Em Debate

Publicado: 12/06/2006

 

Especial

"Quem tem medo do WiMAX?"

Parte 4

 

Eduardo Prado

 

Trabalhos Publicados

Weblog: Smart Convergence

 

Parte 1 :: Parte 2 :: Parte 3 :: Parte 4

 

A Convivência do WiMAX com a Telefonia Móvel Convencional

 

Embora o WiMAX tenha sua vida própria e as tecnologias das Famílias GSM e CDMA também, um fato é inquestionável: O que fazer a curto e médio prazo com a tecnologia GSM que já está implantada? Ela não pode ser jogada fora pois representa um acervo gigantesco e foi gasto um “caminhão” de dinheiro nestas redes.

 

Já tem gente apostando que as redes atuais no futuro serão substituídas por redes híbridas, utilizando a cobertura do Wi-Fi/WiMAX nas áreas metropolitanas (excelente para o WiMAX que adora “vidro e concreto”, veja aqui Dimensionamento de Redes de WiMAX, MAI.2006, Teleco) e da tecnologia móvel (HSDPA ou EV-DO) nas periferias.

 

Os defensores desta idéia diz que em 2015 saberemos se isto acontecerá de fato (veja as referências: So - What is the Replacement for Traditional Cellular Networks?, MAR.2006, The Wireless Report e Wireless Operators Rapidly Building Next-Gen Networks, MAR.2006, Cellular News).

 

Gente, gente ... por que nossas telcos no Brasil não investiram em Wi-Fi hein? Living and learning every day! Veja mais aqui: WiMAX to Complement - But Not Replace - 3G/4G Networks?, MAR.2006 e UMTS and WiMAX converge, or so says Airvana, ABR.2006, The Wireless Report.

 

Há alguns poucos meses começaram a surgir movimentos que claramente querem dar uma sobrevida a Família GSM fazendo com que ela “interfaceie” com a tecnologia WiMAX.

 

Vejam a seguir alguns destes movimentos, a saber:

 

1. Em JUN.2005, a empresa inglesa picoChip – que fabrica chips de WiMAX e HSDPA entre outras coisas como também é membro do WiMAX Forum – recebeu um investimento de 20 MUS$ da telco americana AT&T (antes conhecida como SBC Communications). Em FEV.2006, AT&T juntamente com a Intel e outros, fizeram um investimento não informado na pequena picoChip.

 

Por que então a AT&T está colocando dinheiro na picoChip? Faz sentido este investimento para assegurar que a plataforma utilizada pela telco móvel Cingular do mesmo grupo da AT&T possa conviver com WiMAX. Será que a AT&T entrou no mercado de chips? Pouco provável a medida que eles colocaram dinheiro com a Intel. Talvez a AT&T queira manter o seu investimento em plataforma HSDPA feito na Cingular. Lembre-se que antes de utilizar o logo da AT&T, a SBC que possuía a Cingular (com tecnologia HSDPA) e comprou a AT&T Wireless que também utilizava a tecnologia HSDPA.

 

Os grandes competidores da Cingular são a Verizon Wireless, que é “EV-DO de carteirinha” (veja a matéria Business Travelers Can Stay Connected, One Session at a Time, MAR.2006, Biz Yahoo)e a SprintNextel que apesar de ser EV-DO está visualizando a sua grande Mobile Multimedia Network em 2011 com 30 milhões de assinantes como vimos acima (veja a referência AT&T Invests in WiMAX Chipmaker, FEV.2006, The Wireless Report).

 

2. Outro fato relevante: a NTT DoCoMo está testando handoff entre WiMAX Móvel (802.16e) e HSDPA. Esta loucura não é minha viu? Quem está afirmando é o Engadegt Mobile aqui: NTT DoCoMo testing Mobile WiMax and HSDPA handoffs, MAR.2006, Engadegt. Por que todo este espanto? Por que a NTT DoCoMo era “inimiga mortal” do WiMAX.

 

Para causar mais surpresas ainda, a NTT DoCoMo resolveu recentemente investir em uma empresa de WiMAX Móvel – a Beceem dos EUA – juntamente com a Intel e a Samsung. Veja aqui DoCoMo investment in Beceem points to converged wireless roadmap, ABR.2006, WiMAX Trends. Por que será que a NTT DoCoMo coloca seu “dinheirinho” no WiMAX Móvel, hein? Responda você mesmo! Como dizia o nosso saudoso Ibrahim Sued: “Cavalo não escada”!

