Atualizado em: 22/07/2018

Claro x TIM: Quem teve o melhor desempenho no celular no 1S18?

 

Claro e TIM apresentaram perdas no pré-pago no 1º semestre de 2018 (1S18), mas a Claro conseguiu compensar estas perdas com ganhos no pós-pago, o que não aconteceu com a TIM.

 

 

 

 

A TIM perdeu 2,1 milhões de celulares no 1S18, enquanto a base de celulares da Claro permaneceu a mesma. As perdas da TIM na base de pré-pago vêm ocorrendo há mais de dois anos e levaram a empresa à perda da 2ª colocação em market share do total de celulares para a Claro em 2017. Mantida esta tendência a Claro pode vir a superar a TIM em market share de pré-pago até o final de 2018.

 

 

 

 

Os terminais M2M contribuíram para a vantagem da Claro sobre a TIM no pós-pago. Em maio de 2018, a Claro possuía 5,5 milhões de terminais M2M e a TIM 1,8 milhões. O foco da TIM está no pós-pago e nos pré-pagos recorrentes (fazem recarga periódica).

 

 

 

 

 

O encolhimento da base de pré-pago parece não estar afetando o crescimento da receita líquida de serviços móveis da TIM. Ela cresceu 5,8% na comparação do 1S18 com o 1S17, mas a receita da Claro cresceu 9,8% neste período.

 

 

 

 

 

 

Claro e TIM apresentaram crescimento do ARPU na comparação do 2T18 com o 2T17. No caso da TIM, o encolhimento da base de celulares tem uma contribuição maior para o crescimento do ARPU.

 

 

 

 

 

Diante deste cenário pergunta-se:

 

Comente!

 

Nota: Os comentários não representam a opinião do portal Teleco; sendo de responsabilidade do autor da mensagem.

         Comentários ofensivos poderão ser excluídos e o autor da mensagem banido.

 

EVENTOS

Mais Eventos