28
7/2019

Resultados 2T19 da Vivo e outras empresas

Eduardo Tude

 

Resultados 2T19: Vivo

 

Na comparação do 2T19 com o 2T18, a receita líquida total da Vivo cresceu 0,4%, sendo:

  • +2,3% na receita do móvel, sendo 31,9% na receita de venda de aparelhos.
  • +9,4% na receita de BL fixa
  • -1,9% na receita de TV por assinatura
  • -16,8% na receita de Telefonia fixa

O ARPU móvel foi de R$ 28,7, sendo R$ 51,2 do pós-pago (sem M2M) e R$ 12,3 do pré-pago.

A Margem EBITDA foi de 39,2% (IFRS 16) e o lucro líquido de R$ 1,4 bilhões no trimestre.

 

Resultados 2T19: SKY, AT&T, Google, Nokia, Huawei,

 

Na comparação do 2T19 com o 2T18 a receita crescer:

  • +27,6% Facebook
  • + 19,9% Amazon
  • +19,3% Google
  • + 18,4% Twitter
  • +15,3% AT&T, devido a incorporação da Time Warner
  • +7,2% na Nokia
  • +2,0% na France Telecom
  • +0,8% Comcast
  • 0,0% no Grupo Telefônica
  • -2,3% na Vodafone

 

Fusões e aquisições (M&A)

 

  • A Superintendência de Competição da Anatel aprovou a compra da Nextel pela Claro.
  • Já está no Conselho da Anatel, o pedido de anuência prévia da AT&T para adquirir a Time Warner.
  • O Departamento de Justiça dos EUA (DoJ) aprovou a fusão T-Mobile EUA com a Sprint.

 

TV por assinatura

 

  • A receita da Sky apresentou queda de 18,3% na comparação do 2T19 com o 2T18
  • As operadoras de TV por assinatura e OTTs dos EUA terão uma perda de receita de US$ 9,1 bilhões devido à pirataria e compartilhamento de contas. Atualmente, 27% dos domicílios de banda larga dos EUA realizam alguma forma de pirataria ou compartilhamento de conta (Parks).

 

5G

 

  • Os testes realizados pela Anatel parecem indicar que não basta um filtro para resolver os problemas de interferência do sinal 5G em 3,5 GHz com TV aberta por satélite (TVRO). A alternativa analisada seria migrar a TV para a Banda Ku.

 

Oi

 

  • A Oi colocou em operação comercial sua rede de fibra (FTTH) nas cidades de Caxias do Sul, Canoas, São Leopoldo e Alvorada.
  • As ações ON da Oi apresentaram valorização de 4,9% na semana e as PN perdas de 0,6%.

 

Outros destaques

 

  • TIM e Vivo anunciaram acordo para compartilhar suas redes 2G e 4G em 700 MHz em cidades com até 30 mil habitantes. O acordo tem que ser aprovado pela Anatel.
  • O MCTIC irá substituir o programa Cidades Digitais por um programa de Cidades inteligentes, como foco em TICs e tendo por base os decretos de políticas de telecomunicações e de IoT.
  • A Vivo ativou o VoLTE em mais de 380 cidades do Brasil.
  • A Procuradoria da Anatel recorreu da decisão da Justiça Federal de Brasília que suspendeu cautelar suspendendo a veiculação pela Fox do Brasil de canais lineares oferecidos por prestadoras de SeAC.

 

Destaques internacionais

 

  • O Facebook concordou em pagar multa de US $ 5 bilhões para a Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC) sobre violações de privacidade e terá de criar uma estrutura executiva especializada em privacidade e independente, que não obedecerá ao CEO da empresa.
  • A Apple está em negociações para adquirir o negócio de chips para smartphones da Intel, com discussões sobre um acordo de US $ 1 bilhão.
  • A Reliance Jio, 2ª maior operadora da Índia, teve um crescimento de 116 milhões de celulares nos últimos 12 meses. O ARPU é de US$ 1,77 para um consumo de 11,4 GB por mês.

