20
12/2007

Termina o leilão de 3G com arrecadação de R$ 5,34 bilhões

Eduardo Tude

O leilão de freqüências de 3G arrecadou R$ 5,34 bilhões com ágio médio de 86,67%.

Vivo (e Telemig), Claro, Tim, Oi, Brasil Telecom e CTBC adquiriram os 36 lotes em disputa. A Nextel, que agitou o leilão no primeiro dia, acabou ficando sem nenhum lote. Ela deverá aguardar a licitação de outra faixa de frequências de 3G (banda H) a ser licitada pela Anatel em 2008.

Apresenta-se a seguir quanto cada uma gastou e o ágio.

1) Claro: R$ 1.426 milhões (103,63%)
2) Tim: R$ 1.325 milhões (94,73%)
3) Vivo (inclui Telemig): R$ 1.201 milhões (89,01%)
4) Oi : R$ 867 milhões (79,67%)
5) Brt: R$ 488 milhões (41,29%)
6) CTBC: R$ 31 milhões (101,03%)

Vivo e Claro compram freqüências em todo o Brasil. A Claro foi que gastou mais e que pagou o maior ágio. A Vivo adquiriu a banda J, próxima às freqüências de banda l que adquiriu no outro leilão, em todas as áreas.

A Claro arrematou o lote mais caro. A área I (RJ, ES, Ba e SE) que custou R$ 612 milhões.

O lote com maior ágio foi adquirido pela Tim (370%) na área 8 (região da CTBC em São Paulo na região de Franca).

A CTBC adquiriu lotes em toda a sua área de atuação deixando a Tim de fora do triângulo mineiro (área VII) , a Brt de municípios de Goiás e Mato Grosso do Sul (área IX) e a Oi de municípios próximos a Franca em São Paulo (Área VIII). A Tim pode atender o triângulo mineiro com 3G em 850 MHz. O mesmo não vale para Oi e BrT.

O resultado do leilão retrata o vigor do mercado de celular no Brasil e o interesse dos investidores.

Consulte os resultados detalhados

 

 

Comente!

Use o espaço abaixo para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site:

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

Veja também

‣ Oi, 5G, Smartphones e outros destaques.

‣ 5G, IoT e outros destaques.

‣ Crescimento até nov/19, 5G e mais destaques.

‣ Base de Celulares, Oi e IoT.

‣ Oi, MVNO, Qualidade, Anatel, Compartilhamento e mais destaques

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2020

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006