Seção: Comentários Teleco

 


Comentário

publicado em 08/11/2004

 

Market Share das Operadoras de Celular

 

O número de celulares no Brasil cresceu 42,4% em 12 meses (set/03 a set/04). Este crescimento acelerado, incentivado pela entrada em operação das Bandas D e E, tem produzido alterações no market share das operadoras.

 

 

No período de 1 ano a Vivo perdeu market share. A Claro tem conseguido manter o seu market share nos últimos 9 meses. As estratégias destas operadoras foram analisadas no comentário do Teleco Vivo e Claro: Market Share x Rentabilidade.

 

O quadro a seguir permite uma análise mais detalhada da posição destas operadoras.

 

- Banda

Tecno.

Cel set/04

(milhares)

Cresc.

3T04/

3T03

Market Share

3T04

3T03

Vivo A,B

CDMA

TDMA

24.645 34,6% 42,3% 45,2%

Claro

B,D,E

TDMA

GSM

11.985 36,9% 20,6% 21,6%
TIM

A,B,

D,E

TDMA

GSM

11.724 64,6% 20,1% 17,6%
Oi D GSM 5.740 101,5% 9,9% 7,0%
Telemig/Am. A TDMA 3.764 19,9% 6,5% 7,7%

Triângulo/

Sercomtel

A TDMA 380* ND 0,7% 0,9%
BrTelecom E GSM ND - - -

* Estimado pelo Teleco

 

As operadoras que primeiro apostaram no GSM (Oi e Tim) foram as que apresentaram o maior crescimento em 1 ano (101,5% e 64,6%).

 

É bem provável que a Tim, que já é a primeira operadora GSM do Brasil, consiga ultrapassar a Claro até o final de 2004. A Tim cresceu 12,5% no último trimestre e a Claro 7,8%.

 

Telemig e Amazônia Celular, que foram ultrapassadas pela Oi em 2003, devem continuar perdendo mercado enquanto a sua rede GSM não entrar em operação.

 

Brasil Telecom GSM

 

A Brasil Telecom GSM entrou em operação no final de set/04 com promoções agressivas como o "Pula Pula" válido para os primeiros 400 mil clientes e divulgou as seguintes metas:

 

Milhares 2004 2005
Clientes 500 1.700
Pré-pago 75% 77%
Share de Vendas 6% 21%
Market Share Região II 3% 8%
ARPU (R$) ND 22
SAC (R$) ND 220

 

Como a Região II representa hoje 29% dos celulares do Brasil a meta da Brasil Telecom GSM seria ter aproximadamente 0,9% (2004) e 2,3% (2005) de market share do total de celulares no Brasil.

 

Tecnologias

 

Um outro aspecto a ser considerado é a evolução do market share das tecnologias de celular.

 

 

O crescimento do GSM vem sido acompanhado por uma perda de Market Share do TDMA. A participação do CDMA tem se manntido estável em 30%.

 

Diante deste quadro pergunta-se:

  • A Tim ultrapassará a Claro em 2004? Como a entrada da Brasil Telecom influencia esta disputa?
  • As metas da Brasil Telecom são otimistas? conservadoras?
  • A Vivo continuará perdendo Mkt share? Até quando? Até os 30% de market share do CDMA?
  • O GSM ultrapassará o mkt share do CDMA em 2004?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Comentário de Daniel Fontanella

Referente as perguntas comenta-se:

 

1- A TIM provavelmente não ultrapassará a Claro no proximo ano, salvo alguma alteração na camara de arbitragem de Londres colocando a Italia Telecom como administradora da Brasil Telecom.

2- As metas são extremamente otimistas.

3- Acredito que pelos altos custos da tecnologia CDMA a VIVO continuará perdendo mercado para as outras operadoras. O limite, eu não arriscaria. É certo que existirá sempre mercado para a tecnologia CDMA.

4- Se não for em 2004, será em 2005. Pela alta escalabilidade da tecnologia GSM a tendencia é crescer cada vez mais.

 

 

Comentário de Felipe B. Alves

A Tim ultrapassará a Claro em 2004?

Com a entrada da TIM GSM, a carência desta tecnologia no mercado foi suprida, com ares de inovação e revolução tecnológica. Após um marketing pesado e um serviço estável a TIM começou a criar bases sólidas e uma carta de clientes que acreditavam em seu serviço. A Claro ainda decidia se optava por uma migração para CDMA ou GSM.

 

Após ter aderido a tecnologia GSM, ela teve uma entrada um tanto quanto atribulada no mercado, deixando a desejar pela fragilidade na manutenção do serviço e conseqüentemente um aumento do quadro depreciativo desta empresa no mercado.

 

Inúmeras ações judiciais foram movidas contra a Claro, e, apesar de poucas terem sido ganhas, foi o suficiente para denegrir a imagem da operadora; imagem esta que havia sido conquistada a duras penas, principalmente aqui no Rio Grande do Sul. O maior beneficiado desta corrida é o usuário, mas apesar da TIM estar atrás, será apenas questão de tempo até que desponte como maior empresa celular GSM no país.

 

As metas da Brasil Telecom são otimistas? conservadoras?

Otimistas. Apesar da Brasil Telecom estar muito bem assistida, e dirigida por profissionais ousados e capacitados, suas metas extrapolam um limite imaginável, ficando assim, por conta de uma política audaciosa em um mercado não tão aberto assim. As inovações tecnológicas a nível de Brasil não acompanham o desenvolvimento econômico dos usuários.

 

A cada dia são lançados novos produtos, melhorias de qualidade, velocidades de acesso, porém não há um mercado que acompanhe economicamente estas inovações. Metas são lançadas para serem atingidas e depois se avalia os motivos de tê-las ou não atingido, mas é preciso cautela para que sejam lançadas, pois se os números forem muito aquém dos pré-estabelecidos, a empresa poderá sofrer resultados como o desestímulo e a perda de confiança, seja por parte dos colaboradores, seja por parte do próprio mercado.

 

O GSM ultrapassará o mkt share do CDMA em 2004?

A briga do GSM e do CDMA é antiga. As novidades vem de todos os lados, independente de tecnologia ou empresa. Tecnicamente falando, as condições de migração para as próximas gerações é mais acessível ao CDMA, pois demanda menos intervenção técnica e financeira para tal, porém a questão de mercado não está restrita à tecnologia adotada por cada empresa, mas sim como a empresa sente e supre as carências deste mercado.

 

Não adianta contar com uma tecnologia mais avançada se o mercado não está preparado para receber este avanço. Há que se saber utilizar da melhor forma o que se tem em mãos, e não contar apenas com a melhor tecnologia.

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Regulamentação
28/Novembro

Market Update

Internet das Coisas

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Mais Eventos




LIVROS

 

 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...