 

Próximas semanas

 

  • Resultados 2T19 da TIM (30/07).

 

 

 

21
7/2019

Oi, Res. 2T19 da Claro, A. Móvil, Netflix, Microsoft, Ericsson e mais destaques

Eduardo Tude

 

Plano estratégico da Oi

 

A Oi apresentou seu Plano estratégico com os seguintes pontos principais:

 

  • Pretende se tornar líder em fibra com a de implantação acelerada de FTTH com potencial de atingir 16 milhões de residências cobertas (HPs) em 2021.
  • Pretende se tornar líder em infraestrutura atuando no atacado como uma provedora nacional de rede de transporte e viabilizadora da infraestrutura 5G no Brasil.
  • A Oi está investindo em 4G/4.5G para defender a base do Pós-pago, enquanto explora opções estratégicas para o móvel. A operadora terá de decidir se participa do leilão de frequências de 5G/700 MHz em 2020, ou vende a sua operação móvel.
  • Reduzir em R$ 1 Bilhão o seu custo líquido anual
  • Arrecadar cerca de R$ 7 bilhões com a venda de ativos não-core, como torres, data center e real estate.
  • A Oi não mencionou no plano apresentado o que irá acontecer com a telefonia fixa, que depende da aprovação do PLC 79 e como pretende tratar a questão da dívida com a Anatel.

 

A Oi apresentou também projeções e estimativas (guidance) para os seguintes indicadores:

 

  • Receita líquida de serviços: Crescimento médio anual da >2% (2019 – 2024)
  • EBITDA de Rotina:  entre 4,5 e 5,0 R$ bilhões em 2019. Crescimento médio anual de 15% a 20%. (2019 – 2021)

 

Desempenho em maio:

 

  • O Saldo Final do Caixa Financeiro da Oi teve retração de R$ 308 milhões em maio/19, totalizando R$ 4.306 milhões. Foram investidos R$ 672 milhões em maio/19.

 

As ações ON da Oi apresentaram perdas de 6,5% na semana e as PN valorização de 1,2%.

 

Resultados 2T19: Claro e América Móvil

 

Na comparação do 2T19 com o 2T18, a receita líquida total da Claro cresceu 1,1%, sendo:

  • +8,9% na receita de serviços móveis. A receita de Pós-pago cresceu 11,2% e a de pré-pago 3,0%.
  • -3,3% na receita de venda de aparelhos
  • -2,5% na receita de serviços fixos. O crescimento de 13,2% na receita de BL fixa não foi suficiente para compensar a queda de 8,5% na TV por assinatura e de 11,2% na telefonia fixa.

A Margem EBITDA foi de 37,2% (IFRS 16) e o ARPU móvel de R$ 18.

A receita líquida global da América Móvil em pesos mexicanos apresentou queda de 2,7% na comparação do 2T19 com o 2T18.

 

Resultados 2T19: Netflix, Microsoft e Ericsson

 

  • A receita líquida da Netflix cresceu 26% no 2T19/2T18, mas a empresa perdeu 126 mil assinantes nos EUA e o ganho de 2,8 milhões de assinantes nos outros países foi menor que o previsto, levando a uma queda no valor de suas ações. O lucro líquido foi de US$ 271 milhões.
  • A receita líquida da Microsoft cresceu 12,1% no 2T19/2T18, sendo que serviços na nuvem cresceram 18,6% neste período e se tornaram o principal segmento da empresa, superando computação pessoal e processos produtivos e de negócios.  O lucro líquido foi de US$ 13,2 bilhões, com crescimento anual de 48,6%.
  • Impulsionada pela 5G, a receita líquida da Ericsson cresceu 10,0% no 2T19/2T18 e o lucro líquido foi de US$ 199 milhões.

