Seção: Telefonia Celular

26/02/2014

vivo.com.br

Grupo Telefônica Grupo Vivo Telefônica Vivo Fixo Vivo Móvel
Anual Anual Anual Anual
Trimestral Trimestral Trimestral Trimestral
    Mensal Mensal

 

Nesta página: Dados operacionais e econômicos anuais da Vivo móvel, incluindo quantidade de Celulares, ARPU, MOU, Churn, SAC, Empregados, Receita, Margem EBITDA, EBIT, Lucro e Investimentos.


 

Empresa

 

A Vivo é uma empresa do Grupo Telefonica, que adquiriu a participação da Portugal telecom na operadora em 2010.

 

 

 

Desempenho Operacional

 

 

Milhares 2010 2011 2012 2013 ∆ Ano
Celulares
60.293 71.554 76.137 77.245 1,5%
Adições Liq.
8.549 11.261 4.583 1.108 (75,8%)
Pré-Pago
79,0% 77,5% 75,3% 69,3% -
Churn 2,7% 2,8% 3,5% 3,8% -
Municípios cobertos 3G 1.206 2.516 3.100 3.137 1,2%

 

 

- 2010 2011 2012 2013 ∆ Ano
ARPU (R$)
24,7 24,0 22,6 23,6 4,4%
MOU (Minutos) 116 117 115 124 8,3%

 

 

Desempenho Econômico Financeiro

 

 

Milhões de R$ 2010 2011 2012 2013 ∆ Ano
Receita de serviço Móvel 16.557 18.633 20.437 21.691 6,1%
Franquia e utilização 8.984 9.724 10.876 11.266 3,6%
Uso de rede 4.101 4.155 3.830 3.270 (14,6%)
Dados e SVAs 3.279 4.642 5.648 6.877 21,8%
Messaging P2P 1.111 1.562 1.921 1.973 2,7%
Internet 1.752 2.367 2.826 3.740 32,4%
Outras Receitas de Dados e SVAs 416 713 901 1.164 29,2%
Outros serviços 192 112 83 278 236,6%
Receita de aparelho móvel 1.172 954 961 1.311 36,4%
Receita Líquida Movel 17.729 19.587 21.398 23.002 7,5%

 

Cobertura

 

A Vivo passou a ter cobertura nacional em 2009, utilizando as frequências na Banda L adquiridas no leilão de sobras em 2007 (mais detalhes) para atender o Nordeste e a região de Franca (SP).

 

Tecnologia

 

Leilão 4G

 

Nos dias 12 e 13 de junho/2012, a Anatel realizou um leilão para a venda das faixas de frequência de 2,5 GHz nacionais atreladas à faixa de 450 MHz, no qual a Vivo foi vencedora do lote “X”, banda de 20 +
20MHz, pelo valor de R$1,05 bilhão, montante a ser refletido no Capex no momento da assinatura dos termos.


A Companhia incrementará sua capacidade de prestação de serviço com tecnologia de quarta geração (4G) em todo o território nacional e passará a operar na faixa de frequência de 2,5 GHz. Além da faixa de 2,5 GHz, o lote arrematado inclui a faixa de 450 MHz para as áreas rurais do interior dos estados de Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, São Paulo e Sergipe, áreas de grande interesse da Companhia devido à alta densidade e renda per capita nessas regiões, possibilitando a maximização de retorno sobre os investimentos.

 

 

A tecnologia principal da Vivo era o CDMA, mas ela implantou uma rede GSM que entrou em operação em 2007 e se tornou a tecnologia dominante em 2008.

 

O WCDMA/HSDPA é a tecnologia adotada para 3G (mais detalhes), apesar dela possuir uma rede EVDO com cobertura limitada e que deve ser descontinuada no futuro.

 

Histórico da Vivo

 

 

13/04/2003 A empresa Vivo é lançada para o mercado
25/04/2003 A Telesp Celular adquiriu o controle da TCO
04/12/2005 A Vivo anunciou a incorporação da Tele Leste Cel., Tele Sudeste Cel. e a CRT pela TCP. A incorporação se efetivou em 22/02/2006
02/05/2006 Anunciada nova fase da reestruturação com incorporação das prestadoras pela Global Telecom. A reestruturação foi concluída em outubro de 2006.
20/07/2006 O Conselho de Administração da Vivo aprovou a construção de uma rede GSM/EDGE escalável a WCDMA, a ser acrescida a sua atual rede CDMA, que continuará em pleno funcionamento e expansão. O investimento previsto para a implantação desta rede é de R$ 1.080 milhões.
Ju/2007 A Telefonica ofereceu US$ 4,1 bilhões pela participação da Portugal Telecom na Vivo. A PT não aceitou a oferta.
03/08/2007 A Vivo anuncia a compra da Telemig e da Amazônia Celular. A Amazônia Celular foi posteriormente revendida para a Oi.
Abri/08 A Vivo assumiu o controle da Telemig Celular
2010 Telefônica compra participação da Portugal Telecom na Vivo
2011 A Vivo é incorporada à Telesp Participações.

