grupo ainda não presente no Brasil substituísse a Vivendi no controle da GVT.

 

Estes e outros temas que envolvem o mercado brasileiro de telecom serão objeto de discussão na Workshop trimestral do Teleco que se realiza nesta quarta (22/08).

 

 

 

17
8/2012

Comentários
9

Vivo lidera crescimento do celular em Julho

Eduardo Tude

A Vivo liderou o crescimento do celular em julho com adições líquidas de 461 mil celulares, seguida pela Claro (109 mil ).

 

TIM (-202 mil) e Oi (-110 mil) apresentaram adições líquidas negativas.

 

Estes resultados mostram que a suspensão das vendas de novas linhas no final de julho impactou fortemente o crescimento de TIM, Claro e Oi.

 

As adições líquidas totais em julho foram de apenas 280 mil celulares.

 

A novidade foi a entrada em operação da Porto Seguro (MVNO) que aparece com 2 mil celulares.

 

 

11
8/2012

Comentários
0

Plano Infinity, Melhor oferta, CTBC e Nextel foram os destaques

Eduardo Tude

Queda de chamadas no Plano Infinity da TIM

 


O relatório da Anatel que aponta para uma taxa de queda de chamadas maior entre os celulares do Plano Infinity do que nos demais Planos da TIM foi o grande tema de debate na semana.

 

O problema está sendo investigado pela Anatel e pelo Ministério Público do Paraná. A operadora deve ser punida com severidade se constado que isto ocorre por uma ação deliberada da própria TIM.

 

Melhor oferta para o Dia dos Pais

 

Pricez e Teleco divulgaram o resultado do premio melhor oferta do Dia dos Pais.

 

Na comparação com os preços do Dia das Mães foi constada uma queda de 35% no índice de preços para o perfil de baixo consumo, de 15% para o médio e de 2% para o alto consumo.

 

Como destaques a promoção da Claro em que é possível contratar minutos para chamadas para outras operadoras e a da TIM para o Rio Grande do Sul em que as ligações são tarifadas por dia de uso, a exemplo do que a Vivo já oferece para o Nordeste.


Resultados CTBC e Nextel


A CTBC reportou resultados em linha com os trimestres anteriores. A receita bruta cresceu 7,7% na comparação do 2T12 com o 2T11, a margem EBITDA foi de 24,2% e o lucro líquido de R$ 37 milhões.

 

A Nextel apresentou queda de4% na sua receita líquida na comparação do 2T12 com o 2T11 e crescimento de 0,1 no total de acessos no trimestre. A operadora deve iniciar a operação de sua rede 3G no final do ano.


Teleco 10 anos: Os Principais Desafios do Setor de Telecom no Brasil”

 

O Teleco completa este ano 10 anos e inicia esta semana uma nova série de debates.

 

 

7
8/2012

Comentários
11

Anatel investiga queda de chamadas do Plano Infinity da TIM

Eduardo Tude

A Folha de São Paulo publicou reportagem em que: “acusa a TIM de interromper de propósito chamadas feitas no plano Infinity, no qual o usuário é cobrado por ligação, e não por tempo.”

 

A acusação baseia-se em relatório de fiscalização da Anatel que, em virtude da denúncia, foi tornado público hoje.

 

O relatório descreve a ação de fiscalização realizada pela Anatel para apurar denúncia de que a TIM estaria “derrubando” de forma proposital as chamadas de usuários do plano Infinity.

 

Uma primeira ação de fiscalização realizada em 2010 constatou o problema em uma amostra de 600 ligações. A TIM apresentou sua defesa também em 2010.

 

Diante deste quadro a Anatel decidiu realizar nova ação de fiscalização analisando todas as ligações da TIM efetuadas em 08/03/2012.

 

As principais conclusões foram:

 

  • A taxa de queda de chamadas entre usuários do “Plano Infinity” foi quatro vezes maior do que em planos em que a cobrança é feita por minuto. Por exemplo, para chamadas com duração de 4 minutos, a taxa de queda de chamadas para o Plano Infinity foi 40% e para os outros planos 10%.
  • O valor encontrado para este indicador de taxa de queda de ligação foi muito maior que o reportado mensalmente pela TIM (< 2%).

 

A Anatel esclareceu que o processo se encontra em fase de instrução e “somente após a sua tramitação, com direito ao contraditório e à ampla defesa da prestadora, a Agência irá deliberar sobre o assunto e adotará as providências legais e regulamentares cabíveis”.

