Seção: Tutoriais Rádio e TV

 

 
VoIP: Introdução

 

A tão celebrada convergência parece que finalmente está chegando. Em breve (menos de um ano) os clientes das operadoras de TV a cabo, que já contratam internet banda larga, estarão utilizando serviços de voz digital. Será uma revolução de usos e costumes tão ou mais importante do que aquela que sucedeu o advento da telefonia celular. Só para ilustrar uma característica, o conceito da portabilidade, até então exclusivo da telefonia celular, será expandido às linhas até então ditas fixas.

 

O que se conhece hoje como serviço de voz, será apenas uma pequena parte do que será colocado à disposição do assinante em termos de facilidades. A identificação de quem está chamando poderá ser vista na tela da tv enquanto o usuário assiste ao futebol ou na tela do PC, se ele estiver na navegando na internet e desviadas automaticamente para qualquer ponto da casa ou do planeta para ser atendida, com o mesmo custo de uma chamada local. E tudo isso poderá ser feito com o uso de um telefone mais inteligente, ou da combinação com o computador, ou mesmo da continuidade do velho aparelho telefônico.

 

Mas como tudo isso é possível?

 

Somente após o amadurecimento da internet e de seus protocolos de comunicação é que as aplicações de voz deixaram de ser uma curiosidade com qualidade sofrível, para se transformarem numa grande oportunidade de novos negócios. Se por um lado a nova tecnologia possibilita a entrada de novas empresas no trilionário business de telefonia, ameaça os lucros das empresas, algumas com mais de cem anos, e que até hoje vendem o serviço telefônico que é cobrado pelos fatores tempo de uso e distância percorrida.

 

VoIP (em inglês Voice over IP - voz transmitida sobre Protocolo de Internet), é a nova sigla com a qual as pessoas passarão a conviver daqui para frente. Ela significa o envio de sinais de voz em pacotes digitais, ao invés da transmissão baseada em circuitos que caracteriza as redes de telefonia convencionais. Esta transmissão de sinais de voz é feita sobre a mesma rede utilizada para transmissão de dados em empresas e na Internet.

 

As vantagens de VoIP se manifestam de diversas formas, muitas delas devido ao fato de consolidar a transmissão de voz e dados sobre uma mesma infraestrutura e de distribuir a inteligência do sistema em diversos elementos, em vez de concentrá-la em custosas Centrais Telefônicas. O resultado é não só uma dramática redução de custos, como também a possibilidade de introduzir serviços inovadores e de grande conveniência para os usuários.

 

Com a introdução da tecnologia VoIP o usuário poderá escolher como seu código DDD aquele que mais lhe convier, independente do local onde resida. E sempre que conectar seu aparelho num acesso de banda larga, em qualquer lugar do mundo estará recebendo suas chamadas locais sem pagar interurbanos nacionais ou internacionais. Além disso, poderá gerenciar via web toda sua conta, ouvir as mensagens de sua secretária eletrônica, programar a aceitação e desvios de chamada. Estas são algumas características dos serviços que empresas como Vonage, Calladvantage e uma dezena de outras estão oferecendo no mercado americano.

 

O desenvolvimento da tecnologia de VoIP está ocorrendo em várias frentes. Vários avanços já foram incorporados pelas empresas tradicionais de telefonia, principalmente na interligação entre centrais, mas muito pouco disso é sentido pelo cliente final. Há aquelas empresas, que mirando no mercado corporativo, desenvolvem soluções para aplicações específicas e que se valem das redes corporativas de seus clientes para conectar não só os computadores, mas principalmente os telefones, em qualquer lugar do mundo, e que falam entre si sem pagar um centavo de impulso.

 

Mas foi somente com o avanço da internet banda larga no nível residencial é que foi possível a estruturação de novos negócios baseados em voz sobre internet. Como os serviços residenciais de banda larga contemplam acessos com velocidade iguais ou superiores a 128 kbps, aquela capacidade antes restrita às redes corporativas, agora chega ao usuário doméstico. Neste aspecto ficam evidentes a enorme vantagem competitiva e a importância estratégica das operações de TV a Cabo. Com sua capacidade de banda quase inesgotável e enorme capilaridade, atingido 10 milhões de residências no Brasil, e já com quase 300 mil assinantes de banda larga, as operações de TV a Cabo tem um grande potencial e uma oportunidade única de emergir com uma posição de destaque no novo cenário de telefonia proporcionado pela Voz sobre IP.

 

Hoje já existem nos Estados Unidos mais de 2,5 milhões de usuários de telefonia IP, que geralmente pagam uma tarifa única para chamadas a qualquer lugar no país e por qualquer período de conversação. O número parece pequeno se comparado com os 160 milhões de assinantes de telefonia convencional, mas deve-se considerar que esse número era zero há dois anos atrás. Só uma das novas operadoras recebe mais de 70 mil clientes por mês.

 

As empresas que oferecem serviço de banda larga para o mercado doméstico, mas estão fora do negócio de voz, vêem uma oportunidade de abocanhar uma fatia considerável de clientes das telefônicas tradicionais. E muitos clientes, que hoje são assediados por essas empresas, mudam de provedor pela sedução dos novos serviços e também por não agüentarem mais a arrogância do monopólio.

 

Já as empresas incumbentes de telefonia, que também oferecem banda larga, estão numa encruzilhada. Ou mantém as ofertas atuais de serviços de voz, e correm o risco de ver seus clientes irem para a concorrência, ou terão que mudar radicalmente o modelo de negócio, que poderá fazer com que as margens de lucro auferidas pela conjugação dos fatores tempo e distância caiam vertiginosamente.

 

De toda forma estamos na véspera de uma era onde todos os usuários de telefonia serão beneficiados pela oferta de novos serviços e também pela queda de preços de suas contas mensais.

 

Este tutorial apresenta as vantagens e desafios na implantação de serviços de VoIP por parte das operadoras de TV a cabo, implantando uma estratégia de triple play, (video, banda larga e VoIP).

 

 

 

 

Imprima esta página

Adicione aos Favoritos Comunique erros