27
1/2019

Oi, 5G e outros destaques

Eduardo Tude

 

Oi

 

  • A Oi atingiu seu objetivo em relação ao aumento de capital cujos recursos serão destinados a investimentos. A companhia registrou a subscrição de um total de 1,621 bilhão de novas ações ordinárias, equivalente a um aporte total de R$ 2,011 bilhões.
  • Os próximos passos são a aprovação do PLC 79 e o acordo para pagamentos de multas Anatel.
  • As ações ON da Oi apresentaram perdas de 2,3% na semana e as PN de 2,9%.

 

5G

 

  • Os três pilares da estratégia de 5G da AT&T são: móvel, BL fixa e edge computing. A estratégia 5G será focada verticalmente, incluindo os segmentos de varejo, manufatura, saúde e finanças.
  • A Huawei informou que apresentará seu primeiro smartphone 5G no MWC em Barcelona, com um design dobrável. A empresa apresentou um chip projetado especificamente para estações rádio-base 5G, chamado Huawei Tiangang, e um chip modem de 5G para smartphones.
  • A licitação 101 de frequências de ondas milimétricas (28 GHz) realizada pelos FCC nos EUA arrecadou US$ 702,6 milhões. Será realizada agora outra licitação (102) para novos lotes de frequências nesta faixa. As ondas milimétricas estão sendo utilizadas para BL fixa 5G. Ainda não está clara a sua viabilidade para aplicações móveis.

 

Outros destaques

 

  • A MVNO da CenturyLink utilizará a infraestrutura da Surf Telecom como “enabler” (MVNE) para a oferta de serviços, que terá como foco complementar a sua oferta de conectividade WAN.
  • Foram vendidos 982 mil tablets no Brasil no 3T18, 4% a menos que no 3T17. O valor médio dos tablets caiu de R$ 472 no 3T17 para R$ 463 no 3T18, cerca de 1/3 do valor médio dos smartphones. O IDC projetou vendas de 1,14 milhões de tablets no 4T18.
  • A Padtec vendeu sua divisão de sistemas ópticos submarinos para a IPG Photonics Corporate, empresa americana líder em lasers e amplificadores de alta potência.
  • A América Móvil anunciou a aquisição das operações da Telefônica na Guatemala (US$ 333 milhões) e em El Salvador (US$ 315 milhões), sendo que esta última ainda depende de aprovação regulatória.
  • A Liberty Latin America e a Millicon encerraram as negociações para uma possível fusão.
  • Existiam mais de 100 operadoras de rede LoRaWAN no mundo no final de 2018, segundo a LoRa Aliança.
  • O Google foi multado em € 50 milhões na França, por não atender a GDPR, legislação de privacidade da União Europeia sancionada em 2018.
  • A GSMA apresentou durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, uma declaração conjunta de princípios para o mundo digital (“Declaração Digital”), assinada por 40 CEOs de operadoras de telecom, vendors e fornecedores de TI.
  • Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, está planejando unificar a infraestrutura por trás dos aplicativos WhatsApp, Messenger e Instagram. Os apps continuariam existindo separadamente para o consumidor final.
  • O resultado do serviço de streaming Hulu foi a principal causa da perda de US $ 580 milhões em investimentos de capital registrada pela Disney. A Disney possui 30% do Hulu, mas terá 60% quando o acordo de compra da 21st Century Fox for concluído

 

Próximas semanas

 

  • Divulgação de resultados de 2018 da Claro (13/02), TIM (19/02) e Vivo (20/02).

 

 

 

20
1/2019

Netflix, Oi, Smartphones, TIM, e outros destaques

Eduardo Tude

 

Vídeo: Resultados Netflix e serviços Vivo Móvel

 

  • A Netflix terminou 2018 com 139,3 milhões assinantes, 25,9% a mais que em 2017, sendo que 80,8 milhões estão fora dos EUA (+39,7% no ano). A receita líquida em 2018 foi de R$ 15,8 bilhões (+35,1%) e o lucro líquido de R$ 1,2 bilhões (+ 117%). A Netflix anunciou um reajuste no preço do seu serviço nos EUA e em 40 países da América Latina, exceto Brasil e México.
  • Os clientes móveis da Vivo poderão assinar serviços de streaming de vídeo (FOX+, Telecine Play, Discovery Kids On, Fox Sports e WatchESPN) antes exclusivos para quem tinha planos de serviços fixos.
  • Enquanto isto, o governador de Santa Catarina sancionou lei estadual que proíbe as operadoras de cobrar assinatura de produtos de SVA incluídos em suas ofertas de telefonia móvel. A lei é inconstitucional por se tratar de competência da União e não do estado legislar sobre o tema.