 

Outros destaques

 

  • Os países que fazem parte do Mercosul assinaram acordo para acabar com a cobrança de encargos adicionais de roaming internacional, além dos previstos no plano contratado no país de origem. Ou seja, os mesmos valores cobrados para roaming nacional. Iniciativa da Anatel e do Ministério das Relações Exteriores, o acordo terá de ser aprovado pelo Congresso Nacional antes de ser implementado.
  • A plataforma digital do Cadastro Nacional de “Não Perturbe”, para o registro de consumidores que não querem mais receber mensagens de telemarketing com oferta de serviços de telecom, atingiu mais de um milhão de cadastrados na primeira semana de operação.
  • O e-commerce brasileiro faturou R$ 26,4 bilhões no primeiro semestre de 2019, 12% a mais no mesmo período de 2018. (Ebit-Nielsen)
  • 16,6% dos professores de escolas públicas urbanas e 44% das escolas particulares utilizam o celular em atividades com os alunos (TIC Educação 2018)

 

Destaques internacionais

 

  • 51% dos smartphones vendidos do mundo em 2023 serão 5G, segundo a Gartner.
  • A Federal Trade Commission (FTC) dos EUA aprovou multa de US $ 5 bilhões para o Facebook por não ter cumprido suas obrigações quanto à privacidade dos usuários. A penalidade ainda tem que receber uma luz verde do Departamento de Justiça. (The Wall Street Jornal)

 

Próximas semanas

 

  • Resultados 2T19 da Vivo (24/07) e TIM (30/07).
  • Smart City Business Brazil Congress e Expo 2019.

 

 

 

14
7/2019

5G, M&A, Oi e mais destaques

Eduardo Tude

 

5G

 

  • Medições realizadas pela Opensignal nos primeiros mercados a lançar comercialmente 5G apontam que EUA, Coréia do Sul e Suíça são os países com as velocidades máximas de download mais altas.
  • Contribuiu para o resultado dos Estados Unidos o uso de ondas milimétricas, que oferecem bandas maiores, mas tem cobertura muito limitada em comparação com as frequências de 3,4 GHz a 3,8 GHz utilizadas pela maioria dos outros países analisados.
  • Note-se que os resultados apresentados são de velocidades máximas. Os resultados de velocidades médias experimentadas pelos usuários devem ser muito diferentes.

 

Fusões e Aquisições (M&A)

 

  • A B3 foi escolhida para assessorar na formulação da minuta do edital de venda da Sercomtel.
  • A Copel escolheu os assessores financeiro (Rothschild) e jurídico (Cescon Barrieu) que irão apoiá-la na venda da Copel Telecom.
  • Algar Telecom concluiu a compra total da Smart Telecomunicações, prestadora de SCM em Pernambuco.

 

Oi

 

  • A Oi informou ao mercado que ainda não começou a buscar bancos que possam organizar um novo aumento de capital de cerca de R$ 2,5 bilhões, previsto no plano de recuperação judicial.
  • As ações ON da Oi apresentaram perdas de 3,2% na semana e as PN de 1,8%.

 

Outros destaques

 

  • A marca “Claro” vai absorver a marca “Net” consolidando Claro como o nome da empresa no país, como já ocorre em outros países. Os produtos para o segmento residencial da Net passam a ser chamados de Claro Net e os para pequenas e médias empresas Claro Empresas. A marca Embratel passa a ter como foco serviços de TI para grandes empresas.
  • A Camara de Deputados decidiu se envolver no debate sobre a cautelar da Anatel que suspendeu a oferta, pela FOX , de canais lineares de TV  diretamente ao consumidor, por contrariar a lei do SeAC. Após o debate realizado na Comissão de Cultura,  outras audiências devem ocorrer na  Comissão de Defesa do Consumidor (CDC);,Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI); e Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC). (Teletime)
  • Foram comercializados 88 mil wearables no Brasil no 1T19, 51,6% a mais que no 1T18. Em 2018, foram vendidas 241 mil unidades. (IDC)
  • A lei que cria a Autoridade Nacional de Proteção de Dados foi sancionada pelo presidente da república com nove vetos.
  • A plataforma digital do Cadastro Nacional de “Não Perturbe”, para o registro de consumidores que não querem mais receber mensagens de telemarketing com oferta de serviços de telecom, será lançada dia 16 (terça) pelas principais operadoras do país. (Telesíntese)
  • A Anatel aprovou reajustes que variam de 0,73% a 6,76% para os planos básicos das concessionárias de telefonia fixa. A maioria dos usuários não utiliza estes planos e sim planos alternativos. O valor do cartão de 20 créditos para o orelhão passou a ser de R$ 2,66.

