Atualizado em: 13/07/2019

 

As principais competitivas da BL Fixa no Brasil

 

As operadoras competitivas lideraram o crescimento da BL fixa no acumulado dos primeiros cinco meses do ano, com adições líquidas de 795 mil acessos, seguidas pela Claro (155 mil). Vivo (-155 mil) e Oi (-203 mil) apresentaram adições líquidas negativas neste período.

 

Fonte: Anatel - Nota: As competitivas são as operadoras de pequeno porte definidas pela Anatel como tendo market share < 5%.

 

Entre as 7 mil competitivas que reportam regularmente acessos a Anatel, doze possuíam mais de 100 mil acessos BL fixa em mai/19. São elas:

 

1 Algar concessionária de telefonia fixa na região do triângulo mineiro, que expandiu sua área de atuação para o Sul e Nordeste do país, tendo como foco o mercado corporativo. Possuía 614 mil acessos BL fixa em mai/19, sendo 55% de tecnologia xDSL e 39% fibra.
2 TIM adquiriu em 2011 a Eletropaulo Telecom, possuía 519 mil acessos BL fixa em mai/19, sendo 80% de tecnologia xDSL e 20% fibra.
3 SKY operadora de TV por assinatura via satélite (DTH), oferece o serviço de BL fixa em mais de 120 municípios utilizando tecnologia 4G na frequência de 2,5 GHz. Possuía 296 mil acessos BL fixa em mai/19, 60 mil a menos que no final de 2018.
4 Brisanet prestadora com atuação em mais de 150 municípios no Nordeste (CE, RN, PB e PE) é a maior competitiva em acessos BL fixa em fibra, 253 mil em mai/19.
5 ACON formada pela aquisição de cinco operadores, sendo as maiores a Cabo Telecom e Multiplay (Videomar), operadoras de TV por assinatura do Nordeste.
6 Copel Telecom empresa da Companhia Paranaense de Energia (Copel), possuía 194 mil acessos BL fixa em fibra em mai/19. A Copel pretende vender a Copel Telecom no início de 2020, através de processo de licitação.
7 Hughes prestadora de BL fixa via satélite na Banda Ka, oferece o serviço em 5 mil municípios brasileiros.
8 Unifique prestadora com atuação em Santa Catarina e sede em Timbó, oferece combos de BL fixa, TV por assinatura e telefonia fixa.
9 SUMICITY prestadora com atuação nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espirito Santo. O fundo EB Capital passou a ser o acionista majoritário no final de 2018.
10 Vero formada pela aquisição de oito prestadoras de SCM de Minas Gerais, sendo as maiores a Powerline, Via Real e City 10.
11 Sercomtel concessionária de telefonia fixa em Londrina (Paraná), de propriedade da Prefeitura de Londrina e da Copel, prepara licitação para venda a operadora.
12 Desktop prestadora com atuação na região de Campinas, interior de São Paulo.

 

Estas doze competitivas possuíam 2,8 milhões de acessos BL fixa em mai/19, o que correspondia a 30,4% dos acessos das competitivas e 8,9% dos acessos BL do Brasil.

Vale a pena destacar também as onze competitivas com mais de 50 mil acessos em fibra.

 

 

 

Estas onze competitivas possuíam 1,3 milhões de acessos BL fixa por fibra em mai/19, o que correspondia a 30% dos acessos em fibra das competitivas e 18% dos acessos em fibra do Brasil. Entre elas, apenas duas não estão entre as doze maiores. A America Net, com presença maior no mercado corporativo em São Paulo, e a VALENET, prestadora com sede em Itabira (Minas Gerais).

 

Diante deste cenário pergunta-se:

 

 

 

Comente!

Use o espaço abaixo para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site:

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

 

 

EVENTOS

Mais Eventos