Seção: Comentários Teleco

12/09/2015


Voz não é mais a principal receita de telecom no Brasil

 

 

A receita líquida de dados (fixo e móvel) e TV por assinatura totalizaram R$ 33,6 bilhões no 1º Semestre de 2015 (1S15) superando as receitas de voz (fixa e móvel) que totalizaram R$ 32,0 bilhões neste período.

 

 

Nota:Não estão incluídas nesta análise a receita com venda de aparelhos.

 

 

A queda na receita de voz se acelerou no 1S15 com a queda de 10% na receita de voz móvel, na comparação com o 1S14, devido a um uso mais intensivo de mensagens e queda na VUM (interconexão). A receita de voz fixa apresentou queda de 3% neste período.

 

Voz móvel ainda é, porem, o principal serviço de telecom do Brasil, com 29% da receita total e 59% da receita total de voz.

 

 

 

Banda larga fixa, dados móveis e TV por assinatura apresentam uma participação muito próxima na receita total de serviços de telecom (16% a 18%).

 

 

Voz deixou de ser a principal receita entre os serviços fixos em 2013. No 1S15, 69% da receita de serviços fixos eram provenientes de banda larga fixa e TV por assinatura.


 

 

No móvel, voz ainda é a principal receita de serviços, mas no 1S15 dados já representava 38% da receita de serviços das operadoras móveis.

 

 

Diante deste cenário pergunta-se:

  • O que muda com a voz deixando de ser a principal fonte de receita das operadoras?
  • Como cada operador está enfrentando este processo?
  • Qual o impacto nos investimentos das operadoras?

 

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update

28 de Março

Regulamentação de Telecom

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...