 

Do que vimos acima podemos tirar algumas conclusões:

O que significa para você tudo tudo isto? Uma pergunta que não quer calar: o HSDPA não poderia “andar com sua próprias pernas”? ... Sobre os passos da Qualcomm, já vimos acima!

 

Sugestões para o Futuro de uma Telco GSM no Brasil

 

Algumas sugestões para o futuro destas Telcos:

 

1. Não invista nem UMTS (3G) e nem HSDPA (3,5G) agora!!! UMTS é muito pobre para transmissão de dados. O HSDPA significa gastar em CAPEX sem ter ainda ter tido retorno do investimento das redes atuais em GPRS (2,5G) ou EDGE (2,75G) e sem ter uma visão clara como a Família GSM vai atender a demanda de Dados e Mobilidade da próxima década.

 

2. Faça parcerias com WISPs de Wi-Fi (no Brasil temos a Vex) e invista em redes próprias de Wi-Fi em áreas estratégicas (não exploradas pelo seu parceiro WISP) aonde a telco possa perder do Voice over Wi-Fi (VoWF ou VoWLAN) para outros players em função da chegada nos próximos anos dos dispositivos híbridos.

 

O Analista de Indústria In-Stat está afirmando que existirão 256 milhões de pessoas utilizando aparelhos celulares híbridos (com Wi-Fi) em 2009 (ver Voice over WiFi -- call it VoWF for short, MAI.2006, The Wireless Report e Boingo Eyes Voice over Wi-Fi, MAI.2006, Wireless Week). Algumas telcos no mundo estão considerando fortemente a hipótese de utilizar o Wi-Fi na telefonia móvel (ver Will all business-oriented wireless phones be WiFi capable soon?, MAI.2006, The Wireless Report). 

 

Nós temos falado bastante sobre a importância do Wi-Fi para o negócio das telcos no futuro mas as telcos brasileiras – de uma maneira geral - não têm levado isto a sério! Agora o jogo mudou de lado, com os aparelhos híbridos e o crescente interesse em VoIP. É a revanche do Wi-Fi sobre as telcos brasileiras! Veja nossa última matéria aqui sobre Wi-Fi: Telcos e WISPs... Como vocês podem ter retorno com Wi-Fi!, NOV.2005, Teleco.

 

3. Faça como a Vodafone (maior telco do mundo com 510 milhões de assinantes e usuária de tecnologia da Família GSM). Além do 3G “evoluído” ela está considerando a  Tecnologia Mesh/Wi-Fi e o WiMAX Móvel como tecnologias de acesso, você sabia? Teste imediatamente a Tecnologia Mesh e você vai descobrir novos negócios. Conheça mais sobre a Tecnologia Mesh aqui: WiMAX & Mesh Technology: Esta mistura dá "samba". MAR.2006, Eduardo Prado e Fábio Lima, Revista de WiMAX.

 

4. Sobre convergência a telco GSM tem 02 opções a avaliar: GAN e IMS. É bom começar a conhecê-las conversando com os vendors de equipamentos e Analista de Indústrias e Corporações “Big-Five”. Um boa idéia era começar a definir uma estratégia de Convergência Fixo-Móvel para a sua empresa. Um bom ponto de partida: depois de definir sua estratégia de Convergência Fixo-Móvel, implemente um Projeto Piloto com a Plataforma IMS. Ela deverá estar presente na sua estratégia de FMC! Só para lembrar-lhe – como vimos acima - a Samsung e a Motorola já estão falando em misturar IMS & WiMAX Móvel, viu?

 

5. Comece a testar “ontem” o WiMAX Móvel. Atualmente já existem vendors com esta tecnologia disponível no status de Pré-Mobile WiMAX: a Samsung (WiBro no Wikipedia) e Navini (Ripwave MX BTS estará disponível em 4 meses e será atualizável por software para o padrão 802.16e). A Alcatel (com sua plataforma Evolium) e a Motorola (com a sua plataforma MOTOwi4) trarão suas ofertas no segundo semestre de 2006. Comece a conversar com estes players (depois virão outros) para avaliar seus roadmaps, bandas de frequências e possibilidade de implantar Projetos Pilotos no Brasil. Lembre-se: a freqüência de 2,5 GHz (regulamentada pela Resolução no. 429 da ANATEL) hoje é propriedade (e um ativo muito estratégico) das empresas de MMDS (veja aqui os detentores de licenças MMDS no site da ANATEL: Panorama dos Serviços);

