Banda Larga

14/11/2019

Operadoras Banda Larga Fixa

 

Operadoras BL Prestadoras SCM

Nesta página: Principais operadoras de Banda Larga Fixa do Brasil.

 

Receita Líquida de Banda Larga Fixa das principais Operadoras

 

 

R$ Milhões
1T18
2T18
3T18
4T18
1T19
2T19
Oi
1.770
1.753
1.741
1.713
1.671
1.636
Claro
1.909
1.928
1.955
1.997
2.002
2.025
Vivo
1.819
1.873
1.965
2.025
2.002
2.050
Algar
295
295
308
316
355
339
Outros
1.801
1.801
1.806
1.811
2.126
1.079
Brasil
7.694
7.754
7.884
7.974
8.270
7.242

 

R$ Milhões
2015
2016
2017
2018
Oi
7.205
7.135
7.180
6.978
Claro
6.658
7.266
7.531
7.789
Vivo
6.001
6.483
7.159
7.682
Algar
772
928
1.003
1.162
Outros (Copel, Cemig Telecom, Telebras, Samm)
2.901
3.490
4.953
6.948
Brasil
23.868
25.838
28.435
31.238

 

 

As receitas de banda larga fixa incluem acesso banda larga à Internet e serviços de dados para o mercado corporativo ou outras operadoras.

 

Para prestar estes serviços de banda larga fixa uma operadora precisa de uma autorização de Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) outorgada pela Anatel.

 

Apresenta-se a seguir os resultados da Copel e Cemig Telecom:

 

Copel Telecom

 

A Copel foi criada em outubro de 1954, é a maior empresa do Paraná e atua nas áreas de geração, transmissão e distribuição de energia, além de telecomunicações.

 

 

R$ Milhares
1T18
2T18
3T18
4T18
1T19
2T19
3T19
Receita Líquida
105
108
103
106
115
102
102
EBITDA
27
44
44
(4)
36
33
(88)
M. EBITDA
25,6%
40,9%
42,5%
(4,0%)
31,1%
32,7%
-85,6%
Lucro Líquido
7
16
15
(13)
4
1
(76)
Investimentos
51
78
91
89
54
42
29

 

 

R$ Milhares 2012 2013 2014
2015
2016
2017
2018
Receita Líquida
172
188
213
272
325
381
421
EBITDA
61
88
104
100
118
134
110
M. EBITDA
35,4%
47,1%
48,8%
36,7%
36,3%
35,2%
26,2%
Lucro Líquido
28
48
59
55
58
54
24
Investimentos
80
74
108
105
194
241
309

 

 

Cemig Telecom

 

A Cemig Telecom, subsidiária integral da Companhia Energética de Minas Gerais S.A. oferece rede óptica para transporte de serviços de telecomunicações no Estado de Minas Gerais utilizando-se da infra estrutura da CEMIG.

 

O modelo de negócio da Companhia é o de "CARRIERS's CARRIER", ou seja, disponibiliza sua estrutura de rede em fibras ópticas para as operadoras de telecomunicações que desejam aumentar sua área de atuação dentro do Estado de Minas Gerais ou simplesmente desejam atender seus clientes finais sem investir em redes próprias, optando por alugá-las. A Companhia é autorizada pela Anatel a explorar Serviços de Comunicação Multimídia (SCM).

 

 

R$ Milhares 2012 2013 2014 2015 2016 2017
Receita Bruta 143,9 144,3 146,7 147,1 136,5 163,8
Receita Líquida 112,8 113,7 118,5 120,6 102,4 123,2
Lucro (Prejuizo) Líquido 9,8 4,2 (12,3) (35,8) (9,9) (3,2)
Investimentos 32,2 - 62,1 - - -

 

Samm

 

A Samm é uma empresa 100% controlada pelo Grupo CCR, prestadora de serviços de Comunicação Multimídia, autorizatária SCM, e que tem como negócio prestar serviços de transmissão de dados em alta capacidade.

 

Sua rede backbone abrange mais de 3.242 quilômetros de fibras ópticas subterrâneas, com topologia em anel e monitoramento 24 horas por dia, 7 dias por semana. A Samm possui ainda mais de 1.515 quilômetros de acesso óptico em rede urbana.

 

 

R$ Milhares 2012 2013 2014 2015 2016
2017
2018
Receita Bruta
2,3
18,5
46,0
68,1
86,0
93,7
99,8
Receita Líquida
1,9
14,3
36,0
53,9
66,5
71,5
75,1
EBITDA
-
-
16,4
29,2
43,6
-
-
M. EBITDA - -
45,5%
54,3%
65,6%
-
-
Investimentos - - - 40,0 35,1
34,7
-

 

 

Serviço de Comunicação Multimídia (SCM)

 

Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) é um serviço fixo de telecomunicações de interesse coletivo, prestado em âmbito nacional e internacional, no regime privado, que possibilita a oferta de capacidade de transmissão, emissão e recepção de informações multimídia (dados, voz e imagem), utilizando quaisquer meios, a assinantes dentro de uma área de prestação de serviço.

 

O SCM substituiu o SLE - Serviço Limitado Especializado de Redes e Circuitos e atualmente a Anatel não emite mais outorgas para essas modalidades de SLE.

 

Apresenta-se a seguir os links para o site da Anatel com o regulamento do SCM e documentação necessária para obter a autorização. O valor da Autorização para exploração do SCM a ser pago a Anatel é de R$ 9.000,00.

 

 

No Teleco:

Toda a Legislação de SCM

 

No site da Anatel:

Regulamento do SCM

Modelo do termo de autorização

Documentação necessária para a autorização

Formulário para pedido de autorização para prestação do serviço