Seção: Comentários Teleco

 


Resultados das Operadoras no 3º Trimestre 2004

publicado em 17/05/2004

 

Os principais grupos de telefonia fixa e celular no Brasil tiveram no 3º trimestre de 2004 uma receita líquida de R$ 17,7 Bilhões, sendo R$ 11 Bilhões em telefonia fixa e R$ 6,7 Bilhões em celular.

 

Receita Líquida

R$ Milhões

3T04

Total

(Jan-Set/04)

Fixa Cel Total
Telefonica/Vivo 3.425 2.735 6.160 17.813
Telemar/Oi 3.468 616 4.084 11.571
Embratel/Claro 1.775 1.321 3.096 9.085
Brasil Telecom 2.361 - 2.361 6.599
Tim - 1.600 1.600 4.380
Telemig/Amaz. - 395 395 1.251
Total 11.029 6.667 17.696 50.700

 

A maior receita é a da Telefonica/Vivo (35%), que ocupa o 2º lugar em telefonia fixa e o 1º em celular.

 

Market share de Receita Líquida da Telefonia Fixa e Celular

 

Não estão incluídos nesta receita CTBC, Sercomtel, Intelig, GVT e novas autorizações, que conjuntamente representaram 4% da receita total destes serviços em 2003. Não estão incluídas também as operadoras de SCM e SLE, que atuam no mercado de comunicação de dados.

 

Este quadro poderá ser influenciado com a solução do conflito entre Tim e Opportunity pelo controle da Brasil Telecom. A Anatel considera Brasil Telecom, Amazônia e Telemig Celular como um único grupo.

 

Este cenário tem se mantido estável durante o ano apesar de no último trimestre o crescimento das receitas de telefonia fixa e celular não ter sido uniforme em todas as operadoras. A Telemig e Amazônia Celular em particular apresentaram uma perda de receita de longa distância com a entrada em operação da seleção de operadora devido a migração para o SMP.

 

Telefonia Celular

 

3T04 Cresc. Rec. Liq. Margem EBITDA
Fixa Cel Fixa Cel
Telefonica/Vivo 8,0% 0,7% 46,8% 32,7%
Telemar/Oi 6,6% 12,8% 42,0%* -2,4%
Embratel/Claro -1,8% 11,0% 13,6% 3,2%
Brasil Telecom 9,2% - 41,7% -
Tim - 8,1% - 19,0%
Telemig/Amaz. - -9,4% - 35,6%
Total 6,1% 5,6% - -

* inclui Oi

 

A participação das celulares na receita líquida total cresceu de 35,5% (1T04) para 37,7% (3T04), apesar de, com o reajuste da telefonia fixa, ter havido um crescimento maior da receita das fixas no último trimestre. A Margem EBITDA das celulares continua inferior à das operadoras de telefonia fixa.

 

Pergunta-se:

  • A receita das operadoras de telefonia celular irá ultrapassar a das fixas? Quando?
  • A Margem EBITDA das celulares irá crescer em 2005? A das fixas irá cair?
  • Como as negociações para a tarifa de interconexão das celulares (VUM) afetarão este quadro?
  • A Brasil Telecom, associada à Amazônia e Telemig Celular e reforçada com a entrada em operação da Brasil Telecom GSM poderá ultrapassar o grupo Embratel/Claro em receita líquida?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Loading

EVENTOS

Mais Eventos

 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...