 

6. Avalie fortemente participar do leilão das sobras da freqüência de 3,5 GHz da ANATEL que deve se realizar ainda este ano. Você pode precisar desta freqüência para o WiMAX Móvel. Ver regulamentação de bandas de freqüências para o WiMAX aqui na matéria: Regulamentação do Uso de Frequências para o WiMAX no Brasil da Revista de WiMAX;

 

7. Acompanhe os movimentos do 3GPP e as ações de “defensoras” de diversos players da Família GSM tentando investir em alternativas que permitam que as tecnologias HSDPA e o WiMAX possam “conviver juntas” como estão fazendo as telcos AT&T – ex-SBC Communications (ver a referência AT&T Invests in WiMAX Chipmaker, FEV.2006, The Wireless Report) e NTT DoCoMo NTT DoCoMo testing Mobile WiMax and HSDPA handoffs, MAR.2006, Engadet e DoCoMo investment in Beceem points to converged wireless roadmap, ABR.2006, WiMAX Trends. Isto é muito importante para trazer um alternativa de Personal Broadband para o HSDPA. Veja que ninguém no mundo está buscando esta alternativa para o UMTS (3G). Só para o HSDPA! Por quê, hein? Você telco brasileira ainda vai gastar seu “dinheirinho” em UMTS (3G)?

 

Sugestões para o Futuro de uma Telco CDMA no Brasil

 

Algumas sugestões para o futuro destas Telcos:

 

1. Como vimos acima no roadmap da Qualcomm ela vai lançar o Release B no EV-DO em 2007 e já tem na “prancheta” o Release C com OFDM e MIMO. Se você ainda não tem o Release A do EV-DO talvez fosse interessante já pensar no Release B ou esperar o Release C como a própria Nortel Networks está sugerindo. Converse com a Qualcomm mas mantenha sua independência em relação a Convergência Fixo-Móvel.

 

2. Faça parcerias com WISPs de Wi-Fi (no Brasil temos a Vex) e invista em redes próprias de Wi-Fi em áreas estratégicas (não exploradas pelo seu parceiro WISP) aonde a telco possa perder do Voice over Wi-Fi (VoWF ou VoWLAN) para outros players em função da chegada nos próximos anos dos dispositivos híbridos.

 

O Analista de Indústria In-Stat está afirmando que existirão 256 milhões de pessoas utilizando aparelhos celulares híbridos (com Wi-Fi) em 2009 (ver Voice over WiFi -- call it VoWF for short, MAI.2006, The Wireless Report e Boingo Eyes Voice over Wi-Fi, MAI.2006, Wireless Week). Algumas telcos no mundo estão considerando fortemente a hipótese de utilizar o Wi-Fi na telefonia móvel (ver Will all business-oriented wireless phones be WiFi capable soon?, MAI.2006, The Wireless Report). 

 

Nós temos falado bastante sobre a importância do Wi-Fi para o negócio das telcos no futuro mas as telcos brasileiras – de uma maneira geral - não têm levado isto a sério! Agora o jogo mudou de lado, com os aparelhos híbridos e o crescente interesse em VoIP. É a revanche do Wi-Fi sobre as telcos brasileiras! Veja nossa última matéria aqui sobre Wi-Fi: Telcos e WISPs... Como vocês podem ter retorno com Wi-Fi!, NOV.2005, Teleco.

 

3. Faça como a Vodafone (maior telco do mundo com 510 milhões de assinantes) reconhece – além da tecnologia móvel convencional - a Tecnologia Mesh/Wi-Fi e o WiMAX Móvel como tecnologias de acesso, você sabia? Teste imediatamente a Tecnologia Mesh e você vai descobrir novos negócios. Conheça mais sobre a Tecnologia Mesh aqui: WiMAX & Mesh Technology: Esta mistura dá "samba". MAR.2006, Eduardo Prado e Fábio Lima, Revista de WiMAX.

 

4. Sobre convergência você tem 02 opções a avaliar: GAN e IMS. É bom começar a conhecê-las conversando com os vendors de equipamentos e Analista de Indústrias e Corporações “Big-Five”. Um boa idéia era começar a definir uma estratégia de Convergência Fixo-Móvel para a sua empresa.