 

Oi

 

  • A Oi selecionou o Boston Consulting Group para assessorá-la em seu processo de revisão estratégica e o Bank of America Merrill Lynch como assessor financeiro, para prospectar e estruturar operações que envolvam a monetização de ativos non core” e oportunidades de M&A.
  • A Geração de Caixa Operacional Líquida da Oi foi negativa em R$ 38 milhões em nov/18 e os investimentos atingiram o patamar de R$ 421 milhões neste mês.
  • O Saldo Final do Caixa Financeiro da Oi teve retração de R$ 17 milhões em nov/18, totalizando R$ 4.362 milhões.
  • A Oi irá realizar Assembleia Geral Ordinária da Companhia no dia 30 de abril de 2019.
  • A CVM pediu a condenação de 21 executivos e oito empresas que controlavam a Oi por violação de deveres fiduciários no processo de reestruturação da Oi, sobretudo na fusão com a Portugal Telecom. Entre as empresas estão Andrade Gutierrez, Jereissati Telecom, BNDESPar e a Portugal Telecom (sucedida pela Pharol).
  • As ações ON da Oi apresentaram perdas de 7,7% na semana e as PN de 6,1%.

 

Smartphones

 

  • No 3T18 foram vendidos no Brasil 10,8 milhões de smartphones, 7,7% a menos do que no 3T17.  Para o 4T18, a IDC Brasil projeta a venda de 11,3 milhões de smartphone, 6,9% a menos do que do 4T17.
  • A queda nas vendas acompanha uma tendência mundial que fez com que Apple e Samsung anunciassem uma receita menor que a prevista para o 4T18. O mercado amadureceu e os usuários estão comprando smartphones mais caros, mas demorando mais tempo para trocar de celular. O preço médio dos smartphones comprados no Brasil aumentou 19,9% no 4T18/4T17, atingindo R$ 1.340. (IDC Brasil).
  • A Microsoft irá deixar de enviar atualizações de segurança ou correção de bugs para aparelhos com o Windows 10 Mobile a partir de dezembro de 2019.

 

TIM

 

  • O conselho de administração da Telecom Italia anunciou que os resultados preliminares para 2018 indicam uma queda no EBITDA orgânico em relação à 2017. A TIM Brasil, no entanto, melhorou seu desempenho. A notícia provocou queda nas ações da Telecom Itália e fortalece a Vivendi em sua disputa com Elliott pelo controle da companhia na assembleia que será realizada em 29 de março.
  • A TIM Brasil ativou a frequência de 700 MHz em mais 12 cidades do estado de São Paulo.
  • Giovanni Ferigo renunciou ao cargo de membro do conselho de administração da TIM.

 

Outros destaques

 

  • A Claro continua tendo a maior velocidade 4G no Brasil (18,8 Mbps), segundo a OpenSignal. A Vivo (13,0 Mbps aparece em segundo, seguida pela TIM (10,3 Mbps) e pela Oi (7,7 Mbps).
  • A TIM apresenta a maior disponibilidade de 4G (78,6%), seguida pela Vivo (68,0%), Claro (67,9%) e Oi (59,7%).
  • A Oi (R$ 14,1bilhões), Telefônica Brasil (R$ 10,6 bilhões) e a TIM (R$ 12,1 bilhões) estão entre as 10 empresas maiores tomadoras de recursos do BNDES entre 2004 a 2018. A quantia da Oi sobe para R$ 17,8 bilhões se forem considerados os recursos tomados pela Telemar Norte Leste e Telemar Participações.
  • A Abinee projeta um crescimento de 7% no faturamento de Telecom em 2019, sendo 5% em infraestrutura e 8% em telefones celulares. A projeção de crescimento para o faturamento de informática é de 8%, o mesmo para o total da indústria eletroeletrônica.
  • Eduardo Ricotta foi promovido a presidente da Ericsson para o Sul da América Latina (Latam Sul).
  • A EP Capital assume o controle da Sumicity. Vicente Gomes, ex-CEO, continua no Conselho e como acionista minoritário. (Telesíntese)
  • A Liberty Latin America, grupo de Telecom com atuação no Caribe e América Central, está negociando a aquisição da Millicom que possui ativos móveis na região.

 

 

 

13
1/2019

Celular, Oi, IoT, CES, Anatel e outros destaques

Eduardo Tude

Celular em novembro

 

  • A TIM se manteve na liderança em market share de pré-pago ao apresentar perdas (-586 mil) semelhantes às da Claro (-587 mil). Vivo (-687 mil) e Oi (-1,0 milhão) apresentaram perdas maiores.
  • A disputa deve ser decidida em dezembro, mês de referência para o pagamento da taxa anual de fiscalização (FISTEL) paga por celular ativo. A diferença entre as duas operadoras é de 181 mil pré-pagos.
  • A Claro liderou em adições líquidas de pós-pago sem M2M (272 mil), seguida pela Oi (150 mil), Vivo (121 mil) e TIM (72 mil).
  • O Brasil terminou outubro com 128,8 milhões de celulares 4G, 56,6 milhões de 3G, 24,9 milhões de 2G e 19,1 milhões de terminais M2M.

