Atualizado em: 23/11/2021

 

Líderes em Telecom no Brasil no 3T21

 

O quadro de líderes em Telecom no Brasil no 3T21 se manteve estável, apresentando uma situação de maior equilíbrio com a Vivo, Claro e Competitivas liderando em dois indicadores cada e TIM e Oi liderando em um cada.

Os valores referentes às Competitivas (receita e número de acessos) estão subestimados devido à subnotificação, o que afeta seu posicionamento e market share nos indicadores.  Enquanto em agosto 7,1 mil competitivas reportaram ter 18,7 milhões de acessos, em setembro 6,7 mil reportaram ter 18,3 milhões. 

 

 

- Indicador Descrição
Líder 1T21
Líder 2T21
Líder 3T21
1 Receita Receita Líquida
Vivo
Vivo
Vivo
2 Crescimento Receita Crescimento da Receita Líquida
Competitivas
Competitivas
Competitivas
3 Móvel Market Share e Receita de Celular
Vivo
Vivo
Vivo
4 Fixo Market Share e Receita de Serviços Fixos
Claro
Claro
Claro/Competitivas
5 Acessos BL Fixa Market Share de Banda Larga Fixa
Competitivas
Competitivas
Competitivas
6 Acessos TV Assinatura Market Share de TV por Assinatura
Claro
Claro
Claro
7 Telefones Fixos Market Share de Telefones Fixos
Oi
Oi
Oi
8 Rentabilidade Margem EBITDA
TIM
TIM
TIM

 

O Teleco iniciou no 1º trimestre de 2011 o acompanhamento do desempenho dos Grupos de Telecom no Brasil através de indicadores selecionados. Apresenta-se a seguir os resultados para cada indicador. Foram incluídas nesta análise as operadoras ou grupos que tiveram receita líquida superior a R$ 2 bilhões no país em 2020.

 

1) Receita: Vivo é a líder

 

A Vivo liderou em receita líquida com R$ 11,0 bilhões no 3T21, seguida pela Claro (R$ 9,8 bilhões).

 

Nota: Competitivas são todas as operadoras, exceto Claro, Vivo e Oi. Neste gráfico a receita das Competitivas não inclui a receita da Algar, TIM e da SKY.

 

A Vivo é a líder em receita no móvel (R$ 7,4 bilhões) e a Claro em receita de serviços fixos (R$ 5,1 bilhões).

As Competitivas de banda larga fixa (sem Algar, TIM e SKY) ocupam a 3ª colocação, seguidas pela TIM e pela Oi. A receita da Oi sem sua operação móvel e de DTH cairia para R$ 2,2 bilhões.

 

Receita Líquida (R$ milhões)
1T20
2T20
3T20
4T20
1T21
2T21
3T21
Vivo
10.825
10.317
10.791
11.193
10.849
10.649
11.033
Claro
9.781
9.524
9.770
10.061
9.755
9.737
   9.801
Competitivas BL*
3.295
3.559
3.880
4.037
4.593
4.971
 5.516
TIM
4.215
3.987
4.387
4.678
4.340
4.407
4.512
Oi
4.699
4.490
4.648
4.720
4.395
4.333
  4.464
Sky
2.305
2.059
2.122
1.980
2.116
1.871
  1.973
Algar
575
581
594
602
595
610
672

Nota: Competitivas são todas as operadoras, exceto Claro, Vivo e Oi. Nesta tabela a receita das Competitivas não inclui a receita da Algar, TIM e da SKY.

 

2) Crescimento de Receita: Competitivas lideram

 

As Competitivas de banda larga fixa (sem Algar, TIM e SKY) lideraram o crescimento de receita líquida (31,8%) no 3T21/3T20, seguidas pela TIM (10,5%), Algar (5,0%) e Vivo (3,2%). A Oi apresentou crescimento negativo.

 

Nota: Competitivas são todas as operadoras, exceto Claro, Vivo e Oi. Neste gráfico a receita das Competitivas não inclui a receita da Algar, TIM e da SKY.

