Em Debate

Publicado: 08/08/05

 

Você ainda vai ver TV no celular ....

Quer apostar?

 

Eduardo Prado

eprado@brasilecia.com

 

Trabalhos Publicados

Weblog: Smart Convergence

 

Vou começar esta matéria de uma forma - no mínimo - hilária. Lembram-se da tal pequenina cidade com o nome de Sud Mennucci? Esta cidade do interior de São Paulo tinha 7.500 habitantes quando no ano passado o prefeito resolveu implantar uma Rede Pública de Wi-Fi. Mídia nacional "na boa"! Na época a transformação foi tanta que uma costureira - pasmem vocês - da cidadezinha marcava a prova dos vestidos de suas clientes via a Internet Móvel (veja Referências no Google sobre Sud Mennucci + Wi-Fi e Uma história brasileira de sucesso de Elio Gaspari). Mas o que Sud Mennucci tem a ver com TV no Celular? Vejamos ... Quem utiliza o telefone pré-pago atualmente no Brasil? Uma boa maioria das classes C,D e E. Hoje qualquer um compra um aparelho celular normal de R$ 110,00 parcelado em 12 "suaves prestações". E aí, aonde queremos chegar? Daqui a 10 anos a transformação da tecnologia móvel no mundo será tanta ... mas tanta ... que várias costureiras marcarão as provas dos vestidos das suas clientes que via handsets baratos e de alta velocidade como também aproveitarão a folga do seu trabalho para ver TV (ou sua novela preferida) - quando estiver em movimento - neste mesmo handset. No futuro qualquer um vai comprar um aparelho celular com voz e dados (e com alta taxa de transmissão de dados) que custará R$ 110,00 (a valor de hoje evidente) parcelado em 12 "suaves prestações". Sacou?

 

É como diz Lula - o Presidente: "A vontade de fazer associada à vontade de trabalhar, consegue o impensável". Pois é, nós "também" poderemos o "impensável" (referência do Elio Gaspari acima).

 

Vamos agora mostrar uma evolução da TV no Celular no mundo para concluirmos por que poderemos o "impensável". Vejamos então:

 

[1] Algumas Matérias: No início deste ano publicamos 02 matérias sobre o mesmo tema: Vamos ver TV no Celular? no IDG Now em 22.FEV.2005 e Aparelhos Móveis, Conteúdo, Mobile TV e Rádio: Aonde Vamos Parar? aqui no Teleco em 14.MAR.2005. Esquente suas turbinas dando uma paquerada nelas. Na do Teleco mostramos a referência: Philips predicts mobile TV dominance do The Register aonde a Philips estima que 50% dos aparelhos celulares virão com TV em 2013 de um total de 600 milhões produzidos por ano;

 

[2] O MediaFLO da QUALCOMM: A QUALCOMM anunciou no final do ano passado - surpreendendo "Deus e o Mundo" um plano para investir MUS$ 800 de 04 a 05 anos em uma nova subsidiária a chamada MediaFLO USA para ajudar as Operadoras de Telefonia a levarem a Televisão para os smartphones através de um serviço chamado MediaFLO - simplesmente chamado FLO (Forward Link Only). Contrariamente a estratégia de outros competidores seus - como a Intel - a QUALCOMM inovou e deu um passo adiante comprando licenças de espectro de bandas de televisão analógica em 700 MHz. Esta atitude espelha também a agressividade da QUALCOMM, através de afiliadas, adquirindo espectro em 450 MHz na Europa para incrementar as chances da sua tecnologia CDMA nestas bandas de freqüência. Brilhante idéia da Qualcomm! Apesar da sua "beligerância" com as tecnologias de Wi-Fi e WiMAX, o MediaFLO utiliza a mesma modulação do WiMAX - a famosa OFDM - utilizadas pelo WiMAX e parte do Wi-Fi (veja Qualcomm seeks markets with bold TV network move do The Register, Referências do Google sobre MediaFLO e A QUALCOMM vai "virar a casaca"? do Weblog Novas Tecnologias e Novos Negócios). Em 26.JUL.2005, a QUALCOMM anunciou a criação do Fórum de FLO - aos mesmos moldes do Fórum de WiMAX - com a participação das seguintes empresas: Amoi, BBEF, Harris Corporation, Huawei, Korea Telecom, KYOCERA, LG Electronics, LG Telecom, MediaFLO USA, Inc., Pantech & Curitel, QUALCOMM, Roundbox, SANYO, Sharp Corporation e ZTE (ver o Press Release FLO Forum Created to Promote Standardization of FLO(TM) Technology and Worldwide Adoption of FLO-based Services do TMC Net;

 

