Seção: Tutoriais Infraestrutura

 

Redes OPGW/OPPC: Técnica de Lançamento

 

A técnica de lançamento do cabo é a mesma utilizada pela Cemig, conforme a Especificação para Construção de Linhas de Transmissão 69 a 500 kV, Nº30.000 – ER/GE – 2001. Os cabos para-raios devem ser lançados antes dos condutores, o equipamento utilizado deverá ser aterrado. O cabo deve ser lançado em regime lento e regular, evitando que o mesmo seja danificado, principalmente, por torções. Este modo de lançamento é conhecido como tensão mecânica reduzida, ou seja, há uma aplicação de um esforço de tração ao cabo suficiente para desenrolá-lo da bobina, de modo que fique acima do terreno. A tensão de lançamento deverá permanecer na faixa de 10 a 30% da tensão de esticamento correspondente. Por fim o lançamento dos condutores deverá ser iniciado pela fase central ou pela fase superior, dependendo da disposição dos mesmos (plano horizontal ou plano vertical). (CEMIG, 2007).

 

Figura 17: Tecnologia

Fonte: NASCIMENTO, 2015

 

O projeto conta com a utilização da tecnologia CWDM (Coarse Wavelength Division Multiplexing) e sistemas de telecomunicações, principalmente para transmissão de dados em banda larga. A tecnologia se encontra em fase de testes na UniverCemig, localizada em Sete Lagoas, Minas Gerais. Para início dos testes foi lançado aproximadamente 1000 metros de cabo OPPC (Optical Phase Conductor) dentre um vão de quatro torres de transmissão, utilizando isoladores polímeros, caixas de emenda óptica, cabo de fibra óptica e a tecnologia desenvolvida. Acompanhou-se o serviço de lançamento dos cabos, tanto ópticos como o OPPC.

 

O lançamento dos cabos ópticos foi executado pela equipe da Cemig Telecom, a qual também foi responsável pela fusão das fibras nas caixas de emenda. (NASCIMENTO, 2015).