 

 

3) Móvel: Vivo é a líder em Market Share e Receita

 

A Vivo é a líder em market share de celular no Brasil. A Claro (27,8%) apresentou as maiores adições líquidas (1,4 milhões) no 3T21. A TIM continua perdendo market share, juntamente com a Oi.

 

 

 

A Vivo mantêm a liderança em receita líquida no móvel. A Claro, com incorporação da Nextel, passou a TIM e se consolidou na segunda posição.

 

 

4) Fixo: Claro é a líder em Market share e Competitivas em Receita

 

A Claro é a líder em market share de acessos fixos, com um total de 25,7 milhões no 3T21, mas vem perdendo market share. As Competitivas ocupam o segundo lugar em market share de acessos fixos, à frente de Oi e Vivo. A Oi foi a única a ganhar market share no trimestre, se distanciando da Vivo.

 

Nota: TIM e Algar foram incluídas nas Competitivas por apresentarem um market share menor que 5% nos serviços fixos.

 

O market share das Competitivas é na realidade maior, devido a subnotificação em setembro.

As Competitivas (sem Algar, TIM e SKY) lideraram em receita líquida de serviços fixos com R$ 5,1 bilhões, passando a Claro neste trimestre. A Vivo ocupa a terceira posição.

 

Nota: Competitivas são todas as operadoras, exceto Claro, Vivo e Oi. Neste gráfico a receita das Competitivas não inclui a receita da Algar, TIM e da SKY.

 

5) Market Share de Banda Larga Fixa: Competitivas

 

As Competitivas lideram em market share de banda larga fixa com 18,3 milhões de acessos no 3T21.

 

Nota: Competitivas são todas as operadoras, exceto Claro, Vivo e Oi. No 2T21 considerou-se os acessos de maio para as Competitivas.

 

Os acessos BL fixa das Competitivas divulgados pela Anatel para setembro, refletem subnotificação.  Enquanto em agosto 7,1 mil competitivas reportaram ter 18,7 milhões de acessos, em setembro 6,7 mil reportaram ter 18,3 milhões. 

 

6) Market Share de TV por Assinatura: Claro

 

A partir do 3T21, a Anatel decidiu contabilizar como acessos de TV por assinatura os usuários de DTH que adquiriram kit de recepção (antena, decodificador e instalação) mas não pagam pelo serviço, tendo acesso apenas aos canais da TV aberta e aos obrigatórios.

Esta mudança de critério beneficiou principalmente a Oi, que aumentou o seu market share para 30,3%. A Claro manteve a liderança em TV com 7,1 milhões de assinantes, mas perdeu market share.

 

 

 

7) Market Share de Telefones Fixos: Oi lidera

 

A Oi manteve a liderança em market share de telefonia fixa com 8,9 milhões de telefones fixos no 3T21, apesar de estar perdendo market share. A Claro se consolidou na segunda posição à frente da Vivo, que vem perdendo acentuadamente market share.

 

 

 

8) Rentabilidade: TIM lidera em Margem EBITDA

 

A TIM manteve a liderança em margem EBITDA no 3T21, com a Algar na segunda posição e a Claro, que ultrapassou a Vivo no 2T21, em terceiro lugar.

 

Nota: Considera-se a Margem EBITDA de rotina ou normalizada. A SKY não divulga este indicador.

 

A Oi melhorou sua margem EBITDA retornando ao mesmo patamar do 1T20.

 

Diante deste cenário pergunta-se:

 

 

GLOSSÁRIO DE TERMOS

NEWSLETTER

Newsletters anteriores

Relatório Teleco

 

Adquira já o seu

Enquete

Qual serviço lhe causa mais insatisfação?

  Telefonia Fixa
  TV por Assinatura
  Banda Larga Fixa
  Telefonia Móvel

EVENTOS

 

 

 

Mais Eventos

TelecomWebinar

Mais Webinares

NOTÍCIAS

SEÇÃO HUAWEI