Seção: Comentários Teleco

15/12/2017


O desempenho da Oi em 2017

 

 

A receita líquida da Oi no Brasil está mantendo em 2017, a tendência de queda dos anos anteriores.

 

 

*acumulado nos últimos 12 meses.

 

A queda está sendo mais acentuada no segmento de empresas (B2B), embora ocorra também nos segmentos residencial e de mobilidade pessoal.

 

*acumulado nos últimos 12 meses.

 

 

 

A Oi perdeu market share em telefonia fixa e BL fixa nos primeiros nove meses de 2017. Está crescendo em TV por assinatura e mantendo estável sua base de celulares.

 

* market share de TVA em mai/17.

 

A rentabilidade da Oi melhorou em 2017.

 

 

*acumulado nos últimos 12 meses.

 

A margem EBITDA cresceu e o prejuízo diminuiu.

 

 

*acumulado nos últimos 12 meses.

 

 

Em processo de recuperação judicial, a dívida líquida da Oi subiu para R$ 44,1 bilhões em set/17.

 

*acumulado nos últimos 12 meses.

 

 

Estes resultados mostram que, além de equacionar a sua dívida, a empresa precisa continuar controlando seus custos operacionais e estancar a perda de receita e market share. Para se tornar mais competitiva a Oi tem que aumentar os seus investimentos. O crescimento do Capex em 2016 e 2017, apesar de positivo, ainda é insuficiente.

 

*acumulado nos últimos 12 meses.

 

 

 

Diante deste quadro pergunta-se:

  • A receita da Oi no Brasil vai voltar a crescer em 2018?
  • Que fatores podem contribuir para melhorar o desempenho da Oi?
  • A Oi vai sair do processo de recuperação judicial em 2018?
  • A Oi conseguirá aumentar o patamar de investimentos?

 

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

 

 

Workshop

 

 

Pesquise no site

EVENTOS

Painel Telebrasil 2018

22 a 24 de maio

Organizador: Telebrasil

Futurecom 2018

15 a 18 de outubro

Organizador: Informa

Mais Eventos

TELECOM WEBINAR

IoT Brasil Summit 2018

Assista on demand

Veja Outros Webinares

 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...