 

 

 

 

 

A Vivo foi formada em dezembro de 2002 como uma joint venture controlada pela Telefonica (50%) e Portugal Telecom (50%) (PT) a partir de 7 prestadoras de celular nas Bandas A e B.

 

Estas prestadoras correspondiam a 5 companhias listadas nas bolsas de valores de São Paulo e Nova Iorque: Telesp Celular Participações S.A., inclui Global Telecom; Tele Centro Oeste Participações S.A., inclui NBT; Tele Leste Celular Participações S.A.; Tele Sudeste Celular Participações S.A. e Celular CRT Participações S.A.

 

Em 2007 a Vivo adquiriu a Telemig Celular assumindo o seu controle em Abr/08. Consulte para resultados anuais da Telemig.

 

Em abril de 2011 a Vivo Participações passou a ser uma subsidiária integral da Telesp S. A. (mais detalhes).

 

 

A Telefonica assume o controle da Vivo

 

A Telefonica acertou com a Portugal Telecom (PT), em 27 de julho de 2010, a compra da participação da PT na Vivo por 7,5 bilhões de euros.

 

 

A Anatel concedeu, em 23 de setembro de 2010, anuência prévia para esta aquisição impondo, no entanto, os seguintes compromissos para a Vivo/Telefonica:

  • atender, com GSM a 35 municípios sem acesso a este serviço, sendo 16 deles até março de 2011 e outros 19 atendidos até dezembro de 2011;
  • atender com 3G a 83 municípios, além daqueles 2.832 municípios já previstos, até dezembro de 2012
  • Ceder capacidade de transmissão, em fibra óptica ou em alta velocidade, para uso não comercial pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que viabilize a interligação das universidades públicas localizadas no estado de São Paulo.

As empresas deverão enviar relatórios periódicos para o acompanhamento do cumprimento destes compromissos.

 

 

Em 27/09/10 a Telefonica efetuou o pagamento da primeira parcela (4,5 bilhões de euros), sendo o restante a ser pago em 30/12/10 (1,0 bilhão de euros) e em 31/10/11 (2,0 bilhões de euros).

 

A Telefonica passa então a ser a controladora da Vivo podendo promover a integração de suas operações fixas e móveis no Brasil.

 

A Telefonica realizou em 18/03/2011 um leilão (OPA) para aquisição das ações ONs da Vivo pelo

preço equivalente a oitenta por cento (80%) do valor pago à Portugal Telecom.

 

Neste leilão, a Telefonica adquiriu através de sua subsidiária SP Telecomunicações Ltda, um total de 10.635 mil ações ordinárias da Vivo Part., representando 7,75% do capital ordinário da empresa, por R$ 1.265 milhões.

 

A composição acionária da Vivo Participações passou a ser a apresentada a seguir.

 

ACIONISTAS Ordinárias % Preferenciais % TOTAL %
Telefonica S.A. 52.731.031 38,41% 91.087.513 34,72% 143.818.544 35,99%
Portelcom Participações S.A. 52.116.302 37,97% 24.669.191 9,40% 76.785.493 19,22%
TBS Celular Participações Ltda 17.204.638 12,53% 291449,00 0,11% 17.496.087 4,38%
SP Telecomunicações Ltda. 10.634.722 7,75% - - 10.634.722 2,66%
Ações em circulação 4.582.495 3,34% 146.272.761 55,76% 150.855.256 37,75%
Total 137.269.188 100% 262.320.914 100% 399.590.102 100%

.

 

 

 

Histórico da aquisição

 

O processo se inciou em 2007 com a Telefonica fazendo as seguintes propostas para a PT:

  • Jul/07: 3,0 bilhões de euros
  • Jan/10: 5,7 bilhões de euros
  • Jun/10: 6,5 bilhões de euros
  • 29/06/10: 7,15 bilhões de euros

A última proposta da Telefonica foi aprovada por 74% dos acionistas presentes em assembléia geral da PT realizada em 30/06/10, mas foi vetada pelo Governo Português que possui uma "Golden Share" na PT que lhe dá este direito.

 

No dia 8 de julho o Tribunal da União Européia julgou ilegal a "Golden Share" do Governo Português na PT. Com isto as negociações entre PT e Telefonica foram retomadas.

 

No dia 16 de julho venceu a validade da proposta feita pela Telefonica em 29/06/10. O Conselho de Administração da PT solicitou uma extensão de prazo de 12 dias, com o que a Telefonica não concordou.

 

Em 27 de julho de 2010 Portugal Telecom acertou a venda de sua participação na Vivo para a Telefonica por 7,5 bilhões de euros e anunciou um acordo para entrar na Oi.

 

Consulte o comentário do Teleco

 

CONSULTORIA TELECO

Relatórios

Imagem cortesia FreeDigitalPhotos.net

Telecom, Celular e Capex

Workshops

Market Update

America Latina

Regulamentação de Telecom

Consultoria

Estudos e Base de Dados

Mais Produtos

EVENTOS

VII Seminário TelComp 2014

11 de novembro

Mais Eventos




 

 


Siga o Teleco

 

...

Telefonia Celular

 

Relatório

 

Workshop



 

Imprima esta página

Adicione aos Favoritos Comunique erros