Seção: Tutoriais Rádio e TV

 

 
Sistemas de Distribuição: Projeto

 

Apresenta-se a seguir o projeto de um sistema de distribuição em um edifício em que o sinal é distribuído a partir da cabeceira do sistema, que fica no topo do prédio.

 

O objetivo do projeto é garantir que o sinal seja entregue aos usuários dos vários andares com, aproximadamente, o mesmo nível de sinal. Este objetivo é alcançado pela escolha das tomadas a serem utilizadas em cada andar, como exemplificado a seguir. A unidade utilizada para caracterizar os sinais é o dB. Utilize o calculador do Teleco para converter em relação de potência.

 

Exemplo de dimensionamento

 

Considere o caso de dimensionamento de um sistema de distribuição de TV para um prédio com as seguintes características:

  • Distância (d) entre tomadas: 3 m.
  • Atenuação do cabo coaxial na frequência utilizada: 0,133 dB/m.
  • Nível de referência na saída para o sinal de TV: 0 dB.

Apartamento 1

Para se determinar quais tomadas utilizar em uma distribuição, começa-se pela tomada no final da linha, ou seja, no apartamento 1.

 

Deve-se utilizar, sempre que possível, a tomada de menor atenuação, que é a tomada de 6dB.

 

Os níveis de sinal na tomada do apartamento 1 são portanto:

  • VT(1)= 0 dB e
  • V E (1) = V T (1) + A LT (1) = 0 + 6 = 6dB
 

 

Apartamento 2

 

No apartamento 2 Vs será igual a VE(1) acrescida da atenuação no cabo coaxial.

 

Atenuação no cabo = ac . d 1,2 = 0,133 dB/m . 3 m = 0,399 dB

 

VS(2) = VE (1)+ atenuação no cabo = 6 + 0,399 = 6,399 dB

 

Para uma dada tomada: VE= VS+ Ap e VT= VE- ALT

 

A escolha da atenuação da tomada é um processo interativo. A primeira tentativa é repetir a tomada do andar de baixo. A segunda tentativa é a tomada seguinte de maior atenuação.

 

O sinal é máximo quando ele sai da cabeceira, e vai sendo atenuado à medida que ele é distribuído.

 

Portanto é de se esperar que as tomadas dos apartamentos próximos da cabeceira tenham uma atenuação da linha para a tomada maior que a de um usuário que esteja mais distante, onde o sinal já está atenuado. O objetivo é escolher a tomada com o VT mais próximo do nível de referência.

 

Para tomadas de 6 e 9 dB obtêm-se:

 

ALT Ap VE VT
6 dB 2 dB 8,4 dB 2,4 dB
9 dB 1,3 dB 7,7 dB -1,3 dB

 

A tomada de 9dB será escolhida por apresentar na saída para a TV um nível mais próximo do nível de referência que é 0dB.

 

Apartamento j+1

 

De uma maneira geral, para determinar a atenuação da tomada do apartamento "j+ 1" , quando já se chegou no apartamento "j", procede-se da seguinte forma:

  • Calcula-se nível na saída da tomada "j+ 1" , V s (j+1) = VE (j) + atenuação no cabo entre os andares;
  • Calcula-se VE (j+1) e VT (j+1) para a tomada utilizada no apartamento j e para a tomada com o próximo nível de atenuação utilizando-se as fórmulas: VE= VS+ Ap e VT= VE- ALT;
  • Escolhe-se a tomada que apresentar na saída para a TV um nível mais próximo do nível de referência que é 0dB no exemplo.

 

 

 

Imprima esta página

Adicione aos Favoritos Comunique erros