 

Um bom ponto de partida: depois de definir sua estratégia de Convergência Fixo-Móvel, implemente um Projeto Piloto com a Plataforma IMS. Ela deverá estar presente na sua estratégia de FMC! Só para lembrar-lhe – como vimos acima - a Samsung e a Motorola já estão falando em misturar IMS & WiMAX Móvel, viu?

 

5. Pesquise como será possível a convivência do WiMAX Móvel com a tecnologia Qualcomm. Lembra-se da Soma Networks acima? Seria interessante começar a testar também o WiMAX Móvel. Atualmente já existem vendors com esta tecnologia disponível no status de Pré-Mobile WiMAX: a Samsung (WiBro no Wikipedia) e Navini (Ripwave MX BTS estará disponível em 4 meses e será atualizável por software para o padrão 802.16e).

 

A Alcatel (com sua plataforma Evolium) e a Motorola (com a sua plataforma MOTOwi4) trarão suas ofertas no segundo semestre de 2006. Comece a conversar com estes players (depois virão outros) para avaliar seus roadmaps, bandas de frequências e possibilidade de implantar Projetos Pilotos no Brasil.

 

Lembre-se: a freqüência de 2,5 GHz (regulamentada pela Resolução no. 429 da ANATEL) hoje é propriedade (e um ativo muito estratégico) das empresas de MMDS (veja aqui os detentores de licenças MMDS no site da ANATEL: Panorama dos Serviços);

 

6. Avalie fortemente participar do leilão das sobras da freqüência de 3,5 GHz da ANATEL que deve se realizar ainda este ano. Você pode precisar desta freqüência para o WiMAX Móvel. Ver regulamentação de bandas de freqüências para o WiMAX aqui na matéria: Regulamentação do Uso de Frequências para o WiMAX no Brasil da Revista de WiMAX;

 

O que de fato o povo vai querer minha gente?

 

O povo vai querer “alegria” (voz, dados, entretenimento, mobilidade e banda larga ... e tudo do “bom e bem barato” – sabemos que o barato depende de escala, penetração e tempo, viu?). É como disse o nosso grande carnavalesco Joãozinho Trinta (do Rio Janeiro hein? ... aonde tem bom samba!): “Povo gosta é de alegria e luxo. Quem gosta de tristeza é intelectual”!

 

Já existem alguns neologismos querendo retratar esta “alegria do povo” no futuro, a saber: Banda Larga Pessoal (Personal Broadband) ou Rede de Multimídia sem Fio (Mobile Multimidia Network), este último lançado pela SprintNextel. Veja mais detalhes aqui: The WiMAX Evolution: From Fixed to Portable to Mobile, ABR.2006, Converge Digest, Sprint: Still Going Beyond 3G, MAR.2006  e  Sprint Nextel Preps Wireless BB, AGO.2005 do Unstrung; e How is Sprint Nextel going to explode soon? Watch for it, MAI.2006, The Wireless Report.

 

Aproveite e conheça aqui os primeiros dispositivos móveis da era da Personal Broadband lançados pela Samsung na Conferência APEC de NOV.2005: Samsung Demos WiBro  e  WiBro Heat is On, Dailiwireless. E para quem “gosta de falar que estes dispositivos não chegarão ao “povão”, aqui tem um pouco de história a título de lembrança ... o celular que em 1990 custava 25.000 dólares (22 mil da linha e 3 mil do handset) também virou “suco” para o valor atual de R$ 100,00!!! (ver Dos Sonhos às Realizações, OUT.2001, Palestra de Renato Guerreiro na Futurecom).

 

Finalmente, lembre-se sempre desta frase: “A REAL BRIGA DAS TELCOS NA PRÓXIMA DÉCADA SERÁ POR DADOS E MOBILIDADE ... COM BANDA LARGA”!!! O Serviço de Voz virou “suco”! A Convergência é uma mera conseqüência!.

 

Se depois disto tudo, você democraticamante decidir discordar de mim, consulte este white paper que compara WiMAX Móvel com EV-DO Release A e HSPA (HSDPA & HSUPA) e tire sua próprias conclusões: Mobile WiMAX - Part II: A Comparative Analysis [um aqruivo pdf], Intel.

 

Obrigado por ter chegado até aqui... Eduardo Prado.

 

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Parte 1 :: Parte 2 :: Parte 3 :: Parte 4