Atualizado em: 24/07/2015

 

Pré-pago encolhe e Nextel lidera crescimento em junho

 

O Brasil apresentou uma redução de 1,7 milhões de celulares em sua base no mês de jun/15.

 

As adições líquidas negativas de pré-pago (-2,2 milhões) foram as maiores já apresentadas desde que esta modalidade de comercialização passou a existir no Brasil. A base de pré-pago encolheu para uma quantidade próxima da apresentada em dez/13.

 

A Nextel, que atua apenas no pós-pago, acabou sendo a única entre as cinco maiores operadoras de celular a apresentar crescimento no mês..

 

 

 

 

.

 

O pós-pago apresentou adições líquidas de 463 mil celulares em junho, mas as adições líquidas positivas de Vivo (203 mil) e TIM (162 mil) não foram suficientes para tornar positivo o total de adições líquidas de celular destas operadoras.

 

 

 

 

TIM e Vivo foram as operadoras com a maior quantidade de cancelamentos no pré-pago.

 

 

 

 

 

O encolhimento da base de pré-pago pode estar relacionado a uma mudança no comportamento do usuário que estaria abandonando a prática de possuir mais de um "chip" para tirar proveito de um preço menor para as chamadas entre celulares da mesma operadora (on net).

 

A crise econômica e a utilização mais intensiva de aplicativos de mensagem como o WhatsApp estariam acelerando este processo.

 

É preciso ter em conta também, que as operadoras costumam ser mais rigorosas no desligamento de celulares inativos no mês de fechamento do trimestre, como é o caso de junho.

 

 

 

Diante deste cenário pergunta-se:

 

Comente!

 

Nota: Os comentários não representam a opinião do portal Teleco; sendo de responsabilidade do autor da mensagem.

         Comentários ofensivos poderão ser excluídos e o autor da mensagem banido.

 

EVENTOS

Mais Eventos