Seção: Banda Larga

01/04/2016

Operadoras Banda Larga Fixa

 

Operadoras BL Prestadoras SCM    

Nesta página: Principais operadoras de Banda Larga Fixa do Brasil.

 


Receita Líquida de Banda Larga Fixa das principais Operadoras

 

 

R$ Milhões 1T14 2T14 3T14 4T14 1T15 2T15 3T15 4T15
Oi 1.859 1.860 1.853 1.850 1.844 1.828 1.813 1.800
América Móvil* 1.433 1.519 1.566 1.652 1.641 1.700 1.743 1.793
Vivo 1.389 1.417 1.426 1.444 1.457 1.496 1.506 1.542
Algar 166 175 180 193 201 206 226 204
*Claro, Embratel e Net formam o grupo América Móvil.

 

R$ Milhões 2012 2013 2014 2015
Oi
6.544
7.242
7.423
7.284
América Móvil*
4.741
5.214
6.140
6.878
Vivo
5.014
5.343
5.675
6.001
Algar
614
675
760
837
Outros (Copel, Cemig Telecom)
190
248
415
292
*Claro, Embratel e Net formam o grupo América Móvil.

 

 

 

As receitas de banda larga fixa incluem acesso banda larga à Internet e serviços de dados para o mercado corporativo ou outras operadoras.

 

Para prestar estes serviços de banda larga fixa uma operadora precisa de uma autorização de Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) outorgada pela Anatel.

 

Apresenta-se a seguir os resultados anuais de algumas operadoras de SCM.

 

 

Cemig Telecom

 

 

A Cemig Telecom, subsidiária integral da Companhia Energética de Minas Gerais S.A. oferece rede óptica para transporte de serviços de telecomunicações no Estado de Minas Gerais utilizando-se da infra estrutura da CEMIG.

 

O modelo de negócio da Companhia é o de "CARRIERS's CARRIER", ou seja, disponibiliza sua estrutura de rede em fibras ópticas para as operadoras de telecomunicações que desejam aumentar sua área de atuação dentro do Estado de Minas Gerais ou simplesmente desejam atender seus clientes finais sem investir em redes próprias, optando por alugá-las. A Companhia é autorizada pela Anatel a explorar Serviços de Comunicação Multimídia (SCM).

 

 

 

R$ Milhares 2012 2013 2014 2015
Receita Bruta 143,9 144,3 146,7 151,7
Receita Líquida 112,8 113,7 118,5 122,6
Lucro (Prejuizo) Líquido 9,8 4,2 (123) (34,9)
Investimentos 32,2 - 62,1 -
 

Serviço de Comunicação Multimídia (SCM)

 

Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) é um serviço fixo de telecomunicações de interesse coletivo, prestado em âmbito nacional e internacional, no regime privado, que possibilita a oferta de capacidade de transmissão, emissão e recepção de informações multimídia (dados, voz e imagem), utilizando quaisquer meios, a assinantes dentro de uma área de prestação de serviço.

 

O SCM substituiu o SLE - Serviço Limitado Especializado de Redes e Circuitos e atualmente a Anatel não emite mais outorgas para essas modalidades de SLE.

 

Apresenta-se a seguir os links para o site da Anatel com o regulamento do SCM e documentação necessária para obter a autorização. O valor da Autorização para exploração do SCM a ser pago a Anatel é de R$ 9.000,00.

 

 

No Teleco:

Toda a Legislação de SCM

 

No site da Anatel:

Regulamento do SCM

Modelo do termo de autorização

Documentação necessária para a autorização

Formulário para pedido de autorização para prestação do serviço

 

 

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Relatórios

Telecom, Celular e Capex

Workshops

Market Update
05 de Abril

> Regulamentação de Telecom

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Consultoria

Estudos e Base de Dados

Mais Produtos

 

EVENTOS

Mais Eventos




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...

Banda Larga