 

Oi

 

A Oi fechou um acordo com a Pharol (antigos controladores da Portugal Telecom) para acabar com os litígios entre as duas empresas. Pelo compromisso de apoio da Pharol ao plano de recuperação judicial, a Oi deverá:

  • Pagar 25 milhões de euros à Pharol (a ser utilizado no aumento de capital da Oi).
  • Entregar 33,8 milhões de ações da Oi que estão em sua tesouraria
  • Assumir custos com garantias judiciais relativas a processos judiciais da Pharol em Portugal.

A Oi teria contratado o banco BofA Merrill Lynch para estruturar a venda de ativos (torres e data centers) da companhia. (Reuters)

As ações ON da Oi apresentaram valorização de 1,4% na semana e as PN de 2,8%.

 

IoT

 

O BNDES concluiu a etapa de enquadramento de planos de projetos pilotos de IoT tendo sido selecionados os seguintes projetos nos ambientes:

  • Rural (4):  CPqD, Embrapa, FITEC e PUV-Rio
  • Cidades (5) CPqD, Inatel, FITEC, Instituto Atlântico e LSI-TEC.
  • Saúde (6): Cesar, HFCFMUSP, LSI-TEC, PUC-Rio, RNP e UFRGS

A Teleco participa como entidade avaliadora do projeto piloto de cidades inteligentes da FITEC.

Os projetos serão agora analisados pelas equipes operacionais do BNDES para serem submetidos à aprovação da Diretoria do BNDES.

 

CES em Las Vegas

 

Aconteceu esta semana em Las Vegas Consumer Electronic Show (CES) que contou com a participação de mais de 180 mil pessoas. Os principais destaques foram:

  • 5G foi um grande tema, embora os smartphones 5G ainda não estarem disponíveis para serem lançados neste evento. Verizon e T-Mobile reclamaram da utilização pela AT&T do logotipo "5G E" (de 5G "evolution") na barra de status de smartphones conectados a sua rede 4.5 G.
  • A exposição contou com modelos de carro e ônibus autônomos, permitindo conferir os avanços neste segmento.
  • A TV OLED da LG, capaz de ser enrolada e guardada como um telão em um móvel próprio.
  • O primeiro sistema de computação quântica universal integrado do mundo projetado para uso científico e comercial da IBM.
  • A Hulu anunciou adições líquidas de 8 milhões de assinantes em 2018, atingindo um total de mais de 25 milhões de assinantes em seus serviços de vídeo on demand (SVOD) e TV ao vivo. Ela ainda está muito atrás da Netflix (57 milhões de assinantes nos EUA), mas já está próxima dos principais provedores de TV por assinatura dos EUA. A Hulu foi criada como uma joint venture da Disney, Fox, Comcast e AT&T.

 

Anatel

 

  • A Anatel suspendeu a eficácia do artigo 16 do regulamento de qualidade do serviço móvel, que trata do indicador de complementação de chamadas em até 67% dos casos nos períodos de maior movimento (SMP4). Há muito se discute a dificuldade de atender este indicador que é influenciado pela disposição do consumidor em atender às chamadas.
  • A Anatel e a UnB assinaram um Termo de Execução Descentralizada (TED) com o objetivo de elaborar estudo aprofundado dos impactos da implementação de um modelo regulatório mais responsivo.  Boa iniciativa. O Brasil precisa avançar para um modelo de regulação responsiva e orientado para o consumidor.

 

Outros destaques

 

  • As três principais empresas de Telecom listadas na Bovespa perderam valor de mercado em 2018. A Telefônica Brasil terminou o ano com R$ 75,4 bilhões (-3,5%), a TIM participações com R$ 28,7 bilhões (-10,6%) e a Oi com R$ 2,9 bilhões (-1,5%).
  • Teve início a construção do EllaLink, cabo submarino que ligará o Brasil à Europa e que deve estar operacional em 2020. A Telebrás era uma das acionistas do empreendimento, mas trocou sua participação por capacidade no cabo.
  • A Vivo já utiliza a frequência de 700 MHz para atender com 4G a todos os municípios do interior do estado de São Paulo. A Vivo utiliza 700 MHz em 1.200 municípios do Brasil, inclusive em todas as capitais.
  • Vivo colocou em operação comercial sua rede de fibra (FTTH) nas cidades de Jaboticabal e Votuporanga.
  • A America Net assinou parceria com a prefeitura de São Paulo para exploração do serviço de WiFi Livre na cidade. A empresa implantará 619 pontos de WiFi e será remunerada pela publicidade exibida nos aparelhos dos usuários que se conectarem a essa rede aberta.
  • A Ford Motor Company confirmou que até 2022 todos os seus veículos sairão da fábrica com a tecnologia C-V2X do 3GPP que permite a comunicação entre veículos. O padrão escolhido é diferente do DSRC que vinha sendo adotado pelas outras operadoras americanas.
  • A Samsung indicou que apresentará queda no lucro operacional e na receita do 4T18, devido a vendas menores na China. A Reuters informou que a queda ano-a-ano será de 12% no lucro operacional e de 5% na receita. A Apple já havia anunciado queda na sua receita alegando o mesmo motivo.