 

O problema existe, embora não se possa ainda afirmar de forma categórica que a TIM o faça de forma proposital.

 

Como sugestão para solucionar o problema a Anatel poderia estabelecer que em ocorrendo queda de ligação em planos com cobrança por chamada não seria cobrada uma nova ligação feita em um prazo de, por exemplo, 2 minutos.

 

Fica também mais uma vez comprovada à importância da Anatel rever a forma como vem acompanhando mensalmente o atendimento de metas de qualidade, que hoje é baseada em informações enviadas pelas próprias prestadoras.


 

 

5
8/2012

Comentários
2

Fim da punição da Anatel, resultados da TIM e da Oi, NET, GVT e produção de celulares

Eduardo Tude

A Anatel liberou em (3/08) a venda de novos celulares da TIM, Claro e Oi, que estavam suspensas desde o dia 23/07. As operadoras apresentaram planos de investimento e qualidade para a Anatel, que deve passar a monitor os indicadores trimestralmente por estado.

 

Resultados 2T12 da TIM e da Oi

 

TIM e Oi apresentaram seus resultados para o 2T12 fechando a divulgação de resultados das principais operadoras brasileiras. O Teleco publica esta semana comentário analisando o desempenho das operadoras de celular no trimestre.

 

A Oi voltou a apresentar crescimento na receita, mas seu lucro no trimestre caiu para R$ 64 milhões. A Portugal Telecom, que tem cerca de 50% de sua receita proveniente da Oi apresentou crescimento negativo na receita do trimestre. A contribuição da Oi também foi negativa devido à flutuação da taxa de câmbio.

 

A TIM manteve o bom desempenho dos trimestres anteriores com crescimento de 1,8% na receita líquida do trimestre, apesar da redução da VUM. O lucro líquido no trimestre foi de R$ 347 milhões. A Telecom Italia apresentou crescimento de 0,1% em sua receita total no trimestre, a única operação a apresentar crescimento negativo em euros foi o Brasil.

 

A TIM lançou no dia 1/08 a sua banda larga fixa na cidade de São Paulo (TIM Fiber).

 

NET, GVT e Telefônica

 

A Net que está presente atualmente em 93 municípios deve aumentar este número para 200 até o final de 2013. A Net liderou o crescimento da banda larga fixa no 2T12 com adições líquidas de 453 mil acessos.

 

A GVT passou a atender a Arujá (SP) e Rondonópolis (MT). A GVT passa a atender a 133 cidades, sendo 15 operações lançadas este ano.

 

O Brasil deverá abrigar a sede operacional da Telefónica Latinoamérica.

 

Produção de telefones celulares

 

A produção de telefones celulares no Brasil continua em queda em relação a 2011. Foi 19,8% menor no 1T12 e 31,1% menor no 2T12.

 

 

3
8/2012

Comentários
5

Acaba suspensão de vendas de celulares e muda monitoramento da Qualidade

Eduardo Tude

A Anatel liberou a partir de hoje (3/08) a venda de novos celulares da TIM, Claro e Oi, que estavam suspensas desde o dia 23/07.
Foram 11 dias de suspensão de vendas durante os quais as operadoras se comprometeram em antecipar investimentos e atender a uma nova metodologia de monitoramento da qualidade dos serviços proposta pela Anatel.

 

A suspensão das vendas pode ser encarada como um freio de arrumação, a partir do qual a Anatel pretende fazer um Monitoramento trimestral em todas as Unidades da Federação, Município por Município dos seguintes indicadores.

 

Parâmetros de Rede:


• Taxa de acesso a rede de voz e dados;
• Taxa de queda de chamadas de voz econexão de dados;
• Congestionamento em Rotas de longa distância;
• Níveis de bloqueio e de quedas de chamadas, por município.

Atendimento:


• Taxa de Reclamação na Prestadora;
• Taxa de reclamação dos usuários na Anatel com ênfase nos motivos relacionados a qualidade da rede.

Interrupções do Serviço Celular:


• Índice de interrupções, levando-se em consideração seu quantitativo, duração média e causas.
• Nos municípios com população acima de 300 mil habitantes – Monitoramento antena por antena

 

Vamos agora acompanhar o novo processo de monitoramento estabelecido pela Anatel, que ainda precisa se traduzir em um novo Plano Geral de metas de Qualidade para as operadoras.

 


A Anatel precisa também voltar a publicar os indicadores de qualidade das operadoras o que não acontece desde abril.

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update 2017

04 de Abril

Regulamentação de Telecom

Mais Produtos