Seção: Comentários Teleco

12/03/2016


O ano começa crescendo menos que 2015: TIM lidera no celular e Vivo no fixo

 

 

O ano de 2016 começou com o mês de janeiro apresentando crescimento inferior ao de jan/15. As adições líquidas dos principais serviços de telecom foram negativas no mês.

 

 

 

 

A TIM liderou o crescimento do celular (+670 mil) e a Vivo apresentou menos perdas nos acessos fixos (-30 mil), conforme será analisado a seguir.

 

Celular

 

A TIM liderou em adições líquidas em jan/16 e foi a única, entre as cinco principais operadoras de celular, a apresentar crescimento positivo das adições líquidas no mês.

 

 

 

 

 

O pré-pago foi o responsável por este resultado da TIM, uma vez que ela foi a única, entre estas operadoras, a apresentar adições líquidas positivas no mês.

 

As adições líquidas positivas da TIM podem estar relacionadas a um esforço da operadora para voltar a se distanciar da Claro mantendo a 2ª colocação em market share de celulares do Brasil. A vantagem da TIM, que havia caído para 256 mil celulares em dez/15 voltou a crescer para 1,9 milhões de celulares em jan/16.

 

 


 

 

 

Estes resultados mostram que a redução da base de pré-pagos não terminou com o corte 12,1 milhões de pré-pagos realizado em dezembro e deve continuar em 2016.

 

A Claro liderou em adições líquidas de pós-pago, apresentando, juntamente com a Oi crescimento maior que em jan/15.

 

 

 

 

 

Neste cenário os celulares com tecnologia 4G foram os únicos a apresentar crescimento positivo (+2,6 milhões).

 

 

Banda Larga Fixa

 

 

Na banda larga fixa a Embratel/Net e a Vivo apresentaram redução nas suas adições líquidas. A Oi melhorou o seu desempenho.

 

 

 

 

 

 

 

 

TV por Assinatura

 

A Oi liderou o crescimento na TV por Assinatura em jan/16, enquanto as demais operadoras apresentaram adições líquidas negativas.

 

 

 

 

A queda maior continua sendo na TV por assinatura via satélite (DTH), com adições líquidas negativas (-67 mil).

 

 

Telefonia Fixa

 

Na telefonia fixa as perdas ocorreram nas concessionárias (Oi e Vivo) e nas autorizadas (Embratel/Net).

 

 

 

 

 

 

Diante deste cenário pergunta-se:

  • Os acessos de celular, telefonia fixa, banda larga fixa e TV por assinatura irão crescer menos em 2016 que em 2015? Por quê?
  • Quem irá liderar em adições líquidas em cada um destes serviços em 2016?
  • O pré-pago vai continuar encolhendo em 2016?
  • A TV a cabo vai crescer mais que o DTH em 2016?
  • Qual o destino da telefonia fixa?

 

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update

04 de Abril

Regulamentação de Telecom

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop Teleco Market Update 2016

Organizador: Teleco
4 de abril

IoT BRASIL SUMMIT 2017

Organizador: Telesemana/Teleco
5 de abril

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...