[3] The show must go on: Começou viu gente! Veja se você já viu um celular desse tipo: Samsung B200. E um desse aqui, já viu? Pois é a "celevisão" (televisão no celular) que está chegando. Estes modelos estão sendo utilizados por um serviço de TV no Celular via Satélite no padrão DMB (D igital Multimedia Broadcasting) na Coréia do Sul. A Nokia prefere o padrão DVB-H (Digital Video Broadcasting Handsets). Mais uma boa briga com os coreanos. O serviço de TV no celular é da Operadora de Telefonia Móvel SK Telecom. Outros competidores do DMB serão o WiMAX Móvel (chamado WiBRO) ainda não homologado (veja WiBRO? O que é isso? O WiMAX Móvel (802.16e) da Coréia do Weblog Novas Tecnologias e Novos Negócios) e a tecnologia européia de Telefonia Móvel o HSDPA. Para mais informações sobre o serviço de TV no Celular via Satélite coreano veja as referências de JUL.2005: SAMSUNG Launches Satellite DMB Phone that Slides and Rotates do site da Samsung e Cellevision Starts Breaking Into Daily Lives do Korea Times. Um fato interessante: o ETSI europeu aprovou recentemente o padrão DMB como canal de serviços de conteúdo de multimídia que vários países já se preparam para conduzir pilotos com esta tecnologia, a saber: França, Alemanha, Itália, Holanda, Noruega, Espanha e Reino Unido. Veja em TV on the move do The Register. E no nosso caso, o que é que o Brasil está fazaendo nesta área hein? E a ANATEL? Sei lá! Será que vamos "chegar atrasados na festa"? Já tem gente apostando que o aparelho celular do futuro também virá com Wi-Fi. Veja aqui: The future of cellphones will be Wi-Fi da Techworld;

 

[4] Serviço Teen nos EUA: Também em JUL.2005 foi anunciado que a geração teen dos EUA já tem um serviço especial para eles de TV no Celular. Trata-se do Varsity TV um canal de Mobile TV para entretenimento especial daquela comunidade jovem. O mercado de entretenimento jovem é esperado alcançar a marca de BUS$ 1.5 em 2009. O serviço Varsity Mobile já pode ser visto pela comunidade teen americana no Canal 29 do Serviço de Multimídia da Operadora Spring. Veja mais informações no Press Release Varsity Mobile Launches, Offering Original Programming Created Specifically for Mobile Devices; Sprint to Offer Varsity Mobile's Teen-Created Programs . A Telstra - Operadora de Telefonia Móvel australiana - também "entrou na onda" da TV no Celular com a Tecnologia DVB-H. Veja as referências: DVB-H Testing in Sydney do Dailywireless e Australian DVB-H Trial Starts do MoCo News;

 

[5] Proteção de Conteúdo: O movimento de órgãos de padronização e patentes já começou na área de TV no Celular. Veja aqui neste Press Release da MPEG LA (órgão de licenciamento do MPEG): Development of DVB-H Patent License Begins; Initial Patent Holders Meeting Convened. No primeiro semestre de 2005 tivemos uma "queda de braço" da Associação de GSM e da OMA (Open Mobile Alliance) com a MPEG LA para reduzir as tarifas de royalties de licenciamento. Veja aqui nestas refrências do The Register: Mobile operators fight DRM corner, GSM Association rejects revised phone DRM rates, OMA washes its hands of MPEG LA licensing arrangements e Phone DRM: the most expensive royalty operation ever. Adicionalmente um assunto que vai estar na "crista da onda" na TV no Celular são os Direitos Digitais (DRM = Digital Rights Management). Veja também estas referências sobre DRM aqui: Mobile DRM levy hits operators where it hurts from The Register, Digital Rights Management.org, Report on the 3rd DRM Conference (Berlin, 13th and 14th January 2005) e How DRM-Based Content Delivery Systems Disrupt Expectations of "Personal Use " [um arquivo pdf] de Mulligan, Deirdre K.; Han, John; Burstein, Aaron J. (2003);

 

[6] Música no Celular - Uma Boa Constatação: Existe ainda alguns fatos interessantes na relação da Telefonia Móvel com o entretenimento. A LG aposta que o Aparelho Celular vai se tornar a vedete do entretenimento em 03 anos. Nossa quanta energia, né? Veja em Cell phone to be top entertainment gadget in three years: LG do Telecom Asia. Uma outra aposta é no Mercado de música via Telefonia Móvel. Estão dizendo que este negócio vai arrebentar (Meu Deus eu previ isto há 03 anos atrás numa start-up carioca de WAP e as gravadoras e Operadoras não me ouviram!). Veja só: Wireless Music Services To Be Huge: Study do Mobile Pipeline e Downloading Triples do Dailywireless ambas de JUL.2005. "Fresh Money" por aqui, friends! Mais do Dailywireless: Media Phones Big Business;

 

[7] Maiores Operadoras: E quem são as maiores Operadoras de Telefonia Móvel no mundo? Você sabe? Temos uma brasileira - Vivo (a maior da América Latina) - na lista. Elas são:

Estas informações estão aqui: Largest Mobile Phone Companies do Wikipedia;

 

