Atualizado em: 26/05/2024

Líderes em Telecom no Brasil no 1T24

O quadro de líderes em Telecom no Brasil no 1T24 apresentou uma alteração em relação a 2023, com a Alares liderando em crescimento da receita líquida.

A Claro liderou em 5 indicadores, seguida pela Vivo (3) e a Alares e a Vero com 1 cada.

 

 

- Indicador Descrição
Líder 1T23
Líder 2T23 Líder 3T23 Líder 2023 Líder 1T24
1 Receita Receita Líquida
Vivo
Vivo Vivo Vivo Vivo
2 Crescimento Receita Crescimento da Receita Líquida
Americanet
Desktop Desktop TecPar Alares
3 Móvel Market Share de Celular
Vivo
Vivo
Vivo
Vivo
Vivo
4 Móvel Receita de Celular Vivo Vivo Vivo Vivo Vivo
5 Fixo Market Share de Serviços Fixos
Claro
Claro
Claro
Claro
Claro
6 Fixo Receita de Serviços Fixos Claro Claro Claro Claro Claro
7 Acessos BL Fixa Market Share de Banda Larga Fixa
Claro
Claro
Claro
Claro
Claro
8 Acessos TV Assinatura Market Share de TV por Assinatura
Claro
Claro
Claro
Claro
Claro
9 Telefones Fixos Market Share de Telefones Fixos
Claro
Claro
Claro
Claro
Claro
10 Rentabilidade Margem EBITDA
Vero
Vero
Vero
Vero
Vero

 

A Teleco iniciou no 1º trimestre de 2011 o acompanhamento do desempenho dos Grupos de Telecom no Brasil através de indicadores selecionados.

A partir do final de 2021, a Teleco passou a considerar Competitivas aquelas definidas pela Anatel como Prestadoras de Pequeno Porte (PPPs). A Anatel considera Vivo, Claro, TIM, Oi e SKY como prestadoras de Grande Porte.

A partir do 2T22 a liderança nos indicadores passou a ser atribuída à empresa líder que divulgar o indicador, independente do porte. Na análise será apresentado também o resultado das Competitivas como grupo.

Foram incluídas nesta análise as prestadoras de grande porte e as seguintes Competitivas que divulgam seus resultados: Algar, , Brisanet, Alares, Desktop, Vero (inclui AmericaNet) e Unifique.

Em abr/22 foi concluída a venda da Oi móvel para Vivo, Claro e TIM, conforme a divisão acertada entre as partes. Os dados deste comentário consideram a incorporação dos celulares da Oi Móvel por estas operadoras, a partir do 2T22, sendo que a receita foi apropriada por cada operadora a partir de abril.


Apresenta-se a seguir os resultados para cada indicador. 

 

1) Receita: Vivo liderou no 1T24

 

A Vivo liderou em receita líquida com R$ 13,5 bilhões no 1T24, seguida pela Claro (R$ 11,7 bilhões) e a TIM (R$ 6,1 bilhões).

 

Nota: A receita da SKY foi estimada pela Teleco

A Vivo também liderou em receita no móvel (R$ 9,6 bilhões) e a Claro em receita no fixo (6,8 bilhões).

A Teleco estimou em R$ 44,4 bilhões a receita líquida total das prestadoras no 1T24.

 

2) Crescimento de Receita: Alares liderou no 1T24

 

A Alares liderou crescimento da receita líquida no 1T24 (34,7%), seguida pela Unifique (21,6%) e Desktop (20,8%). O crescimento da receita líquida total foi estimado pela Teleco em 3,5%.

 

 

A Oi (-13,3%) teve crescimento negativo da receita no 1T24/1T23.

 

3)Vivo manteve a liderança em Market Share de Celular

 

A Vivo manteve a liderança, mas vem perdendo market share desde o 2T22, quando adquiriu parte da Oi Móvel.

 

A Claro é a única que vem ganhando market share e liderou em adições líquidas no trimestre (0,7 milhões).

 

4) Vivo liderou em Receita do Móvel no 1T24

 

Vivo e Claro mantiveram estável a receita líquida do móvel no 1T24 em relação ao 4T23, e a TIM apresentou queda.

 

 

Na comparação do 1T24/1T23, a Claro apresentou o maior crescimento (8,8%), seguida pela Vivo (8,7%) e TIM (7,4%).

O crescimento da receita liquida total do móvel foi estimado pela Teleco em 8,4%.

 

5) Fixo: Claro é a líder em Market Share

 

A Claro liderou em market share de serviços fixos (Telefonia Fixa, BL e TVA) com um total de 22 milhões de acessos no 1T24 seguido da Vivo que aumentou a diferença em relação à Oi em 1,9 p.p.

 

 

O conjunto das Competitivas possuía market share de 38,3% no 1T24.

 

6) Fixo: A Claro lidera em receita

 

A Claro liderou em receita líquida de serviços fixos com R$ 5,0 bilhões no 1T24, a frente da Vivo (R$ 3,7 bilhões) e da Oi (R$ 2,0 bilhões).

 

Nota: A receita da SKY foi estimada pela Teleco

 

A receita líquida total de serviços fixos caiu (0,9%) no 1T24/1T23.

 

7) Market Share de Banda Larga Fixa: Claro

 

A Claro liderou em market share de banda larga fixa no 1T24, com 10,1 milhões de acessos e 20,8% de participação, seguida pela Vivo (14,2%) e Oi (9,8%). A Oi vem perdendo market share desde o 1T22.

 

 

O conjunto das Competitivas totalizou 25,8 milhões de acessos banda larga fixa e uma participação de 53,4% do total de acessos neste trimestre.

 

 

8) Market Share de TV por Assinatura: Claro

 

A Claro manteve a liderança em TV por Assinatura, seguida pela Sky e e pela Oi, que vem perdendo em market share.

 

 

A TV por assinatura perdeu 3,0 milhões de assinantes no 1T24/1T23.

 

9) Market Share de Telefones Fixos: Claro liderou

 

A Claro (29,5%) se manteve na liderança com 10,1 milhões de telefones fixos, e vem ganhando market share desde o 2T23. A Oi, que vinha apresentando uma perda acentuada, estabilizou o market share neste trimestre.

 

 

As Competitivas, como Grupo, já respondiam por 18,8% dos telefones fixos no 1T24.

A telefonia fixa perdeu 2,3 milhões de assinantes no 1T24/1T23.

 

10) Rentabilidade: Vero liderou em Margem EBITDA

 

A Vero (52,9%) liderou em margem EBITDA no 1T24, seguida da Desktop (51,4%) e da Unifique (50,8%).

 

Nota: Considera-se a Margem EBITDA de rotina ou normalizada. A SKY não divulga este indicador.

 

Diante deste cenário pergunta-se:

 

GLOSSÁRIO DE TERMOS

NEWSLETTER

Newsletters anteriores

Relatório Teleco

 

Adquira já o seu

Enquete

Que tipo de celular você utiliza?

  Pré-pago
  Pós-pago
  Ambos
  Nenhum

EVENTOS

 

 

 

Mais Eventos

TelecomWebinar

Mais Webinares

NOTÍCIAS

SEÇÃO HUAWEI