Atualizado em: 22/12/2018

Balanço de 2018: Um ano bom para o setor

 

Por Eduardo Tude e Debora Vieira

 

O ano de 2018 foi considerado ótimo/bom por 43% dos que responderam a enquete anual do Teleco. O percentual que consideraram o ano ruim/péssimo caiu de 47% em 2016 para 23% em 2018.

 

 

O que melhorou em 2018?

 

* acumulado nos últimos 12 meses até out/18.

Os serviços que apresentaram um crescimento maior em relação aos anos anteriores foram:

4G apresentou também um forte crescimento no ano com adições líquidas de 30 milhões de celulares, mas que foram inferiores às de 2017 (42 milhões).

As MVNOs apresentaram um crescimento maior em 2018 (+471 mil acessos), mas foram impactadas pelo fechamento da Porto Seguro Conecta, sua maior operadora.

A TV por assinatura, telefonia fixa e o celular continuaram perdendo assinantes. Os ganhos no pós-pago não foram suficientes para compensar as perdas no pré-pago.

 

* acumulado nos últimos 12 meses até out/18.

 

A receita líquida do conjunto das operadoras apresentou baixo crescimento (0,7%) na comparação dos primeiros nove meses do ano com igual período do ano anterior. A margem EBITDA manteve, no entanto, uma trajetória de recuperação, atingindo valor próximo de 2010. O Capex deve crescer cerca de 10% em 2018, superando os R$ 30 bilhões.

 

 

Como pontos positivos do ano podem ser citados também:

Como pontos negativos do ano merecem destaque:

 

Diante deste quadro pergunta-se:

 

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Workshop

 

 

EVENTOS

Mais Eventos