VoIP

15/10/2015

VoIP / Telefonia IP - Prestadoras

 

Geral Tecnologias Estatísticas Prestadoras

Nesta página: Prestadoras VOIP no Brasil classificadas em Provedores de telefonia fixa VOIP, Provedores de telefonia fixa VOIP no exterior e Provedores de chamadas VOIP.

 

Apresenta-se a seguir as prestadoras de serviços VoIP via Internet no Brasil classificadas em três categorias:

Para incluir um novo provedor envie um email: teleco@teleco.com.br.

 

Veja as Recomendações para contratação de Serviços de VoIP.

 

 

Provedores de Telefonia Fixa VoIP no Brasil

 

 

São as operadoras que possuem autorização STFC. As operadoras com sinal + têm seus indicadores de qualidades divulgados pela Anatel (veja mais detalhes em Novas Autorizações).

 

Vonage no Brasil

 

A Vonage, empresa americana que oferece telefonia através da internet (VoIP) anunciou em abri de 2014 que irá oferecer serviços no Brasil através de uma joint-venture com a Datora Telecom.

 

Os serviços da Vonage estarão disponíveis em oito capitais brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte e Vitória.

 

 

 

 

Telefonia Fixa Brasil (14) Varejo Corporativo Número Fixo
Brasil Telecom VoipFone + Brasil
Algar VoIP   Brasil
DirectCall Atualizado Brasil, EUA, Canadá, Argentina, Itália, Hong Kong, Porto Rico, Reino Unido e China
DSLi VOX3 + -
GT Group  -
Hip Telecom Brasil
IPCorp -
Net fone via Embratel   Brasil
NetSite TudoMais   Número de URA em Cidades do Brasil
Oi VoIP   Brasil (para assinantes do Exterior), EUA e Canadá
Tmais + Brasil
Transit + Brasil
Voicemax Sercomtel + Novo Londrina (PR)
Vono GVT + Brasil

 

 

Provedores de Telefonia Fixa VoIP no Exterior

 

 

Telefonia Fixa Exterior (10) Varejo Corporativo Número Fixo
Cliconnect Argentina, Chile, EUA e Europa
deltathree EUA, Áustria, Bélgica, França, Alemanha, Irlanda, Israel, Itália,Espanha, Suiça e Reino Unido e outros paises
DiscaVoIP EUA, Áustria, Bélgica, França, Alemanha, Irlanda, Israel, Coréia do Sul, Itália, Espanha, Suiça e Reino Unido
Disk A Vontade** EUA
eVoipNet EUA
Neo Voice EUA e Canadá
Sistema-IP Peoplecall Espanha
Skype Brasil, EUA e países da Europa, Asia e América Latina
Terravon EUA e outros países
VarPhonex EUA, Canadá e Reino Unido
** Marketing multinível.

 

 

Outras VoIP no exterior:

AT&T

CallVantage

Go2Call

Net2Phone

Vonage

 

 

Provedores de Chamadas VoIP

 

 

Serviços VoIP (79) Varejo Corporativo Número Fixo
Alô Fácil -
Alô MUNDO Brasil e EUA
Amazon VoIP Brasil e EUA
AtivaVoIP Brasil e EUA
Azzu Brasil
BlasterPhone Brasil
BlueVoip   -
brasiltel Brasil
CMSW.Telecom -
Cordia Brasil, Américas, Europa, Ásia e outros países
DigaAlô -
Ditel VoIP Brasil
Dhrastel Brasil Brasil, Américas, Europa, Ásia e outros países
eVoipNet   -
FaleSemParar -
FoneVoip Telecom -
GigaFone -
GigaVoip -
GlobalNova -
Hiperfone -
hIPer Voip   -
Império VoIP -
InfoVoIP -
IPPhone Brasil Brasil, EUA, Canadá, Argentina, Chile, França, Itália, Japão, Peru, Singapura e Espanha
IVOZ -
JETVoIP   -
Lig -
LigLivre -
LIGVoIP -
LigWay -
LocalNet BR -
Macrovox -
Matrix Telecom •  Brasil, Américas, Europa e Ásia
MundiBrasil Brasil e EUA
NetBras VoIP Brasil
NetJet VoIP Brasil
Nitrofone -
NixVoip -
NovaVida VOIP -
Onda Empresas   Brasil
Othos Telecomunicações Novo -
Planeta VOIP Brasil
Plistel   -
PoliVoip   -
SIMphonia -
Taho -
Telefone Virtual Brasil
Teletrim Voip -
Tellestar -
Tellfree   Brasil, EUA e outros países
Tellium Networks   -
TerraSip -
Terra VoIP -
Tesa Brasil Brasil (São Paulo)
Tribo Brasil
Trinnphone Brasil
TRIVOIP -
TurboVia -
TVA Voz Brasil
uniVoip Brasil (Porto Alegre)
UNOVOIP Novo Brasil
UOL: Voip Pré-Pago, Voip IN   Brasil
Velip Brasil, Argentina, Espanha, EUA, França, Inglaterra e Japão
Via Voice -
VIPVOX   -
VOICE TELECOM -
VoIP de Graça Brasil
VoIP do Brasil -
VoIPFAST -
VoipMLT Novo -
VOIPMAX -
VOIPMUNDO -
Voip RT -
VOIPTEN Brasil, EUA e outros países
VoipTrade   Brasil, EUA e outros países
Voitel   -
Vox2Go -
VoxFone Brasil
XVoIP -
Zycoo Novo -
* Global INFO; ** Marketing Multinível.

