Seção: Comentários Teleco

08/05/2016


Vivo, Claro e TIM lideraram o crescimento no 1T16

 

 

O ano de 2016 começou com um crescimento menor que o apresentado em 2015, à exceção dos celulares 4G com adições líquidas de 7,1 milhões contra 2,6 milhões no 1T15. Os demais serviços apresentaram crescimento menor neste período.

 

 

 

 

A Vivo liderou em adições líquidas de 4G, a Claro no pós-pago e na banda larga fixa e a TIM no pré-pago.

 

4G no 1T16

 

4G acelerou seu crescimento em 2016 com adições líquidas no mês de 7,1 milhões celulares no trimestre. As demais tecnologias continuam perdendo celulares. No 1T16, 3G apresentou adições líquidas de -3,6 milhões de celulares e 2G de -3,3 milhões.

 

Todas as operadoras apresentaram crescimento das adições líquidas no 1T16 em relação ao 1T15.

 

 

 

 

 

A Vivo liderou o crescimento com adições líquidas de 2,2 milhões de celulares 4G, seguida pela TIM (2 milhões), Claro (1,7milhões) e Oi (1,1 milhões).

 

 

 

Pós-pago no 1T16

 

O pós-pago apresentou queda nas adições líquidas no 1T16 (444 mil), quando comparado ao 1T15 (1,7 milhões). Esta queda ocorreu em todas as operadoras.

 

 


 

 

 

A Claro liderou em adições líquidas de pós-pago (219 mil), seguida pela Vivo (185 mil) e pela Oi (111 mil).

 

 

Banda Larga Fixa

 

 

A banda larga fixa também apresentou queda nas adições líquidas no 1T16 (293 mil), quando comparado ao 1T15 (512 mil). Esta queda ocorreu principalmente nas adições líquidas da Claro (Embratel/Net) e operadoras menores.

 

 

 

Apesar da queda, a Claro ainda liderou em adições líquidas (82 mil), seguida pela Vivo (79 mil).

 

 

Pré-pago

 

 

No pré-pago, que ja havia apresentado baixo crescimento no 1T15 (+1mil), as adições líquidas foram negativas no 1T16 (-185 mil). A TIM foi a única a apresentar adições líquidas positivas no trimestre.

 

 

 

 

 

Ao contrário do pós-pago e da banda larga fixa onde a queda de crescimento no 1T16 pode ser atribuída à crise econômica, no pré-pago o abandono do 2º chip, devido a um uso mais intensivo de mensagens, é a principal causa pelas adições líquidas negativas.

 

 

Diante deste cenário pergunta-se:

  • 4G irá superar a 2G em 2016?
  • Quem irá liderar em adições líquidas de 4G, pós-pago e banda larga fixa em 2016?
  • O pré-pago vai continuar caindo em 2016?

 

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Internet das Coisas
27 de Junho

Market Update

Regulamentação

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop Lei Geral das Telecomunicações: 20 anos

21 de julho

Organizador: FIESP

Painel Telebrasil 2017

19 e 20 de setembro

Organizador: Telebrasil

Mais Eventos




LIVROS

 

 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...