Atualizado em: 09/06/2018

 

O desempenho das capitais no ranking cidades amigas da internet 2018

 

 

O ranking cidades amigas da internet é elaborado pela Teleco desde de 2016 e tem como objetivo identificar, dentre os 100 maiores municípios brasileiros, aqueles que mais facilitam a instalação de infraestrutura necessária à expansão da Internet. Para a sua composição são avaliadas as restrições, burocracia, prazo e onerosidade para a implantação de Estações Rádio Base (ERBs) e Redes (Subterrâneas ou aéreas). (mais detalhes).

 

 

2018
Cidade
1
Uberlândia (MG)
3,8
0
2
Várzea Grande (MT)
3,2
0
3
Rio Branco (AC)
3,1
3
4
São José dos Campos (SP)
3,1
0
5
Guarulhos (SP)
3,1
8
6
Cuiabá (MT)
3,0
1
7
Duque de Caxias - RJ
3,0
1
8
Rio de Janeiro - RJ
2,9
-5
9
Palmas - TO
2,9
14
10
Cascavel - PR
2,9
-5

 

 

Uberlândia manteve a 1ª colocação no ranking de 2018 e o Rio de Janeiro foi a capital que obteve a melhor colocação (8ª), embora tenha perdido cinco posições em relação à 2017. O ranking das capitais com mais de 1 milhão de habitantes ficou assim:

 

 

 

 

Curitiba (14ª), São Luis (15ª), Recife (20ª), Salvador (28ª) e Belém (30ª) estão entre as 30 primeiras colocadas no ranking, Maceió (63ª) ocupa uma posição intermediária e as demais capitais com mais de um milhão de habitantes estão entre as vinte últimas colocadas. São Paulo (99ª) e Brasília (100ª) ocupam as duas últimas posições.

 

Note-se que apenas Fortaleza, Goiânia e Manaus ganharam posições no ranking em 2018. As demais capitais apresentaram nota menores que em 2017 e perderam posições no ranking.

 

Entre as capitais com menos de 1 milhão de habitantes, quatro estão entre as que mais ganharam posições em 2018: Vitória, Boa Vista, Palmas e Campo Grande.

 

 

Cidade
Ranking 2018
Ganho posições
Ponta Grossa (PR)
34
2,6
20
Vitória (ES)
47
2,4
16
Boa Vista (RR)
29
2,6
15
Palmas – TO
9
2,9
14
Santa Maria (RS)
56
2,3
14
Mauá (SP)
70
2,2
14
Campo Grande (MS)
31
2,6
12
São Gonçalo (RJ)
17
2,8
10
Diadema (SP)
35
2,6
10
Petrolina (PE)
48
2,4
10

 

 

Ponta Grossa foi a cidade que ganhou mais posições no ranking em 2018 (20), após modificar sua legislação municipal. Uma melhor posição no ranking significa que o município está melhorando o acesso à internet do cidadão e trazendo investimentos para o município.

 

Para ter uma boa posição no ranking recomenda-se que a regulamentação municipal:

Apesar da lei das antenas, aprovada em 2015 pelo congresso nacional, muitos municípios continuam com leis antigas com dispositivos que a contrariam. O ranking apurou que as autorizações para instalação de ERB duram em média de 6 meses e apenas um município (Uberlândia) atende ao prazo de dois meses.

 

Este quadro apresentou pequena melhora em 2018 em relação a 2017, mas em São Paulo, Contagem e Santos o prazo continua superior a 1 ano.


 

 

Note-se que este problema não ocorre apenas no Brasil. Nos Estados Unidos, o FCC colocou como uma de suas prioridades simplificar os requisitos para a instalação de ERBs, de modo a acelerar a implantação da tecnologia 5G.

 

O ranking completo pode ser consultado em Ranking Cidades Amigas.

 

 

Diante deste cenário pergunta-se:

 

 

Comente!

Use o espaço abaixo para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site:

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

EVENTOS

Mais Eventos