 

 

Observações:

 

1) A lista de operadoras divulgada pelo Teleco tem por objetivo apenas informar o nome de empresas que oferecem serviços de VoIP. O Teleco não se responsabiliza por qualquer informação apresentada pelas empresas ou por sua qualidade de serviço. As informações fornecidas pelos sites das operadoras são de sua inteira responsabilidade.

 

2) Algumas empresas VoIP estão utilizando formas de marketing alternativo, tais como marketing de rede e marketing muitinível, entre outros, para a venda de serviços de VoIP. O futuro assinante e eventual representante que aderir a esses serviços deve analisar com cuidado as propostas oferecidas para ter ciência de quais serão suas obrigações e direitos, de forma a evitar problemas futuros.

 

UOL VOIP IN O UOL, provedor de acesso a Internet que já oferecia serviço de chamadas VoIP, firmou em Jul/07 um acordo com a Transit Telecom para oferecer o serviço UOL VOIP IN, que permite receber chamadas originadas de telefones convencionais. O usuário receberá um número de telefone fornecido pela Transit, e as chamadas destinadas a esse número serão tarifadas como uma ligação convencional.

 

A exemplo do que acontece com o Skype, com a parceria da Transit o UOL não precisará obter uma licença de telefonia fixa comutada.
Telemar e TVA Em Mar/06 a Telemar anunciou parceria com a Net2Phone para o serviço de VOIP para ligações internacionais. A TVA também fechou parceria com a Telemar para oferecer números virtuais em todo o país e com a Neo Voice, que presta o serviço utilizando tecnologia VoIP da Net2Phone
Skype O Skype é o mais utilizado no Brasil com 3,8 milhões de usuários em Nov/05.

 

O Skype firmou em Jan/06 um acordo com a Transit Telecom para oferecer no Brasil o sistema Skypeln, que permite receber chamadas originadas de telefones convencionais. O usuário receberá um número de telefone fornecido pela Transit, e as chamadas destinadas a este número serão tarifadas como uma ligação convencional. Em Mar/06 na Telexpo a Skype anunciou já ter vendido 8 mil números no Brasil.

 

Com a parceria da Transit o Skype não precisará obter uma licença de telefonia fixa comutada.
GVT Em Nov/05 a GVT informou possuir 10 mil assinantes de VOIP residencial.

 

 

No Teleco:

VoIP na GVT

VoIP na Internet

 

 

Contratação de Serviços de VoIP
Apresentam-se. a seguir, algumas recomendações para a contratação de serviços de VoIP:
  1. Defina claramente os objetivos para os serviços a serem contratados, e elabora um documento de especificação.
    Ex.: redução de custos, atualização da infraestrutura de serviços de Voz, adoção de serviços avançados de Voz, convergência de redes, e etc.
     
  2. Defina claramente as alternativas para o caso de falha total ou parcial dos novos serviços.
    É importante incluir na especificação requisitos para prover alternativas de rota e redundância para os serviços a serem contratados. Opcionalmente podem ser mantidas algumas das linhas convencionais existentes para eventuais emergências.
     
  3. Faça um levantamento da situação atual do serviços de Voz existentes e elabore um documento com esses resultados.
    Ex.: número de linhas existentes, número de ramais, custo de ligações Locais, Longa Distância Nacional e Internacional, custo de ligações para Celulares, custo de manutenção e atualização do sistema atual, etc.
     
  4. Faça uma pesquisa entre as operadoras de serviços VoiP e selecione pelo menos 3 para solicitar propostas comerciais.
    Pode ser interessante fazer uma pesquisa junto a Anatel e aos órgãos de proteção do consumidor para saber se as operadoras tem problemas com suas licenças ou com os seus Clientes. Uma pesquisa junto a grupos de discussão na Internet também pode ser uma boa fonte de informações. Procure também entrar em contato como os Clientes ativos das empresas selecionadas.
     
  5. Ao analisar as propostas, procure verificar se todos os itens da sua especificação foram atendidos.
    É importante verificar o SLA (acordo de nível de serviço) pretendido versus o oferecido pela operadora, parâmetro como atraso e perda de pacotes, suporte técnico local, tempo de reparo, e etc.
     
  6. Ao definir a operadora, inclua no contrato os serviços a serem prestados e os principais parâmetros negociados para esses serviços, além do cronograma de instalação.
    É importante incluir os parâmetros de SLA negociados, e os tempos de reparo e atendimento, em caso de manutenções ou novas atuações.
     
  7. Faça uma pesquisa periódica junto aos usuários para acompanhar o andamento do serviços prestados.
    É importante saber se os usuários percebem os benefícios obtidos com os novos serviços e quais as eventuais alterações ou aprimoramentos necessários.
     
  8. Faça um acompanhamento periódico do serviço prestados, verificando os seus índices de desempenho.
    É importante verificar se os objetivos pretendidos estão sendo atendidos e solicitar, sempre que seja necessário, que a operadora contratada faça os ajustes cabíveis. Use também os resultados da pesquisa se satisfação dos usuários para este fim.
     
  9. Ao renovar o contrato dos serviços prestados, verifique as novas condições do mercado.
    É interessante verificar a possibilidade de inclusão de novas funcionalidades ou tecnologias, ou mesmo alterar os custos em função das novas condições do mercado. Ganhos de escala ou de barateamento de redes e tarifas podem ser objeto de reavaliação de custos.
     
  10. Em casos extremos de não cumprimento dos serviços contratados, as reclamações podem ser encaminhadas para a Anatel ou para os órgãos de proteção do consumidor.