19
1/2020

Oi, 5G, Smartphones e outros destaques.

Eduardo Tude

 

Oi

 

  • O valor de mercado da Telefônica Brasil e da TIM participações cresceu em 2019, enquanto o da Oi diminuiu.
  • Esta semana, no entanto, as ações ON da Oi se valorizaram com a divulgação de Relatório do Banco BTG Pactual, que manteve a recomendação de compra destas ações. O otimismo do BTG está ligado à possibilidade de venda no futuro da Oi Móvel, por um valor de até R$ 18 bilhões.
  • As ações ON apresentaram valorização de +2,2% na semana e as PN perdas de -0,8%.

 

5G

 

A Subtel (Chile) colocou em consulta pública as frequências que farão parte do leilão para 5G (TDD):

  • 3,5 GHz, 150 MHz em 15 blocos com mínimo de 10 MHz
  • 28 GHz, 800 MHz em dois blocos de 400 MHz.

Serão ainda licitadas frequências em 700, 1.700 e 2.100 MHz

Um grupo de senadores dos EUA apresentou um novo projeto de lei propondo ao governo injetar mais de US $ 1 bilhão no desenvolvimento de equipamentos 5G ocidentais, na tentativa de desafiar o domínio da tecnologia percebido por parte da Huawei.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, comentou sobre os críticos da Huawei: “Queremos colocar banda larga Gigabit para todos. Agora, se as pessoas se opõem a uma marca ou outra, então elas têm que nos dizer qual é a alternativa."

 

Smartphones e o uso de celular

 

Relatório da OpenSignal sobre a experiência do usuário ao utilizar celular no Brasil apontou como melhores a:

  • Claro em Velocidade de download e upload, vídeo e uso de Voz em App
  • TIM em Latência, Disponibilidade e cobertura 4G.

A Samsung irá iniciar a venda no Brasil de seu smartphone com tela dobrável (Galaxy Fold) por R$ 13 mil.

Os usuários de celulares corporativos da Vivo poderão comprar franquias de dados/voz para uso pessoal, sem necessidade de ter outra linha/aparelho para uso pessoal.

11,3% dos aparelhos celulares vendidos no Brasil no 3T19 (1,28 milhões) eram ilegais (mercado cinza). (IDC)

O relatório “State of Mobile in 2020” da App Annie apresentou os principais aplicativos do Brasil para:

  • Finanças: Nubank, FGTS, PicPay, Caixa e Mercado Pago
  • Varejo: Mercado Livre, Americanas, Magazine Luiza, AliExpress, Wish
  • Streaming de vídeo: Netflix, YouTube Go, Amazon Prime Video, Globo Play e Viki

O App de streaming de vídeo Disney + foi baixado 31 milhões de vezes durante o 4T19. O Disney + foi de longe o aplicativo mais baixado nos EUA e o nono mais baixado no mundo.

A IDC estima que as vendas globais de smartphones usados em 2019 totalizariam 206,7 milhões de unidades, ante 175,8 milhões em 2018 – 17,6% a mais no período -, enquanto as vendas de novos dispositivos apresentaram baixo crescimento.

 

Outros destaques

 

  • Foram portados 8,9 milhões de números telefônicos no Brasil em 2019, 33,1% a mais que o ano anterior. O crescimento ocorreu principalmente entre os celulares (40,7%), que representaram 83% dos números portados. O crescimento do pós-pago tem servido de estímulo para a utilização da portabilidade.
  • A Anatel realizará reunião extraordinária do conselho esta semana (22/01) para tratar do processo de migração das concessionárias de STFC para o regime de autorizadas. O edital de 5G e a aquisição da Time Warner pela AT&T devem ser analisados na reunião de 6 de fevereiro.
  • O MCTIC irá reavaliar as metas de 4G no PGMU IV, atendendo a solicitação feita pela Anatel.
  • A American Tower terminou 2019 com sua rede IoT/LoRaWAN atendendo a 220 municípios.
  • O processo de venda da Copel Telecom foi paralisado, com a decisão da justiça de suspender o contrato de assessoria com o Banco Rothschild, devido à contratação ter sido feita sem licitação.
  • Pesquisa CI&T/Opinion Box realizada em dez/19 com mais de 500 executivos de grandes empresas indicou que as tecnologias que irão alavancar o crescimento dos negócios no Brasil em 2020 são Cloud Computing (57%), IoT (49%), Inteligência Artificial (48%), assistentes virtuais (41%), experiências imersivas (37%), big data (30%) e chatbots (23%).
  • As vendas de PCs no mundo cresceram 2,7% em 2019 e Lenovo (64,8 milhões), HP (63,0 milhões) e Dell (46,5 milhões) responderam por 65% das vendas. (Canalys)

