Seção: Comentários Teleco

29/11/2014


Os equívocos do estudo de comparação de preços da UIT

 

A UIT repetiu na edição 2014 do estudo "Measuring The Information Society" os equívocos das edições anteriores em relação ao cômputo dos preços de serviços de telecomunicações no Brasil. (Mais detalhes)

 

A figura a seguir apresenta a posição do Brasil no ranking divulgado pela UIT em 2014 e a posição com as correções apresentadas neste comentário. (O nº 1 é o de menor custo).

PUBLICIDADE

 

 

 

Nota: Ranking baseado no custo do serviço como percentual do pib per capita. O nº 1 é o de menor custo.

 

 

Celular

 

O estudo da UIT considera os preços máximos do "Plano de Referência de Serviço" das prestadoras, registrados na Anatel, mas que não são utilizados por nenhum usuário no Brasil.

 

A figura a seguir apresenta os preços utilizados pela UIT e aqueles preços praticados no Brasil, conforme estudo realizado pela Teleco.

 

 

Nota: O estudo feito pela Teleco utiliza os mesmos critérios de coleta da UIT (Celulares pré-pagos, principal operadora, ...) e pode ser consultado em página "preços paises" do Teleco . Os preços do estudo da UIT são set/13 e os do Teleco entre junho e set/14.

 

Não é de se estranhar, portanto, que o estudo da UIT conclua que o gasto mensal de um usuário de pré-pago no Brasil, representado pela cesta de serviços da UIT, seja de R$ 113,7, valor cerca de dez vezes maior que a conta média de pré-pago no Brasil.

 

O preço médio por minuto para o celular seria de R$ 1,26, segundo a UIT, enquanto Anatel e Teleco estimam este valor em R$ 0,16 e em R$ 0,14, respectivamente.

 

 

Nota: calculado a partir do ARPU, MOU e receita de dados das operadoras.

 

 

Além dos valores utilizados pelo estudo, a própria cesta de serviços adotada também não corresponde ao perfil de consumo de celular do brasileiro. Baseada em uma cesta definida pela OCDE em 2009, ela procura refletir um padrão de utilização de usuários Europeus com baixo consumo.

 

A cesta inclui 51 minutos de ligações, sendo 53% on-net (mesma operadora), e 100 SMSs. No Brasil, cerca de 90% do tráfego é de chamadas on-net (mesma operadora).

 

 

Banda Larga Móvel

 

 

Na Banda larga móvel o estudo da UIT apresenta os seguintes valores mensais para um consumo de dados de 500 MB no smartphone.

 

 

 

 

Ou seja, um pacote de dados de 500 MB sairia três vezes mais caro no pós-pago do que no pré-pago.

 

A diferença de preço ocorre porque o pacote de dados considerado no pós-pago pela UIT inclui minutos de conversação.

 

Distorções como esta, que fazem com que o Brasil passe da posição 53 (BL móvel pré-paga) para a 102 (BL móvel pós-paga), inviabilizam a utilização dos rankings apresentados pela UIT para a análise comparativa de preços entre os países.

 

 

Telefonia Fixa

 

Na telefonia fixa, o estudo da UIT não considerou a franquia de 200 minutos incluída na assinatura no Brasil, apesar de sua metodologia estabelecer que, se o valor da assinatura inclui uma franquia de minutos, eles devem ser deduzidos do valor total da cesta.

 

As distorções apresentadas pelo estudo de preços da UIT para o Brasil podem ter ocorrido também em relação a outros países.

 

Para se ter uma comparação efetiva dos preços de serviços de telecom entre os vários países seria necessário realizar um estudo em outras bases, que procurasse captar os preços efetivamente praticados em outros países.

 

A Teleco realizou um estudo comparativo de preços do Brasil com outros 17 países, que pode ser consultado em preços países.

 

 

Diante deste quadro pergunta-se:

  • Os rankings divulgados pela UIT podem ser utilizados para comparação de preços entre países?
  • Os preços de serviços de telecom no Brasil são altos quando comparados a outros países?
  • Para evitar a divulgação de informações equívocadas a UIT deveria consultar a ANATEL sobre os preços efetivamente praticados?
  • As operadoras deveriam rever os preços máximos informados à ANATEL, já que não são praticados?

 

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

 

 

Workshop

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Internet das Coisas
27 de Junho

Market Update

Regulamentação

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Painel Telebrasil 2017

19 e 20 de setembro

Organizador: Telebrasil

Mais Eventos




LIVROS

 

 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...