Seção: Internet das Coisas (M2M)

20/01/2017

O que é Internet das coisas (M2M)

 

Nesta página: Apresenta o que é M2M e a evolução dos acessos M2M no Brasil.


O que é M2M?

 

 

M2M (Machine-to-Machine) refere-se à comunicação de maquina para maquina.  


Esta tecnologia vai além da conexão ponto-a-ponto, podendo interligar sistemas de rede, tanto com fio quanto sem fio, a dispositivos remotos.


Na comunicação M2M ocorre a transferência e utilização de dados, em tempo real, via redes fixas ou móveis, oriundos de equipamentos/terminais remotos para o monitoramento, medição e controle dos mesmos.


M2M possibilita o funcionamento de diversos serviços, como: rastreamento automatizado de veículos (AVL), serviços públicos, serviços financeiros (ATM’s e POS), segurança patrimonial, telemetria, automação industrial, gerenciamento de transito, smart meetering (medidores inteligentes), smart grid (redes de energia elétrica inteligentes), distribuição de petróleo e derivados, Agrobusiness e meio ambiente, saúde e outros.

 

O M2M tem sido considerado um subconjunto da Internet das coisas onde não existe intervenção humana na comunicação.

 

 

A partir de agosto de 2014, a Anatel passou a classificar os terminais M2M móveis em duas categorias de acessos:

 

  • M2M Especial são os dispositivos em operação utilizados em sistemas de comunicação máquina a máquina que, sem intervenção humana, utilizam redes de telecomunicações para transmitir dados a aplicações remotas com o objetivo de monitorar, medir e controlar o próprio dispositivo, o ambiente ao seu redor ou sistemas de dados a ele conectados por meio dessas redes, conforme estabelecido no Decreto 8.234/2014;
  • M2M Padrão são os dispositivos máquina a máquina em operação que não se enquadram na definição de M2M Especial.

Os terminais M2M Especial pagam o valor reduzido de Fistel. Os terminais M2M padrão pagam o valor normal.

 

Em maio de 2014 foi publicado um decreto que regulamenta a redução do Fistel para as conexões M2M (Máquina a Máquina) prevista na Lei 12.715 em 2012.

 

 

R$ TFI (Taxa de Fiscalização de Instalação) TFF (Taxa de Fiscalização de Funcionamento)
Fistel 26,83 13,40
Fistel reduzido 5,68 1,89

 

 

 

M2M em 2016

O Brasil terminou 2016 com 12,7 milhões de acessos M2M. 5,4 milhões eram M2M Especial e 7,3 milhões M2M Padrão.

 

 

 

 

M2M móveis no 4T16

 

 

Milhares 2015 1T16 2T16 3T16 Out/16 Nov/16 4T16
M2M Especial 3.938 4.211 4.374 4.827 5.017 5.257 5.447
M2M Padrão 7.395 7.250 7.383 7.266 7.310 7.334 7.288
Total 11.333 11.461 11.757 12.093 12.327 12.591 12.735
Fonte: Anatel

 

 

Quantidade de Terminais de Dados M2M (Mais Detalhes)

 

 

Operadora 2013 2014 2015 1T16 2T16 3T16 4T16
Vivo 2.363 3.513 4.242 4.397 4.598 4.778 5.013
TIM 1.167 1.262 1.261 1.287 1.350 1.438 1.522
Claro 3.641 3.880 4.371 4.277 4.233 4.242 4.476
Oi 966 1.048 1.105 1.151 1.216 1.251 1.302
Algar 55 12 12 11 14 14 13
Sercomtel - 3 2 2 2 2 1
MVNO's 105 255 339 347 344 369 408
Total 8.297 9.971 11.333 11.461 11.757 12.093 12.735

Nota: Estão incluídos os Terminais de Dados M2M Especial e Padrão.

 

 

 

Tutoriais no Teleco:

M2M I

M2M II

 

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update

04 de Abril

Regulamentação de Telecom

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

IoT BRASIL SUMMIT 2017

Organizador: Telesemana/Teleco
5 de abril

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...

Internet das Coisas (M2M)