 

 

 

6
1/2019

Portabilidade, Tel. fixa, Oi, Apple, Huawei, Fibra e outros destaques

Eduardo Tude

 

Portabilidade

 

  • Foram portados 6,7 milhões de números telefônicos no Brasil em 2018, 15,7% a mais que em 2017.
  • O crescimento ocorreu no celular (+20,6%) totalizando 5,3 milhões de números portados em 2018. Com o crescimento do pós-pago os usuários de celular passam a valorizar a manutenção do número telefônico ao trocar de operadora.
  • A quantidade de número de telefones fixo portados se manteve está estável em 1,4 milhões em 2018. 

 

Telefonia fixa

 

  • O Brasil perdeu 141 mil telefones fixos em nov/18. Oi (-96 mil) e Vivo (-67 mil) apresentaram perdas, enquanto Claro (+10 mil) e TIM (21 mil apresentaram ganhos.

 

Oi

 

  • A Geração de Caixa Operacional Líquida da Oi foi negativa em R$ 435 milhões em outubro/18, com o saldo Final do Caixa Financeiro totalizando R$ 4.379 milhões no final do mês.
  • Os Investimentos atingiram o patamar de R$ 582 milhões em outubro/18, o maior valor desde o início do processo de recuperação judicial.
  •  A Oi prorrogou de 4 para 9 de janeiro o prazo para a integralização do valor das novas ações ordinárias para os subscritores que exercerem seus direitos de preferência.
  • O presidente do STJ suspendeu a liminar que impedia a Oi de participar de licitações até a apresentação de certidões negativas fiscais. Com a decisão, a Oi poderá participar em licitações com o poder público.
  • As ações ON da Oi apresentaram valorização de 12,8% na semana e as PN de 14,3%.

 

Apple e Huawei

 

  • As ações da Apple registraram forte queda, após a companhia revisar para US$ 84 bilhões sua projeção para a receita de US$ 89 a US$ 93 bilhões para o primeiro trimestre fiscal de 2019 -- encerrado em dezembro.
  • A Apple apontou a queda das vendas na China como a causa para a queda nas projeções. O mercado avalia, no entanto, que esta tendência de queda na receita deve se manter, uma vez que seus clientes estão demorando mais tempo para trocar de aparelho.
  • Alguns modelos antigos do iPhone tiveram também a sua venda proibida na Alemanha devido a uma sentença judicial daquele país na discussão que questiona se a Apple infringiu patentes da Qualcomm. Esta discussão também está presente em outros países.
  • A Huawei informou que vendeu mais de 200 milhões de smartphones em 2018 e aumentou sua receita total em 21%, atingindo US$ 108,5 bilhões.

 

Fibra na América do Norte em 2018 (Fiber Broadband Association and RVA)

 

  • Em 2018, os acessos BL fixa em Fibra (FTTH) ultrapassaram os de tecnologia xDSL passando a ser a segunda tecnologia mais utilizada na internet doméstica na América do Norte, atrás apenas do cable modem.
  • São 23,8 milhões de acessos em fibra, sendo 18,6 milhões nos Estados Unidos.
  • A fibra está na porta de 60 milhões de residências (Home passed) na América do Norte, sendo 41 milhões nos Estados Unidos.

 

Outros destaques

 

  • A Anatel publicou ato estabelecendo a implantação de seis Pontos de Troca de Tráfego (PTTs) nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Brasília e Fortaleza pelos grupos com Poder de Mercado Significativo (PMS).
  • A Medida Provisória 870, publicada pelo novo presidente, manteve a vinculação da Autoridade Nacional de Proteção de Dados Pessoais à Presidência da República, e prorrogou de fev/20 para ago/20 o prazo para entrada em vigor da nova lei.

 

Próximo ano

 

  • Consumer Electronic Show (CES) dia 8-11 janeiro de 2019 em Las Vegas. 5G deve ser um dos temas chaves, apesar dos smartphones 5G ainda não estarem disponíveis para o evento.

 

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Relatórios

Planilhas

Workshops

Mais Produtos