 

 

 

12
1/2020

5G, IoT e outros destaques.

Eduardo Tude

 

5G

 

  • Os Chineses estão mais ansiosos por 5G que outros países. Pesquisa do GSMA indica que 46% tem intenção de comprar um smartphone 5G assim que ele estiver, mais que nos EUA (28%), Europa e Coréia.
  • A China Broadcasting Network (CBN) recebeu aprovação do governo para implantar sua rede 5G na faixa de 4,9 GHz em 16 cidades chinesas, juntamente com as três principais operadoras de celular do país. China Telecom e China Unicom receberam 100MHz na faixa de 3,5MHz, enquanto a China Mobile, líder de mercado, recebeu 260 MHz de espectro em 2,6 GHz e 4,8 GHz.
  • O valor arrecadado nas últimas licitações de frequências para 5G na Banda C variou de US$ 0,4/ MHz/POP na Itália a 0,05/MHz/POP na Espanha. Isto implicaria que a arrecadação com a Banda C no Brasil (300 Mhz em 3,5 GHz) variaria de US$ 25 bilhões a US$ 3 bilhões.
  • A Nokia anunciou ter atingindo 63 contratos de 5G, sendo que 18 envolvem implantações de redes em operação.

 

IoT

 

Existiam 9,5 bilhões de dispositivos IoT conectados no final de 2019, segundo estimativas da IoT Analytics. Os 3 principais drivers são:

  • Uma explosão de dispositivos de consumo (particularmente Smart Home)
  • Conexões celulares IoT / M2M crescendo fortemente
  • Crescimento da conectividade de dispositivos na China.

As implementações estão acontecendo na escala de centenas de milhares ou até de milhões de dispositivos.  Exemplos recentes são (IoT Analytics):

  • 1 milhão de medidores NB-IoT na Suécia
  • mais de 100 mil elevadores conectados da ThyssenKrupp
  • mais de 0,5 milhão carros da Tesla
  • 380.000 contêineres refrigerados conectados da Maersk implantados em navios em todo o mundo.
  • 8,5 milhões de dispositivos conectados na plataforma de IoT da Bosch. (Existem 620 plataformas de IoT no mercado).

Em um painel de operadoras nos EUA no CES 2020, os executivos admitiram que ainda estão procurando a melhor forma de abordar o consumidor de IoT, depois de focar os esforços de crescimento inicial no setor empresarial.

 

Oi

 

  • A Oi receberá R$ 669 milhões do Sistel, do qual participa como patrocinadora, relativos ao superávit do fundo de pensão privado.
  • As ações ON apresentaram valorização de 3,5% na semana e as PN de 2,4%.

 

Cabos submarinos

 

  • A Seaborn Networks e a Seabras-1 Brasil Ltda não fazem parte do pedido de recuperação judicial (Chapter 11) da lei americana, formulado pela Seabras 1 Bermuda Ltd e Seabras 1 USA LLC nos Estados Unidos.
  • A Telebrás não irá mais participar do cabo Ella Link, que liga o Brasil à Espanha. A companhia não teve dinheiro para arcar com os compromissos de 2019, e não terá em 2020.

