Atualizado em: 15/12/2018

O desempenho da Oi em 2018

 

 

O valor de mercado da Oi caiu de R$13,5 bilhões em 2008 para R$ 1,9 bilhões em 2015, mas vem crescendo com o avanço do processo de recuperação judicial. O equacionamento da dívida com a Anatel e a aprovação do PL 79, que define critérios claros em relação aos bens reversíveis, contribuiriam para este processo, mas a Oi precisa também melhorar os seus resultados operacionais e econômico financeiros.

 

A receita líquida da Oi Brasil ainda manteve em 2018 a tendência de queda que apresenta desde 2013.

 

*acumulado nos últimos 12 meses.

 

A queda está ocorrendo em todos os segmentos, sendo mais acentuada no segmento Empresarial/Corporativo em que a receita no acumulado dos últimos 12 meses até set/18 foi 27,8% menor que a de 2013.

 

*acumulado nos últimos 12 meses.

 

A Oi continuou perdendo market share e nos primeiros nove meses de 2018, cresceu apenas em TV por assinatura que está sendo comercializada como parte de um combo de serviços residenciais.

 

 

A perda maior ocorre na BL fixa com o crescimento das operadoras competitivas que estão implantando redes de fibra nos municípios de médio porte de sua área de concessão.

 

A Oi conseguiu estabilizar sua margem EBITDA em 26,3%, mas ela precisa voltar a um patamar superior a 30%.

 

*acumulado nos últimos 12 meses.

 

O lucro de R$ 28 bilhões apresentado nos primeiros nove meses de 2018 deve-se a receitas financeiras de R$ 30,2 bilhões decorrentes da troca de dívida de credores por ações como parte do processo de recuperação judicial da empresa. Estas receitas foram incorporadas no 1T18 e a companhia voltou a apresentar prejuízo no 2T18 e 3T18.

 

*acumulado nos últimos 12 meses.

 

Com a renegociação a dívida líquida da Oi diminuiu para R$ 11,0 bilhões em set/18.

*acumulado nos últimos 12 meses.

 

Estes resultados mostram que, além de equacionar a sua dívida, a empresa precisa continuar controlando seus custos operacionais e estancar a perda de receita e market share. Para se tornar mais competitiva a Oi tem que aumentar os seus investimentos.

 

*acumulado nos últimos 12 meses.

 

O crescimento do Capex em 2017 e 2018, apesar de positivo, ainda é insuficiente. A empresa passa agora por um aumento de capital de R$ 4 bilhões para novos investimentos (Capex).

 

Diante deste quadro pergunta-se:

 

 

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

 

 

Workshop

 

 

EVENTOS

Mais Eventos