Seção: Comentários Teleco

 


Resultados das Operadoras no 1º Trimestre 2004

publicado em 17/05/2004

 

Os principais grupos de telefonia fixa e celular no Brasil tiveram no 1º trimestre de 2004 uma receita líquida de R$ 16,2 Bilhões distribuidos conforme a figura apresentada a seguir.

 

Market share de Receita Líquida da Telefonia Fixa e Celular

 

Não estão incluídos nesta receita CTBC, Sercomtel, Intelig, GVT e novas autorizações, que conjuntamente representaram 4% da receita total destes serviços em 2003. Não estão incluídas também as operadoras de SCM e SLE, que atuam no mercado de comunicação de dados.

 

As três maiores participações são da Telefonica/Vivo (35%), Telemar (23%) e Claro/Embratel (18%). A posição dos demais poderá ser alterada dependendo da solução do conflito entre Tim e Opportunity pelo controle da Brasil Telecom (veja comentário do Teleco). Um destes grupos pode ter também a sua posição reforçada com a compra da Intelig.

 

No trimestre, a Receita Bruta estimada para as operadoras de telefonia fixa foi de R$ 15 Bilhões e das de celular R$ 8 Bilhões.

 

Telefonia Celular

 

  Celulares (milhões)

Cres. Cel.

(1T04)

Receita Líq. (Bilhões R$) Margem EBITDA
Vivo 21,9 5,9% 2,5 40,4%
Claro 10,0 4,6% 1,1 15,2%
Tim 9,1 9,9% 1,3 18%
Oi 4,4 10,7% 0,44 9,7%

Telemig/

Amaz.Cel.

3,4 2,4% 0,42 41,2%
Brasil 49 6% 6 -

 

A Oi e a Tim foram as operadoras que mais cresceram em número de celulares no trimestre. A Tim aproximou-se da Claro que ocupa o 2º lugar em número de celulares e confirmou sua posição como 2ª em receita. A Oi consolidou-se na 4ª colocação em nº de celulares e receita.

 

A Vivo conseguiu defender a sua posição com um crescimento próximo da média do Brasil e uma Margem EBITDA de 40,4%.

 

Telefonia Fixa

 

O número de acessos em serviço manteve-se estável flutuando durante o período de um ano em +/- 1%. O número de acessos banda larga ADSL cresceu no trimestre para a Telemar (31%), Brasil Telecom (15%) e Telefonica (7%). Esta última apresenta o maior número de acessos ADSL por acessos em serviço.

 

Milhares (1T04) Acessos em Serviço ADSL

ADSL/Acessos

em Serviço

Telemar 15.123 284 1,9%
Brasil Telecom 9.724 325 3,3%
Telefonica 12.228 518 4,2%
Total 37.075 1.127 3,0%

 

Em relação à Receita Bruta, a Telefonica ficou com o maior crescimento com 2,6% no trimestre e 23,2% no ano.

 

R$ Milhões (1T04)

Receita Bruta

Cresc. 1T04 Cresc. em 1 ano
Telemar 4.742 0,0% 12,5%
Brasil Telecom 2.909 0,3% 11,5%
Telefonica 4.520 2,6% 23,2%
Embratel 2.500 1,5% 14,6%
Total 14.671 1,1% 15,8%

 

A figura a seguir apresenta o market share destas operadoras na Receita Bruta Total de Longa Distância Nacional (R$ 3,2 Bilhões), Longa Distância Internacional (R$ 330 milhões) e Comunicação de Dados (R$ 1,6 Bilhões). A receita da Telefonica Empresas foi adicionada à receita de dados da Telefonica.

 

LDN: Longa Distância Nacional; LDI: Longa Distância Internacional

 

No período de 1 ano a Embratel perdeu market share nestes 3 serviços:

  • O market share da Embratel em comunicação de dados caiu de 43% para 35% no período de 1 ano. A Receita Bruta total cresceu 18%, mas a Embratel apresentou crescimento negativo de -6%. As demais cresceram: Telefonica (48%), Telemar (34%) e Brasil Telecom (23%).
  • A Receita Bruta Total de LDN no trimestre cresceu 28% quando comparada ao 1º trimestre de 2003 (1T03). O market share da Embratel caiu de 48% para 44% e a sua Receita Bruta cresceu 17% no período de 1 ano. Telefonica (52%) e Telemar (38%) apresentaram os maiores crescimentos.
  • A Receita Bruta Total de LDI destas operadoras no 1T04 foi 2% menor que a de 1T03. A queda na Receita Bruta da Embratel (-7%) não foi totalmente absorvida pelas outras 3 operadoras. É importante observar que a Intelig tem um percentual significativo deste mercado, 21% do tráfego de LDI em minutos (2003) segundo dados da Anatel.

Pergunta-se:

  • Este quadro de queda da Embratel será revertido com a sua aquisição pela Telmex?
  • A Telmex intensificará a atuação da Vésper na Telefonia Local?
  • Como uma decisão na briga TIM x Opportunity poderá afeter o cenário de telefonia brasileiro?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Internet das Coisas
27 de Junho

Market Update

Regulamentação

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop Lei Geral das Telecomunicações: 20 anos

21 de julho

Organizador: FIESP

Painel Telebrasil 2017

19 e 20 de setembro

Organizador: Telebrasil

Mais Eventos




LIVROS

 

 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...