Seção: Comentários Teleco

 


Crescimento de Celulares em 2003

Atualizado em: 23/01/2004

 

 

O nº de celulares no Brasil aumentou em 11,5 milhões em 2003, terminando o ano com 46,37 milhões.

 

Em agosto o nº de celulares ultrapassou o nº de fixos em operação que passou o ano estacionário e abaixo de 40 milhões.

Este crescimento não foi uniforme em todos os estados conforme apresentado nas figuras a seguir, onde estão representados os estados que tiveram um crescimento no ano menor que 32,9%(Cresc. do Brasil) e os estados onde a densidade é menor 26,22 celulares por 100 habitantes (Densidade do Brasil).

 

 

É interessante notar que existem todos os tipos de combinações destes fatores. Estados com baixo crescimento apresentam tanto baixa densidade (BA) como alta densidade (SP e RJ). Já Goiás, Mato Grosso e Rio Grande do Sul apresentam alto crescimento e alta densidade. O Distrito Federal, por exemplo, apresenta a maior densidade do país (72,02) e uma das maiores taxas de crescimento (42,2%).

 

Um dos fatores que pode explicar a baixa penetração ou crescimento de alguns estados, é o fato de muitas cidades no interior estarem ainda sendo atendidas por apenas uma operadora (Banda A). Sem competição, a penetração e o crescimento nestas regiões tende a ser baixo.

 

Em termos absolutos os estados que mais cresceram foram: São Paulo com 2,9 milhões, Rio de Janeiro e Minas com 1,2 milhão cada e Rio Grande do Sul com 1 milhão.

 

Este quadro nos coloca algumas questões.

 

Por que o crescimento se acelerou em 2003?

 

O crescimento do nº de celulares no Brasil acelerou-se principalmente com o aumento da competição pela entrada em operação de novas operadoras nas Bandas D e E com tecnologia GSM. O quadro a seguir permite verificar o ganho de market share conseguido pelo GSM em 2003.

Market share 2002 2003
TDMA 60,0% 53,7%
CDMA 32,9% 30,2%
GSM 4,9% 14,8%
AMPS 2,3% 1,3%

 

O que irá acontecer em 2004?

 

Em uma enquete realizada em setembro pelo Teleco, 73% dos respondentes responderam que acreditam que o crescimento do nº de celulares em 2004 irá continuar aumentando.

 

O crescimento ocorrido em dezembro (3,36 milhões) é um indicador de que isto pode ser verdade.

 

Este crescimento depende da expansão do serviço para camadas mais pobres da população, inclusive como substituto do telefone fixo. Isto implicará em um crescimento ainda maior do nº de celulares pré-pagos. O percentual de pré-pagos cresceu em 2003 de 71,68% (12/02) para 76,24% (12/03).

 

Uma vez consolidados os grandes grupos este crescimento dependerá também da competição para manter ou ampliar o market share de cada um. A TIM anunciou que a sua meta em 2004 é superar a Claro e passar o ocupar o 2º lugar.

 

Market share das operadoras (%)

 

Vivo 45,15
Claro 20,43
TIM 17,92
Oi 8,36
Telemig/Amazonas Celular 7,28
Sercomtel Celular 0,7
CTBC Celular 0,16

 

A possível entrada em operação da Brasil Telecom pode vir também a acirrar este cenário.

 

Finalmente, o crescimento do nº de celulares serviu de base para que o Brasil se transformasse em um grande fabricante de telefones celulares. Este é hoje o item mais exportado da Indústria Eletro-eletrônica com um acumulado até novembro de 2003 de US$ 1 Bilhão.

 

Consulte também outros comentários do Teleco sobre o Tema:

 

Anatel confirma: Nº de Celulares no Brasil ultrapassa o de fixos.

Celular supera a Fixa em terminais mas não em receita

Evolução do Pré-pago no Brasil

Em quais estados o Celular está crescendo mais?

 

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Internet das Coisas
27 de Junho

Market Update

Regulamentação

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop de Internet das Coisas

Organizador: Teleco
27 de junho

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...