Seção: Comentários Teleco

 


Comentário

publicado em 04/10/2004

 

PNAD 2003: O celular está substituindo o telefone fixo?

 

O IBGE divulgou na última semana de setembro os resultados da Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios (PNAD) relativos ao ano de 2003. Esta pesquisa permite acompanhar a penetração de vários produtos ou serviços nos domicílios brasileiros.

 

Percentual de domicílios com: 2001 2002 2003
Iluminação Elétrica 96,0 96,7 97,0
Televisão 89,0 89,9 90,0
Rádio 88,0 87,9 87,8
Telefone (Fixo ou Celular) 58,9 61,6 62,0
Computador 12,6 14,2 15,3
Computador com acesso a internet 8,6 10,3 11,4

 

Entre os 49,1 milhões de domicílios existentes no Brasil em 2003, em 62% havia um telefone fixo ou celular, um crescimento de 1,1 milhão de domicílios em relação a 2002. Números detalhados podem ser encontrados no Teleco em PNAD03. Apresenta-se a seguir alguns comentários destes números em relação aos segmentos de acesso à Internet, telefonia e TV por assinatura.

 

Acesso à Internet

 

O número de domicílios com computador ligado à internet (5.624 mil) cresceu 14,5% em 2003. Mas, apenas 5,1% dos domicílios com rendimento familiar mensal menor que 10 salários mínimos possuiam computador com acesso à Internet.

 

% de domicílios com Total Classe de rendimento mensal familiar (Salário Mínimo)
Até 10 10 a 20

mais

de 20

Computador 15,3 8,2 56,3 78,3

Computador

com acesso à Internet

11,4 5,1 46,0 71,4

 

Segundo o PNAD 2003 o número de moradores em domicílios com acesso à internet é de 19,33 milhões. Este número é bem próximo ao número de usuários domiciliares de internet estimado pelo IBOPE NetRatings. Segundo esta fonte existiam no Brasil em agosto de 2004 19,31 milhões de usuários com acesso à Internet sendo 12,02 milhões de usuários ativos.

 

O PNAD não pesquisa quantos domicílios têm acesso banda larga a Internet. Segundo dados da Anatel existiam 1.199 mil usuários banda larga em 2003.

 

Telefones Fixos e Celulares

 

O percentual de domicílios com telefone (fixo ou celular) passou em 10 anos de 19,8% (1993) para 62,0% (2003), tendo o número de domicílios com telefone crescido 3,9% em 2003.

 

A tabela a seguir apresenta um detalhamento dos dados do PNAD para telefones fixos e celulares.

 

% de domicílios com 2001 2002 2003
Telefone (Fixo ou Celular) 58,9 61,6 62,0
Telefone Fixo 51,1 52,8 50,8
- Só Telefone Fixo 27,9 27,0 23,4
Telefone Celular 31,0 34,7 38,6
- Só Telefone Celular 7,8 8,8 11,2

 

O que se observa em 2003 é uma queda no percentual de domicílios com telefone fixos e o crescimento do percentual com telefone celular.

 

O telefone está presente em mais de 97% dos domicílios com rendimento familiar mensal superior a 10 salários mínimos e em 57% daqueles com renda menor que 10 salários mínimos.

 

% de domicílios com Total Classe de rendimento mensal familiar (Salário Mínimo)
Até 10 10 a 20

mais

de 20

Telefone (Fixo ou Celular) 62,0 57,0 97,4 99,4
Telefone Fixo e Celular 27,4 19,8 74,7 89,8
Só Telefone Fixo 23,4 25,0 16,2 6,4
Só Celular 11,2 12,1 6,5 3,1

 

O percentual de domicílios com telefone fixo e celular é menor também entre os domicílios com renda menor que 10 salários mínimos. Entre estas famílias apenas 19,8% têm ambos os tipos de telefones (fixo e celular), o que parece indicar que uma restrição de renda leva a necessidade de optar entre um dos dois tipos de telefone. Em 2003 já era 12,1% o percentual de domicílios desta classe de renda onde existia apenas telefone celular. Este é um indicador de que o celular pode estar substituindo o telefone fixo, pelo menos nessa classe de renda.

 

Note também na tabela acima que o % de domicílios só com celular não é desprezível também nos domicílios com renda mais alta. No total, o percentual de domicílios só com celular foi de 8,8% em 2002 para 11,2% em 2003.

 

A renda familiar aparece portanto como uma restrição à difusão dos serviços telefônicos, apesar dos gastos com telefonia representarem um percentual pequeno da despesa média mensal das famílias brasileiras.

 

  Despesa (R$) % da despesa total
Telefone Fixo 31,86 1,79
Telefone Celular 11,29 0,63

Terminal Celular

e acessórios

3,85 0,22

Fonte: Pesquisa de orçamentos familiares 2002-2003 (IBGE)

 

Na pesquisa de orçamentos familiares(IBGE) as despesas com telefone fixo e celular fazem parte das despesas com habitação que representam 35,5% da despesa média mensal das famílias brasileiras. Alimentação representa 20,75% e transporte 18,44%.

 

A tabela a seguir apresenta apresenta os gastos (R$) com telefone por classe de rendimento familiar mensal.

 

Classe de rendimento mensal familiar Total Telefone Fixo Telefone Celular Terminal Celular e acessórios
até R$ 400 5,32 4,15 0,74 0,43
R$ 400 a 600 11,50 9,31 1,30 0,89
R$ 600 a 1.000 22,34 17,52 3,21 1,61
R$ 1.000 a 1.200 34,05 26,68 4,63 2,74
R$ 1.200 a 1.600 45,86 35,36 6,75 3,75
R$ 1.600 a 2.000 57,50 41,64 10,43 5,43
R$ 2.000 a 3.000 74,37 54,79 13,81 5,77
R4 3.000 a 4.000 101,76 66,64 26,15 8,97
R$ 4.000 a 6.000 135,74 82,51 42,42 10,81
Mais de 6.000 201,97 106,38 78,64 16,95

Fonte: Pesquisa de orçamentos familiares 2002-2003 (IBGE)

 

De acordo com as próprias operadoras, a renda aparece também como uma restrição para os serviços de TV por assinatura que contavam em 2003 com 3,5 milhões de assinantes enquanto existiam aparelhos de TV em 44,2 milhões de domicílios.

 

Diante destes dados pergunta-se:

  • Como está evoluindo este quadro em 2004? O número de domicílios com telefone celular irá superar o número de domicílios com telefone fixo?
  • É possível afirmar que o celular está substituindo o telefone fixo nas camadas de mais baixa renda? O número de domicílios só com celular irá superar o de domicílios só com fixo nas famílias com renda inferior a 10 salários mínimos?
  • O preço do computador é o maior limitante para o aumento dos domicílios com acesso à Internet?
  • Como o celular, ao contrário dos outros serviços, consegue crescer nas famílias com renda mensal menor que 10 salários mínimos?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Internet das Coisas
27 de Junho

Market Update

Regulamentação

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop de Internet das Coisas

Organizador: Teleco
27 de junho

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...