 

Outros destaques

 

  • Carlos Baigorri é o primeiro da lista tríplice definida pela Anatel para assumir interinamente uma vaga no conselho diretor. A indicação pode ser feita pela presidência da República a partir de 31 de janeiro, conforme estabelece a nova Lei das Agências. O mandato do interino é de até 180 dias.
  • A Anatel decidiu solicitar ao MCTIC mais informações para implementar as metas de cobertura de 4G previstas no Plano Geral de Metas de Universalização (PGMU IV), por ter encontrado obstáculos econômicos, legais e regulatórios para implementar as obrigações previstas.
  • O decreto presidencial que vai regulamentar a Lei 13.879-19 deverá estabelecer que a renovação das licenças de espectro que já foram vendidas deve também ser feita de acordo com as novas regras estabelecidas na Lei.
  • A inteligência artificial da Vivo (Aura) já está sendo utilizada em mais de 20 canais de atendimento fazendo mais de 20 milhões de atendimentos de clientes da empresa por mês.
  • Foram iniciados 240 milhões de ataques de aplicações na Web no Brasil, entre nov/17 e set/19. O país é o 7º colocado e os EUA o 1º com 1,4 bilhão de ataques originados. (Akamai)
  • Dados preliminares indicam que o lucro da Samsung caiu 53% em 2019 e o da LG 10%.
  • A Ascenty anunciou a construção de mais um data center em Vinhedo. A unidade terá 24 mil m² e entrará em operação no segundo semestre de 2020. A construção custará R$ 200 milhões.
  • O CES 2020, evento anual da Consumer Technology Association, não trouxe novidades em relação aos smartphones 5G, mas teve como um dos destaques principais a apresentação do serviço de streaming da Quibi. Trata-se de um serviço para smartphones com vídeos de até 10 minutos de duração.
  • A AT&T pretende controlar com software 75% de suas funções principais da rede até o final de 2020. A operadora atingiu 65% de virtualização em 2019 e 55% em 2018. Atualmente SDN controla 100% do tráfego de dados entre os elementos de sua rede principal.

 

 

 

5
1/2020

Crescimento até nov/19, 5G e mais destaques.

Eduardo Tude

 

Crescimento no ano até novembro

 

  • As adições líquidas no acumulado até novembro de 2019 confirmam tendência de crescimento da BL fixa e queda de assinantes de pré-pago, telefonia fixa e TV por assinatura.
  • O crescimento do pós-pago, impulsionado pelo M2M e migração do pré-pago para planos controle ainda não foi suficiente para superar as perdas no pré-pago e estabilizar a base de celulares do Brasil. A expectativa é que isto ocorra em 2020.
  • Os acessos em fibra foram responsáveis pelo crescimento da BL fixa, superando as perdas com os acessos de pares metálicos (xDSL). 

 

5G

 

  • O MCTIC deverá publicar uma portaria optando pela convivência da 5G na faixa de 3,5 GHz com as antenas parabólicas de recepção de satélite da TV aberta na banda C. (Valor)
  • A França iniciou o processo de licitação de frequências para 5G na faixa de 3.4GHz a 3.8GHz. As quatro operadoras existentes da França poderão comprar 50MHz cada a um preço fixo de € 350 milhões. Outros blocos de 10MHz serão vendidos em leilão com um preço inicial para cada lote de € 70 milhões. As autoridades esperam arrecadar pelo menos € 2,2 bilhões. Todos os lotes estão associados a compromissos de cobertura, com licenças com duração de um período inicial de 15 anos.
  • A Samsung anunciou que vendeu cerca de 6,7 milhões smartphones Galaxy 5G em 2019, o que representaria mais da metade da base global de smartphones 5G.

 

Outros destaques

 

  • A Liq (antiga Contax), empresa de call center que tem a Oi como principal cliente, entrou com pedido de recuperação judicial na Justiça de São Paulo.
  • As ações ON e PN da Oi não apresentaram variação na semana.
  • A receita da Huawei cresceu 18% em 2019 atingindo cerca de US$ 122 bilhões. Em 2018, o crescimento havia sido de 19,5%. As vendas de smartphones cresceram 16,5%, atingindo 240 milhões de unidades, acima dos 206 milhões do ano anterior.

 

Próxima semana

 

  • Acontece entre os dias 7 e 10 de janeiro em Las Vegas o CES 2020, evento anual da Consumer Technology Association, que deve apresentar as últimas novidades em dispositivos móveis.

 

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2020

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Relatórios

Planilhas

Workshops

Mais Produtos