 

Destaques internacionais

 

  • O secretário de Comércio dos EUA afirmou que irá autorizar as empresas a negociar com a Huawei quando estiver claro que o negócio não apresenta riscos para a segurança nacional.
  • Foram realizados 30,3 bilhões de downloads de aplicativos no mundo no 2T19, sendo 22,5 bilhões para o Android e 8 bilhões para o IoS da Apple. Os usuários gastaram US $ 22,6 bilhões em aplicativos, 20% a mais que no ano anterior. (App Annie)

 

Próximas semanas

 

  • Resultados 2T19 da Claro (16/07), Vivo (24/07) e TIM (30/07)

 

 

 

7
7/2019

BL Fixa por Tecnologia, 5G, Oi e mais destaques

Eduardo Tude

 

BL Fixa por Tecnologia

 

  • Nos últimos 17 meses até maio, o Brasil ganhou 3,0 milhões de acessos BL fixa.
  • O crescimento dos acessos em fibra (+4,1 milhões) e de cabo (+0,6 milhões), compensaram as perdas de 1,8 milhões de acessos em pares metálicos (xDSL).
  • Os rádios spread spectrum e os acessos 4G, como os da SKY, apresentaram perdas nesse período, enquanto os via satélite saltaram de 134 mil em 2017 para 205 mil em mai/19.
  • A HughesNet, provedora de BL fixa por satélite em 5 mil municípios brasileiros, possuía 152 mil acessos BL fixa em mai/19. A Yahsat, que oferece esse serviço em mil municípios, possuía 9 mil nessa data.

 

5G

 

O MCTIC colocou em consulta a “Estratégia Brasileira de Redes de Quinta Geração (5G)”. Os pontos principais abordados no documento são:

  • Frequências para 5G
  • Dificuldade com autorizações para a instalação de ERBs nos municípios
  • Fomento a Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação
  • Aplicações e Segurança.

As operadoras começam a testar novas forma de cobrar pelos serviços em uma rede 5G. No Reino Unido, a Vodafone anunciou três novos planos de serviço para 5G oferecendo dados ilimitados. O preço varia com a velocidade entregue, em vez do volume de dados usados.

 

Oi

 

  • Notícias veiculadas na imprensa indicam que o Juiz responsável pelo processo de recuperação judicial da Oi teria autorizado a substituição de Eurico Teles por Rodrigo Abreu na presidência da Oi. Rodrigo assumiria a presidência em dezembro.
  • As ações ON da Oi apresentaram perdas de 1,3% na semana e as PN valorização de 2,4%.

 

Outros destaques

 

  • A Justiça Federal do Distrito Federal, deferiu liminar em favor da Fox contra a decisão da Anatel de suspender a oferta de canais lineares da Fox por meio de Internet para venda direta ao consumidor. Anatel vai recorrer da suspensão da liminar.
  • Continua sendo protelada a aprovação do PLC 79 que regulamenta a migração das concessionárias de telefonia fixa para o regime de autorizadas. Enquanto o PLC 79 aguarda o parecer da relatora na Comissão de C&TC, o senador Jean Paul Prates (PT-RN) apresentou requerimento solicitando para ele seja apreciado também pela Comissão de Assuntos Econômicos da casa.
  • A Vivo ativou sua rede de fibra (FTTH) em Pindamonhangaba (SP).
  • A Samsung Electronics está prevendo uma queda de 4,3% nas suas vendas no 2T19, ocasionada por vendas menores de chips de memória e smartphones.

 

Próximas semanas

 

  • Resultados 2T19 da Claro (16/07), Vivo (24/07) e TIM (30/07)

 

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Relatórios

Planilhas

Workshops

Mais Produtos