s

 

Atualizado em: 14/07/2018

 

Balanço de 2 anos de recuperação judicial da Oi

 

 

No dia 20/06/18 a Oi completou dois anos de recuperação judicial. Neste período a operadora conseguiu aprovar um plano de recuperação judicial e espera concluir a reorganização societária até o final de 2018.

 

 

 

 

 

Nestes dois anos de recuperação judicial, a operadora:

 

No segundo ano de recuperação judicial a Oi apresentou queda na receita dos segmentos residencial, mobilidade pessoal e B2B.

 

 

 

O status de empresa em recuperação judicial gera insegurança entre os clientes corporativos e tem contribuído para a perda de receita neste segmento.

 

A receita líquida total manteve a tendência de queda (-6,4%) na comparação do acumulado dos últimos doze meses em mar/18 com o de mar/17.

 

 

 

 

O capex, apesar de ter apresentado pequeno crescimento durante os dois anos de recuperação judicial, foi insuficiente para deter a queda na receita e perda de market share. O plano de recuperação judicial da Oi prevê investimentos de R$ 7 bilhões por ano para os próximos anos, o que pode ocorrer a partir de 2019.

 

A Oi precisa investir em redes FTTH e 4G para voltar a crescer sua receita em banda larga. Na banda larga fixa ela enfrenta uma forte competição, com as operadoras competitivas ganhando market share em sua área de atuação. Na banda larga ela precisa expandir sua cobertura e adquirir faixa de frequência em 700 MHz para competir com as demais operadoras.

 

A dívida líquida da Oi foi reduzidade R$ 40,6 bilhões no 1T17 para R$ 7,3 bilhões no 1T18 com o aumento de capital resultante da conversão de parte da dívida em participação acionária dos principais credores, mas os recursos para novos investimentos só devem estar disponíveis após a conclusão do processo de recuperação judicial.

 

 

Diante deste cenário pergunta-se:

 

 

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

EVENTOS

Mais Eventos