[8] Opinião de Analistas de Indústria: E o que dizem os Analistas de Indústria? Vamos ver? Pois é. Vamos lá. O In-Stat não é muito otimista. Em uma pesquisa realizada por eles, este Analista diz que apenas 01 em 08 consultados estão interessados em serviços de Mobile TV. Veja estas referências: Mobile Video Is A Tough Sell According To In-Stat do MoCo News e Mobile Video Services - Perched at the Brink do In-Stat. Veja também um pouco da opinião do Forrester Research aqui: Forrester On Mobile TV do MoCo News. O 3G Américas também publicou um relatório sobre Mobile TV. Veja a matéria: 3G Americas publishes Mobile TV paper do 3G News Room e o white paper está aqui: Mobile TV - The Next Big "Killer App" in Wireless?, Executive Summary, July 2005 [um arquivo pdf]. Aproveite. " De grátis "! Já o Analista ABI Research acha que TV no Celular será uma "mina de ouro". O mercado vai saltar de 1 milhão de usuários (mercado de 200 MUS$) atualmente para 250 milhões em 2010 (mercado de 27 BUS$). Segundo este Analista os serviços de Mobile TV prometem alterar "dramaticamente" a cadeia de valor do negócio de conteúdo móvel e as relações entre Operadoras de Telefonia Móvel e os Produtores de Conteúdo. Veja mais aqui: Mobile Broadcast Video Services.

 

[9] O Que os Usuários Estão Vendo ou Verão no Futuro: Em recente pesquisa da LógicaCMG sobre conteúdo móvel os 04 primeiros colocados na Ásia, Europa e América do Norte são: Ringtones, Imagens de Multimídia, Música e Jogos; Na América Sul temos: Jogos, Músicas, Ringtones e Notícias. Veja a pesquisa aqui: Mobile Content Around the World do MoCo News. Fica difícil prever o que os usuários verão no futuro na TV no Celular mas pelo "andar da carruagem" será um mundo de grandes emoções. Veja esta recentíssima matéria: Korean Internet Comic Goes Theatrical, Digital do MoCo News. Tem mais esta aqui do mesmo MoCo News: Endemol Prepares Mobile Video Show With Channel 4 Tie-In. Gente, temos certeza que muita coisa virá. Haverá uma grande transformação no Segmento de Mídia mundial. Novas produtoras surgirão e antigos donos de conteúdo premium se adaptarão ao novo business . E o futebol tão querido na Europa e na América do Sul terá sua vez? Não se preocupem a FIFA já está fazendo seu trabalho: FIFA Soccer group considering mobile-phone broadcasts do Picturephoning.com. Finalmente veja TUDO o que está sendo produzido no mundo nesta área. Uma "palinha" aqui para você: TV on Cell Phones do Picturephoning.com.

 

[10] E no Brasil o que estamos vendo em termos de suporte institucional? Vejamos apenas 02 referências na imprensa para ver o que poderemos ter:

 

(a) Tentando barrar o avanço das teles
23/5/2005
"Radiodifusores cobram legislação federal para a atuação das operadoras de telefonia em áreas abertas pela convergência das mídias como transmissão via celular de dados, voz e imagens".

 

....

Fonte: André Silveira - Meio & Mensagem

(b) Senadores querem ouvir indústria e celulares sobre TV digital
27/05/2005
....

 

"Na avaliação do senador Hélio Costa, presidente da Comissão de Educação, a convergência tecnológica e a chegada da TV digital permitirão, entre outros serviços, a recepção dos sinais da TV aberta por outros meios que não o aparelho de TV, como o telefone celular, e esses aspectos precisam ser debatidos com mais profundidade pelo Congresso Nacional".

 

Fonte: Cristiana Nepomuceno - Telecom Online

 

[11] A discussão regulatória já começou a "aquecer" no Reino Unido pois os britânicos estão levantando a seguinte questão: Para fornecer serviço de TV no Celular alguém precisa de licença? Tem gente achando que não (óbvio) e tem gente achando que sim (óbvio também)? Será que a Ofcom (Agência Regulatória de Telecom) britânica vai mandar uma fiscalização para cada esquina verificar quem está assistindo TV no Celular? (sic!) Qual é a culpa que uma Operadora de Telefonia Celular tem se comprou uma licença de telefonia de voz e as tecnologias envolvidas (transmissão, software e handsets) evoluíram tanto, mas tanto, que agora ela pode prestar serviços de TV no Celular? Quem imaginava que isto poderia acontecer quando foi dada a concessão para as empresas de rádiodifusão há muitas anos atrás? Enquanto a polêmica não chega aqui no Brasil - e a briga vai ser boa - vamos ver estas referências: Tv on mobile phones to create " licence nightmar e " do Sunday Herald e TV licence needed for TV-to-mobile services do The Register. A China já saiu na frente e quer que sua Olimpíada em Beijing em 2008 seja toda digital com direito a TV no Celular. Vai ser legal, né? Sabe quem eles chamaram para fornecer o serviço? Não? Eles chamaram a EBU . Nada menos que a União Européia de Rádiodifusão. Excelente idéia não é? A EBU congrega 54 países e de "lambuja" a China não se "enrosca" com aspectos regulatórios por hora. Veja isto em: The Olympic Games on mobile phones do Heise Online.

 

Agora concorda comigo que poderemos (e teremos) o "impensável"? ... (Se a legislação deixar, evidentemente!).

 

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.