Seção: Comentários Teleco

 Publicado 18/04/05


Comentário

 

O que muda na Brasil Telecom, Amazônia e Telemig Celular com a substituição do Opportunity?

 

O Conselho Diretor da Anatel aprovou em 12 de abril de 2005 a solicitação do Citigroup para substituir o Opportunity como gestor dos fundos que controlam indiretamente a Brasil Telecom (BrT) e as operadoras de celular BrT GSM, Amazônia e Telemig Celular.

 

Com esta decisão, o Citigroup conseguiu na justiça a revogação da liminar que suspendia o processo de substituição do Opportunity. É possível agora dar andamento à realização de assembléias e outros procedimentos que devem culminar em algumas semanas, caso não surja novo impedimento judicial, na efetiva susbtituição do conselho de administração e dirigentes destas empresas.

 

A substituição dos gestores da BrT, Amazônia e Telemig Celular implica, não apenas em modificações nos administradores destas empresas, mas em novas orientações em relação a temas como a disputa com a Telecom Itália e a venda da Amazônia e Telemig Celular (mais detalhes).

 

BrT x Tim

 

A expectativa é que, com os novos gestores, cessem as ações da BrT para impedir a volta da Telecom Itália ao bloco de controle desta operadora, autorizada pela Anatel em janeiro de 2004 (Mais detalhes).

A volta da Telecom Itália ao bloco de controle da BrT não representa no entanto o fim da disputa entre as duas operadoras. A Anatel estabeleceu como prazo julho de 2005, para BrT e a Telecom Itália eliminarem a superposição de licenças existentes em Longa Distância (LDN e LDI) e celular (SMP na Região II).

 

Estabeleceu ainda que, nos assuntos da BrT que envolverem os temas LDN e LDI, bem como SMP, a Telecom Italia está impedida de participar de reuniões da concessionária fixa, tanto no Conselho Diretor, como no Conselho de Administração e na Diretoria Executiva. Ou seja, mesmo voltando ao bloco de controle da BrT, a Telecom Itália continua afastada das decisões relativas à BrT GSM.

 

A BrT GSM é uma superposição mais difícil de ser eliminada. A solução natural, venda da BrT GSM, pode esbarrar na falta de comprador. A BrT investiu R$ 1,3 bilhões em sua operadora de celular. Entre os grupos atuantes no mercado brasileiro, o único candidato possível seria a Telemar. Apesar de já ter conquistado mais de 1 milhão de clientes, a BrT GSM é a 4ª operadora na sua região e cresceu dentro de uma estratégia de convergência fixo-móvel que se perderia com a venda da operadora.

 

O impasse em relação à BrT GSM pode abrir espaço para a venda da BrT e BRT GSM para uma outra operadora que não a Telecom Italia. As possíveis candidatas já presentes no Brasil, Telmex, Portugal Telecom, Telefonica e Telemar, enfrentariam problemas semelhantes em relação a superposição (exceto Telemar) e teriam dificuldades em obter a aprovação junto à Anatel. Uma outra possibilidade seria os controladores procurarem uma operadora internacional, ainda não presente no Brasil, para comprar os ativos.

 

Diante deste quadro pergunta-se:

  • Se a superposição de autorizações entre BrT e Telecom Italia não for resolvida até julho qual será a atitude da Anatel? Prorrogar o prazo? Suspender a volta da Telecom Italia ao bloco de controle?
  • A Anatel aprovaria a compra de uma participação acionária maior da BrT pela Telecom Itália antes que a superposição de autorizações seja resolvida?
  • O que acontece se a BrT não conseguir vender a BrT GSM? A Anatel aceitaria uma desativação da operadora? Quem arcaria com os prejuízos? Como ficaria a situação dos clientes da BrT GSM?
  • O impasse em relação a BrT GSM pode abrir espaço para a venda da BrT, BRT GSM, Amazônia e Telemig Celular para uma outra operadora internacional ainda não presente no Brasil? A Amazônia e Telemig Celular serão colocadas logo a venda, ou os novos gestores buscarão uma solução geral para seus ativos?
  • Neste meio tempo, como fica o dia a dia das operadoras? A BrT GSM continuará perseguindo agressivamente o crescimento com os novos gestores?
  • Como este cenário afeta o quadro competitivo no Brasil? E o crescimento do celular em 2005?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Comentário de Eduardo Chacon

Este assunto é realmente delicado.

 

Como se pode perceber, envolve as operadoras de um modo geral e dependendo de quem adquirir a BR Tel GSM, ocorrerão mudanças no mercado, que poderão inclusive afetar o Share e estratégia das operadoras.

 

Atualmente as operadoras estão focadas na campanha do dia das mães, com certeza na sequência, este assunto será resolvido.

 

 

Comentário de Andre Santana

Abre um grande legue de opções , pois com a restruturação de quem assume a Brt gsm e Fixa, as grandes operadoras com a Potugal Telecom, Vodafone pode aparecer no mercado Brasileiro, pois alem de muito dinheiro em caixa, eles nao vao deixar que todos os esforços feitos sejam em vão.

 

 

Comentário de Israel de Castro

Pela ampla carteira de amigos internacionais que o dono do banco opportunity possui, ele tem possibilidades concretas de firmar uma aliança estratégica com uma operadora internacional.

 

Essa questão da saída do Opportunity já vinha sendo cogitada, pois sabendo das consequencias, o Opportunity não vai entregar a farinha de graça! Já o nosso amigo mexicano Slim, vem ampliando suas teias em forma de parcerias com empresas GLOBAIS, entrando no controle dessas empresas através de ex-ministros de FHC.

 

 

Comentário de Jaques O. Carvalho

Peço para que minha proposta seja encaminhada à Anatel e aos demais órgãos competentes, pois a considero mais justa!

 

Toda a cobertura da BrT GSM passaria para a Telemar/Oi. Os clientes das áreas 6 (RS) e 7 (Centro-Oeste, TO, RO e AC) passariam para a TIM, usando a cobertura desta; os clientes da área 5 (PR e SC), onde a TIM já atua, passariam para a Oi.

 

O fato de o Grupo Telemar ter o governo (via BNDES, Banco do Brasil, fundos de estatais, etc.) como sócio facilitaria bastante as coisas!

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Regulamentação
10 de Maio

Internet das Coisas
30 de Maio

Market Update

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop Regulamentação

Organizador: Teleco
10 de maio

Workshop de Internet das Coisas

Organizador: Teleco
30 de maio

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...